Ensino Superior - Próximo Ano Letivo (Covid-19)

Discordo totalmente.
Graças a Deus que o Técnico teve a decência de manter as aulas teóricas à distância, e as de problemas praticamente à distância.
Alguém de acordo comigo. E eu por acaso, até gosto do Plano do IST, sendo aluno de outra faculdade. Eu gostaria que também fosse implantado esse plano no IPG. Mas ainda estou a pensar, que provavelmente, vão meter as aulas presenciais, que para mim, acho que vai ser uma má ideia.
 
  • Like
Reactions: davis
Ainda não se sabe como vai funcionar as aulas? Em algumas universidades, no casa da minha, as aulas começam já em inícios de Setembro...
 
Ainda não se sabe como vai funcionar as aulas? Em algumas universidades, no casa da minha, as aulas começam já em inícios de Setembro...
Algumas sim, outras não. Depende sempre da universidade/politécnico
Post automatically merged:

Na Guarda ainda nada, mas falei com um amigo de Castelo Branco (para quem está a considerar estudar lá) e as aulas lá (Politécnico de Castelo Branco) vão ser presenciais, mas caso que as unidades curriculares, não tenham condições para ser presenciais, as aulas serão mistas, tendo apenas a presença de uma quantidade de alunos nas salas.

E ele também, mandou-me isto: https://www.ipcb.pt/sites/default/f...laneamento_do_ano_letivo_2020-21-1_signed.pdf
 
Última edição:
Esta notícia tem um apanhado feito junto da algumas instituições das medidas previstas para setembro:

 
Para quem vai para o Técnico, foram a pouco enviadas as orientações para o próximo ano lectivo:

Princípios enquadradores do Funcionamento do ano letivo de 2020/2021

I. Sobre o regime de funcionamento de cada tipologia de aulas e avaliações.
  1. Aulas teóricas: funcionarão por omissão à distância, sem prejuízo de que a aula seja emitida a partir da sala de aula com a presença de alunos, dentro dos limites de ocupação indicados para cada sala.
  2. Aulas práticas e teórico-práticas: funcionarão por omissão em regime presencial misto, em que os alunos deverão ser organizados em turnos para frequentar presencialmente as aulas de duas em duas semanas, salvo situações excecionais, atendendo aos limites de ocupação indicados para cada sala. As aulas terão de ser asseguradas à distância para os alunos que não estão presencialmente, de forma síncrona ou de forma assíncrona com a aula presencial.
  3. Aulas de laboratório: funcionarão por omissão em regime presencial misto, em que os alunos deverão ser organizados em turnos para frequentar presencialmente as aulas de duas em duas semanas, salvo situações excecionais, atendendo aos limites de ocupação indicados para cada sala. Estando os alunos organizados em grupos, os turnos deverão ter pelo menos um representante de cada grupo, devendo o grupo colaborar durante a aula através de uma das várias plataformas disponíveis. Os laboratórios terão também de ser asseguradas à distância para os alunos que não possam estar presencialmente ou que não possam colaborar com alunos que estejam presencialmente, seguindo metodologias de ensino alternativas.
  4. A avaliação por testes fora do período de aulas e/ou exames será realizada por omissão presencialmente. Toda a restante avaliação será feita de acordo com o definido pelo responsável da UC.
II. Acesso a salas nos campi, limites de ocupação, desinfeção e regras de conduta.
  1. A nível de ocupação das salas será vigiado e controlado periodicamente pelos serviços do IST, sem prejuízo de qualquer dos seus ocupantes, nomeadamente o docente responsável pela aula a ocorrer, dever fazer o controle do número de ocupantes da sala onde se encontra.
  2. Os limites de ocupação das salas estão disponíveis em salas.xlsx e serão afixados à entrada de cada sala.
  3. Os horários estão publicados e têm por base os horários do ano anterior, devendo os pedidos de alterações pontuais chegar ao GOP logo que possível.
  4. A limpeza e desinfeção das salas ocorrerá duas vezes por dia.
  5. A circulação nos campi estará devidamente assinalada e existirão dispensadores de gel desinfetante à entrada das salas.
  6. Recomenda-se que os utilizadores das salas e de espaços dos campi utilizem também os seus kits de desinfeção, procurando manter um elevado nível de higienização do espaço individual por si ocupado.
  7. O uso de máscara é obrigatório em todo o espaço coberto dos campi do IST.
III Outras informações relevantes.
  1. Estão a ser criadas condições para que as aulas possam ser transmitidas em stream a partir das salas de aula (mais informações de quais as salas com esta capacidade serão dadas em setembro).
  2. A partir de setembro haverá uma App gratuita disponível para toda a comunidade Técnico (IST Go) que permitirá ao utilizador monitorizar em tem real os seus seus percursos no campus, o número de contactos de proximidade, e a densidade de ocupação em determinadas áreas (mais informações sobre esta App serão dadas no início de Setembro).
  3. Haverá um programa de testagem e monitorização do COVID19 alargado a toda a comunidade IST durante todo o ano lectivo, elaborado em colaboração com os serviços da Reitoria da Universidade de Lisboa (mais informações serão dadas no início de Setembro).
Então, para qualquer tipo de aula, seja ela prática oi teórica, teremo-la disponível online? E a parte que se refere às aulas práticas, quem for ao campos e não tivere lugar para assistir à aula, como é que faz? Será que a versão online fica em gravação? É que se for em direto o pessoal não tem tempo
 
Olá @Hello12
Então, para qualquer tipo de aula, seja ela prática oi teórica, teremo-la disponível online? E a parte que se refere às aulas práticas, quem for ao campos e não tivere lugar para assistir à aula, como é que faz? Será que a versão online fica em gravação? É que se for em direto o pessoal não tem tempo
Sim, é essa a ideia. Quem não tiver lugar dentro da sala poderá assistir online noutro local do campus.

Da minha experiência em mestrado no Técnico no semestre passado, os professores são aversos a fazer aulas gravadas e/ou a gravar as aulas e enviar depois. Só tive uma professora que fez isso a pedido de uma aluna que estava na China, uma vez que na hora da nossa aula lá eram 3h, mas só essa aluna é que teve acesso a esses vídeos. Todos os outros fizeram aulas online em tempo real.
 
Olá @Hello12

Sim, é essa a ideia. Quem não tiver lugar dentro da sala poderá assistir online noutro local do campus.

Da minha experiência em mestrado no Técnico no semestre passado, os professores são aversos a fazer aulas gravadas e/ou a gravar as aulas e enviar depois. Só tive uma professora que fez isso a pedido de uma aluna que estava na China, uma vez que na hora da nossa aula lá eram 3h, mas só essa aluna é que teve acesso a esses vídeos. Todos os outros fizeram aulas online em tempo real.

Sim, mas eu penso que desta vez os profs vão receber "instruções" para gravar as aulas. Tive uma prof que não queria a aula gravada porque "tinha medo de cometer alguma incoerência científica no discurso".
 
Em relação ao acaso de as aulas serem presenciais numa instituição, como acham que vão proceder com possíveis alunos infetados ou em quarentena que não possam frequentar essas aulas?
 
Eu ando na Universidade do Minho e pelo que sei de alguns colegas cujas escolas já lhes mandaram algumas indicações de como vai correr o próximo ano lectivo, a universidade distribui a cada curso um x números de salas onde cada direcção de curso terá de dividir pelas aulas presenciais de cada curso e de cada ano(na teórica cada ano terá a sua sala). Para além disso as aulas seram do estilo "B-learning" onde teremos aulas presenciais(teórico-praticas e praticas), eles vão tentar com que fiques o menor tempo possível no campus. A biblioteca da Universidade agora terá horários restritos(adeus salas 24 horas) onde terás de reservar mesa e só é permitido uma pessoa por mesa! Além disso a universidade vai criar mais salas de estudo(pelo menos duas em cada complexo pedagógico) para tu ires para lá se precisares de estudar. Por enquanto é toda a informação que possuo, ainda não sei como é que a universidade vai fazer com cursos grandes como engenharia informática que cada cadeiras têm pelo menos 200 alunos e em tempos fora de pandemia não havia lugares suficientes para todos os alunos se sentarem nos auditórios. Veremos como corre, tenho mesmo muita pena de quem vai entrar este ano e não irá descobrir o verdadeiro espírito académico. Muita sorte para todos nós 😅
 
Na minha faculdade, as aulas teoricas vão ser totalmente digitais pelos meios que usamos durante este ano, sendo que as práticas serão totalmente presenciais numa parte da semana, calhando os 3 últimos anos de curso em dias diferentes.
O primeiro ano terá todo o ensino presencial, por motivos que se compreendem perfeitamente e com os quais concordo
 
  • Like
Reactions: davis
Boa tarde.
Sou aluna do Instituto Superior Técnico e sou residente nos Açores.
As aulas serão online e em regime misto( o que obriga de 15 em 15 dias a ir presencialmente à universidade).
Queria saber se há possibilidade de sendo residente nos Açores e tendo em conta a situação atual há algum procedimento que possa ser feito para ter as aulas todas à distância?
Obrigada a quem conseguir ajudar
 
Boa tarde.
Sou aluna do Instituto Superior Técnico e sou residente nos Açores.
As aulas serão online e em regime misto( o que obriga de 15 em 15 dias a ir presencialmente à universidade).
Queria saber se há possibilidade de sendo residente nos Açores e tendo em conta a situação atual há algum procedimento que possa ser feito para ter as aulas todas à distância?
Obrigada a quem conseguir ajudar

Creio que devias contactar os Serviços Académicos do IST, ou até mesmo o/a coordenador(a) de curso para obteres essa informação.
 
Olá @inesj148
Boa tarde.
Sou aluna do Instituto Superior Técnico e sou residente nos Açores.
As aulas serão online e em regime misto( o que obriga de 15 em 15 dias a ir presencialmente à universidade).
Queria saber se há possibilidade de sendo residente nos Açores e tendo em conta a situação atual há algum procedimento que possa ser feito para ter as aulas todas à distância?
Obrigada a quem conseguir ajudar
Exigires isso não me parece que seja possível, excepto caso tenhas mesmo de estar em isolamento por teres COVID-19 ou tido contacto com alguém com a doença. Excepto caso sejas de MISE, o teu curso foi aprovado e acreditado para ser presencial, pelo que as instituições estão a tentar que isso seja cumprido dentro das limitações em vigor.

Claro que isso não impede que tentes gerir a coisa cadeira a cadeira, conforme as regras que cada professor implementar, dentro das regras gerais que o Técnico definiu e que dão espaço para diferentes formas de planear as aulas.
 
  • Like
Reactions: Wraak
Olá @inesj148

Exigires isso não me parece que seja possível, excepto caso tenhas mesmo de estar em isolamento por teres COVID-19 ou tido contacto com alguém com a doença. Excepto caso sejas de MISE, o teu curso foi aprovado e acreditado para ser presencial, pelo que as instituições estão a tentar que isso seja cumprido dentro das limitações em vigor.

Claro que isso não impede que tentes gerir a coisa cadeira a cadeira, conforme as regras que cada professor implementar, dentro das regras gerais que o Técnico definiu e que dão espaço para diferentes formas de planear as aulas.
O que é MISE?
 
Bem, no Politécnico da Guarda, as aulas vão ser da seguinte forma:

- Aulas presenciais;
- Turmas com mais alunos, mistas, presença dos alunos durante duas semanas;
- Horários alargados e incluindo os sábados.
 
Eu acho que isto tem de ser muito bem pensado, porque a verdade é que quase todos os estudantes partilham casa com outros estudantes e vai ser muito difícil conter a pandemia. Mas acho interessante o esforço que as instituições estão a fazer para que pelo menos as aulas práticas sejam presenciais, porque estar sempre em casa também é terrível para os alunos, bem como o ensino é necessariamente diferente.
 
  • Like
Reactions: Ricardo Santos Rosa