Estudar Engenharia Física no Reino Unido

Scorpion9

Membro
Matrícula
24 Julho 2018
Mensagens
13
Curso
Engenharia Física
Olá malta,
Estou a frequentar o 12ºano e a pensar seguir o curso de engenharia física.
No entanto, tenho em mente prosseguir os estudos no Reino Unido, ou seja, tirar a licenciatura lá.
Em primeiro lugar, o que é necessário? Que exames de inglês são pedidos?
Em segundo lugar, há alguém que já tenha tirado este curso lá? Recomendam? O que acham comparativamente ao ensino português?
Qualquer tipo de sugestão é bem vindo.
Espero que este tópico seja útil para todos vós:)
 
Olá malta,
Estou a frequentar o 12ºano e a pensar seguir o curso de engenharia física.
No entanto, tenho em mente prosseguir os estudos no Reino Unido, ou seja, tirar a licenciatura lá.
Em primeiro lugar, o que é necessário? Que exames de inglês são pedidos?
Em segundo lugar, há alguém que já tenha tirado este curso lá? Recomendam? O que acham comparativamente ao ensino português?
Qualquer tipo de sugestão é bem vindo.
Espero que este tópico seja útil para todos vós:)
Hey!

Em princípio os maiores "documentos" que precisas é de um personal statement - algo parecido a uma carta de motivação, podes procurar vários exemplos na Internet - e de uma recomendação - de um professor de física ou matemática, preferencialmente. Os exames de inglês dependem muito de faculdade para faculdade mas normalmente Cambridge, IELTS ou TOEFL são perfeitos. Relativamente às notas necessárias, depende imenso de faculdade para faculdade mas para faculdades de topo (1%) podes esperar pedirem pelo menos média de 17/18 (com notas específicas em algumas disciplinas/exames). Se não tiveres extracurriculares (estágios, voluntariado, experiências com física) as tuas chances são muito muito inferiores.

Relativamente a se vale a pena ou não, eu fui aceite na minha goal university (UCL) mas acabei por não ir devido aos preços exorbitantes (algo que olhando para trás, devia ter planeado melhor e não ter escolhido uma faculdade no centro de Londres...). Eu acho que há um romantismo associado a ir estudar para o Reino Unido que não sei se compensa devido à dívida com que ficas à priori e aos custos associados a estudar no UK. Faculdades como o Técnico oferecem um ensino muito bom em física e existem oportunidades de estágio com a NASA, CERN (todos os semestres) e outras instituições de prestígio mundial. Não sei até que ponto faz muita diferença.

Algo que te sugiro, já que estás interessado em estudar fora, é procurares universidades dentro da Europa que irão quase de certeza ter custos MUITO inferiores e um ensino de qualidade, deixo-te alguns exemplos das mais prestigiadas:
- ETH, Suíça
- EPFL, Suíça
- TUM (Technical University of Munich), Alemanha - não pagas propinas, custo de vida muito inferior
- Polytechnique, Paris - têm bolsas espetaculares, em França podes pedir um complemento para ajudar com a renda se fores estudante
- Sapienza Rome, Italy - propinas super baixas, universidade mais antiga do mundo, universitários de outros países podem pedir uma bolsa ao Ministério dos Negócios Estrangeiros que é de 950€/mês, se não estou em erro
- Aachen, Alemanha
- Delft, Holanda
- KTH, Suécia - custo de vida elevado

Abraço
 
Hey!

Em princípio os maiores "documentos" que precisas é de um personal statement - algo parecido a uma carta de motivação, podes procurar vários exemplos na Internet - e de uma recomendação - de um professor de física ou matemática, preferencialmente. Os exames de inglês dependem muito de faculdade para faculdade mas normalmente Cambridge, IELTS ou TOEFL são perfeitos. Relativamente às notas necessárias, depende imenso de faculdade para faculdade mas para faculdades de topo (1%) podes esperar pedirem pelo menos média de 17/18 (com notas específicas em algumas disciplinas/exames). Se não tiveres extracurriculares (estágios, voluntariado, experiências com física) as tuas chances são muito muito inferiores.

Relativamente a se vale a pena ou não, eu fui aceite na minha goal university (UCL) mas acabei por não ir devido aos preços exorbitantes (algo que olhando para trás, devia ter planeado melhor e não ter escolhido uma faculdade no centro de Londres...). Eu acho que há um romantismo associado a ir estudar para o Reino Unido que não sei se compensa devido à dívida com que ficas à priori e aos custos associados a estudar no UK. Faculdades como o Técnico oferecem um ensino muito bom em física e existem oportunidades de estágio com a NASA, CERN (todos os semestres) e outras instituições de prestígio mundial. Não sei até que ponto faz muita diferença.

Algo que te sugiro, já que estás interessado em estudar fora, é procurares universidades dentro da Europa que irão quase de certeza ter custos MUITO inferiores e um ensino de qualidade, deixo-te alguns exemplos das mais prestigiadas:
- ETH, Suíça
- EPFL, Suíça
- TUM (Technical University of Munich), Alemanha - não pagas propinas, custo de vida muito inferior
- Polytechnique, Paris - têm bolsas espetaculares, em França podes pedir um complemento para ajudar com a renda se fores estudante
- Sapienza Rome, Italy - propinas super baixas, universidade mais antiga do mundo, universitários de outros países podem pedir uma bolsa ao Ministério dos Negócios Estrangeiros que é de 950€/mês, se não estou em erro
- Aachen, Alemanha
- Delft, Holanda
- KTH, Suécia - custo de vida elevado

Abraço
Olá !
Já agora alguém me pode elucidar sobre as diferenças entre IST, FCUL e FCT da Nova? As médias no Técnico são bastante superiores às restantes . Mas ... e os cursos? São menos cotados? Não proporcionam oportunidades como estágios na NASA ou no CERN?

obrigada.

já agora , é fácil pedir transferência no 2.º ano de faculdade (por exemplo) de
Uma Nova para o Técnico?
 
Olá !
Já agora alguém me pode elucidar sobre as diferenças entre IST, FCUL e FCT da Nova? As médias no Técnico são bastante superiores às restantes . Mas ... e os cursos? São menos cotados? Não proporcionam oportunidades como estágios na NASA ou no CERN?

obrigada.

já agora , é fácil pedir transferência no 2.º ano de faculdade (por exemplo) de
Uma Nova para o Técnico?
Olá,

É um bocado off-topic para falar aqui mas tens aqui alguns exemplos de tópicos que abordam a tua pergunta:

Estive rapidamente à procura e parece que tantos os estágios da NASA e do CERN são protocolos estabelecidos com a FCT (não a faculdade, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia) pelo que devem ser abertos a todos os alunos elegíveis (que podem ser de qualquer instituto de Portugal).
 
  • Like
Reactions: nymeria and davis
Muitos parabéns por teres sido aceite na UCL! C É o meu sonho e o curso em que estou interessada, Gestão, diz isto nos entry requirements "Award of the Certificado Nível Secundário de Educação with an overall grade of 17, with 19 in one subject and 18 in two subjects", mas tenho várias dúvidas e ficaria mesmo muito grata se me conseguisses responder. Em primeiro lugar, a nota de candidatura é arredondada às décimas ou às unidades? Pelo que percebi, existe uma nota de candidatura ao ensino superior que é arredondada às décimas e uma nota de diploma arredondada às unidades mas queria confirmar se é mesmo essa que eles pedem, ou seja, se sou aceitável para um programa em que o mínimo seja 17 mesmo tendo um 16,8 . Se possível, poderias explicar como funciona as "predicted grades"? Tendo em conta que quando se faz a candidatura ainda não sabemos as notas dos exames, é necessário prever essas também? E como? Por último, não faço desportos (o que não se relacionaria com gestão de qualquer maneira) e não tenho estágios ou qualquer experiência de trabalho. O que achas de fazer um gap year? Pensei que assim podia ganhar alguma experiência de trabalho e dinheiro pois como disseste os custos são mesmo muito elevados. Achas que pode, de alguma forma, afetar negativamente a minha candidatura? Muito obrigada pela atenção!
Olá Matilde!

A classificação final de disciplina é arredondada às unidades mas lembro-me que há universidades com diferentes critérios. Por exemplo, podem considerar a tua nota final da cadeira ou só a nota do exame, não me lembro exatamente como é na UCL mas podes enviar um email ao pessoal das admissões para clarificar a questão. As predicted grades são mesmo só uma previsão, não têm muito impacto na seleção (a menos que não cumpras os requisitos mínimos. Na altura perguntei aos meus professores as notas que previam e usei as que me disseram. By the way, os requisitos mínimos são só uma guideline, a minha oferta foi diferente e as ofertas são mais ou menos personalizadas a cada pessoa por isso podem pedir-te mais do que o mínimo.

Relativamente à tua última questão, sem dúvida que experiência é fundamental e assumo que gestão seja mais concorrido do que ciências biológicas. Eu candidatei-me com um estágio de verão e alguns prémios de competições que fui fazendo ao longo do secundário. Como deves imaginar, eles recebem centenas de candidaturas de pessoas com notas excelentes por isso a tua experiência (e o personal statement em geral) é a melhor forma de te distinguires de outros candidatos. Não sei em que ano estás mas ainda tens tempo (já que as inscrições terminam só em Janeiro, se não estou em erro) para fazer imensas coisas, podes tentar estagiar, desenvolver projetos sozinha, envolver-te no mundo de gestão (autora em blogues, escrever artigos, participar em podcasts, conhecer pessoas ligadas a gestão, ...). Aproveita também este tempo para aumentares o teu conhecimento em gestão para ganhares novas perspetivas e veres que áreas de gestão é que te interessam porque vai dar-te novas perspetivas que acabam por se traduzir numa melhor carta de motivação. Se quiseres fazer um gap year, acho que é uma mais valia, principalmente se conseguires dedicar o teu tempo em coisas de gestão.

Se tiveres mais alguma pergunta, está à vontade!
 
  • Like
Reactions: nymeria