Engenharia Informática

Marco Esperança

Membro Catedrático
Especialista
Eng. Informática & Engenharia
Matrícula
28 Maio 2017
Mensagens
1,704
Curso
Engenharia Informática
Instituição
UMinho
Certo. Certo.

Sim, embora, por exemplo, no IST, se uma licenciatura e um mestrado tiverem coerência científica, mesmo que não integrados, essa entrada também é garantida. O mestrado integrado tem a vantagem de poderes fazer o curso como se fossem 5 anos corridos, o que permite estares a fazer disciplinas de mestrado enquanto ainda estás a fazer uma cadeira de licenciatura, algo que se não fossem integrados poderia fazer com que ficasses um ano quase parado a acabar uma disciplina de licenciatura, para só depois poderes concorrer a um mestrado.
Muito obrigado pelo esclarecimento @davis.
 
  • Like
Reactions: davis

SofBot

Membro
Matrícula
30 Junho 2019
Mensagens
15
A praxe devia ser uma integração dos novos alunos na universidade com o objectivo de conhecer os outros alunos (do mesmo ano e de anos anteriores), as infraestruturas, os professores, o staff, as tradições da universidade, de facilitar o processo de escolha de horários, do conhecimento das datas importantes do semestre, etc, mas como se sabe a praxe está bastante desvirtuada. Assim sendo tenho dois conselhos:

1. Se tiveres interesse em aceder à informação que é realmente importante para ti tenta saber se na tua universidade existe algum programa de integração liderado pelo staff. Na Universidade de Aveiro participei como voluntário num programa em que íamos com os novos alunos pela universidade conhecer as infraestruturas, falar do processo de escolha de horários, tirar as mais variádas dúvidas, fazer jogos interessantes, plantar árvores no campus, etc.

2. Se quiseres participar na praxe mas não te sentires bem - e aqui sugiro algum espírito crítico porque muitas vezes a malta deixa-se levar pelo "toda a gente está a levar com uma mistura de vinagre, farinha e ovos pela cabeça abaixo, então deve ser normal andar assim todo sujo e mal-cheiroso pela cidade" - simplesmente vem-te embora. Não precisas de justificar nada a ninguém.

Votos de um excelente começa de semestre! :)
Olá. As praxes depende muito da forma como tu te envolves com os teus colegas de curso, mesmo que não frequentes a praxe, se fores com um espírito aberto para conhecer novas pessoas, se fizeres um esforço para fazer amizades e não seres introvertida ou mais calada, rapidamente fazes amizades para toda a vida, não podemos entrar na universidade e ficar a um canto ou quando se fala com os colegas só se fala dos trabalhos, temos de tentar ser mais extrovertidos e isso depende do estudante e não do curso ou da cidade.
E existe sempre uma certa competitividade entre os colegas, e desde que seja de uma forma saudável, sem prejudicar ninguém não há problema, o meu curso é pequeno e com média relativamente baixa, e já havia alguma competitivdade quando alguém tirava uns 17 ou 18, imagino nesses cursos com mais de 100 alunos e com médias altas, acredito (e sei) que existe muito maior competitividade.

Obrigada aos dois pelas respostas! Vou então informar-me melhor sobre alguns serviços que a universidade possa ter.
 
  • Like
Reactions: André Casal

soqueropdf

Membro Caloiro
Matrícula
13 Junho 2019
Mensagens
8
Boas, tenho 21 anos e vou tentar entrar em engenharia informática este ano. Eu acabei o 12 ano por recorrente em humanisticas porque lixeime a matematica e a quimica (era de ciencias), mas só consegui uma média de 12. Fui para uma universidade fazer psicologia mas desisti passado um ano porque não gostei e tive alguns problemas. Eu sempre quis ir para engenharia informática portanto decidi apostar nisso e enfrentar a matemática.

Passei meio ano a estudar mat A mas não foi suficiente e falhei o exame nas duas fases. Este ano estou num externato a ter aulas todos os dias de matemática para fazer o exame nacional outra vez em junho, no entanto, estou-me a ver um pouco encurralado.

Neste momento sei a matéria toda de mat e passo 12 horas por dia a estudar, mesmo assim os exames costumam ser muito dificeis (excluindo o de ano passado).
As minhas dúvidas são.. será que tenho alguma hipotese? Pelo que vi, todas as universidades calculam o ingresso com 65% para a média de segundário e 35% para o exame.
Pensei em fazer o exame de Mat B também, mas pelos vistos só posso fazer um em cada fase.. o exame de MAT B só serve para entrar na lusofona do porto (privada), évora, e nos politecnicos.
Fiz a média, e se tiver um 16 no exame (o que acho dificil) fico com 13.. isso não parece chegar para nada.
Neste momento estou indeciso em estudar só para matemática B este ano, e fazer o exame nas duas fases, e entrar numa privada ou num politecnico, ou fazer A e B na primeira a segunda fase respetivamente.

O que acham? Vale sequer a pena ir para um politecnico visto o estigma com que se fica depois na altura de procurar emprego?
 

Steph N.

Membro
Matrícula
19 Setembro 2016
Mensagens
14
Boa tarde!
Isto não tem a ver com informática mas eu queria saber a vossa opinião sobre o curso de engenharia na lusófona. Sei que normalmente se vai para o técnico ou para fcul.
Obrigado!
 
Matrícula
27 Dezembro 2016
Mensagens
35
O que acham? Vale sequer a pena ir para um politecnico visto o estigma com que se fica depois na altura de procurar emprego?

Depende. Politécnicos não têm todos média abaixo de 13... Não sei como era antes mas agora pelo menos sinto que ISEP em eng. informática está bem ao nível da uminho por exemplo.

Eu no teu lugar via duas hipóteses. Escolhia eng informática de uma ou duas universidades que gostaria de entrar, e procurava cursos que me dariam mais equivalências aos cursos escolhidos. Fazias 1 ano na universidade "mais fácil" e pedias transferência.

Ou

Ia trabalhar, e entrava com 23 anos pelo acesso maiores de 23 (podes entrar com 22 desde que faças 23 naquele ano acho eu). Falando no meu caso, no ISEP, também é matemática A esse exame de ingresso e são poucas vagas para muita gente. É preciso trabalho. Depois no curso as matemáticas + física não são fáceis, mas novamente, com trabalho consegues.

Espero ter ajudado.
 

barbaramalik

Membro
Matrícula
3 Março 2018
Mensagens
41
Curso
ciencias e tecnologias
alguém me pode ajudar a resolver este exercício e que me explica sf
 

Attachments

  • Captura de ecrã 2019-10-19, às 16.55.48.png
    Captura de ecrã 2019-10-19, às 16.55.48.png
    88.8 KB · Visitas: 41

dgomes02

Membro Caloiro
Matrícula
20 Fevereiro 2020
Mensagens
4
Boas, estou no 12º ano de ciencias e em principio vou para engenharia informatica, mas queria saber se faz muita diferença a universidade onde se tira o curso. Se tudo correr bem acho que acabo o secundario com media de 17 e devo tirar melhor nota no exame de mat, pois é a minha melhor disciplina e pelo que vi conta metade da nota de candidatura para EI. Sou de caldas da rainha por isso as universidades mais perto parecem ser em lisboa (cerca de 90km), incluindo o IST, que tenho ouvido dizer que é a melhor junto com a FEUP. O problema é que os meus pais nao tem muito dinheiro, e têm uma certa aversão a Lisboa. Ja me disseram que Aveiro era bom tambem e tinha quartos muito mais baratos (fica a 170km :/). De qualquer maneira fico longe, mas nao sao as viagens de autocarro que me preocupam. Queria saber se faz muita diferença entre tirar o curso no IST ou na UA. Ja me disseram que empregos nao faltam, mas em termos de ordenado e assim?
 

André Casal

Membro
Matrícula
28 Julho 2019
Mensagens
24
Olá dgomes02.

Posso partilhar contigo a minha experiência. Lisboa, sendo uma cidade grande, com muitas mais pessoas e culturas, tem o efeito de abrir a mente das pessoas que cá vivem. As pessoas, estando em contacto com mais diversidade, têm uma mente mais aberta, toleram a diferença mais facilmente e estão mais dispostas a sair da sua zona de conforto. Isto tem um impacto objetivo na forma como as aulas, a praxe e as saídas sociais são conduzidas. Também é uma cidade onde existe uma interminável oferta cultural e onde tens a oportunidade de crescer muito mais. Se tiveres sede de desafio e crescimento profissional e pessoal, Lisboa seria a melhor opção. Se quiseres ir mais devagar e dar um passo de cada vez, Aveiro seria a melhor opção. Eu sou de Aveiro e frequentei o Mestrado Integrado em Engenharia Electrónica e Telecomunicações na Universidade de Aveiro. Vivo em Lisboa há cerca de 3 anos.

Tenta tomar essa decisão independentemente do dinheiro e pensa na questão financeira à parte. Se decidires ir para Aveiro, está decidido. Se decidires ir para Lisboa, então ajuda seres objetivo e perceberes, com os teus pais, quanto dinheiro é que eles podem investir em ti. Se for suficiente, ótimo, está decidido. Se não for suficiente, podes ponderar um part-time para ajudar a sustentar-te.

Se vires que estudar e trabalhar num part-time é demasiada carga para ti e precisares de ajuda no curso, eu sou explicador de disciplinas da ciência da computação (sistemas digitais, arquitectura de computadores, programação e web development) e ofereço duas horas de explicação por semana a alunos com sede de crescer e desafios financeiros.

Espero que ajude.

Abraço!
 

dgomes02

Membro Caloiro
Matrícula
20 Fevereiro 2020
Mensagens
4
Olá dgomes02.

Posso partilhar contigo a minha experiência. Lisboa, sendo uma cidade grande, com muitas mais pessoas e culturas, tem o efeito de abrir a mente das pessoas que cá vivem. As pessoas, estando em contacto com mais diversidade, têm uma mente mais aberta, toleram a diferença mais facilmente e estão mais dispostas a sair da sua zona de conforto. Isto tem um impacto objetivo na forma como as aulas, a praxe e as saídas sociais são conduzidas. Também é uma cidade onde existe uma interminável oferta cultural e onde tens a oportunidade de crescer muito mais. Se tiveres sede de desafio e crescimento profissional e pessoal, Lisboa seria a melhor opção. Se quiseres ir mais devagar e dar um passo de cada vez, Aveiro seria a melhor opção. Eu sou de Aveiro e frequentei o Mestrado Integrado em Engenharia Electrónica e Telecomunicações na Universidade de Aveiro. Vivo em Lisboa há cerca de 3 anos.

Tenta tomar essa decisão independentemente do dinheiro e pensa na questão financeira à parte. Se decidires ir para Aveiro, está decidido. Se decidires ir para Lisboa, então ajuda seres objetivo e perceberes, com os teus pais, quanto dinheiro é que eles podem investir em ti. Se for suficiente, ótimo, está decidido. Se não for suficiente, podes ponderar um part-time para ajudar a sustentar-te.

Se vires que estudar e trabalhar num part-time é demasiada carga para ti e precisares de ajuda no curso, eu sou explicador de disciplinas da ciência da computação (sistemas digitais, arquitectura de computadores, programação e web development) e ofereço duas horas de explicação por semana a alunos com sede de crescer e desafios financeiros.

Espero que ajude.

Abraço!
Obrigado pela resposta. Acho que preferia andar um pouco mais devagar como disse, mas a minha dúvida é mais em relação às universidades em si do que as cidades. Sei que sempre terei emprego em EI, mas seria mais bem pago se fosse para a universidade com mais prestígio ou vai dar ao mesmo?
 

Ms. Angie

Membro Veterano
Matrícula
1 Abril 2016
Mensagens
403
Curso
Engenharia Química
Instituição
FEUP
Obrigado pela resposta. Acho que preferia andar um pouco mais devagar como disse, mas a minha dúvida é mais em relação às universidades em si do que as cidades. Sei que sempre terei emprego em EI, mas seria mais bem pago se fosse para a universidade com mais prestígio ou vai dar ao mesmo?

Pah, sinceramente acho que não vais ser minorizado por teres tirado o curso em Aveiro. Aliás, a Universidade de Aveiro é muito boa e os empregadores sabem disso. Eu ando na FEUP e gosto bastante de andar cá. Mas não acho que é só daqui que saem os melhores profissionais. Na maior parte das empresas trabalham pessoas vindas de diversas faculdades. E ainda pra mais na engenharia informática, acho que não é preciso "muito" para se ser bom. Basta teres um computador. Não vale mesmo a pena gastares rios de dinheiro e ires para Lisboa. Ficas bem em Aveiro e o ambiente lá é incrível. Acho que vais gostar!
 
  • Like
Reactions: dgomes02

dgomes02

Membro Caloiro
Matrícula
20 Fevereiro 2020
Mensagens
4
Pah, sinceramente acho que não vais ser minorizado por teres tirado o curso em Aveiro. Aliás, a Universidade de Aveiro é muito boa e os empregadores sabem disso. Eu ando na FEUP e gosto bastante de andar cá. Mas não acho que é só daqui que saem os melhores profissionais. Na maior parte das empresas trabalham pessoas vindas de diversas faculdades. E ainda pra mais na engenharia informática, acho que não é preciso "muito" para se ser bom. Basta teres um computador. Não vale mesmo a pena gastares rios de dinheiro e ires para Lisboa. Ficas bem em Aveiro e o ambiente lá é incrível. Acho que vais gostar!
obrigado, estive a ver os planos curriculares e até gostei mais do de Aveiro, por isso parece-me uma boa opçao.
 
  • Like
Reactions: André Casal

Wraak

Moderador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
5 Dezembro 2015
Mensagens
1,595
Curso
Computer Science
Boas!

A minha opinião pode ser um bocado controversa mas acho que faz diferença onde se tira Eng. Informática. Só tive experiência a trabalhar com pessoas da FCT e da FCUL (sou do Técnico) mas a diferença que notei entre FCUL e FCT/Técnico foi enorme tanto em termos de conhecimento teórico como técnico (seja de linguagens, standards, arquiteturas, etc). Como nunca trabalhei com ninguém da UA, não te posso dizer muito relativamente ao contraste entre IST e UA.

Posto isto, dada a tua situação, não acho que valha a pena ires para Lisboa ou para o Porto se não tens condições financeiras para isso. Informática é um dos poucos cursos que qualquer aluno se pode destacar com projetos extra-curriculares como estágios remotos online, competições de programação (ex. Google Hash Code, outros hackathons), contribuir para projetos no GitHub, criar projetos do 0, etc. Há literalmente centenas de recursos e iniciativas que te permitem aprender além do que vais aprender na universidade e, no final de contas, é isso que te vai destacar de outros alunos.

De qualquer forma, vás para FEUP, IST ou UA, dá uma vista de olhos em oportunidades de financiamento. A bolsa de DGES é boa até e podes calcular para saber quanto +/- é que podes esperar receber. Se fores bolseiro, as residências da UL são 73€/mês (se não estou em erro) e as do Técnico são 140€/mês (mas acho que precisas de média de tipo 18 ou 19 para entrar, a menos que te candidates ao Taguspark). No Técnico tens as bolsas da EASS e Xpand IT. Em última instância, pelo menos no Técnico, o Santander tem um programa de empréstimos muito bom com taxas bué baixas (ainda mais baixas se tiveres média acima de 14, acho eu) e tendo em conta que o estilo de vida em Lisboa é relativamente barato, é algo que podes pagar em pouco tempo depois de começares a trabalhar.

Os meus colegas que acabaram o mestrado no Técnico começaram a receber cerca de 1400/1500€ por mês, com licenciatura deves conseguir facilmente 1100/1200€. Não sei relativamente a outras universidades. Informática é uma profissão que cresces relativamente rápido e o teu salário aumenta em pouco tempo (provavelmente de 6 em 6 meses ou de ano a ano).

Boa sorte! Tenho a certeza que vais ser um excelente aluno e, mais tarde, profissional, independentemente de onde tirares o teu curso.

Abraço
 

dgomes02

Membro Caloiro
Matrícula
20 Fevereiro 2020
Mensagens
4
Boas!

A minha opinião pode ser um bocado controversa mas acho que faz diferença onde se tira Eng. Informática. Só tive experiência a trabalhar com pessoas da FCT e da FCUL (sou do Técnico) mas a diferença que notei entre FCUL e FCT/Técnico foi enorme tanto em termos de conhecimento teórico como técnico (seja de linguagens, standards, arquiteturas, etc). Como nunca trabalhei com ninguém da UA, não te posso dizer muito relativamente ao contraste entre IST e UA.

Posto isto, dada a tua situação, não acho que valha a pena ires para Lisboa ou para o Porto se não tens condições financeiras para isso. Informática é um dos poucos cursos que qualquer aluno se pode destacar com projetos extra-curriculares como estágios remotos online, competições de programação (ex. Google Hash Code, outros hackathons), contribuir para projetos no GitHub, criar projetos do 0, etc. Há literalmente centenas de recursos e iniciativas que te permitem aprender além do que vais aprender na universidade e, no final de contas, é isso que te vai destacar de outros alunos.

De qualquer forma, vás para FEUP, IST ou UA, dá uma vista de olhos em oportunidades de financiamento. A bolsa de DGES é boa até e podes calcular para saber quanto +/- é que podes esperar receber. Se fores bolseiro, as residências da UL são 73€/mês (se não estou em erro) e as do Técnico são 140€/mês (mas acho que precisas de média de tipo 18 ou 19 para entrar, a menos que te candidates ao Taguspark). No Técnico tens as bolsas da EASS e Xpand IT. Em última instância, pelo menos no Técnico, o Santander tem um programa de empréstimos muito bom com taxas bué baixas (ainda mais baixas se tiveres média acima de 14, acho eu) e tendo em conta que o estilo de vida em Lisboa é relativamente barato, é algo que podes pagar em pouco tempo depois de começares a trabalhar.

Os meus colegas que acabaram o mestrado no Técnico começaram a receber cerca de 1400/1500€ por mês, com licenciatura deves conseguir facilmente 1100/1200€. Não sei relativamente a outras universidades. Informática é uma profissão que cresces relativamente rápido e o teu salário aumenta em pouco tempo (provavelmente de 6 em 6 meses ou de ano a ano).

Boa sorte! Tenho a certeza que vais ser um excelente aluno e, mais tarde, profissional, independentemente de onde tirares o teu curso.

Abraço
boas, infelizmente acho que não consigo bolsa da dges, porque o que os meus pais têm é dívidas :(
 
  • Like
Reactions: Cia Cara

André_99

Membro
Matrícula
28 Março 2017
Mensagens
58
Boas! Podem me esclarecer melhor as diferenças entre Engenharia informática e Engenharia electrotécnica e de computadores?

Outra coisa, visto que estão a falar de diferenças entre universidades, será tão vantajoso estudar numa das grandes universidades ou será o "mesmo" tirar o curso no Instituto Politécnico de Leiria?
Digo isto mais por razões financeiras e Lisboa e Porto estão completamente fora de questão
 

bmpalves

Membro
Matrícula
4 Março 2020
Mensagens
45
Boas! Podem me esclarecer melhor as diferenças entre Engenharia informática e Engenharia electrotécnica e de computadores?

Outra coisa, visto que estão a falar de diferenças entre universidades, será tão vantajoso estudar numa das grandes universidades ou será o "mesmo" tirar o curso no Instituto Politécnico de Leiria?
Digo isto mais por razões financeiras e Lisboa e Porto estão completamente fora de questão

Engenharia Engenharia electrotécnica e de computadores vais te focar mais na parte de electrónica e terás alguma programação. As principais saídas serão áreas como manutenção nas empresas e área eléctrica da construção. Engenharia informática é mais focado no desenvolvimento de software e as principais saídas são empresas que trabalham directamente com a criação/manutenção de software.

Qual a área que gostas mais?

Na minha opinião não faz diferença onde tiraste o curso desde que durante o curso te prepares para o mercado de trabalho e no final do mesmo sejas capaz de ir ao encontro do que o mercado de trabalho espera de ti.
 
  • Like
Reactions: André_99

André_99

Membro
Matrícula
28 Março 2017
Mensagens
58
Engenharia Engenharia electrotécnica e de computadores vais te focar mais na parte de electrónica e terás alguma programação. As principais saídas serão áreas como manutenção nas empresas e área eléctrica da construção. Engenharia informática é mais focado no desenvolvimento de software e as principais saídas são empresas que trabalham directamente com a criação/manutenção de software.

Qual a área que gostas mais?

Na minha opinião não faz diferença onde tiraste o curso desde que durante o curso te prepares para o mercado de trabalho e no final do mesmo sejas capaz de ir ao encontro do que o mercado de trabalho espera de ti.

Claramente o desenvolvimento de software! Tinha as dúvidas pois nos sites que vi não clarificam muito bem as diferenças nas saídas. Mas muito obrigado pela resposta!!
Post automatically merged:

Engenharia Engenharia electrotécnica e de computadores vais te focar mais na parte de electrónica e terás alguma programação. As principais saídas serão áreas como manutenção nas empresas e área eléctrica da construção. Engenharia informática é mais focado no desenvolvimento de software e as principais saídas são empresas que trabalham directamente com a criação/manutenção de software.

Qual a área que gostas mais?

Na minha opinião não faz diferença onde tiraste o curso desde que durante o curso te prepares para o mercado de trabalho e no final do mesmo sejas capaz de ir ao encontro do que o mercado de trabalho espera de ti.

Mesmo tirando a licenciatura no IPLeiria, é possível candidatar-me a mestrados em universidades?
 
Última edição:

David1154

Membro Dux
Matrícula
18 Junho 2018
Mensagens
1,118
Curso
Hello world
Claramente o desenvolvimento de software! Tinha as dúvidas pois nos sites que vi não clarificam muito bem as diferenças nas saídas. Mas muito obrigado pela resposta!!
Post automatically merged:



Mesmo tirando a licenciatura no IPLeiria, é possível candidatar-me a mestrados em universidades?
Sim, podes sempre tirar mestrado.
 
  • Like
Reactions: André_99