Ensino superior privado

Weizhan Huang

Membro
Matrícula
19 Julho 2022
Mensagens
13
Curso
Comércio e relações económicas internacionais
Instituição
ISCAC
Olá bom dia a todos, atualmente estou indeciso no que seguir
Sempre gostei de comércio e relações internacionais o que fez com que ficasse inclinado para um curso em específico “comércio e relações económicas internacionais” no ISCAC, mas por ser uma instituição que não se equipara com as grandes universidades deixa-me com dúvidas.
Por esse mesmo motivo queria que algum de vocês esclarecesse algumas dúvidas:
Se eu fizer uma licenciatura num politécnico posso fazer mestrado no exterior?
Pensei em candidatar-me no privado como uma 2 opção se eu mudar de ideias mas não percebo muito bem como funciona as candidaturas no privado, na lusófona a “fase:1 época”já terminou o que sobra para mim candidatar na 2fase ou 2 época mas a minha dúvida é a 2 época e a 2fase são a mesma coisa? Posso candidatar-me com as provas de ingresso da 1 ou 2 fase?
Obrigado pela atenção
 
Olá bom dia a todos, atualmente estou indeciso no que seguir
Sempre gostei de comércio e relações internacionais o que fez com que ficasse inclinado para um curso em específico “comércio e relações económicas internacionais” no ISCAC, mas por ser uma instituição que não se equipara com as grandes universidades deixa-me com dúvidas.
Por esse mesmo motivo queria que algum de vocês esclarecesse algumas dúvidas:
Se eu fizer uma licenciatura num politécnico posso fazer mestrado no exterior?
Pensei em candidatar-me no privado como uma 2 opção se eu mudar de ideias mas não percebo muito bem como funciona as candidaturas no privado, na lusófona a “fase:1 época”já terminou o que sobra para mim candidatar na 2fase ou 2 época mas a minha dúvida é a 2 época e a 2fase são a mesma coisa? Posso candidatar-me com as provas de ingresso da 1 ou 2 fase?
Obrigado pela atenção
Vamos parar com o preconceito dos politécnicos em relação às universidades - o governo aprovou uma lei onde os institutos politécnicos agora são chamados de universidades politécnicas e já podem abrir doutoramentos, só para veres o quanto essa visão é retrógrada, até porque há politécnicos muito melhores do que universidades (e vice-versa, obviamente).

Quando vais trabalhar, normalmente eles pouco se importam sobre onde fizeste a licenciatura. O mais importante são os conhecimentos pós-licenciatura (mestrado, por exemplo), experiências pessoas (Erasmus e voluntariado, por exemplo) e experiências profissionais.

Podes fazer mestrado no exterior independentemente de onde tiras o curso, tens é que avaliar onde queres tirar e ver as condições de acesso a esse mestrado (que, mais uma vez, não dependem se é uma universidade ou um politécnico).

Sobre a universidade privada, sim, penso que sejam a mesma coisa.
 
Vamos parar com o preconceito dos politécnicos em relação às universidades - o governo aprovou uma lei onde os institutos politécnicos agora são chamados de universidades politécnicas e já podem abrir doutoramentos, só para veres o quanto essa visão é retrógrada, até porque há politécnicos muito melhores do que universidades (e vice-versa, obviamente).

Quando vais trabalhar, normalmente eles pouco se importam sobre onde fizeste a licenciatura. O mais importante são os conhecimentos pós-licenciatura (mestrado, por exemplo), experiências pessoas (Erasmus e voluntariado, por exemplo) e experiências profissionais.

Podes fazer mestrado no exterior independentemente de onde tiras o curso, tens é que avaliar onde queres tirar e ver as condições de acesso a esse mestrado (que, mais uma vez, não dependem se é uma universidade ou um politécnico).

Sobre a universidade privada, sim, penso que sejam a mesma coisa.
Obrigado por responder :)
Eu realmente não me importo se é politécnico ou universidade pois cada um tem os seus pontos positivos e negativos e certamente existem muitos politécnicos superiores a algumas universidades,o que realmente estava a preocupar era sobre o instituto politécnico de coimbra em si,pois eu realmente gostei do curso e das suas cadeiras, o problema que eu tenho um objetivo que era fazer mestrado no estrangeiro(na Ásia) mas devido a algumas universidades terem como pre requisito ter feito licenciatura em uma universidade “reconhecida” (não me lembro da palavra em específico então optei por usar uma parecida) cria uma dúvida se somente ter notas altas era o suficiente para ser aceite ou a instituição que estudou irá dar um peso ao candidato e se politécnico de coimbra está neste patamar.
Ps:eu sei que ainda falta muito para pensar em mestrado mas queria ter a certeza para que não arrependesse no futuro.
 
  • Fabulous
Reactions: Teresa P.