Ensino Secundário Recorrente - Recandidatura ao Ensino Superior

MDSDSilva

Membro Caloiro
Matrícula
26 Março 2021
Mensagens
4
Boa noite a todos,
Tenho efetuado contacto com a DGESTE, mas só consegui que me atendessem uma vez, e não consegui obter um esclarecimento em relação ao problema que me traz aqui. Nesse contacto a pessoa que me atendeu deu-me um email para onde colocar as questões, mas até ao momento não obtive resposta. Espero conseguir obter ajuda e esclarecimentos por aqui!

A situação é a seguinte:
Eu terminei o ensino secundário em 2008/2009, no curso de Ciências e Tecnologias com média de 16 valores.
Na altura entrei no ensino superior, tendo feito licenciatura, mestrado e estou neste momento a finalizar o doutoramento.
No entanto, gostaria de me re-candidatar a uma nova licenciatura noutra área.
Neste momento, tenho informações muito difusas que necessito de esclarecer para comunicar à escola da minha área de residência:

- Foi-me dito que para efeitos de candidatura ao ensino superior, posso simplesmente inscrever-me como aluna externa e realizar os exames nacionais que necessito (uma vez que os meus já prescreveram). A minha nota de candidatura seria depois calculada considerando a média interna do secundário que obtive em 2008/2009, e as notas dos exames específicos para o curso que quero, é correto? No entanto se voltar a realizar os exames nacionais, e considerando que a média de 16 valor de 2008/2009, já contempla os exames anteriores, está vai sofrer alterações? Eu já percebi que no ano passado e este, os exames não vão contar para subir de média, mas não sei o que acontece aos meus.

- No entanto irei necessitar de subir a média interna do secundário, a indicação que me deram foi que poderei recorrer ao ensino secundário recorrente, de forma a subir a obter nova nota interna do secundário (sendo que neste caso seria calculado o CFCEPE, através da média dos 4 exames específicos, do curso em que ingressar no ensino secundário recorrente). Esta informação é correta?
Neste ponto a dúvida é: se recorrer ao ensino secundário recorrente para este efeito, posso matricular-me novamente no mesmo curso que terminei em 2008/2009? Ou ao abrigo do critério de reorientação do percurso formativo em cursos do nível secundário de educação Despacho normativo n.º 29/2008, de 5 de junho, terei que ingressar noutro curso diferente?

Espero que me possam ajudar,
Um bem haja a todos!
 

Edgar H

Mod Decretos
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
1 Outubro 2018
Mensagens
7,190
Olá.
Foi-me dito que para efeitos de candidatura ao ensino superior, posso simplesmente inscrever-me como aluna externa e realizar os exames nacionais que necessito (uma vez que os meus já prescreveram). A minha nota de candidatura seria depois calculada considerando a média interna do secundário que obtive em 2008/2009, e as notas dos exames específicos para o curso que quero, é correto? No entanto se voltar a realizar os exames nacionais, e considerando que a média de 16 valor de 2008/2009, já contempla os exames anteriores, está vai sofrer alterações? Eu já percebi que no ano passado e este, os exames não vão contar para subir de média, mas não sei o que acontece aos meus.
Não vai sofrer alterações.
No entanto irei necessitar de subir a média interna do secundário, a indicação que me deram foi que poderei recorrer ao ensino secundário recorrente, de forma a subir a obter nova nota interna do secundário (sendo que neste caso seria calculado o CFCEPE, através da média dos 4 exames específicos, do curso em que ingressar no ensino secundário recorrente). Esta informação é correta?
Neste ponto a dúvida é: se recorrer ao ensino secundário recorrente para este efeito, posso matricular-me novamente no mesmo curso que terminei em 2008/2009? Ou ao abrigo do critério de reorientação do percurso formativo em cursos do nível secundário de educação Despacho normativo n.º 29/2008, de 5 de junho, terei que ingressar noutro curso diferente?
Teria de ser um curso diferente.
Excecionalmente, devido à pandemia, a média do recorrente é a média afinal desse curso, e não a média dos 4 exames.
 

MDSDSilva

Membro Caloiro
Matrícula
26 Março 2021
Mensagens
4
Olá.

Não vai sofrer alterações.

Teria de ser um curso diferente.
Excecionalmente, devido à pandemia, a média do recorrente é a média afinal desse curso, e não a média dos 4 exames.

Boa noite Edgar, muito obrigada pela resposta!
Em relação à média fiquei esclarecida.

Em relação ao ensino recorrente tenho algumas questões adicionais.
Pelo que me foi dito na escola secundária, não me posso matricular nas disciplinas que tenho já feitas anteriormente (p.e o Português). Nesse caso o que é que lhes acontece, é dada equivalência e é atribuída a nota com que terminei anteriormente? Ou sendo um novo curso posso repetir novamente a disciplina?

Uma outra questão apenas para efeitos de confirmação, posso inscrever-me em exames nacionais que não façam parte do curso que irei frequentar? É que tendo obrigação de frequentar outro curso ao nível do recorrente, não posso optar pelo curso de ciências e tecnologias, mas as provas de ingresso fazem parte deste ramo.

Os melhores cumprimentos
 

Edgar H

Mod Decretos
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
1 Outubro 2018
Mensagens
7,190
Olá.

Pelo que me foi dito na escola secundária, não me posso matricular nas disciplinas que tenho já feitas anteriormente (p.e o Português). Nesse caso o que é que lhes acontece, é dada equivalência e é atribuída a nota com que terminei anteriormente? Ou sendo um novo curso posso repetir novamente a disciplina?
Em princípio, é dada equivalência e ficas com a nota que tinhas, mas podes perguntar novamente quando fores efetuar a matrícula.

Uma outra questão apenas para efeitos de confirmação, posso inscrever-me em exames nacionais que não façam parte do curso que irei frequentar? É que tendo obrigação de frequentar outro curso ao nível do recorrente, não posso optar pelo curso de ciências e tecnologias, mas as provas de ingresso fazem parte deste ramo.
Podes. Inclusive dois dos exames pedidos podem ser de Ciências e Tecnologias, as bienais. Só a Trienal Específica tem de ser do curso que frequentar. O quarto exame é Português, mas esse é transversal a qualquer curso.
 

MDSDSilva

Membro Caloiro
Matrícula
26 Março 2021
Mensagens
4
Boa noite Edgar,

Queria agradecer o fantástico esclarecimento!
De facto pensava que todas as disciplinas para os 4 exames teriam que ser do curso que iria frequentar atualmente. Mas segundo percebi de momento essa questão dos 4 exames também não se aplica, e correto?

Segundo o que me disse acima, neste momento a média que conta é a do curso propriamente dito, e depois terei que fazer os exames que servem como prova de ingresso. Ou sou obrigada a fazer os exames específicos do próprio curso na mesma? A informação é um pouco dispersa.

O que li foi:
"Os alunos dos cursos científico-humanísticos do ensino recorrente, concluídos ao abrigo do
Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março ou do Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 agosto, na redação
atual, que pretendam prosseguir estudos no ensino superior estão dispensados da obrigatoriedade
de realizar os quatro exames finais nacionais, pelo que já não há lugar ao cálculo da classificação final
de curso para efeito de prosseguimento de estudos (CFCEPE), nos termos do n.º 4 do artigo 3.º-C do
Decreto-Lei n.º 22-D/2021, de 22 de março."

Depreendi por isto que já não há obrigatoriedade de realizar qualquer exame.

E mais isto:
"
Os alunos dos cursos científico-humanísticos do ensino recorrente realizam exames finais nacionais
apenas nas disciplinas que elejam como provas de ingresso para efeitos de acesso ao ensino superior,
de acordo com o n.º 3 do artigo 3.º-C do Decreto-Lei n.º 22-D/2021, de 22 de março."

Depreendi que só terei de realizar os exames que sejam provas de ingresso do curso que pretendo.

É correto?

Assim excluem-se todos os exames do curso que irei frequentar no ensino recorrente para efeitos de média no secundário, uma vez que as provas de ingresso não são desse curso, e seriam estes exames que faria.
 
  • Fabulous
Reactions: Edgar H

Edgar H

Mod Decretos
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
1 Outubro 2018
Mensagens
7,190
Boa noite Edgar,

Queria agradecer o fantástico esclarecimento!
De facto pensava que todas as disciplinas para os 4 exames teriam que ser do curso que iria frequentar atualmente. Mas segundo percebi de momento essa questão dos 4 exames também não se aplica, e correto?

Segundo o que me disse acima, neste momento a média que conta é a do curso propriamente dito, e depois terei que fazer os exames que servem como prova de ingresso. Ou sou obrigada a fazer os exames específicos do próprio curso na mesma? A informação é um pouco dispersa.

O que li foi:
"Os alunos dos cursos científico-humanísticos do ensino recorrente, concluídos ao abrigo do
Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março ou do Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 agosto, na redação
atual, que pretendam prosseguir estudos no ensino superior estão dispensados da obrigatoriedade
de realizar os quatro exames finais nacionais, pelo que já não há lugar ao cálculo da classificação final
de curso para efeito de prosseguimento de estudos (CFCEPE), nos termos do n.º 4 do artigo 3.º-C do
Decreto-Lei n.º 22-D/2021, de 22 de março."

Depreendi por isto que já não há obrigatoriedade de realizar qualquer exame.

E mais isto:
"
Os alunos dos cursos científico-humanísticos do ensino recorrente realizam exames finais nacionais
apenas nas disciplinas que elejam como provas de ingresso para efeitos de acesso ao ensino superior,
de acordo com o n.º 3 do artigo 3.º-C do Decreto-Lei n.º 22-D/2021, de 22 de março."

Depreendi que só terei de realizar os exames que sejam provas de ingresso do curso que pretendo.

É correto?

Assim excluem-se todos os exames do curso que irei frequentar no ensino recorrente para efeitos de média no secundário, uma vez que as provas de ingresso não são desse curso, e seriam estes exames que faria.
Olá.
Atualmente, sim, é tal como disse, mas nada garante que quando terminar continue assim, já que são medidas excecionais da pandemia.
 

MDSDSilva

Membro Caloiro
Matrícula
26 Março 2021
Mensagens
4
Olá.
Atualmente, sim, é tal como disse, mas nada garante que quando terminar continue assim, já que são medidas excecionais da pandemia.

Obrigada Edgar!
Eu irei matricular-me para iniciar no próximo ano letivo, e com esperança de que as coisas voltem ao normal, para Todos!

Muito obrigada por todos os esclarecimentos!
De verdade!
 
  • Like
Reactions: Edgar H

Paulo Jorge M

Membro Caloiro
Matrícula
3 Setembro 2019
Mensagens
8
Boa tarde,

Estou numa situação idêntica à da MDSDSilva.
Terminei o ensino secundário em 1997/1998, no curso de Ciências Socioeconómicas (na altura área C - Económico-Social).
Na altura entrei no ensino superior, tendo feito licenciatura e mestrado.
Tal como a MSDSilva, gostaria de candidatar-me a uma nova licenciatura na área da saúde.
Para isso tenho de realizar os exames nacionais de Biologia e Geologia, Físico e Química A e Matemática A.
Desloquei-me à escola da minha área de residência e já fiz uma pré-inscrição no curso de Ciências e Tecnologias do Ensino Secundário Recorrente.
Na escola informaram-me que teria equivalência às seguintes disciplinas:

Formação geral
No 10.º e 11.º ano teria equivalência a português, língua estrangeira e filosofia.
No 12.º ano teria de fazer o Português. Na minha altura não havia Português no 12.º ano.

Formação específica
No 10.º, 11.º e 12.º ano teria equivalência a Matemática A, mas poderia assistir às aulas falando com o professor.
No 10.º e 11.º ano apenas teria de fazer Biologia e Geologia, Físico e Química A.
No 12.º ano teria de fazer uma disciplina anual.

No entanto necessito esclarecer uma dúvida que no caso da MSDSilva não consegui perceber muito bem.

Se eu quiser inscrever-me novamente na mesma língua estrangeira ou noutra nova e a filosofia e a matemática A para melhorar as notas, é possível? Ou sou obrigado a aceitar as equivalências.

Como vou fazer um curso diferente (Ciências e Tecnologias) não será possível fazer novamente essas disciplinas?

Lembro-me que mo meu 10.º ano tive um colega que esteve em Humanidades um ano e depois mudou para Socioeconómicas e permitiram-lhe inscrever-se novamente em português, língua estrangeira e filosofia e como melhorou as notas foram essas que passaram a contar. Apenas ficou com a equivalência de história porque tinha uma boa nota.

Não sei se aqui se pode fazer o mesmo. Esta é a minha questão.

Agradeço desde já todos os esclarecimentos que me possam facultar.
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,231
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Boa tarde,

Estou numa situação idêntica à da MDSDSilva.
Terminei o ensino secundário em 1997/1998, no curso de Ciências Socioeconómicas (na altura área C - Económico-Social).
Na altura entrei no ensino superior, tendo feito licenciatura e mestrado.
Tal como a MSDSilva, gostaria de candidatar-me a uma nova licenciatura na área da saúde.
Para isso tenho de realizar os exames nacionais de Biologia e Geologia, Físico e Química A e Matemática A.
Desloquei-me à escola da minha área de residência e já fiz uma pré-inscrição no curso de Ciências e Tecnologias do Ensino Secundário Recorrente.
Na escola informaram-me que teria equivalência às seguintes disciplinas:

Formação geral
No 10.º e 11.º ano teria equivalência a português, língua estrangeira e filosofia.
No 12.º ano teria de fazer o Português. Na minha altura não havia Português no 12.º ano.

Formação específica
No 10.º, 11.º e 12.º ano teria equivalência a Matemática A, mas poderia assistir às aulas falando com o professor.
No 10.º e 11.º ano apenas teria de fazer Biologia e Geologia, Físico e Química A.
No 12.º ano teria de fazer uma disciplina anual.

No entanto necessito esclarecer uma dúvida que no caso da MSDSilva não consegui perceber muito bem.

Se eu quiser inscrever-me novamente na mesma língua estrangeira ou noutra nova e a filosofia e a matemática A para melhorar as notas, é possível? Ou sou obrigado a aceitar as equivalências.

Como vou fazer um curso diferente (Ciências e Tecnologias) não será possível fazer novamente essas disciplinas?

Lembro-me que mo meu 10.º ano tive um colega que esteve em Humanidades um ano e depois mudou para Socioeconómicas e permitiram-lhe inscrever-se novamente em português, língua estrangeira e filosofia e como melhorou as notas foram essas que passaram a contar. Apenas ficou com a equivalência de história porque tinha uma boa nota.

Não sei se aqui se pode fazer o mesmo. Esta é a minha questão.

Agradeço desde já todos os esclarecimentos que me possam facultar.
Respondido aqui: