Engenharia - Qual escolher?

 
Compreendo as tuas dúvidas porque foram as minhas e as de muitos. Antes de mais, não penses muito nas disciplinas que escolhes para o 12º, deves optar pelas que consegues melhor nota em primeiro lugar para ficares seguro quando concorreres ao ensino superior. Não deves pensar que por não teres tido aquela ou outra disciplina vais sentir mais dificuldades, pelas tuas notas já se percebe que não é o problema.
Segundo ponto, os cursos não são muito muito difíceis, tem de tudo mesmo, e o pessoal tende a exagerar (tanto para o bem como para o mal). O importante é gostares e ter motivação para os 5 anos, algumas cadeiras são mais chatas, aborrecidas, difíceis mas com estudo faz-se tudo, lembrando que tens sempre a época normal e a de recurso para fazer cadeiras.
Não deves usar como critério a empregabilidade, isso varia muito, com o tempo e a localização. Tenta escolher algo que te diga algo, ou se não houver nada assim muito especifico que gostes opta por uma coisa mais geral. Tens sempre também a hipótese de mudar ao final de um ano, não é algo tão dramático e raro como muita gente pensa.
Prepara-te bem para os exames que vais ter agora. Nas férias vai explorando os planos de estudo dos cursos e tiras dúvidas aqui no fórum.
Obrigado pelo conselho! :-)
Ainda assim, não será bom optar depois por seguir um curso cuja média seja substancialmente mais baixa do que a que terei pois não?
Por exemplo, se quiser seguir engenharia química faço bem escolher para além de Química, Aplicações Informáticas para o 12º?
Outra coisa que eu não percebo muito bem é porque é que para o mesmo curso, as médias de entrada diferem tanto (5 valores por vezes) de umas universidades para as outras. As que pedem médias mais altas são melhores? Como assim?
Por exemplo, estive a analisar o curso de Engenharia Química e na Universidade de Aveiro pedem média de 12,2 enquanto no IST e na Universidade do Porto já é aproximadamente 16. Porquê toda esta diferença?
Peço desculpa tanta pergunta, mas ainda tenho mais uma: a média que aparece, sendo do último colocado, é a mais baixa de todos os alunos que entraram para determinado curso?
 
Obrigado pelo conselho! :)
Ainda assim, não será bom optar depois por seguir um curso cuja média seja substancialmente mais baixa do que a que terei pois não?
Por exemplo, se quiser seguir engenharia química faço bem escolher para além de Química, Aplicações Informáticas para o 12º?
Outra coisa que eu não percebo muito bem é porque é que para o mesmo curso, as médias de entrada diferem tanto (5 valores por vezes) de umas universidades para as outras. As que pedem médias mais altas são melhores? Como assim?
Por exemplo, estive a analisar o curso de Engenharia Química e na Universidade de Aveiro pedem média de 12,2 enquanto no IST e na Universidade do Porto já é aproximadamente 16. Porquê toda esta diferença?
Peço desculpa tanta pergunta, mas ainda tenho mais uma: a média que aparece, sendo do último colocado, é a mais baixa de todos os alunos que entraram para determinado curso?
Não tenhas muitos problemas com a tua média ser superior à do último colocado em tal curso. Se assim é, só te deve dar segurança e mais opções. Deves apenas fazer uma escolha consciente com base nos teus gostos e por aí.
Existem universidades com melhores condições que outras, com mais nome no mercado que outras e por aí. As médias costumam ser um indicador, daí o pessoal, tendo escolha costuma escolher primeiro as mais "bem conceituadas", e não quero ser mau para as instituições com menores médias do último colocado. Outra coisa, é que por exemplo, queres candidatar-te a um curso com média alta na FEUP, tipo industrial e gestão, e metes como restantes opções outrso cursos da FEUP, muita gente faz isto. Quando está indecisa concorre para o que tem média mais alta e vê no que dá. Mas se tens um curso já definido deves escolhê-lo em várias instituições para garantir que ficas lá, basicamente, não escolhas a universidade mas o curso.
A média que é mostrada é a do último colocado no curso, média de ingresso, que é calculada segundo a fórmula que cada instituição usa, pode ser 50% para média do secundário e 50% para média dos exames-provas de ingresso.
 
  • Like
Reactions: user_xpto
Não tenhas muitos problemas com a tua média ser superior à do último colocado em tal curso. Se assim é, só te deve dar segurança e mais opções. Deves apenas fazer uma escolha consciente com base nos teus gostos e por aí.
Existem universidades com melhores condições que outras, com mais nome no mercado que outras e por aí. As médias costumam ser um indicador, daí o pessoal, tendo escolha costuma escolher primeiro as mais "bem conceituadas", e não quero ser mau para as instituições com menores médias do último colocado. Outra coisa, é que por exemplo, queres candidatar-te a um curso com média alta na FEUP, tipo industrial e gestão, e metes como restantes opções outrso cursos da FEUP, muita gente faz isto. Quando está indecisa concorre para o que tem média mais alta e vê no que dá. Mas se tens um curso já definido deves escolhê-lo em várias instituições para garantir que ficas lá, basicamente, não escolhas a universidade mas o curso.
A média que é mostrada é a do último colocado no curso, média de ingresso, que é calculada segundo a fórmula que cada instituição usa, pode ser 50% para média do secundário e 50% para média dos exames-provas de ingresso.

Obrigado pela resposta. A colocação é feita como? Primeiro os alunos que possuem média mais elevada, certo?
 
Olá pessoas, criei este tópico para ajudar alunos do 12°ano que tal como eu estão indecisos sobre qual engenharia entrar!
Eu gostaria de saber a vossa opinião sobre entre engenharia electrónica /informática e computadores /informática e telecomunicações /mecânica e qual á melhor na vossa opinião em termos de emprego no futuro e qual terá mais renumeração?
 
Hello,
Eu só te consigo falar sobre mecânica. Creio que seja um curso com futuro e com boas renumerações. Se fores pesquisar na internet podes reparar que a empregabilidade do curso é alta e tenho colegas que já sairam da faculdade que não ganham assim tao mal para um primeiro emprego.
Um engenheiro mecânico trabalha na construção (e algum design) de peças, manuseia maquinas e pode tbm trabalhar na construção civil. A vertente mais conhecida deste curso é a vertente automóvel, mas o curso não é só carros. Alias aprende muito pouco de carros. Tens cadeiras de física, materiais, matemática, programação e desenho. Aprendes um pouco de tudo e tens muitas saídas profissionais.
 
  • Like
Reactions: slycus
Olá pessoas, criei este tópico para ajudar alunos do 12°ano que tal como eu estão indecisos sobre qual engenharia entrar!
Eu gostaria de saber a vossa opinião sobre entre engenharia electrónica /informática e computadores /informática e telecomunicações /mecânica e qual á melhor na vossa opinião em termos de emprego no futuro e qual terá mais renumeração?

Neste momento tudo o que tenha a ver com automação e informática está a dar. E vai continuar assim nos próximos anos. Por isso qualquer que seja a engenharia que escolhas não vais ter problemas. A remuneração é muito relativo, podes procurar por estatísticas no Pordata e sites do género.
Quanto aos cursos penso que se procurares por aí no fórum encontras bastante informação. Alguma dúvida mais dispõe.
 
Boas, fiz o meu exame de Matemática A hoje e não correu como esperava... Sempre quis ir para eng. informática (aqui na uminho e tenho média para entrar) e gosto imenso de Matemática, mas desanimei um pouco com este exame... Queria saber se me podiam dar algum feedback sobre o curso, se possível aqui da uminho mesmo, e algumas opiniões. Obrigada!
 
Boa tarde,
Eu acabei agora o secundário e a minha média interna ronda os 18,3 e tirei nos exames de FQA 18,6 e a MAT A devo tirar uma nota perto de 19 valores.
Eu estou bastante indeciso na minha escolha, porque tenho medo de no futuro não arranjar emprego.
Eu sempre gostei muito de Biologia (principalmente molecular, celular, etc relacionado com química) (não gosto muito Geologia), mas as minhas grandes paixões sempre foram a Física, a Matemática e a Química. Inicialmente, ponderei colocar como 1ª opção Engenharia Física Tecnológica (IST), mas não gostei do plano de estudos que envolvia muita eletricidade, computação, programação, etc... que eu não gosto nada! Depois ponderei Engenharia Química, Engenharia Biológica ou Engenharia Biomédica (IST) pelo bom leque do curso, mas do que eu li estes cursos, como qualquer outra engenharia, são muito ligados à indústria e muito práticos. Eu sou uma pessoa muito mais teórica e que gosta de perceber o porquê das coisas (curioso)... Sempre me vi mais a trabalhar num laboratório, e do que me dizem, não é o principal "objetivo" das engenharias... Sou uma pessoa muito mais de memorização, de escrita, mais teórica, pouco prática e pouco "de mexer os braços".
Finalmente, pensei em Bioquímica na FCUL, por causa do leque de cadeiras que oferece que eu adorei, mas não sei, porque tenho medo de quando acabar a licenciatura (e depois um mestrado) de ficar desempregado. Também não sei que mestrados, após tirar Bioquímica, oferecem maior oportunidade de emprego.
Como tenho uma média mais razoável posso entrar em praticamente tudo, mas não sei bem e agradeceria qualquer ajuda vossa...
Obrigado e aguardo uma sincera resposta do que devo colocar como 1ª opção na candidatura.
 
Boa tarde,
Eu acabei agora o secundário e a minha média interna ronda os 18,3 e tirei nos exames de FQA 18,6 e a MAT A devo tirar uma nota perto de 19 valores.
Eu estou bastante indeciso na minha escolha, porque tenho medo de no futuro não arranjar emprego.
Eu sempre gostei muito de Biologia (principalmente molecular, celular, etc relacionado com química) (não gosto muito Geologia), mas as minhas grandes paixões sempre foram a Física, a Matemática e a Química. Inicialmente, ponderei colocar como 1ª opção Engenharia Física Tecnológica (IST), mas não gostei do plano de estudos que envolvia muita eletricidade, computação, programação, etc... que eu não gosto nada! Depois ponderei Engenharia Química, Engenharia Biológica ou Engenharia Biomédica (IST) pelo bom leque do curso, mas do que eu li estes cursos, como qualquer outra engenharia, são muito ligados à indústria e muito práticos. Eu sou uma pessoa muito mais teórica e que gosta de perceber o porquê das coisas (curioso)... Sempre me vi mais a trabalhar num laboratório, e do que me dizem, não é o principal "objetivo" das engenharias... Sou uma pessoa muito mais de memorização, de escrita, mais teórica, pouco prática e pouco "de mexer os braços".
Finalmente, pensei em Bioquímica na FCUL, por causa do leque de cadeiras que oferece que eu adorei, mas não sei, porque tenho medo de quando acabar a licenciatura (e depois um mestrado) de ficar desempregado. Também não sei que mestrados, após tirar Bioquímica, oferecem maior oportunidade de emprego.
Como tenho uma média mais razoável posso entrar em praticamente tudo, mas não sei bem e agradeceria qualquer ajuda vossa...
Obrigado e aguardo uma sincera resposta do que devo colocar como 1ª opção na candidatura.
Já ponderaste ir para medicina? Se tens média podes muito bem apartir desse curso construir uma brilhante carreira como cientista e caso tenhas em algum momento dificuldade em arranjar trabalho num laboratório durante algum tempo, sempre podes exercer como médico.
Por exemplo o meu vizinho, é um médico brasileiro de descendência Japonesa, que está a trabalhar na Bial como investigador e está a ganhar cerca de 10k euros/mês. Medicina orientada para investigação dá-te mais oportunidades de trabalhado do que por exemplo bioquimica na minha opinião.
 
Já ponderaste ir para medicina? Se tens média podes muito bem apartir desse curso construir uma brilhante carreira como cientista e caso tenhas em algum momento dificuldade em arranjar trabalho num laboratório durante algum tempo, sempre podes exercer como médico.
Por exemplo o meu vizinho, é um médico brasileiro de descendência Japonesa, que está a trabalhar na Bial como investigador e está a ganhar cerca de 10k euros/mês. Medicina orientada para investigação dá-te mais oportunidades de trabalhado do que por exemplo bioquimica na minha opinião.

Não me vejo muito como um médico, apesar de ser uma boa opção. Mas simplesmente sinto que não me ia dar bem em medicina e porque me falta a parte de relação interpessoal que teria de ter com um paciente, que não faz parte da minha personalidade.
Mas muito obrigado pelo conselho!
 
Não me vejo muito como um médico, apesar de ser uma boa opção. Mas simplesmente sinto que não me ia dar bem em medicina e porque me falta a parte de relação interpessoal que teria de ter com um paciente, que não faz parte da minha personalidade.
Mas muito obrigado pelo conselho!
Sim eu percebo o teu ponto de vista, só te estava a mostrar que é possível fazer carreira de cientista tirando o curso de medicina. Para serem criados medicamentos não são só necessários químicos e engenheiros, também há médicos que se especializaram nisso e que são precisos.
 
Qual é a melhor opção?
Eu quero ingressar em Engenharia Mecânica ou Engenharia e Gestão Industrial na FEUP, no entanto, não tenho média suficiente.
Devo candidatar-me ao ISEP(numas dessas engenharias) e tentar transferência para a FEUP, depois do primeiro ano?
Ou seria mais vantajoso entrar já na FEUP, numa engenharia qualquer(por exemplo Engenharia Eletrotécnica), e depois tentar mudar de curso, já dentro da FEUP para Engenharia Mecânica ou Engenharia e Gestão Industrial?
 
Olá @Tiago_Filipe
Qual é a melhor opção?
Eu quero ingressar em Engenharia Mecânica ou Engenharia e Gestão Industrial na FEUP, no entanto, não tenho média suficiente.
Devo candidatar-me ao ISEP(numas dessas engenharias) e tentar transferência para a FEUP, depois do primeiro ano?
Ou seria mais vantajoso entrar já na FEUP, numa engenharia qualquer(por exemplo Engenharia Eletrotécnica), e depois tentar mudar de curso, já dentro da FEUP para Engenharia Mecânica ou Engenharia e Gestão Industrial?
Começa por analisar as condições de mudança de curso da FEUP :
FEUP - Mudança de par instituição/curso - 2017/2018

No entanto, deves ter em conta que as equivalência são mais facilitadas quando se trata de um aluno da própria instituição.
 
Boa noite. Quero candidatar-me a engenharia aeroespacial, no entanto, não tenho média de candidatura suficiente e não estou à espera que desça algumas décimas e me permita entrar... O mesmo acontece com física e tecnológica, portanto estou indecisa entre Engenharia mecânica, matemática aplicada e computação e engenharia electrotécnica... Alguém me consegue ajudar em qual será a melhor opção para fazer este ano e me voltar a candidatar no próximo ano a aero ou física ou então mesmo trocar dentro do IST? Qual é a opção que me permite trabalhar mais dentro das mesmas areas se não conseguir mudar? Muito obrigada.
 
Olá @beatrizpereira19
Boa noite. Quero candidatar-me a engenharia aeroespacial, no entanto, não tenho média de candidatura suficiente e não estou à espera que desça algumas décimas e me permita entrar... O mesmo acontece com física e tecnológica, portanto estou indecisa entre Engenharia mecânica, matemática aplicada e computação e engenharia electrotécnica... Alguém me consegue ajudar em qual será a melhor opção para fazer este ano e me voltar a candidatar no próximo ano a aero ou física ou então mesmo trocar dentro do IST? Qual é a opção que me permite trabalhar mais dentro das mesmas areas se não conseguir mudar? Muito obrigada.
Para trocares parar aeroespacial o melhor era mecânica (ou naval). Aeroespacial é uma mistura de mecânica com electrotécnica, pelo que com esse curso poderás trabalhar na área no que à primeira parte diz respeito.
 
Boa tarde,
Eu acabei agora o secundário e a minha média interna ronda os 18,3 e tirei nos exames de FQA 18,6 e a MAT A devo tirar uma nota perto de 19 valores.
Eu estou bastante indeciso na minha escolha, porque tenho medo de no futuro não arranjar emprego.
Eu sempre gostei muito de Biologia (principalmente molecular, celular, etc relacionado com química) (não gosto muito Geologia), mas as minhas grandes paixões sempre foram a Física, a Matemática e a Química. Inicialmente, ponderei colocar como 1ª opção Engenharia Física Tecnológica (IST), mas não gostei do plano de estudos que envolvia muita eletricidade, computação, programação, etc... que eu não gosto nada! Depois ponderei Engenharia Química, Engenharia Biológica ou Engenharia Biomédica (IST) pelo bom leque do curso, mas do que eu li estes cursos, como qualquer outra engenharia, são muito ligados à indústria e muito práticos. Eu sou uma pessoa muito mais teórica e que gosta de perceber o porquê das coisas (curioso)... Sempre me vi mais a trabalhar num laboratório, e do que me dizem, não é o principal "objetivo" das engenharias... Sou uma pessoa muito mais de memorização, de escrita, mais teórica, pouco prática e pouco "de mexer os braços".
Finalmente, pensei em Bioquímica na FCUL, por causa do leque de cadeiras que oferece que eu adorei, mas não sei, porque tenho medo de quando acabar a licenciatura (e depois um mestrado) de ficar desempregado. Também não sei que mestrados, após tirar Bioquímica, oferecem maior oportunidade de emprego.
Como tenho uma média mais razoável posso entrar em praticamente tudo, mas não sei bem e agradeceria qualquer ajuda vossa...
Obrigado e aguardo uma sincera resposta do que devo colocar como 1ª opção na candidatura.

Amigo, tens um enorme leque pela tua frente, não olhes a cem para a empregabilidade porque tamos em crise e tá mau para todos, escolhe o que mais gostas pois assim e mais fácil seres bom no que fazes, quando fazemos algo que gostamos o sucesso vai ser muito maior. Seja em que universidade for deves escolher a melhor, para o curso que pretendes, para teres melhores oportunidades, embora seja relativo na tua atualidade, devido às entrevistas demorarem muitas das vezes mais de uma hora e os empregadores fazerem vários testes, em que avaliam a personalidade,dinamismo,capacidade, mas se tiveres num ponto de equivalência de prestação como outra pessoa, que tenha estado numa universidade de menor prestígio muito provavelmente o lugar é teu ( a não ser que o adversário, seja filho do amigo do empregador, situações que amigos meus já perderam empregos, que faz parte na realidade). Uma dica: deves tentar trabalhar com as "mãos" no mundo atual que não sabes o que te espera em que cada vez as nossas gerações são mais formatadas, e não sabem fazer mais nada para além daquilo que foram formatadas para fazer, ser dinâmico e apto é uma mais valia.
Espero que encontres o que gostes e que tenhas sucesso
Abraço
 
Olá! Alguém me sabe dizer se com a licenciatura em Matemática aplicada e computação se pode fazer mestrado em engenharia aeroespacial? Obrigada.
 
Olá @beatrizpereira19
Olá! Alguém me sabe dizer se com a licenciatura em Matemática aplicada e computação se pode fazer mestrado em engenharia aeroespacial? Obrigada.
Diria que não é a melhor licenciatura de base, para teres ideia este ano apenas entraram alunos com cursos de engenharia como base. Mas podes sempre tentar colocar a questão à coordenação do curso, eles que seleccionam os alunos.