Escolha de Mestrado - Cultura/Literatura/Filosofia (FLUL,FCSH,FCH...)

António Morão

Membro Caloiro
Matrícula
28 Fevereiro 2020
Mensagens
8
Olá,

Atualmente estou a terminar, finalmente, o curso de Direito, porém pretendo continuar os estudos numa área distinta, onde tenha mais aptidão e interesse. Concluí já há algum tempo que tenho maior gosto em estudar matérias e temáticas relativas à Cultura, Literatura, Filosofia ou Cinema, por isso, estou muito indeciso relativamente ao mestrado que deverei escolher. O primeiro passo foi ter decidido continuar os estudos em Portugal e não no estrangeiro, pois penso que gostaria de ter este "início" de estudos ainda em Portugal pelo conforto e adaptação que já tenho no sistema de ensino superior português, apesar de ainda ter interesse e curiosidade de estudar num país diferente.

Gostaria de perguntar ou pedir por recomendações/feedback relativamente a mestrados dentro destas áreas e faculdades (que poderão não incluir só Lisboa, estou aberto a sugestões), excluí o estudo direto em mestrados de cinema pois apesar de ter interesse (já realizei uma curta-metragem e considero-me um cinéfilo) penso que não gostaria que o meu estudo fosse tão restrito a uma área que em Portugal é muito fechada.

No futuro a nível laboral é incerto o que prevejo que venha a fazer, porém revia-me a trabalhar no mundo editorial de publicação de livros ou revistas (culturais), ou a trabalhar numa instituição, museu ou empresa numa componente de consultoria cultural por exemplo. Também não excluo completamente uma carreira de investigação académica ou institucional.

Sendo assim, aqui estão as minhas hipóteses a ponderar:

FCH - Católica : Culture Studies - Literary Cultures

FLUL:
  • Cultura e Comunicação​
  • Teoria da Literatura​

FCSH:
  • Estética e Estudos Artísticos - Cinema e Fotografia
  • Ciências da Comunicação - Cinema e Televisão
  • Filosofia
  • Literaturas e Culturas Modernas

Obrigado,

Abraço
 
Última edição:

Alexandra S.

Moderador
Equipa Uniarea
Moderador
Colaborador Editorial
Matrícula
10 Março 2015
Mensagens
3,848
Curso
Mestrado CCTI
Instituição
Iscte
Olá,

Atualmente estou a terminar, finalmente, o curso de Direito, porém pretendo continuar os estudos numa área distinta, onde tenha mais aptidão e interesse. Concluí já há algum tempo que tenho maior gosto em estudar matérias e temáticas relativas à Cultura, Literatura, Filosofia ou Cinema, por isso, estou muito indeciso relativamente ao mestrado que deverei escolher. O primeiro passo foi ter decidido continuar os estudos em Portugal e não no estrangeiro, pois penso que gostaria de ter este "início" de estudos ainda em Portugal pelo conforto e adaptação que já tenho no sistema de ensino superior português, apesar de ainda ter interesse e curiosidade de estudar num país diferente.

Gostaria de perguntar ou pedir por recomendações/feedback relativamente a mestrados dentro destas áreas e faculdades (que poderão não incluir só Lisboa, estou aberto a sugestões), excluí o estudo direto em mestrados de cinema pois apesar de ter interesse (já realizei uma curta-metragem e considero-me um cinéfilo) penso que não gostaria que o meu estudo fosse tão restrito a uma área que em Portugal é muito fechada.

No futuro a nível laboral é incerto o que prevejo que venha a fazer, porém revia-me a trabalhar no mundo editorial de publicação de livros ou revistas (culturais), ou a trabalhar numa instituição, museu ou empresa numa componente de consultoria cultural por exemplo. Também não excluo completamente uma carreira de investigação académica ou institucional.

Sendo assim, aqui estão as minhas hipóteses a ponderar:

FCH - Católica : Culture Studies - Literary Cultures

FLUL:
  • Cultura e Comunicação​
  • Teoria da Literatura​

FCSH:
  • Estética e Estudos Artísticos - Cinema e Fotografia
  • Ciências da Comunicação - Cinema e Televisão
  • Filosofia
  • Literaturas e Culturas Modernas

Obrigado,

Abraço
Olá, António.

Não consigo falar-te pormenorizadamente sobre nenhum dos mestrados que referiste, no entanto, a respeito da FLUL (onde fiz a minha licenciatura) consigo dizer-te o seguinte:
Sendo tu licenciado em Direito e pretendendo seguir uma área distinta, julgo que seria bom para ti optares por uma vertente mais prática no mestrado. Assim, talvez Teoria da Literatura não seja a melhor aposta - vi o Plano de Estudos e parece-me bastante teórico. Em relação a Cultura e Comunicação, conheço um pouco melhor e penso que a maior vantagem é mesmo poderes fazer Estágio - e poderes usar o relatório de Estágio como trabalho final do Mestrado - o que não é possível em todos os cursos, nomeadamente no meu.
Julgo que essa parte mais prática será boa para compensar a parte teórica, relembrando que também podes optar por opcionais na área da Filosofia (que é um dos teus gostos).

Se quiseres algo no mundo editorial, fora de Lisboa, sei que a Universidade de Aveiro tem um mestrado em Estudos Editoriais e talvez possa ser do teu interesse também.
Espero ter ajudado, nem que seja só um bocadinho 😊
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,029
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Olá,

Atualmente estou a terminar, finalmente, o curso de Direito, porém pretendo continuar os estudos numa área distinta, onde tenha mais aptidão e interesse. Concluí já há algum tempo que tenho maior gosto em estudar matérias e temáticas relativas à Cultura, Literatura, Filosofia ou Cinema, por isso, estou muito indeciso relativamente ao mestrado que deverei escolher. O primeiro passo foi ter decidido continuar os estudos em Portugal e não no estrangeiro, pois penso que gostaria de ter este "início" de estudos ainda em Portugal pelo conforto e adaptação que já tenho no sistema de ensino superior português, apesar de ainda ter interesse e curiosidade de estudar num país diferente.

Gostaria de perguntar ou pedir por recomendações/feedback relativamente a mestrados dentro destas áreas e faculdades (que poderão não incluir só Lisboa, estou aberto a sugestões), excluí o estudo direto em mestrados de cinema pois apesar de ter interesse (já realizei uma curta-metragem e considero-me um cinéfilo) penso que não gostaria que o meu estudo fosse tão restrito a uma área que em Portugal é muito fechada.

No futuro a nível laboral é incerto o que prevejo que venha a fazer, porém revia-me a trabalhar no mundo editorial de publicação de livros ou revistas (culturais), ou a trabalhar numa instituição, museu ou empresa numa componente de consultoria cultural por exemplo. Também não excluo completamente uma carreira de investigação académica ou institucional.

Sendo assim, aqui estão as minhas hipóteses a ponderar:

FCH - Católica : Culture Studies - Literary Cultures

FLUL:
  • Cultura e Comunicação​
  • Teoria da Literatura​

FCSH:
  • Estética e Estudos Artísticos - Cinema e Fotografia
  • Ciências da Comunicação - Cinema e Televisão
  • Filosofia
  • Literaturas e Culturas Modernas

Obrigado,

Abraço
Olá, António! Espero que esteja tudo bem por aí.

Acho que o facto de estares a procurar uma área em que sintas que tens mais aptidão e interesse é um detalhe muito importante na escolha do mestrado, visto que vais derivar um bocado a área e, qualquer que seja a tua escolha, penso que vais sempre ter de fazer algum esforço para te adaptares à área e vais ter de ler muito, que é quase o modus operandi dos cursos de Letras. No entanto, eu acredito que uma boa parte dos mestrados estão preparados para que os alunos que ingressam neles venham de contextos que podem não ser directamente ligados à área, pelo que, sempre que o possas fazer, recomendo que fales com os teus professores e lhes peças recomendações de bibliografia para aprenderes sobre um determinado assunto.

Já agora, existem oportunidades de ERASMUS e programas semelhantes nos mestrados, portanto, se quiseres estudar no estrangeiro, mas, ao mesmo tempo, pretendes ter algum conforto do ensino português, diria que é uma boa opção a considerar. Portanto, além de pesquisares sobre os cursos e as faculdades, deves procurar que acordos bilaterais têm, para que saibas que oportunidades terias.

Apesar de não estar em nenhum dos mestrados que mencionas, consigo pelo menos dar-te algumas das percepções que recebi ao longo da minha licenciatura (estou neste momento a terminar a licenciatura em Estudos Artísticos e a estagiar actualmente em investigação no Centro de Estudos de Teatro).

Não acho que devas excluir o mestrado em Teoria da Literatura das tuas opções, muito sinceramente. Evidentemente que é um mestrado teórico, mas, dentro da oferta formativa da FLUL, consigo dizer-te que é dos que tem mais prestígio a nível académico. Ou seja, se queres tentar enveredar pelo mundo da investigação e da academia, este mestrado tem muito valor e conta com um quadro de professores muito prestigiado (nomeadamente, o professor Miguel Tamen e o professor António Feijó, que são dois dos investigadores mais conceituados da área e que, inclusive, leccionaram em universidades americanas). Não consigo especificar-te muito sobre o plano de estudos, mas se tiveres muita curiosidade, posso tentar reunir com algumas pessoas do mesmo.

Estive presente numa sessão de um workshop organizado pelo Programa em Teoria da Literatura (chamado Filosofia e Literatura, à qual compareci a uma sessão sobre Hamlet) e fiquei muito bem impressionada. O workshop é essencialmente organizado por um aluno de Doutoramento, filiado ao centro de Filosofia, Raimundo Henriques. Vou tentar descobrir quão versado terias de ser na área da literatura para frequentares este mestrado em condições, mas não digo que seria impossível transitares de Direito para uma área de Literatura. Se isso talvez implicasse bastante tempo de estudo e talvez mais tempo no mestrado? Talvez sim, não consigo negar-te isso. Mas toda a carreira de investigação é um pouco lenta e se for algo que ambiciones muito, trata-se bastante de um investimento de tempo.

Sendo este mestrado muito mais teórico, a via mais óbvia parece-me o mundo académico, mas não sei até que ponto não estabelecerias contactos com o mundo editorial (ou quem sabe, que conseguisses enveredar tu pela própria criação de uma editora - que não está fácil e este ano tivemos o desaparecimento de uma das melhores editoras de Clássicos, a Cotovia...). Se pretenderes publicar textos teus, num livro ou numa revista, este mestrado não te impede disso, antes pelo contrário - os alunos com maior valor provavelmente serão aqueles que no futuro poderão aparecer com obras sobre teoria da literatura. No entanto, muitas vezes, estas obras não são publicadas a nome próprio - tratam-se de compilações de artigos, muitas vezes publicadas pelos próprios centros de estudo. Quanto a artigos, tens revistas culturais em que poderás publicar, ou pelo menos submeter os teus artigos para tentarem ser publicados. Dentro das revistas culturais, tens também as revistas académicas. Conheço particularmente uma na minha área, mas é voltada para as Artes Performativas e não sei se te interessa.

Recentemente, descobri esta revista e talvez venha a ser útil no teu futuro: (Não estou a encontrar o link, de momento, mas assim que o encontrar, estará acrescentado aqui)

Sobre o mestrado em Cultura e Comunicação, é uma área que te dá mais alguma liberdade, uma vez que podes escolher uma vertente mais profissionalizante e outra mais científica. Conheço bem a licenciatura na área, mas conheço menos do mestrado - acho que é uma boa escolha se te interessares na área e quiseres ter mais opções entre um percurso que te orienta mais para trabalhares numa empresa (em jornais, por exemplo - conheço agora uma menina da licenciatura que estagia com o Diário de Notícias) ou uma vertente mais encaminhada para a investigação na área (podendo até aliares um bocadinho das duas coisas e podes vir a estagiar com centros de estudo na faculdade, o que seria a ponte entre a teoria e a parte prática).

Há uma ideia um pouco equivocada de que investigação é puramente "teórico" e que as pessoas que fazem investigação pensam sobre os assuntos e não fazem nada empiricamente, o que é uma ideia completamente desfasada da realidade (a dizer verdade, o meu estágio é tão prático como o de outros colegas meus, embora com contextos diferentes; o trabalho do centro de estudos em que me insiro passa muito pela ideia de disponibilizar informações para o público. O investigador da área muitas vezes o que faz é tratamento de dados para inserção em plataformas, em bases de dados, de forma a que esses conhecimentos se tornem acessíveis para quem os queira consultar - os curiosos, os investigadores, os profissionais da área, entre outros. Claro que depois o meu trabalho terá de vir a ser acompanhado por uma reflexão crítica sobre o assunto e que vai ser, fundamentalmente, teórica, vai ter de ser um contributo pequenino para o pensamento do assunto de que me ocupo. Se tiveres curiosidade, posso desenvolver mais sobre o que estou a fazer, caso te interesse, mas devo avisar que dentro dos Estudos Artísticos, eu trabalho mais com a parte do Teatro e Artes Performativas - que têm uma ligação ao cinema, sem dúvida, mas não trabalho directamente com a parte mais cinematográfica). Posso tentar também recolher a informação que consiga sobre CC e enviar-te.

Sobre a FCSH, conheço quem esteja nessa vertente do mestrado em Estudos Artísticos que mencionas, mas não tenho nada a comentar porque nunca questionei muito sobre a mesma. Vou tentar descobrir o que essas pessoas estão a pensar sobre o mestrado e parece-me também um mestrado voltado para investigação. No corpo docente dizem incluir o João Mário Grilo, que é o teórico mais importante do cinema em Portugal, com obras importantíssimas para o estudo do Cinema que fazem parte de qualquer biblioteca de um estudante da área, não querendo mitificar o senhor.

Lamento esta vaga digressão entre os três cursos, mas achei que devia partilhar a minha perspectiva do ponto de vista de alguém que está ainda a conhecer e a explorar a via da investigação académica. Não consigo prometer-te que vá recolher rapidamente informações de colegas, mas tentarei o possível!
 

António Morão

Membro Caloiro
Matrícula
28 Fevereiro 2020
Mensagens
8
Olá, António.

Não consigo falar-te pormenorizadamente sobre nenhum dos mestrados que referiste, no entanto, a respeito da FLUL (onde fiz a minha licenciatura) consigo dizer-te o seguinte:
Sendo tu licenciado em Direito e pretendendo seguir uma área distinta, julgo que seria bom para ti optares por uma vertente mais prática no mestrado. Assim, talvez Teoria da Literatura não seja a melhor aposta - vi o Plano de Estudos e parece-me bastante teórico. Em relação a Cultura e Comunicação, conheço um pouco melhor e penso que a maior vantagem é mesmo poderes fazer Estágio - e poderes usar o relatório de Estágio como trabalho final do Mestrado - o que não é possível em todos os cursos, nomeadamente no meu.
Julgo que essa parte mais prática será boa para compensar a parte teórica, relembrando que também podes optar por opcionais na área da Filosofia (que é um dos teus gostos).

Se quiseres algo no mundo editorial, fora de Lisboa, sei que a Universidade de Aveiro tem um mestrado em Estudos Editoriais e talvez possa ser do teu interesse também.
Espero ter ajudado, nem que seja só um bocadinho 😊
Desde já obrigado pela disponibilidade representada na tua resposta!

Penso que não tenho grande impedimento em estudar componentes um pouco mais teóricas, pois até tenho bastante interesse e gosto de ler e aprofundar teoricamente os temas, por isso não sei até que ponto isto poderá ser entrave. Consegues-me disponibilizar mais informações que tenhas relativamente a Cultura e Comunicação? E se existe facilidade em encontrar estágios dentro da área? Assemelha-se um pouco àquilo que se denomina lá fora de Culture Studies? Relativamente aos Estudos editoriais também já tinha tido a curiosidade em ver o programa nessa Universidade, mas pareceu-me demasiado fechado e um pouco isolado a outras opções dentro do mundo da literatura e cultura.

Muito Obrigado
Mensagem fundida automaticamente:

Olá, António! Espero que esteja tudo bem por aí.

Acho que o facto de estares a procurar uma área em que sintas que tens mais aptidão e interesse é um detalhe muito importante na escolha do mestrado, visto que vais derivar um bocado a área e, qualquer que seja a tua escolha, penso que vais sempre ter de fazer algum esforço para te adaptares à área e vais ter de ler muito, que é quase o modus operandi dos cursos de Letras. No entanto, eu acredito que uma boa parte dos mestrados estão preparados para que os alunos que ingressam neles venham de contextos que podem não ser directamente ligados à área, pelo que, sempre que o possas fazer, recomendo que fales com os teus professores e lhes peças recomendações de bibliografia para aprenderes sobre um determinado assunto.

Já agora, existem oportunidades de ERASMUS e programas semelhantes nos mestrados, portanto, se quiseres estudar no estrangeiro, mas, ao mesmo tempo, pretendes ter algum conforto do ensino português, diria que é uma boa opção a considerar. Portanto, além de pesquisares sobre os cursos e as faculdades, deves procurar que acordos bilaterais têm, para que saibas que oportunidades terias.

Apesar de não estar em nenhum dos mestrados que mencionas, consigo pelo menos dar-te algumas das percepções que recebi ao longo da minha licenciatura (estou neste momento a terminar a licenciatura em Estudos Artísticos e a estagiar actualmente em investigação no Centro de Estudos de Teatro).

Não acho que devas excluir o mestrado em Teoria da Literatura das tuas opções, muito sinceramente. Evidentemente que é um mestrado teórico, mas, dentro da oferta formativa da FLUL, consigo dizer-te que é dos que tem mais prestígio a nível académico. Ou seja, se queres tentar enveredar pelo mundo da investigação e da academia, este mestrado tem muito valor e conta com um quadro de professores muito prestigiado (nomeadamente, o professor Miguel Tamen e o professor António Feijó, que são dois dos investigadores mais conceituados da área e que, inclusive, leccionaram em universidades americanas). Não consigo especificar-te muito sobre o plano de estudos, mas se tiveres muita curiosidade, posso tentar reunir com algumas pessoas do mesmo.

Estive presente numa sessão de um workshop organizado pelo Programa em Teoria da Literatura (chamado Filosofia e Literatura, à qual compareci a uma sessão sobre Hamlet) e fiquei muito bem impressionada. O workshop é essencialmente organizado por um aluno de Doutoramento, filiado ao centro de Filosofia, Raimundo Henriques. Vou tentar descobrir quão versado terias de ser na área da literatura para frequentares este mestrado em condições, mas não digo que seria impossível transitares de Direito para uma área de Literatura. Se isso talvez implicasse bastante tempo de estudo e talvez mais tempo no mestrado? Talvez sim, não consigo negar-te isso. Mas toda a carreira de investigação é um pouco lenta e se for algo que ambiciones muito, trata-se bastante de um investimento de tempo.

Sendo este mestrado muito mais teórico, a via mais óbvia parece-me o mundo académico, mas não sei até que ponto não estabelecerias contactos com o mundo editorial (ou quem sabe, que conseguisses enveredar tu pela própria criação de uma editora - que não está fácil e este ano tivemos o desaparecimento de uma das melhores editoras de Clássicos, a Cotovia...). Se pretenderes publicar textos teus, num livro ou numa revista, este mestrado não te impede disso, antes pelo contrário - os alunos com maior valor provavelmente serão aqueles que no futuro poderão aparecer com obras sobre teoria da literatura. No entanto, muitas vezes, estas obras não são publicadas a nome próprio - tratam-se de compilações de artigos, muitas vezes publicadas pelos próprios centros de estudo. Quanto a artigos, tens revistas culturais em que poderás publicar, ou pelo menos submeter os teus artigos para tentarem ser publicados. Dentro das revistas culturais, tens também as revistas académicas. Conheço particularmente uma na minha área, mas é voltada para as Artes Performativas e não sei se te interessa.

Recentemente, descobri esta revista e talvez venha a ser útil no teu futuro: (Não estou a encontrar o link, de momento, mas assim que o encontrar, estará acrescentado aqui)

Sobre o mestrado em Cultura e Comunicação, é uma área que te dá mais alguma liberdade, uma vez que podes escolher uma vertente mais profissionalizante e outra mais científica. Conheço bem a licenciatura na área, mas conheço menos do mestrado - acho que é uma boa escolha se te interessares na área e quiseres ter mais opções entre um percurso que te orienta mais para trabalhares numa empresa (em jornais, por exemplo - conheço agora uma menina da licenciatura que estagia com o Diário de Notícias) ou uma vertente mais encaminhada para a investigação na área (podendo até aliares um bocadinho das duas coisas e podes vir a estagiar com centros de estudo na faculdade, o que seria a ponte entre a teoria e a parte prática).

Há uma ideia um pouco equivocada de que investigação é puramente "teórico" e que as pessoas que fazem investigação pensam sobre os assuntos e não fazem nada empiricamente, o que é uma ideia completamente desfasada da realidade (a dizer verdade, o meu estágio é tão prático como o de outros colegas meus, embora com contextos diferentes; o trabalho do centro de estudos em que me insiro passa muito pela ideia de disponibilizar informações para o público. O investigador da área muitas vezes o que faz é tratamento de dados para inserção em plataformas, em bases de dados, de forma a que esses conhecimentos se tornem acessíveis para quem os queira consultar - os curiosos, os investigadores, os profissionais da área, entre outros. Claro que depois o meu trabalho terá de vir a ser acompanhado por uma reflexão crítica sobre o assunto e que vai ser, fundamentalmente, teórica, vai ter de ser um contributo pequenino para o pensamento do assunto de que me ocupo. Se tiveres curiosidade, posso desenvolver mais sobre o que estou a fazer, caso te interesse, mas devo avisar que dentro dos Estudos Artísticos, eu trabalho mais com a parte do Teatro e Artes Performativas - que têm uma ligação ao cinema, sem dúvida, mas não trabalho directamente com a parte mais cinematográfica). Posso tentar também recolher a informação que consiga sobre CC e enviar-te.

Sobre a FCSH, conheço quem esteja nessa vertente do mestrado em Estudos Artísticos que mencionas, mas não tenho nada a comentar porque nunca questionei muito sobre a mesma. Vou tentar descobrir o que essas pessoas estão a pensar sobre o mestrado e parece-me também um mestrado voltado para investigação. No corpo docente dizem incluir o João Mário Grilo, que é o teórico mais importante do cinema em Portugal, com obras importantíssimas para o estudo do Cinema que fazem parte de qualquer biblioteca de um estudante da área, não querendo mitificar o senhor.

Lamento esta vaga digressão entre os três cursos, mas achei que devia partilhar a minha perspectiva do ponto de vista de alguém que está ainda a conhecer e a explorar a via da investigação académica. Não consigo prometer-te que vá recolher rapidamente informações de colegas, mas tentarei o possível!

Olá, muito obrigado pela disponibilidade e ajuda oferecida!

Sim, tenho noção que a diferença entre a minha área de origem e a que eu desejo ingressar é distinta, porém ao longo dos últimos anos tenho tentado compensar um pouco essa lacuna de forma autónoma, e também porque me vim a participar em cursos livres de filosofia e literatura em associações e faculdades.

Sim, por acaso tinha um pouco essa ideia associada ao prestígio e qualidade do mestrado de Teoria da Literatura. Achas que conseguirias recolher algum feedback de alunos relativamente à forma de lecionação do mestrado e dos seus professores? E se existe essa facilidade em estabelecer contactos relativamente ao mundo editorial da Literatura?, Algo que me agradou na tua resposta é que é então verificável o entrecruzar da Filosofia com o mestrado!

Pois também foi isso que me agradou no programa de Cultura e Comunicação, pois aparenta oferecer essa segurança de não te sentires agarrado ao mundo académico eternamente, aparenta poder conciliar ambas as esferas!

Relativamente ao tema da investigação académica tenho algumas questões, até que ponto existe liberdade de escolha no meio relativamente às componentes e temáticas que desejas investigar ou aprofundar? E monetariamente num futuro próximo existe alguma possibilidade de adquirição de independência em termos de ganhos? (desculpa esta última pergunta mais materialista, mas também é um ponto a reflectir no presente).
Tenho toda a curiosidade em saber mais como funciona as tarefas que neste momento estás a executar no teu estágio. E ficaria, mais uma vez, muito agradecido se então conseguisses recolher um pouco de mais informação sobre CC.

Se também conseguisses informações ou até o contacto (para não te chatear tanto) relativamente a essas pessoas no Mestrado de Estética e Estudos Artísticos na FCSH ficaria também muito grato!

Também gostaria de saber qual é a tua opinião relativamente à comparação entre a FCSH e a FLUL em termos de mestrados, pois a ideia geral que muitas vezes passa cá para fora é que a organização da FLUL é muito relaxada e que em termos de investigação e organização académica a FCSH é por vezes rotulada como uma faculdade mais moderna e adaptada à actualidade, e que a proximidade entre Professor e aluno no campo da investigação e mesmo a lecionação é maior na FCSH do que na FLUL (tudo isto podem ser preconceitos e ideias erradas, mas é muitas vezes esta a imagem que passa para o exterior.)

Por acaso tens algum conhecimento relativamente à FCH-Católica? Nas informações dadas pelo site parece ao mesmo tempo moderna, com muitos contactos para lá da faculdade e inclusive no estrangeiro, mas aparenta ter uma onda de superficialidade nos programas curriculares.

Muito Obrigado pela ajuda!
 
Última edição:

Alexandra S.

Moderador
Equipa Uniarea
Moderador
Colaborador Editorial
Matrícula
10 Março 2015
Mensagens
3,848
Curso
Mestrado CCTI
Instituição
Iscte
Desde já obrigado pela disponibilidade representada na tua resposta!

Penso que não tenho grande impedimento em estudar componentes um pouco mais teóricas, pois até tenho bastante interesse e gosto de ler e aprofundar teoricamente os temas, por isso não sei até que ponto isto poderá ser entrave. Consegues-me disponibilizar mais informações que tenhas relativamente a Cultura e Comunicação? E se existe facilidade em encontrar estágios dentro da área? Assemelha-se um pouco àquilo que se denomina lá fora de Culture Studies? Relativamente aos Estudos editoriais também já tinha tido a curiosidade em ver o programa nessa Universidade, mas pareceu-me demasiado fechado e um pouco isolado a outras opções dentro do mundo da literatura e cultura.

Muito Obrigado
Ora essa 😊

Em relação a mais info sobre Cultura e Comunicação, penso que a @Ariana_ esclareceu-te da melhor forma. Quanto às restantes dúvidas que me apresentas, vou falar-te segundo a perspectiva de alguém que está num mestrado que engloba a Comunicação e a Cultura (mas não só):

1) No meu caso, para além da Dissertação, estou também a realizar estágio numa empresa. Não te vou mentir ou usar eufemismos: estágios dentro desta área não são particularmente fáceis de arranjar. Se tiveres apoio da faculdade, torna-se um pouco mais fácil mas prepara-te para enviar muitos CV's e tenta não te restringires apenas a uma determinada área. Tenho colegas a estagiarem nas várias Embaixadas existentes em Portugal, em plataformas de luta contra o racismo e mesmo na rádio e em jornais/ revistas. Tenho também alguns colegas em estágio no Cinema S.Jorge e na Marinha.

2) Eu diria que sim, que é bastante semelhante aos Cultural Studies. Uso no mestrado muitos conceitos e autores que estudei na licenciatura (sou licenciada em Línguas, Literaturas e Culturas, btw), como referências nessa área: Adorno, Habermas, Hall... Por isso, julgo que um mestrado como o de Cultura e Comunicação (exclusivamente) seja ainda mais intenso nesse aspecto.
Sugeri-te o mestrado em Estudos Editoriais porque tenho uma amiga que o fez lá - posso pedir-lhe o feedback, também 😁
 
  • Like
Reactions: António Morão

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,029
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Sim, tenho noção que a diferença entre a minha área de origem e a que eu desejo ingressar é distinta, porém ao longo dos últimos anos tenho tentado compensar um pouco essa lacuna de forma autónoma, e também porque me vim a participar em cursos livres de filosofia e literatura em associações e faculdades.
Isso é óptimo, sendo assim, vai ajudar a que tenhas menos dificuldades a pegar no ritmo.
Relativamente ao tema da investigação académica tenho algumas questões, até que ponto existe liberdade de escolha no meio relativamente às componentes e temáticas que desejas investigar ou aprofundar? E monetariamente num futuro próximo existe alguma possibilidade de adquirição de independência em termos de ganhos? (desculpa esta última pergunta mais materialista, mas também é um ponto a reflectir no presente).
Tenho toda a curiosidade em saber mais como funciona as tarefas que neste momento estás a executar no teu estágio.
Vou ser muito realista quanto à investigação - não há muita liberdade em Letras, especialmente se estiveres a estagiar em investigação. Mas fora isso, um aluno que esteja a mestrar não pode ainda concorrer como investigador e tem de se candidatar a Bolsas de Investigação, que são financiadas pela FCT. Tanto os estágios como as bolsas costumam ser enquadrados dentro dos projectos que já existem dentro dos centros de investigação (e a culpa dessa falta de liberdade não é dos centros, atenção, mas o financiamento deles é todo muito estruturado pela FCT e isso condiciona as bolsas; aliás, os projectos obtêm financiamento de acordo com propostas que são entregues muito tempo antes, daí não surgir muito essas oportunidades de pura liberdade. O que não significa que possas fazer propostas e o que não significa que no futuro não venhas a apresentar um projecto para ser financiado que vá mais de acordo com os teus interesses investigativos). Não obstante, dentro do projecto em que me insiro vou ter a liberdade de escolher um tema para reflectir no meu relatório de estágio, relacionado com o que estou a fazer. Ou seja, quando estiveres a trabalhar num projecto, podes desenvolver temas no relatório ou podes até escrever papers sobre alguma investigação que faças e que decidas tentar publicar numa revista académica. Conheço pelo menos um caso de uma aluna que terminou a licenciatura e que os professores recomendaram que ela publicasse uma boa parte daquilo que escreveu em relatório.

A minha opinião sincera quanto aos temas é que também se fosse tudo demasiado livre, a maioria dos alunos não saberia muito bem o que investigar e ficaria algo tão vago que poderia ser contraprodutivo. Tendo projectos enquadrados, pelo menos vais ganhando experiência com áreas que te interessem mais. Por exemplo, normalmente, os centros de investigação têm várias linhas de investigação (não significa que sejam estanques, um investigador pode fazer projectos em várias áreas), mas muitas vezes os alunos ficam integrados dentro de uma determinada linha. Eu estou neste momento dentro de uma linha investigativa mais orientada para a História do Teatro em Portugal, mas não implica que depois não ingresse noutros projectos fora dessa linha. Mas terás de fazer uma Dissertação no Mestrado e aí tens bastante liberdade na escolha do tema, embora tenhas um Orientador sempre a verificar a exequibilidade do tema seleccionado.

A nível monetário, como estou num estágio curricular, estou a fazer 150h pela módica quantia de 0 euros. Nas Bolsas de Investigação, para o caso dos alunos que frequentem um Mestrado, recebes 805,98. Normalmente, os projectos estendem-se entre 6-12 meses. Caso fiques sem projecto, não tens direito a fundo desemprego nem nada do género e por isso é que se costuma dizer que investigação é uma área muito precária - há poucas salvaguardas caso fiques sem vaga no projecto. Após o mestrado, se ingressares no Doutoramento e ganhares bolsa, passas a receber 1074,64 e depois do Doutoramento 1616 euros. Por essa altura, é um bocadinho orares para que abram concurso para emprego científico (FCT — Estímulo ao Emprego Ciêntifico) e aí é quando já podes dizer que tens um estatuto de investigador e ganhas bastante melhor (mas lá está, só consegues isto depois do doutoramento).

Quanto às minhas tarefas: Trabalho com uma base de dados criada por uma unidade de investigação da FCSH (esta: Revistas de Ideias e Cultura). A base dedica-se à inserção de revistas do início do século XX que tenham marcado o pensamento ideológico, político, social e cultural daquela época e dos respectivos dados sobre as mesmas. No meu caso, estou com mais duas investigadoras a disponibilizar uma revista importante sobre teatro, mas que ainda não está pública no site. Dedico-me à produção de analíticos dos artigos da revista (e fazemos toda a indexação dos nomes citados, obras, índices geográficos, etc). Trata-se bastante de ler e compreender o que é que aquele documento (artigo) significa e por isso era requisitado um estagiário que tivesse conhecimentos algo decentes sobre História do Teatro em Portugal. Dentro destas minhas tarefas, terei de fazer uma reflexão mais crítica, cujo tema ainda não tenho decidido, mas estou inclinada em pegar em algumas peças publicadas nessa mesma revista dos anos 20 e demonstrar como elas estão relacionadas a eventos políticos e associadas a determinadas ideias que circulavam na sociedade da época e entre os pensadores. É muito giro aceder aos fac-símiles da revista e perceber que estou a ler um periódico com 100 anos, mas sempre gostei de coisas antigas e percebo que possa não ser o cup of tea de toda a gente 🤣
Também gostaria de saber qual é a tua opinião relativamente à comparação entre a FCSH e a FLUL em termos de mestrados, pois a ideia geral que muitas vezes passa cá para fora é que a organização da FLUL é muito relaxada e que em termos de investigação e organização académica a FCSH é por vezes rotulada como uma faculdade mais moderna e adaptada à actualidade, e que a proximidade entre Professor e aluno no campo da investigação e mesmo a lecionação é maior na FCSH do que na FLUL (tudo isto podem ser preconceitos e ideias erradas, mas é muitas vezes esta a imagem que passa para o exterior.)
Como não frequento o mestrado ainda, não consigo dar-te a perspectiva que não seja de uma pessoa que pesquisou, que conhece algumas pessoas em mestrado e que ajudou nas inscrições neste ano lectivo. Sei que a FCSH tem vários projectos um pouco mais modernos e de raiz (trabalho com uma base de dados deles que me parece muito mais actual do que as que a FLUL costuma ter) e parece-me ser mais "organizada" num sentido mais formal, mas não acho que a FLUL seja prejudicada por isso (aliás, existem ligações entre as duas faculdades - curiosamente, o meu estágio é fruto de uma parceria de um projecto da FCSH com o centro de estudos da minha faculdade, i.e, eles integraram-me a mim e mais duas investigadoras da FLUL para inserirmos uma revista da área teatral numa base de dados que se dedica à História das Ideias do início do século XX). É possível que a FLUL seja mais "desorganizada" academicamente, mas não vejo isso como uma bruta desvantagem, nem vejo isso como necessariamente algo que faça com que uns alunos sejam mais relaxados que outros.

Quanto à proximidade, não acho que os professores da FLUL sejam distantes dos seus alunos, pelo menos, não é essa a minha experiência na licenciatura. Claro que há casos e casos e há profs mais complicados, mas a minha opinião geral é que os professores são interessados pelos alunos, a maior parte das vezes. No meu caso, estive sempre numa licenciatura com cerca de 40-50 colegas e mesmo com esses alunos todos, senti que os meus professores esforçavam-se para incentivarem os alunos a prosseguirem estudos, mesmo quando já não fossem alunos deles. Creio que em mestrado a proximidade só poderá aumentar, uma vez que pretendo Estudos de Teatro, que é um mestrado pequenino e a maioria do corpo docente não me é estranho ou já foram meus profs em algum ponto. Não sei se existe uma diferença grande entre os outros cursos, tudo isto é subjectivo.
Por acaso tens algum conhecimento relativamente à FCH-Católica? Nas informações dadas pelo site parece ao mesmo tempo moderna, com muitos contactos para lá da faculdade e inclusive no estrangeiro, mas aparenta ter uma onda de superficialidade nos programas curriculares.
Não conheço a Católica, infelizmente 😿

Quanto ao resto, já fiz um pedido de informações e estou à espera de recolher informações. Logo assim que tiver, não hesitarei em publicar por aqui o que obtive.
Mensagem fundida automaticamente:

Ciências da Comunicação - Cinema e Televisão
Só para acrescentar que encontrei uma pessoa deste curso disponível. Se quiseres, podes dizer-me que perguntas gostarias de fazer que eu reencaminho as respostas 😌
Mensagem fundida automaticamente:

[UPDATE] Consegui recolher alguma informação sobre o mestrado em Teoria da Literatura 🤗 Deixo aqui a mensagem que recebi. Eu coloquei a questão sobre o mundo editorial e aguardo resposta, assim que tiver, será acrescentado!

"Olá, Ariana. Estou no primeiro ano de mestrado de Teoria da Literatura e é um óptimo curso, dependendo dos teus interesses, claro. Os focos principais são teoria e crítica literária e filosofia, mas também se fala de outras coisas (teoria da arte e do cinema, entre outras coisas). Não sei o que queres fazer com esse mestrado, mas tem dos melhores professores da faculdade. Costumam ser os mesmos professores, mas o programa muda todos os anos. É um programa bastante activo, há workshops de filosofia e literatura várias vezes por mês, uma revista muito boa e os alunos de mestrado e doutoramento têm muitos dos seminários em conjunto, não há muita diferenciação entre os dois. Se tiveres alguma dúvida, podes perguntar à vontade!"

Até eu fiquei francamente tentada a um dia fazer este mestrado 🥺
Mensagem fundida automaticamente:

[FEEDBACK SOBRE INGRESSAR VINDO DE OUTRA ÁREA/ O RAMO EDITORIAL]
"Não é preciso ter estudado literatura ou filosofia antes para ser considerado para o programa. Aliás, a diversidade de ramos de estudo é visto pelas pessoas do programa como sendo sempre uma coisa boa. Há muitas ligações entre literatura, filosofia e direito, por isso não duvido que alguém de Direito se desse bem
🙂
Quanto ao mundo editorial, não é um dos 'propósitos' do curso, mas conheço pessoas que depois de terminarem o curso foram trabalhar para essa área de trabalho!"

Todos os agradecimentos vão para o aluno que se disponibilizou para responder às minhas questões 🤗
 
Última edição:
  • Like
Reactions: Diana Valença

António Morão

Membro Caloiro
Matrícula
28 Fevereiro 2020
Mensagens
8
Isso é óptimo, sendo assim, vai ajudar a que tenhas menos dificuldades a pegar no ritmo.

Vou ser muito realista quanto à investigação - não há muita liberdade em Letras, especialmente se estiveres a estagiar em investigação. Mas fora isso, um aluno que esteja a mestrar não pode ainda concorrer como investigador e tem de se candidatar a Bolsas de Investigação, que são financiadas pela FCT. Tanto os estágios como as bolsas costumam ser enquadrados dentro dos projectos que já existem dentro dos centros de investigação (e a culpa dessa falta de liberdade não é dos centros, atenção, mas o financiamento deles é todo muito estruturado pela FCT e isso condiciona as bolsas; aliás, os projectos obtêm financiamento de acordo com propostas que são entregues muito tempo antes, daí não surgir muito essas oportunidades de pura liberdade. O que não significa que possas fazer propostas e o que não significa que no futuro não venhas a apresentar um projecto para ser financiado que vá mais de acordo com os teus interesses investigativos). Não obstante, dentro do projecto em que me insiro vou ter a liberdade de escolher um tema para reflectir no meu relatório de estágio, relacionado com o que estou a fazer. Ou seja, quando estiveres a trabalhar num projecto, podes desenvolver temas no relatório ou podes até escrever papers sobre alguma investigação que faças e que decidas tentar publicar numa revista académica. Conheço pelo menos um caso de uma aluna que terminou a licenciatura e que os professores recomendaram que ela publicasse uma boa parte daquilo que escreveu em relatório.

A minha opinião sincera quanto aos temas é que também se fosse tudo demasiado livre, a maioria dos alunos não saberia muito bem o que investigar e ficaria algo tão vago que poderia ser contraprodutivo. Tendo projectos enquadrados, pelo menos vais ganhando experiência com áreas que te interessem mais. Por exemplo, normalmente, os centros de investigação têm várias linhas de investigação (não significa que sejam estanques, um investigador pode fazer projectos em várias áreas), mas muitas vezes os alunos ficam integrados dentro de uma determinada linha. Eu estou neste momento dentro de uma linha investigativa mais orientada para a História do Teatro em Portugal, mas não implica que depois não ingresse noutros projectos fora dessa linha. Mas terás de fazer uma Dissertação no Mestrado e aí tens bastante liberdade na escolha do tema, embora tenhas um Orientador sempre a verificar a exequibilidade do tema seleccionado.

A nível monetário, como estou num estágio curricular, estou a fazer 150h pela módica quantia de 0 euros. Nas Bolsas de Investigação, para o caso dos alunos que frequentem um Mestrado, recebes 805,98. Normalmente, os projectos estendem-se entre 6-12 meses. Caso fiques sem projecto, não tens direito a fundo desemprego nem nada do género e por isso é que se costuma dizer que investigação é uma área muito precária - há poucas salvaguardas caso fiques sem vaga no projecto. Após o mestrado, se ingressares no Doutoramento e ganhares bolsa, passas a receber 1074,64 e depois do Doutoramento 1616 euros. Por essa altura, é um bocadinho orares para que abram concurso para emprego científico (FCT — Estímulo ao Emprego Ciêntifico) e aí é quando já podes dizer que tens um estatuto de investigador e ganhas bastante melhor (mas lá está, só consegues isto depois do doutoramento).

Quanto às minhas tarefas: Trabalho com uma base de dados criada por uma unidade de investigação da FCSH (esta: Revistas de Ideias e Cultura). A base dedica-se à inserção de revistas do início do século XX que tenham marcado o pensamento ideológico, político, social e cultural daquela época e dos respectivos dados sobre as mesmas. No meu caso, estou com mais duas investigadoras a disponibilizar uma revista importante sobre teatro, mas que ainda não está pública no site. Dedico-me à produção de analíticos dos artigos da revista (e fazemos toda a indexação dos nomes citados, obras, índices geográficos, etc). Trata-se bastante de ler e compreender o que é que aquele documento (artigo) significa e por isso era requisitado um estagiário que tivesse conhecimentos algo decentes sobre História do Teatro em Portugal. Dentro destas minhas tarefas, terei de fazer uma reflexão mais crítica, cujo tema ainda não tenho decidido, mas estou inclinada em pegar em algumas peças publicadas nessa mesma revista dos anos 20 e demonstrar como elas estão relacionadas a eventos políticos e associadas a determinadas ideias que circulavam na sociedade da época e entre os pensadores. É muito giro aceder aos fac-símiles da revista e perceber que estou a ler um periódico com 100 anos, mas sempre gostei de coisas antigas e percebo que possa não ser o cup of tea de toda a gente 🤣

Como não frequento o mestrado ainda, não consigo dar-te a perspectiva que não seja de uma pessoa que pesquisou, que conhece algumas pessoas em mestrado e que ajudou nas inscrições neste ano lectivo. Sei que a FCSH tem vários projectos um pouco mais modernos e de raiz (trabalho com uma base de dados deles que me parece muito mais actual do que as que a FLUL costuma ter) e parece-me ser mais "organizada" num sentido mais formal, mas não acho que a FLUL seja prejudicada por isso (aliás, existem ligações entre as duas faculdades - curiosamente, o meu estágio é fruto de uma parceria de um projecto da FCSH com o centro de estudos da minha faculdade, i.e, eles integraram-me a mim e mais duas investigadoras da FLUL para inserirmos uma revista da área teatral numa base de dados que se dedica à História das Ideias do início do século XX). É possível que a FLUL seja mais "desorganizada" academicamente, mas não vejo isso como uma bruta desvantagem, nem vejo isso como necessariamente algo que faça com que uns alunos sejam mais relaxados que outros.

Quanto à proximidade, não acho que os professores da FLUL sejam distantes dos seus alunos, pelo menos, não é essa a minha experiência na licenciatura. Claro que há casos e casos e há profs mais complicados, mas a minha opinião geral é que os professores são interessados pelos alunos, a maior parte das vezes. No meu caso, estive sempre numa licenciatura com cerca de 40-50 colegas e mesmo com esses alunos todos, senti que os meus professores esforçavam-se para incentivarem os alunos a prosseguirem estudos, mesmo quando já não fossem alunos deles. Creio que em mestrado a proximidade só poderá aumentar, uma vez que pretendo Estudos de Teatro, que é um mestrado pequenino e a maioria do corpo docente não me é estranho ou já foram meus profs em algum ponto. Não sei se existe uma diferença grande entre os outros cursos, tudo isto é subjectivo.

Não conheço a Católica, infelizmente 😿

Quanto ao resto, já fiz um pedido de informações e estou à espera de recolher informações. Logo assim que tiver, não hesitarei em publicar por aqui o que obtive.
Mensagem fundida automaticamente:


Só para acrescentar que encontrei uma pessoa deste curso disponível. Se quiseres, podes dizer-me que perguntas gostarias de fazer que eu reencaminho as respostas 😌
Mensagem fundida automaticamente:

[UPDATE] Consegui recolher alguma informação sobre o mestrado em Teoria da Literatura 🤗 Deixo aqui a mensagem que recebi. Eu coloquei a questão sobre o mundo editorial e aguardo resposta, assim que tiver, será acrescentado!

"Olá, Ariana. Estou no primeiro ano de mestrado de Teoria da Literatura e é um óptimo curso, dependendo dos teus interesses, claro. Os focos principais são teoria e crítica literária e filosofia, mas também se fala de outras coisas (teoria da arte e do cinema, entre outras coisas). Não sei o que queres fazer com esse mestrado, mas tem dos melhores professores da faculdade. Costumam ser os mesmos professores, mas o programa muda todos os anos. É um programa bastante activo, há workshops de filosofia e literatura várias vezes por mês, uma revista muito boa e os alunos de mestrado e doutoramento têm muitos dos seminários em conjunto, não há muita diferenciação entre os dois. Se tiveres alguma dúvida, podes perguntar à vontade!"

Até eu fiquei francamente tentada a um dia fazer este mestrado 🥺

Obrigado pelo conhecimento e informação disponibilizada relativamente ao campo da investigação, realmente sou um pouco leigo na matéria, por acaso sabes-me dizer quais são os critérios de atribuição dessas bolsas?

O teu estágio parece ser muito interessante, espero que continue a correr bem. A FDUL tinha uma revista nos anos 50 e 60 chamada Quadrante no qual passaram muitos nomes importantes de diversas áreas do panorama nacional, e acho que a reativaram há pouco tempo. Talvez fosse mais uma publicação a acrescentar nesse colectivo de publicações!

Então concordas que em ambas as faculdades os âmbitos e formas de lecionação e investigação são semelhantes em termos de qualidade?

Relativamente a questões sobre CC na FCSH gostaria de saber o feedback geral do mestrado em termos de professores e aulas? E se é com relativa facilidade que se consegue interligar o estudo desse mestrado ao Cinema, ou Filosofia ou Literatura. E quais são as vantagens desse mestrado em face a outros mestrados um pouco mais teóricos como aqueles que já falámos aqui!

Relativamente a Teoria da Literatura agradeço imenso a disponibilidade da resposta e da procura por pessoas nesse mestrado; então sim, se ela puder responder se acha que este mestrado apenas limita-se à investigação ou se tem oportunidades no mundo editorial, da comunicação e da cultura (mesmo dentro do cinema etc)... E vi nos requisitos que é necessário ter conhecimento de uma língua para lá do inglês, confirma-se? Se sim, poderá ser só um nível avançado de Inglês (C1) e um nível básico de Francês? Para lá disto gostaria também de lhe perguntar se alguma vez ponderou seguir esse tipo de estudos noutra faculdade, como na fcsh em literaturas e culturas modernas, e se vê nesse mestrado um elemento que o distingue ou destaca dos outros na área.

Peço desculpa pelo incómodo, se preferires poderei falar com a pessoa para não teres esse trabalho!

muito obrigado!
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,029
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Obrigado pelo conhecimento e informação disponibilizada relativamente ao campo da investigação, realmente sou um pouco leigo na matéria, por acaso sabes-me dizer quais são os critérios de atribuição dessas bolsas?
Depende do projecto em si, mas regra geral avaliam o teu currículo académico, a congruência da tua área com a área do projecto, as notas que obtiveste, o teu CV em si, a tua carta de motivação, por vezes cartas de recomendação e o teu desempenho na entrevista. No caso da FLUL, temos uma página onde são publicitados os concursos para essas bolsas de investigação, penso que a melhor maneira de aprenderes sobre estes concursos é consultares a página e veres os documentos anexos: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa - Bolsas FLUL
O teu estágio parece ser muito interessante, espero que continue a correr bem. A FDUL tinha uma revista nos anos 50 e 60 chamada Quadrante no qual passaram muitos nomes importantes de diversas áreas do panorama nacional, e acho que a reativaram há pouco tempo. Talvez fosse mais uma publicação a acrescentar nesse colectivo de publicações!
É possível que sim! Infelizmente, eu não trato propriamente da selecção das revistas que lá são colocadas, mas algum investigador da área do Direito poderá perfeitamente vir a sugerir essa revista.
Então concordas que em ambas as faculdades os âmbitos e formas de lecionação e investigação são semelhantes em termos de qualidade?
Sim, diria que sim. São diferentes e acho que é por serem diferentes que existe uma melhor qualidade para ambas.
Relativamente a questões sobre CC na FCSH gostaria de saber o feedback geral do mestrado em termos de professores e aulas? E se é com relativa facilidade que se consegue interligar o estudo desse mestrado ao Cinema, ou Filosofia ou Literatura. E quais são as vantagens desse mestrado em face a outros mestrados um pouco mais teóricos como aqueles que já falámos aqui!
Vou colocar essas questões à menina. Infelizmente, não te posso ceder o contacto dela porque ela deu-me o número de telemóvel a pensar que era para mim e só poderei dá-lo com o seu consentimento, claro!

Troquei mensagens com a rapariga, licenciada em Estudos Artísticos pela FLUL 🤗

"Primeiro queria só dizer que o mestrado funciona um bocadinho como a nossa licenciatura em Estudos Artísticos, ou seja, as cadeiras são todas opções, o que eu quero dizer com isto é que alguém pode andar no mesmo mestrado e estar a fazer um percurso completamente diferente
ou seja, talvez o que eu te responda não é bem sobre o mestrado mas sobre as cadeiras que eu fiz e estou a fazer efetivamente
então tu fazes 6 cadeiras no total (1 ano), 4 delas são opções condicionadas (de um grupo mais restrito) e as outras 2 completamente livres (podes fazer qualquer cadeira disponível de pós-graduação e mestrado) + 1 semestre não letivo (tese/projeto/estágio)
Eu fiz, no primeiro semestre, Atelier de Televisão, Realização Cinematográfica e Documentário Contemporâneo (a última como opção livre); e agora, no segundo, estou a fazer Fotografia e Cinema, Cinema Contemporâneo e Filosofia e Cinema (como opção livre)
Pronto, o curso é fixe, dentro do mesmo estilo que a licenciatura da flul. As cadeiras são ligeiramente mais teóricas do que estava a contar, mas ainda há uma ou outra prática, como Atelier de Televisão e Documentário. Não te deixes enganar pelos nomes das cadeiras pq normalmente é ao lado, por exemplo, Realização Cinematográfica é na verdade Análise Fílmica.
Acho que em termos de currículo, pelo que tenho percebido, a NOVA é muito prestigiada, ou seja, isso é obviamente um ponto a favor.
Mas é basicamente isso, depois posso é responder a perguntas tuas mais específicas do funcionamento da faculdade e do curso, ou mesmo das cadeiras, se já tiveres algumas ideias do que queres escolher
Forma como é analisada a tua candidatura: eles depois na análise atribuem uma nota de 0 a 20 à tua carta de motivação, ao teu currículo, e usam os três números (cv + carta + média) para fazer uma média final, não há entrevistas nem nada.
Se tiveres mais dúvidas, não hesites!!!"
Relativamente a Teoria da Literatura agradeço imenso a disponibilidade da resposta e da procura por pessoas nesse mestrado; então sim, se ela puder responder se acha que este mestrado apenas limita-se à investigação ou se tem oportunidades no mundo editorial, da comunicação e da cultura (mesmo dentro do cinema etc)... E vi nos requisitos que é necessário ter conhecimento de uma língua para lá do inglês, confirma-se? Se sim, poderá ser só um nível avançado de Inglês (C1) e um nível básico de Francês? Para lá disto gostaria também de lhe perguntar se alguma vez ponderou seguir esse tipo de estudos noutra faculdade, como na fcsh em literaturas e culturas modernas, e se vê nesse mestrado um elemento que o distingue ou destaca dos outros na área.
"A maioria das pessoas acaba por fazer investigação ou ir para ensino. É um curso muito virado para si mesmo. Se o interesse é trabalhar no sector da cultura/cinema, acho que há cursos mais apropriados para isso. Quanto à língua, é verdade que é preciso outra língua para além do Inglês. Há pessoas que entram com níveis básicos, mas é sempre uma mais-valia neste curso. Como normalmente damos textos que estão originalmente noutras línguas, é bom ter alguns conhecimentos. Não sei muito sobre os cursos da FCSH mas conheço pessoas que estão em mestrado na área de literatura lá e posso perguntar!"

Eu pedi para a pessoa perguntar sobre os mestrados da FCSH, se fosse possível, se obtiver resposta, publico o feedback!
 
  • Like
Reactions: Diana Valença

António Morão

Membro Caloiro
Matrícula
28 Fevereiro 2020
Mensagens
8
Depende do projecto em si, mas regra geral avaliam o teu currículo académico, a congruência da tua área com a área do projecto, as notas que obtiveste, o teu CV em si, a tua carta de motivação, por vezes cartas de recomendação e o teu desempenho na entrevista. No caso da FLUL, temos uma página onde são publicitados os concursos para essas bolsas de investigação, penso que a melhor maneira de aprenderes sobre estes concursos é consultares a página e veres os documentos anexos: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa - Bolsas FLUL

É possível que sim! Infelizmente, eu não trato propriamente da selecção das revistas que lá são colocadas, mas algum investigador da área do Direito poderá perfeitamente vir a sugerir essa revista.

Sim, diria que sim. São diferentes e acho que é por serem diferentes que existe uma melhor qualidade para ambas.

Vou colocar essas questões à menina. Infelizmente, não te posso ceder o contacto dela porque ela deu-me o número de telemóvel a pensar que era para mim e só poderei dá-lo com o seu consentimento, claro!

Troquei mensagens com a rapariga, licenciada em Estudos Artísticos pela FLUL 🤗

"Primeiro queria só dizer que o mestrado funciona um bocadinho como a nossa licenciatura em Estudos Artísticos, ou seja, as cadeiras são todas opções, o que eu quero dizer com isto é que alguém pode andar no mesmo mestrado e estar a fazer um percurso completamente diferente
ou seja, talvez o que eu te responda não é bem sobre o mestrado mas sobre as cadeiras que eu fiz e estou a fazer efetivamente
então tu fazes 6 cadeiras no total (1 ano), 4 delas são opções condicionadas (de um grupo mais restrito) e as outras 2 completamente livres (podes fazer qualquer cadeira disponível de pós-graduação e mestrado) + 1 semestre não letivo (tese/projeto/estágio)
Eu fiz, no primeiro semestre, Atelier de Televisão, Realização Cinematográfica e Documentário Contemporâneo (a última como opção livre); e agora, no segundo, estou a fazer Fotografia e Cinema, Cinema Contemporâneo e Filosofia e Cinema (como opção livre)
Pronto, o curso é fixe, dentro do mesmo estilo que a licenciatura da flul. As cadeiras são ligeiramente mais teóricas do que estava a contar, mas ainda há uma ou outra prática, como Atelier de Televisão e Documentário. Não te deixes enganar pelos nomes das cadeiras pq normalmente é ao lado, por exemplo, Realização Cinematográfica é na verdade Análise Fílmica.
Acho que em termos de currículo, pelo que tenho percebido, a NOVA é muito prestigiada, ou seja, isso é obviamente um ponto a favor.
Mas é basicamente isso, depois posso é responder a perguntas tuas mais específicas do funcionamento da faculdade e do curso, ou mesmo das cadeiras, se já tiveres algumas ideias do que queres escolher
Forma como é analisada a tua candidatura: eles depois na análise atribuem uma nota de 0 a 20 à tua carta de motivação, ao teu currículo, e usam os três números (cv + carta + média) para fazer uma média final, não há entrevistas nem nada.
Se tiveres mais dúvidas, não hesites!!!"

"A maioria das pessoas acaba por fazer investigação ou ir para ensino. É um curso muito virado para si mesmo. Se o interesse é trabalhar no sector da cultura/cinema, acho que há cursos mais apropriados para isso. Quanto à língua, é verdade que é preciso outra língua para além do Inglês. Há pessoas que entram com níveis básicos, mas é sempre uma mais-valia neste curso. Como normalmente damos textos que estão originalmente noutras línguas, é bom ter alguns conhecimentos. Não sei muito sobre os cursos da FCSH mas conheço pessoas que estão em mestrado na área de literatura lá e posso perguntar!"

Eu pedi para a pessoa perguntar sobre os mestrados da FCSH, se fosse possível, se obtiver resposta, publico o feedback!

Mais uma vez obrigado pela disponibilidade e pelo tempo gasto nestas questões, estão a ajudar-me muito no recolher de informação.

Conseguirás perguntar à rapariga de estudos artísticos da fcsh quais são as maiores saídas através desse mestrado e se existe abertura em fazer estágio por exemplo ligado a uma cinemateca, se o mestrado tem muita gente a entrar/concorrer, e se durante o mestrado existe uma profundidade no estudo da filosofia associado às temáticas do mestrado?
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,029
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Mais uma vez obrigado pela disponibilidade e pelo tempo gasto nestas questões, estão a ajudar-me muito no recolher de informação.

Conseguirás perguntar à rapariga de estudos artísticos da fcsh quais são as maiores saídas através desse mestrado e se existe abertura em fazer estágio por exemplo ligado a uma cinemateca, se o mestrado tem muita gente a entrar/concorrer, e se durante o mestrado existe uma profundidade no estudo da filosofia associado às temáticas do mestrado?
Sim, claro! Voltei a falar com ela e ela disse o seguinte:

"Em relação aos estágios, eles não têm grandes protocolos, tu tens de fazer essa procura sozinha, se tens essa ideia da cinemateca, tens de ir tu falar com a própria cinemateca, e se a cinemateca estiver de acordo, então a faculdade com certeza aprova.
é um mestrado com alguma procura, mas tbm não acho que seja extremamente difícil entrar
em relação às cadeiras ligadas à filosofia, eu não tinha tido ainda nenhuma, mas estou agora a ter Filosofia e Cinema, onde o professor está a fazer um apanhado das teorias de cinema (teorias de filósofos sobre o filme e a fotografia) e depois vamos relacionar isso com filmes e literatura, mais em volta do tema da violência gratuita
esta cadeira de filosofia foi uma opção livre, ela é na verdade do mestrado de estética e estudos artísticos, acho eu"

Portanto, eu depreenderia daqui que este mestrado tem uma componente filosófica um pouco mais pequena que o mestrado em Teoria da Literatura.
Mensagem fundida automaticamente:

[UPDATE] Consegui o feedback de uma menina que está a tirar Estudos Portugueses na FCSH. Ela deu alguma opinião e contrastou com a orientação do mestrado em Teoria da Literatura da FLUL:

Ela disse que acha que a FCSH tem mais espaço para autores não-anglo-saxónicos e que, pelo menos o mestrado dela (Estudos Portugueses) lhe permite ter uma liberdade de expressão maior, tanto nas aulas, como nas possibilidades de tese (há mais espaço para explorar outras vertentes artísticas, como o cinema). Também criticou a abordagem mais 'anglo-saxónica' dos professores de Teoria da Literatura e não é o tipo de academia que ela prefere.



Disse que 'não tenho presente as saídas profissionais do mestrado de Estudos Portugueses, mas há uma grande vantagem que é a de ser um mestrado que permite a especialização em muitas áreas, nomeadamente por uma via comparatista. Ou seja, um aluno que se interesse por cinema ou filosofia ou edição de texto pode perfeitamente fazer tese nesses campos, ainda que se espere que haja uma relação com qualquer tipo de objecto literário.'

Algumas questões que tenham, todas as pessoas com quem falei ofereceram-se para responderem ao que for necessário. O meu agradecimento vai para todos eles, mais uma vez 🤗
 
Última edição:
  • Like
Reactions: Diana Valença

António Morão

Membro Caloiro
Matrícula
28 Fevereiro 2020
Mensagens
8
Sim, claro! Voltei a falar com ela e ela disse o seguinte:

"Em relação aos estágios, eles não têm grandes protocolos, tu tens de fazer essa procura sozinha, se tens essa ideia da cinemateca, tens de ir tu falar com a própria cinemateca, e se a cinemateca estiver de acordo, então a faculdade com certeza aprova.
é um mestrado com alguma procura, mas tbm não acho que seja extremamente difícil entrar
em relação às cadeiras ligadas à filosofia, eu não tinha tido ainda nenhuma, mas estou agora a ter Filosofia e Cinema, onde o professor está a fazer um apanhado das teorias de cinema (teorias de filósofos sobre o filme e a fotografia) e depois vamos relacionar isso com filmes e literatura, mais em volta do tema da violência gratuita
esta cadeira de filosofia foi uma opção livre, ela é na verdade do mestrado de estética e estudos artísticos, acho eu"

Portanto, eu depreenderia daqui que este mestrado tem uma componente filosófica um pouco mais pequena que o mestrado em Teoria da Literatura.
Mensagem fundida automaticamente:

[UPDATE] Consegui o feedback de uma menina que está a tirar Estudos Portugueses na FCSH. Ela deu alguma opinião e contrastou com a orientação do mestrado em Teoria da Literatura da FLUL:

Ela disse que acha que a FCSH tem mais espaço para autores não-anglo-saxónicos e que, pelo menos o mestrado dela (Estudos Portugueses) lhe permite ter uma liberdade de expressão maior, tanto nas aulas, como nas possibilidades de tese (há mais espaço para explorar outras vertentes artísticas, como o cinema). Também criticou a abordagem mais 'anglo-saxónica' dos professores de Teoria da Literatura e não é o tipo de academia que ela prefere.



Disse que 'não tenho presente as saídas profissionais do mestrado de Estudos Portugueses, mas há uma grande vantagem que é a de ser um mestrado que permite a especialização em muitas áreas, nomeadamente por uma via comparatista. Ou seja, um aluno que se interesse por cinema ou filosofia ou edição de texto pode perfeitamente fazer tese nesses campos, ainda que se espere que haja uma relação com qualquer tipo de objecto literário.'

Algumas questões que tenham, todas as pessoas com quem falei ofereceram-se para responderem ao que for necessário. O meu agradecimento vai para todos eles, mais uma vez 🤗
Olá Ariana,

volto a agradecer pela tua disponibilidade que me tem vindo a esclarecer melhor!
Achas que poderás perguntar à pessoa que estuda Estudos Portugueses na FCSH se o mestrado é na sua maioria totalmente focado em literatura e cultura portuguesa ou se tem uma diversidade maior, é que o plano curricular não parece ser muito diverso. E também gostaria de saber qual é a grande diferença entre o mestrado que ela está a estudar e o de Literaturas e Culturas Modernas na mesma faculdade, qual dos dois é que tem uma abertura maior para outras áreas como a filosofia ... E se pudesse gostaria de saber se ela poderia desenvolver um pouco melhor essa diferenciação entre a academia da flul e da fcsh (srry to bother again)
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,029
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Olá Ariana,

volto a agradecer pela tua disponibilidade que me tem vindo a esclarecer melhor!
Achas que poderás perguntar à pessoa que estuda Estudos Portugueses na FCSH se o mestrado é na sua maioria totalmente focado em literatura e cultura portuguesa ou se tem uma diversidade maior, é que o plano curricular não parece ser muito diverso. E também gostaria de saber qual é a grande diferença entre o mestrado que ela está a estudar e o de Literaturas e Culturas Modernas na mesma faculdade, qual dos dois é que tem uma abertura maior para outras áreas como a filosofia ... E se pudesse gostaria de saber se ela poderia desenvolver um pouco melhor essa diferenciação entre a academia da flul e da fcsh (srry to bother again)
Olá, António! Não me esqueci das tuas perguntas e enviei à pessoa, mas não obtive mais resposta, entretanto. Eu penso que a FCSH também organiza Open Days, tal como fará agora esta semana que vem para mestrados da FCT. É uma questão de ficares atento e tentares ir a essas sessões, são mais impessoais, provavelmente, mas devem ser úteis.
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,029
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
[UPDATE]: A pessoa respondeu, mas não entrou em grandes detalhes 🤗

Ela disse que 'o mestrado de Teoria da Literatura, não tem nada de cultural, sendo de teoria da literatura, por meio de leituras exaustivas de textos e que o interesse dela é sobretudo teórico. Ela acha que se o teu interesse for mais pela parte cultural e de comunicação, talvez o curso de estética e estudos artísticos se adeque mais, porque integra essa parte cultural.

Ou seja, pela análise dela, os mestrados mais de literatura costumam ser mais teóricos e menos voltados para a parte "cultural" que parecias estar à procura. Lamento não ter conseguido muito mais do que isto, mas acho que já reunimos alguma informação sobre alguns destes mestrados, o que poderá vir a ser útil!
 
  • Like
Reactions: Diana Valença

António Morão

Membro Caloiro
Matrícula
28 Fevereiro 2020
Mensagens
8
[UPDATE]: A pessoa respondeu, mas não entrou em grandes detalhes 🤗

Ela disse que 'o mestrado de Teoria da Literatura, não tem nada de cultural, sendo de teoria da literatura, por meio de leituras exaustivas de textos e que o interesse dela é sobretudo teórico. Ela acha que se o teu interesse for mais pela parte cultural e de comunicação, talvez o curso de estética e estudos artísticos se adeque mais, porque integra essa parte cultural.

Ou seja, pela análise dela, os mestrados mais de literatura costumam ser mais teóricos e menos voltados para a parte "cultural" que parecias estar à procura. Lamento não ter conseguido muito mais do que isto, mas acho que já reunimos alguma informação sobre alguns destes mestrados, o que poderá vir a ser útil!
Olá Ariana,

Já passou algum tempo e fui admitido em duas candidaturas (ainda vou candidatar-me a uma 3a na FCSH para ter mais escolha), uma delas, além de ser Culture Studies na FCH-Católica foi também Teoria da Literatura na FLUL, achas que me poderás disponibilizar o contacto da pessoa com que falaste e que frequenta este mestrado para poder falar melhor sobre o mesmo?

Obrigado
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,029
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Olá Ariana,

Já passou algum tempo e fui admitido em duas candidaturas (ainda vou candidatar-me a uma 3a na FCSH para ter mais escolha), uma delas, além de ser Culture Studies na FCH-Católica foi também Teoria da Literatura na FLUL, achas que me poderás disponibilizar o contacto da pessoa com que falaste e que frequenta este mestrado para poder falar melhor sobre o mesmo?

Obrigado
Olá!

Parabéns pelas tuas admissões a mestrado 🤗 Por questões éticas, vou perguntar ao aluno de Teoria da Literatura na FLUL se posso ceder o contacto dele e envio-te mp, caso ele confirme.
 
Tópicos Semelhantes
Thread starter Título Fórum Respostas Dia
Beatriz M. Escolha de Mestrado (Embriologia) Saúde 3
B Escolha do mestrado (licenciatura em economia) Mestrados: Candidaturas e Dúvidas 4
Carlarodrigues Mestrado - qual a melhor escolha para uma licenciada em Bioquímica? Ciências 33
K Escolha do curso Ciências 6
G Escolha do curso Ensino Superior - Geral 3
G Escolha do curso Ensino Superior - Geral 0
Asu Escolha de curso Ensino Secundário 6
R Escolha do curso Ensino Superior - Geral 11
R Escolha de área e disciplinas Ensino Secundário 5
I Escolha inicial VS final Ensino Secundário 10
É Escolha de curso universitário Ciências 4
T Escolha da faculdade - área de tecnologia Tecnologias 6
D Escolha de escola secundária - Qual é que acham que é a melhor? Ensino Secundário 2
J Duvidas sobre o que fazer, escolha de curso errado no 10º ano Ensino Secundário 6
C Dúvida escolha de área do secundário para engenharia informática Ensino Secundário 1
V Escolha de área secundário Ensino Secundário 4
R Escolha do curso... Helpp Ensino Superior - Geral 14
N IPCB Enfermagem Vet. Duvidas na escolha do curso Instituto Politécnico de Castelo Branco 0
N IPVC Enfermagem Veterinária (duvidas na escolha de curso) Instituto Politécnico de Viana do Castelo 0
J Escolha de curso Geral 5
Alexandrasilva897 escolha de cursos faculdade Ensino Secundário 2
F Escolha de Curso Ensino Superior - Geral 3
RicardoSousa14 Dúvida sobre escolha de curso Ensino Superior - Geral 2
P Escolha de curso Ensino Superior - Geral 0
Depresso Escolha entre cursos Ensino Superior - Geral 3
Beatriz Wenceslau Tradução- Dificuldades na escolha das disciplinas opcionais Ensino Superior - Geral 0
Jee_iicaa23 Engenharia Florestal - Uma boa escolha? Recursos Naturais 2
M Escolha do Curso - Dúvida Ensino Superior - Geral 2
O Ajuda em escolha de curso engenharia Tecnologias 2
B Escolha na matricula Concurso Nacional e Locais - Público 2
Daniela Duran escolha entre 1ª e 2ª fase de exames Exames Nacionais e Provas de Ingresso 2
S IPBragança Indecisão de escolha: Opiniões sobre o IPB? Instituto Politécnico de Bragança 2
A Dúvida na escolha da universidade Educação 1
biarodrigues Engenharia Mecânica: indecisão na escolha da universidade Tecnologias 5
X Mudar de Curso para Eng. Aeronáutica, qual a melhor escolha? Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 1
F Indecisão na escolha do curso Concurso Nacional e Locais - Público 6
Cátia_16 Escolha de Curso Humanidades, Secretariado e Tradução 1
C ISEC é uma boa escolha para o curso de Informática? Tecnologias 1
C ISEC Boa escolha para Informática? Instituto Politécnico de Coimbra 0
M Dúvida Escolha de Curso Superior Candidatos 2020/2021 - Discussão Geral 42
Gabriela Borges Ajuda na escolha do curso superior Concurso Nacional e Locais - Público 7
C Ajuda na escolha/ordenação dos cursos superiores Candidatos 2020/2021 - Discussão Geral 8
Guilherme680 Cursos Científico-Humanísticos (escolha no 9° ano)! Ensino Secundário 9
E Escolha do curso superior Ensino Superior - Geral 5
R Dúvida na escolha do curso Ensino Superior - Geral 18
mariiahh Dúvida na escolha de disciplina 12°ano Ensino Secundário 3
H Dilema na escolha do curso do secundário Ensino Secundário 7
T Arrependimentos na escolha do curso Ensino Superior - Geral 3
J Ajuda na escolha de curso Ciências 3
K Não sei se fiz a escolha certa? :( Ensino Secundário 3

Tópicos Semelhantes