Engenharia - Qual escolher?

proletario

Membro Veterano
Matrícula
21 Fevereiro 2015
Mensagens
180
Curso
MEQ
Instituição
IST
Se o teu problema é achar que ser médico te vai dar mais dinheiro, tás melhor nas engenharias, cá dentro e lá fora.
As pessoas costumam ter a ideia errada de que os médicos são uns ricaços. Conheço uma médica em início de carreira e que ganha mil e poucos euros (limpos) por mês. É mais que um engenheiro, mas não é assim uma diferença tão grande.
 

Sousa_Vector

Membro Veterano
Matrícula
25 Julho 2016
Mensagens
160
Curso
Engenharia Electrotécnica
Instituição
FEUP
Sei que isto já foi há umas 3 páginas atrás, mas não podia deixar de comentar esta pérola.

Dependendo do país em que estás a falar, os médicos no público ganham salários MUITO diferentes.
No UK, por ex, a começar ganham à volta de 22.636£ de salário base + banding a 40/50% o que dá aprox. 31000£ a 34000£ por ano. Depois de pagares impostos dá algo como 2000 e pouco £ por mês. Ora um engenheiro no reino unido pode ganhar bem mais que isto a começar. BEM MAIS.
Outros países europeus pagam mais para médicos, como suiça, alemanha... O grande problema é aquilo que te é pedido para exercer lá: no UK tens uma candidatura de 1 ano em que tens de enviar uma carrada de documentos, tens de fazer um exame lá, tens de ter o IELTS (exame de inglês) com mínimo de 7,5 em 9 em cada uma das secções....
na alemanha, entre montes de papelada tens de ter certificado de língua também.... mínimo B2 (em alguns sítios já pedem C1). Na suiça pedem certificad de alemão também, ou de francês (dependendo da parte da suiça que queres trabalhar)..

E para trabalhar no privado em todos estes países é preciso um misto de connects, sorte e tempo... Em muitos destes países tens um contrato de 40h/semanais, mas na verdade fazer perto de 80/90h semanais (e nao ganhas mais por isso na maioria das vezes). É preciso conhecer as pessoas certas para trabalhar no privado, pq muitas vezes és convidado por médicos que trabalham contigo no publico. Sim, dá muito mais dinheiro.... mas tudo depende da especialidade que tens. Umas dão mais, outras não dão nada de jeito.

Agora se falares de EUA?! Aí sim, digo-te que os médicos ganham MUITO BEM. Provavelmente os médicos mais bem pagos do mundo são no EUA... problema? Para um europeu entrar é uma complicação...além de ser super competitivo, tens de fazer uma carrada de exames (STEP1, STEP2, STEP3,...) que são pagos a peso de ouro. Tens de tirar grandes notas nesses exames, tens de arranjar cartas e cartas de recomendação, tens de ir lá fazer mais exames... para não falar que toda a situação de vistos e afins dá uma trabalheira. Mas talvez pior que isto tudo é saber que por qualquer merdinha nos EUA és processado por negligência médica. E se tiveres azar, lá se vai a tua carreira.

Conselho? Se gostas de medicina vai para medicina. Se tens notas e é por isso que queres ir, não vás.... Se o teu problema é achar que ser médico te vai dar mais dinheiro, tás melhor nas engenharias, cá dentro e lá fora.

Pois, esclareceste bem isso.
Podem até na teoria ganhar mais dinheiro, porém como existe muito maior competição nessa área, e como se trata de trabalhar com pessoas, a língua tem de ser mesmo dominada, para o caso da Alemanha implica o C1 tirado o que equivale a um ano na Alemanha a estudar alemão a full time, e mesmo assim não é para todos fazer isso em um ano.
Enquanto que o engenheiro muitas vezes vai trabalhar no sector privado a questão das equivalências e questões processuais não é tão impeditiva como em medicina, sector que está muito mais regulamentado, pois vai-se trabalhar para o sector público maioritariamente.

Por último, como o curso de medicina não tem um bottleneck em matemática tão grande, é raro ver-se pessoas a não ter capacidades em acabar o curso o que já não acontece como os cursos de engenharia, em que se não se tiver boas aptidões matemáticas não se consegue fazer o curso, isso faz com que a falta de engenheiros seja maior que a falta de médicos no fim de contas.

O que resulta que sim, em Portugal um médico possa ganhar mais que um engenheiro, mas se o eng tiver ambições e talento, rapidamente vai trabalhar para uma empresa no estrangeiro a pagar o justo, e acaba por na prática acabar por ganhar 3 a 4 x o que o médico português ganha a trabalhar 50 h por semana aqui.
 
  • Like
Reactions: Fisher

fm4554

Membro Veterano
Matrícula
25 Abril 2016
Mensagens
105
Sei que isto já foi há umas 3 páginas atrás, mas não podia deixar de comentar esta pérola.

Dependendo do país em que estás a falar, os médicos no público ganham salários MUITO diferentes.
No UK, por ex, a começar ganham à volta de 22.636£ de salário base + banding a 40/50% o que dá aprox. 31000£ a 34000£ por ano. Depois de pagares impostos dá algo como 2000 e pouco £ por mês. Ora um engenheiro no reino unido pode ganhar bem mais que isto a começar. BEM MAIS.
Outros países europeus pagam mais para médicos, como suiça, alemanha... O grande problema é aquilo que te é pedido para exercer lá: no UK tens uma candidatura de 1 ano em que tens de enviar uma carrada de documentos, tens de fazer um exame lá, tens de ter o IELTS (exame de inglês) com mínimo de 7,5 em 9 em cada uma das secções....
na alemanha, entre montes de papelada tens de ter certificado de língua também.... mínimo B2 (em alguns sítios já pedem C1). Na suiça pedem certificad de alemão também, ou de francês (dependendo da parte da suiça que queres trabalhar)..

E para trabalhar no privado em todos estes países é preciso um misto de connects, sorte e tempo... Em muitos destes países tens um contrato de 40h/semanais, mas na verdade fazer perto de 80/90h semanais (e nao ganhas mais por isso na maioria das vezes). É preciso conhecer as pessoas certas para trabalhar no privado, pq muitas vezes és convidado por médicos que trabalham contigo no publico. Sim, dá muito mais dinheiro.... mas tudo depende da especialidade que tens. Umas dão mais, outras não dão nada de jeito.

Agora se falares de EUA?! Aí sim, digo-te que os médicos ganham MUITO BEM. Provavelmente os médicos mais bem pagos do mundo são no EUA... problema? Para um europeu entrar é uma complicação...além de ser super competitivo, tens de fazer uma carrada de exames (STEP1, STEP2, STEP3,...) que são pagos a peso de ouro. Tens de tirar grandes notas nesses exames, tens de arranjar cartas e cartas de recomendação, tens de ir lá fazer mais exames... para não falar que toda a situação de vistos e afins dá uma trabalheira. Mas talvez pior que isto tudo é saber que por qualquer merdinha nos EUA és processado por negligência médica. E se tiveres azar, lá se vai a tua carreira.

Conselho? Se gostas de medicina vai para medicina. Se tens notas e é por isso que queres ir, não vás.... Se o teu problema é achar que ser médico te vai dar mais dinheiro, tás melhor nas engenharias, cá dentro e lá fora.

Se escolhesses outra vez escolhias na mesma medicina?
Atualmente trabalhas na tua área?
 

nossirrah

Membro Veterano
Matrícula
5 Dezembro 2015
Mensagens
351
Curso
Medicina
Instituição
FMUP
Se escolhesses outra vez escolhias na mesma medicina?
Atualmente trabalhas na tua área?

Claro.
Na altura da candidatura, equacionei engenharia.... mas não me arrependo de ter escolhido medicina. Não me vejo a fazer mais nada... Não me interessa tanto assim o dinheiro.
Sim, tenho emprego na minha área cá.... vou emigrar por opção e por outras razões que não falta de emprego cá.
 

RMoon99

Ex-Cupido
Matrícula
16 Outubro 2015
Mensagens
2,015
Curso
Engenharia Mecânica
Instituição
FEUP
Boa tarde, para um engenheiro de gestão industrial ou engenheiro mecânico é mais vantajoso saber falar japonês ou mandarim?
Já agora, existe mais alguma engenharia onde as linguas e a comunicação sejam mais importantes?
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
24,257
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Boa tarde, para um engenheiro de gestão industrial ou engenheiro mecânico é mais vantajoso saber falar japonês ou mandarim?
Já agora, existe mais alguma engenharia onde as linguas e a comunicação sejam mais importantes?
Olhando de forma genérica as engenharias, e a transição que os engenheiros fazem para cargos de gestão conforme evoluem na carreira, diria que o mandarim agora é mais interessante para as empresas. Diria que apenas no campo da informática é que consideraria o Japonês como uma língua relevante.
 

Sousa_Vector

Membro Veterano
Matrícula
25 Julho 2016
Mensagens
160
Curso
Engenharia Electrotécnica
Instituição
FEUP
Boa tarde, para um engenheiro de gestão industrial ou engenheiro mecânico é mais vantajoso saber falar japonês ou mandarim?
Já agora, existe mais alguma engenharia onde as linguas e a comunicação sejam mais importantes?
Todas as engenharias saem beneficiadas por maior domínio de línguas e comunicação, pois assim podes-te deslocar para mais países e interagir e fazer chegar as tuas ideias a mais pessoas.

Entre japonês ou mandarim depende dos teus objectivos pessoais e de carreira.

Em príncipio será o chinês a levar a vantagem por ter muito mais população do que o Japão, além de muitas empresas europeias terem lá fábricas, relação comerciais fortes e muitos fornecedores chineses que precisam de feedback frequente.
 
  • Like
Reactions: RMoon99

Maxpaynner

Membro Dux
Matrícula
5 Fevereiro 2016
Mensagens
549
Curso
MIEEC
Instituição
FEUP
Boa tarde, para um engenheiro de gestão industrial ou engenheiro mecânico é mais vantajoso saber falar japonês ou mandarim?
Já agora, existe mais alguma engenharia onde as linguas e a comunicação sejam mais importantes?

Nenhum. Sei que já vou tarde com a resposta mas só vi agora. Tive aulas de Japonês e moro com uma rapariga de hong kong.

A menos que estejas a equacionar seriamente ir para o japão ou china (não desgraces a tua vida), o teu tempo é mais bem investido a dominar o inglês e alemão. Talvez francês também.
 
  • Like
Reactions: a fish and RMoon99

nossirrah

Membro Veterano
Matrícula
5 Dezembro 2015
Mensagens
351
Curso
Medicina
Instituição
FMUP
Nenhum. Sei que já vou tarde com a resposta mas só vi agora. Tive aulas de Japonês e moro com uma rapariga de hong kong.

A menos que estejas a equacionar seriamente ir para o japão ou china (não desgraces a tua vida), o teu tempo é mais bem investido a dominar o inglês e alemão. Talvez francês também.

Ambos sabemos que só aprendeste Japonês para ver Hentai sem legendas. xD
 

Maxpaynner

Membro Dux
Matrícula
5 Fevereiro 2016
Mensagens
549
Curso
MIEEC
Instituição
FEUP

Oriaa

Membro Caloiro
Matrícula
1 Outubro 2016
Mensagens
3
Olá! Precisava de ajuda e não sei a quem recorrer. Vou contar a minha história: acabei o 12º ano o ano passado. Não fazia mínima ideia que curso superior queria, até que encontrei na Net bioengenharia, que dizem ser a combinação de matemática e biologia, algo que procurava ( e procuro). Não entrei, acabei por entrar em engenharia biomédica no Minho. Logo nas primeiras semanas, percebi que não era o que queria. A robótica pareceu-me ser a parte predominante e não me consegui imaginar a passar o resto da vida em frente a computadores a desenhar próteses( tinha desenho, coisa que eu não consigo simplesmente fazer). Decidi que engenharia não era para mim. Este ano, decidi dar uma oportunidade a medicina. A parte da biologia eu gosto, mas o curso exige demasiada memorização. Eu já sabia que iria ser assim, mas não sabia que iria sentir tanta falta da matemática. Estou completamente perdida, sinto-me totalmente fora do meu elemento e estudar é um sacrifício.Ninguém gosta muito de estudar, eu sei. Mas também sei que quando estudava matemática ou física, apesar das dificuldades que sentia por vezes, não custava, até gostava.
Ando a ponderar imensas coisas e voltou a surgir a ideia da bioengenharia, mas excluindo a parte da biomédica. Será que me podiam dar uma opinião? Tendo em conta, que gosto imenso de matemática, mas também de biologia, que não quero desenhar máquinas e que não me dou muito bem com o computador, que odeio só ter de memorizar, acham que deva permanecer aqui ou devo arriscar na bioengenharia?
Desculpem o testamento. A minha cabeça está uma confusão e estou um bocadinho desesperada. Preciso de informação e não sei onde a obter.
Obrigada! Beijinho
 
  • Like
Reactions: Joana Marques

Joana_Rita

Membro
Matrícula
30 Julho 2016
Mensagens
24
Curso
Medicina Veterinária
Boa tarde!
Como aluna do 12º ano tenho vindo a informar-me em relação às engenharias.
Gostava de saber se alguém consegue-me informar sobre o que é realmente exercer Engenharia Química, incluindo a oferta de emprego.
Em principio, caso escolhesse esta engenharia, estudaria no IST e adorava conhecer a "verdade" em relação à universidade, ao sistema de ensino, mercado e trabalho e, se possível, ao alojamento.
Obrigada.
 

Maxpaynner

Membro Dux
Matrícula
5 Fevereiro 2016
Mensagens
549
Curso
MIEEC
Instituição
FEUP
Olá! Precisava de ajuda e não sei a quem recorrer. Vou contar a minha história: acabei o 12º ano o ano passado. Não fazia mínima ideia que curso superior queria, até que encontrei na Net bioengenharia, que dizem ser a combinação de matemática e biologia, algo que procurava ( e procuro). Não entrei, acabei por entrar em engenharia biomédica no Minho. Logo nas primeiras semanas, percebi que não era o que queria. A robótica pareceu-me ser a parte predominante e não me consegui imaginar a passar o resto da vida em frente a computadores a desenhar próteses( tinha desenho, coisa que eu não consigo simplesmente fazer). Decidi que engenharia não era para mim. Este ano, decidi dar uma oportunidade a medicina. A parte da biologia eu gosto, mas o curso exige demasiada memorização. Eu já sabia que iria ser assim, mas não sabia que iria sentir tanta falta da matemática. Estou completamente perdida, sinto-me totalmente fora do meu elemento e estudar é um sacrifício.Ninguém gosta muito de estudar, eu sei. Mas também sei que quando estudava matemática ou física, apesar das dificuldades que sentia por vezes, não custava, até gostava.
Ando a ponderar imensas coisas e voltou a surgir a ideia da bioengenharia, mas excluindo a parte da biomédica. Será que me podiam dar uma opinião? Tendo em conta, que gosto imenso de matemática, mas também de biologia, que não quero desenhar máquinas e que não me dou muito bem com o computador, que odeio só ter de memorizar, acham que deva permanecer aqui ou devo arriscar na bioengenharia?
Desculpem o testamento. A minha cabeça está uma confusão e estou um bocadinho desesperada. Preciso de informação e não sei onde a obter.
Obrigada! Beijinho

Eu não posso opinar muito porque não estou muito próximo das áreas. O que te posso dizer é que tens de perder a aversão ao computador, porque actualmente em qualquer profissão corres o risco de ter de ficar o dia inteiro em frente ao PC. Por mim falo. It's not that bad BTW.

Pelo que falas acho que o que queres mesmo é bioengenharia. Tem é noção que não há muita saída para a área em portugal.

Boa tarde!
Como aluna do 12º ano tenho vindo a informar-me em relação às engenharias.
Gostava de saber se alguém consegue-me informar sobre o que é realmente exercer Engenharia Química, incluindo a oferta de emprego.
Em principio, caso escolhesse esta engenharia, estudaria no IST e adorava conhecer a "verdade" em relação à universidade, ao sistema de ensino, mercado e trabalho e, se possível, ao alojamento.
Obrigada.

Tens processos químicos que vais desenhar e que queres que sejam o mais eficientes possível. É isso.

Não sei que verdade queres saber, é uma escola de engenharia de topo. Muito trabalho, muita oportunidade para festa também, ensino de alta qualidade com muitas noitadas pelo meio. Mercado de trabalho tens sempre saída, mas tenho ideia que menos em química que noutras áreas ligadas a IT. Alojamento tem de ser alguém de lisboa a responder porque a situação das residências muda um pouco, mas da minha experiência se quiseres viver fora delas, um quarto em lx ronda os 300 euros mês.
 

proletario

Membro Veterano
Matrícula
21 Fevereiro 2015
Mensagens
180
Curso
MEQ
Instituição
IST
Olá! Precisava de ajuda e não sei a quem recorrer. Vou contar a minha história: acabei o 12º ano o ano passado. Não fazia mínima ideia que curso superior queria, até que encontrei na Net bioengenharia, que dizem ser a combinação de matemática e biologia, algo que procurava ( e procuro). Não entrei, acabei por entrar em engenharia biomédica no Minho. Logo nas primeiras semanas, percebi que não era o que queria. A robótica pareceu-me ser a parte predominante e não me consegui imaginar a passar o resto da vida em frente a computadores a desenhar próteses( tinha desenho, coisa que eu não consigo simplesmente fazer). Decidi que engenharia não era para mim. Este ano, decidi dar uma oportunidade a medicina. A parte da biologia eu gosto, mas o curso exige demasiada memorização. Eu já sabia que iria ser assim, mas não sabia que iria sentir tanta falta da matemática. Estou completamente perdida, sinto-me totalmente fora do meu elemento e estudar é um sacrifício.Ninguém gosta muito de estudar, eu sei. Mas também sei que quando estudava matemática ou física, apesar das dificuldades que sentia por vezes, não custava, até gostava.
Ando a ponderar imensas coisas e voltou a surgir a ideia da bioengenharia, mas excluindo a parte da biomédica. Será que me podiam dar uma opinião? Tendo em conta, que gosto imenso de matemática, mas também de biologia, que não quero desenhar máquinas e que não me dou muito bem com o computador, que odeio só ter de memorizar, acham que deva permanecer aqui ou devo arriscar na bioengenharia?
Desculpem o testamento. A minha cabeça está uma confusão e estou um bocadinho desesperada. Preciso de informação e não sei onde a obter.
Obrigada! Beijinho
Sugeria que ponderasses também engenharia biológica, o desenho de máquinas não é a base do curso. Mas uma parte muito importante é a parte de dimensionamento de equipamentos e o projecto de sistemas industriais, se calhar também não te interessa muito, para além de a maior parte do curso não ser biologia propriamente dita, mas dependendo da universidade e curso, normalmente pode-se enveredar por áreas mais ligadas à bioquímica/biotecnologia e menos aos equipamentos e projectos; é algo a ponderar. Quanto aos computadores, em qualquer engenharia não há maneira de fugir a ele. Mas não há curso nenhum que englobe só o que se gosta.

Boa tarde!
Como aluna do 12º ano tenho vindo a informar-me em relação às engenharias.
Gostava de saber se alguém consegue-me informar sobre o que é realmente exercer Engenharia Química, incluindo a oferta de emprego.
Em principio, caso escolhesse esta engenharia, estudaria no IST e adorava conhecer a "verdade" em relação à universidade, ao sistema de ensino, mercado e trabalho e, se possível, ao alojamento.
Obrigada.
Engenharia química consiste normalmente em desenvolver projectos de optimização, instalação e/ou conrolo de sistemas industriais que envolvam processos de transformação de matérias-primas. Por exemplo, com vista a obter um determinado produto, através de uma dada reacção química ou através de algum processo físico, dimensionar os diferentes equipamentos necessários à realização controlada do processo (permutadores, válvulas, bombas, colunas de destilação, reactores, etc.), ou então, tendo já o equipamento montado, supervisionar em tempo real o processo. Tem saída, como as outras engenharias, embora não tenha tanta saída como as TIC, mas também isso não é fácil.
 

Gabriel Costa

Membro Caloiro
Matrícula
22 Maio 2016
Mensagens
8
Curso
Engenharia Biológica
Instituição
Instituto Superior Técnico
Bem, bom ano a todos primeiramente. Eu sou de 12º ano e ja estou na dificuldade de tentar encontrar um curso há já um bom tempo. Pesquisei bastante e perguntei bastante, mas ainda não consigo bem definir na minha cabeça o que é uma engenharia e as diferenças em termos de cursos. Qual é a diferença em seguir Biologia e Engenharia Biológica ou Química e Engenharia Química? Eu pergunto porque estou muito inclinado a seguir Engenharia Química dado a minha paixão por química e laboratórios químicos, mas tenho medo que não seja nada associado com o que tenho em mente dado a dita engenharia que não comprendo. Ajudem, por favor!
 

Karmerdinger

Membro Caloiro
Matrícula
20 Janeiro 2017
Mensagens
1
Olá! Precisava de ajuda e não sei a quem recorrer. Vou contar a minha história: acabei o 12º ano o ano passado. Não fazia mínima ideia que curso superior queria, até que encontrei na Net bioengenharia, que dizem ser a combinação de matemática e biologia, algo que procurava ( e procuro). Não entrei, acabei por entrar em engenharia biomédica no Minho. Logo nas primeiras semanas, percebi que não era o que queria. A robótica pareceu-me ser a parte predominante e não me consegui imaginar a passar o resto da vida em frente a computadores a desenhar próteses( tinha desenho, coisa que eu não consigo simplesmente fazer). Decidi que engenharia não era para mim. Este ano, decidi dar uma oportunidade a medicina. A parte da biologia eu gosto, mas o curso exige demasiada memorização. Eu já sabia que iria ser assim, mas não sabia que iria sentir tanta falta da matemática. Estou completamente perdida, sinto-me totalmente fora do meu elemento e estudar é um sacrifício.Ninguém gosta muito de estudar, eu sei. Mas também sei que quando estudava matemática ou física, apesar das dificuldades que sentia por vezes, não custava, até gostava.
Ando a ponderar imensas coisas e voltou a surgir a ideia da bioengenharia, mas excluindo a parte da biomédica. Será que me podiam dar uma opinião? Tendo em conta, que gosto imenso de matemática, mas também de biologia, que não quero desenhar máquinas e que não me dou muito bem com o computador, que odeio só ter de memorizar, acham que deva permanecer aqui ou devo arriscar na bioengenharia?
Desculpem o testamento. A minha cabeça está uma confusão e estou um bocadinho desesperada. Preciso de informação e não sei onde a obter.
Obrigada! Beijinho

Olá! Vejo que o post original já não é exatamente recente, mas espero que o meu feedback ainda possa ser útil :)
Sou aluno do 3º ano de Bioengenharia na FEUP e identifiquei-me muito com o que escreveste: quando acabei o 12º também não fazia ideia do que queria seguir, que matérias queria abandonar e em quais é que me queria especializar; mais concretamente, queria muito manter-me ligado quer à Física e à Matemática, quer à Biologia, mas queria também fazê-lo num panorama mais científico e de investigação, do que no sentido de desenvolvimento de um produto ou de uma ideia destinado a "vender", como é característico das Engenharias. Dei então, como tiro no escuro, uma hipótese à Bioengenharia.
Os primeiros dois anos custaram-me muito. O curso satisfez claramente o prospeto de me manter ligado às diferentes áreas, visto que nesses dois anos tive cadeiras de Química, Física, Biologia, Computação, Ciências de Engenharia e Matemática, mas ao ponto de se tornar exaustivo estudar em cada semestre tantas disciplinas tão desligadas umas das outras. Concretamente, as disciplinas de física mais aliadas a programação foram o mais próximo que conheci de tortura pura, mas sobrevivi.
Entretanto, à medida que fui podendo tomar mais decisões em termos de especialização, o curso foi-se tornando melhor. A maioria das minhas cadeiras rodam agora em torno de biomateriais, manipulação genética e biologia molecular no geral, mas nunca deixam de perder aquelas componentes de matemática e de física que o curso prometia, continuando a envolver muito raciocínio; estou também cada vez mais orientado para a investigação, o que vindo de uma Engenharia me surpreendeu positivamente.
Se investigaste sobre Bioengenharia, provavelmente leste que além de aliar muitas áreas de conhecimento, tem saídas bastante diferentes umas das outras. Por essa razão, os anos iniciais dão-te uma formação mais geral, de forma a poderes escolher depois um tipo de especialização com uma opinião já mais ou menos formada relativamente a cada opção. É muito provável, por isso, que encontres disciplinas que não gostes ao início, e penso que toda a gente passa por isso. Contra a minha vontade, também passei muitas horas a programar e outras tantas a marrar blocos de texto sem fim, mas depois as disciplinas que o exigiam terminaram, e eu procurei afastar-me delas quando tive essa opção. Agora gosto do que estou a fazer, e vejo que valeu a pena o esforço de suportar as disciplinas mais penosas.
Em suma, se queres mesmo combinar Matemática e Biologia como disseste, é provável que este seja de facto o curso mais adequado. No entanto, deves estar ciente que é quase garantido encontrares disciplinas de que não vais gostar, quer de computação (não tanto como em Biomédica), quer de memorização intensiva (não tanto como em Medicina), e especialmente no início do curso; nada disso implica, contudo, que essas disciplinas definam o curso em si ou o que vais fazer no futuro, porque tens sempre liberdade de escolha. Se estiveres na disposição de te sacrificares para este tipo de disciplinas, parece-me que o curso é ideal para ti, porque elas depois acabam ;)
Desculpa pelo tamanho da resposta, mas espero que ajude. Boa sorte a escolher!
 

proletario

Membro Veterano
Matrícula
21 Fevereiro 2015
Mensagens
180
Curso
MEQ
Instituição
IST
Bem, bom ano a todos primeiramente. Eu sou de 12º ano e ja estou na dificuldade de tentar encontrar um curso há já um bom tempo. Pesquisei bastante e perguntei bastante, mas ainda não consigo bem definir na minha cabeça o que é uma engenharia e as diferenças em termos de cursos. Qual é a diferença em seguir Biologia e Engenharia Biológica ou Química e Engenharia Química? Eu pergunto porque estou muito inclinado a seguir Engenharia Química dado a minha paixão por química e laboratórios químicos, mas tenho medo que não seja nada associado com o que tenho em mente dado a dita engenharia que não comprendo. Ajudem, por favor!
A química estuda as interacções entre átomos a nível de ligação química e o porquê das reacções acontecerem. Num curso de química tipicamente estudas química orgânica, inorgânica, bioquímica, soluções aquosas, cinética, ligação química, catálise, etc, para além de muitos laboratórios relacionados com estes temas e alguma matemática e física.
Engenharia química consiste na aplicação, através de modelos matemáticos, dos conhecimentos da química e física a resolver problemas industriais. Estuda-se tipicamente muita matemática e física, química geral e orgânica, termodinâmica, cinética, dimensionamento de sistemas, transferência de calor, etc. Os laboratórios são de química nos primeiros anos, e a meio do curso passam a ser sobre simulação computacional de processos e transferência de calor/movimento.
Tipicamente um químico quer explicar o porquê de uma reacção acontecer, e trabalha à escala laboratorial. Um engenheiro químico, sabendo que a reacção acontece, aplica a matemática para passar a reacção para a escala industrial.
O mesmo com um bioquímico e um engenheiro biológico, o bioquímico quer saber porque é que as reacções biológicas se dão; o engenheiro biológico quer saber como usar as reacções para produzir algo em grande quantidade.
 

ruimendes11

Membro Caloiro
Matrícula
28 Janeiro 2017
Mensagens
10
boas ;)
Estou com bastantes duvidas, eu queria seguir uma engenharia, e a q penso q mais me cativa é engenharia e gestão industrial mas penso q so teria media para aveiro ou coimbra qual das duas e melhor?
Também pensei em eng mecânica e ai alem de coimbra e aveiro tb entra o isep , q para mim era mais fácil sendo eu do porto , o que acham? Em relação as outras o isep fica atras neste curso? Ainda no isep vi tb o curso de eng eletrotécnica e computadores q achei interessante mas não sei muito acerca do curso e da empregabilidade, se me pudessem esclarecer estas duvidas agradecia :tongueclosed:
 

RMoon99

Ex-Cupido
Matrícula
16 Outubro 2015
Mensagens
2,015
Curso
Engenharia Mecânica
Instituição
FEUP
boas ;)
Estou com bastantes duvidas, eu queria seguir uma engenharia, e a q penso q mais me cativa é engenharia e gestão industrial mas penso q so teria media para aveiro ou coimbra qual das duas e melhor?
Também pensei em eng mecânica e ai alem de coimbra e aveiro tb entra o isep , q para mim era mais fácil sendo eu do porto , o que acham? Em relação as outras o isep fica atras neste curso? Ainda no isep vi tb o curso de eng eletrotécnica e computadores q achei interessante mas não sei muito acerca do curso e da empregabilidade, se me pudessem esclarecer estas duvidas agradecia :tongueclosed:
Olá! A @mariana menezes já me respondeu, noutro tópico à tua questão inicial. Se quiseres ver, deixo-te aqui o link :) Engenharia e Gestão Industrial
Em relação ao resto, não te posso ajudar muito, porque também ando no 12º, mas tenho a perceção que Aveiro é a melhor opção
Boa sorte!
 

ruimendes11

Membro Caloiro
Matrícula
28 Janeiro 2017
Mensagens
10
  • Like
Reactions: RMoon99