Exame Nacional Física e Química A 715 2021

Informações sobre este exame nacional:
  • Informação-Prova 2021: aqui + adenda de 1 de junho.
  • Material: caneta ou esferográfica de tinta azul ou preta. Não é permitido o uso de corretor. É permitido o uso de régua, esquadro, transferidor e calculadora gráfica em modo de exame. Não te esqueças de levar o cartão de cidadão e máscara. 😷
  • Duração: 120 minutos + 30 minutos tolerância.
  • Apontamentos: aqui.
Distribuição das cotações entre as perguntas obrigatórias e as perguntas opcionais:

1625103100187.png

1ª fase 2021:
2ª fase 2021:

1ª fase 2020:
2ª fase 2020:
Outros exames entre 1997 e 2019.

Coisas a não esquecer:

1) Indica de forma legível a versão da prova!
2) Para cada resposta, identifica o grupo e o item.
3) Apresenta apenas uma resposta para cada item. Se existirem 2 respostas apenas a primeira é considerada.
4) Se tiveres dúvidas sobre as cotações dos itens, elas encontram-se no final do enunciado da prova.

Informação escrita e atualizada a 30 de junho de 2021.
 
Última edição:
Boas, alguém me explica o porquê da resposta correta da 9.2. do exame não apresentar a Força de atrito?
eu acho que eles se referiam ao segundo intervalo de tempo, e nesse tempo a reta da velocidade era constante logo não havia atrito, eu também coloquei a errada porque considerei o primeiro intervalo de tempo
Post automatically merged:

*a acelaração era constate
 
  • Like
Reactions: jantonioboavista
eu acho que eles se referiam ao segundo intervalo de tempo, e nesse tempo a reta da velocidade era constante logo não havia atrito, eu também coloquei a errada porque considerei o primeiro intervalo de tempo
Post automatically merged:

*a acelaração era constate
Mas no segundo intervalo a aceleração também não é constante. A velocidade varia. Varia mais porque agora também temos o peso a atuar contra o movimento.
 
Boa tarde, porque é que na 2.1 a resposta é esta sendo que se apresenta um voltímetro em série ( o que não deveria acontecer) e o Led em paralelo (sendo que dizia no enunciado que estava em série) ? 6C4BB65E-90F5-4782-8BA1-4BA407310538.jpeg
 
Alguém me explica a 7.1 do exame de fq 2021 pfv?

se se referem à primeira solução pq é que o ph não é 2?
Na verdade, só existe uma solução que compreende as duas reações que estavam lá escritas. Na primeira há a ionização do ácido sulfúrico que, como é um ácido forte, se ioniza quase na totalidade. Assim, a concentração de H3O+ na primeira reação será 1,00 x 10^-2 mol/dm3. Dá-se depois a segunda reação na qual o HSO4- que se formou previamente se ioniza também, dando origem a mais H3O+. O cálculo do pH resulta da junção destas duas concentrações de H3O+ e não apenas da primeira, que daria o tal pH=2. É por isto que o pH é inferior a 2.
Espero ter ajudado :)
 
Boas, alguém me explica o porquê da resposta correta da 9.2. do exame não apresentar a Força de atrito?
A aceleração causada pelo peso (Px, porque Py é anulada pela normal) é igual à aceleração que é mostrada no gráfico para o percurso BC. Se houvesse atrito a aceleração deveria ser menor (maior em módulo) no gráfico.
 
Não consigo entender porque é que na 3.2 as velocidades angulares são iguais, alguém me pode explicar por favor?
Se v=w*r e se os pontos tinham diferentes distâncias ao centro não era suposto o raio ser diferente e por isso a velocidade angular também ser diferente?
 
Não consigo entender porque é que na 3.2 as velocidades angulares são iguais, alguém me pode explicar por favor?
Se v=w*r e se os pontos tinham diferentes distâncias ao centro não era suposto o raio ser diferente e por isso a velocidade angular também ser diferente?

As velocidades angulares são iguais porque o ângulo realizado no movimento é igual no mesmo intervalo de tempo
 
Na verdade, só existe uma solução que compreende as duas reações que estavam lá escritas. Na primeira há a ionização do ácido sulfúrico que, como é um ácido forte, se ioniza quase na totalidade. Assim, a concentração de H3O+ na primeira reação será 1,00 x 10^-2 mol/dm3. Dá-se depois a segunda reação na qual o HSO4- que se formou previamente se ioniza também, dando origem a mais H3O+. O cálculo do pH resulta da junção destas duas concentrações de H3O+ e não apenas da primeira, que daria o tal pH=2. É por isto que o pH é inferior a 2.
Espero ter ajudado :)
Muito obrigada!!! afinal percebi mal o enunciado :(
 
E como é que era suposto uma pessoa saber isso??? Podiam ao menos ter metido as linhas do voltímetro a saírem de outro lado que não das pontas
Quando tu queres o U de uma resistência tu colocas o voltímetro em paralelo apenas nessa resistência é como aqui tu só queres o U do LED porque senão não estarias a obter o U do LED. Num circuito em série o Ugerador= U1+U2+U3... logo senão colocares o voltímetro apenas nos terminais da resistência, neste caso o LED, não vais estar a obter apenas o U dessa resistência. Não tinhas mais nenhuma opção em que o voltímetro estivesse apenas nos terminais do LED
 
Mas no segundo intervalo a aceleração também não é constante. A velocidade varia. Varia mais porque agora também temos o peso a atuar contra o movimento.

Também acho essa pergunta muito duvidosa. Eu considerei a força de atrito e, sinceramente, gostava que alguém me explicasse porque é que essa opção é errada (isto pela correção do IAVE). É que não existindo força de atrito, no intervalo de 0 a 1,0 s a velocidade devia ser constante, o que não se verifica pelo gráfico.
Post automatically merged:

Também acho essa pergunta muito duvidosa. Eu considerei a força de atrito e, sinceramente, gostava que alguém me explicasse porque é que essa opção é errada (isto pela correção do IAVE). É que não existindo força de atrito, no intervalo de 0 a 1,0 s a velocidade devia ser constante, o que não se verifica pelo gráfico.

Boas, alguém me explica o porquê da resposta correta da 9.2. do exame não apresentar a Força de atrito?

Pelo que eu tive a ler de outras pessoas, no percurso B-C a aceleração é de -5 m/s^2, calculada pelo gráfico, e portanto no percurso B-C a aceleração é igual a -g.sin(30). Ainda assim acho que o exercício, não está correto em si... no percurso A-B existe claramente atrito, portanto penso que não considerar que no percurso B-C não existe é incorreto, visto que a superfície e o corpo são as mesmas nos percursos A-B e B-C. Infelizmente, para quem respondeu errado a essa pergunta, acreditar que o IAVE ainda vai mudar os critérios dessa pergunta é como acreditar no Pai Natal.
Post automatically merged:
 
Última edição:
  • Like
Reactions: Catarinaf7
Também acho essa pergunta muito duvidosa. Eu considerei a força de atrito e, sinceramente, gostava que alguém me explicasse porque é que essa opção é errada (isto pela correção do IAVE). É que não existindo força de atrito, no intervalo de 0 a 1,0 s a velocidade devia ser constante, o que não se verifica pelo gráfico.
Olá! Não havia força de atrito porque o trabalho das forças não conservativas (variação da energia mecânica) era nulo, logo, a opção com a força da atrito estava errada.
 
Também acho essa pergunta muito duvidosa. Eu considerei a força de atrito e, sinceramente, gostava que alguém me explicasse porque é que essa opção é errada (isto pela correção do IAVE). É que não existindo força de atrito, no intervalo de 0 a 1,0 s a velocidade devia ser constante, o que não se verifica pelo gráfico.
Post automatically merged:





Pelo que eu tive a ler de outras pessoas, no percurso B-C a aceleração é de -5 m/s^2, calculada pelo gráfico, e portanto no percurso B-C a aceleração é igual a -g.sin(30). Ainda assim acho que o exercício, não está correto em si... no percurso A-B existe claramente atrito, portanto penso que não considerar que no percurso B-C não existe é incorreto, visto que a superfície e o corpo são as mesmas nos percursos A-B e B-C. Infelizmente, para quem respondeu errado a essa pergunta, acreditar que o IAVE ainda vai mudar os critérios dessa pergunta é como acreditar no Pai Natal.
Post automatically merged:
acho que já tenho uma resposta para a 9.2
1625768523620.png
é o português estive a falar com o meu irmão e acho que ele tem razão
a pergunta diz na subida e não durante a subida então é quando ele está parado na rampa
adoro quando revejo o exame umas 3 vezes e não vejo isto 🙃
 
Última edição:
Mas no segundo intervalo a aceleração também não é constante. A velocidade varia. Varia mais porque agora também temos o peso a atuar contra o movimento.
No segundo intervalo a aceleração é constante, porque a velocidade diminui linearmente. A aceleração é negativa e constante.
Post automatically merged:

Boa tarde, porque é que na 2.1 a resposta é esta sendo que se apresenta um voltímetro em série ( o que não deveria acontecer) e o Led em paralelo (sendo que dizia no enunciado que estava em série) ? Ver anexo 20084
O voltímetro está em paralelo em relação ao LED, e o amperímetro está em série relativamente a este (tudo ok!). O LED está em série relativamente ao reóstato (resistência variável) e à pilha.
Post automatically merged:

Não consigo entender porque é que na 3.2 as velocidades angulares são iguais, alguém me pode explicar por favor?
Se v=w*r e se os pontos tinham diferentes distâncias ao centro não era suposto o raio ser diferente e por isso a velocidade angular também ser diferente?
As velocidades (lineares) eram diferentes porque é algo óbvio… se tens um ponto mais interior e outro mais exterior, para ambos efetuarem a mesma rotação no mesmo tempo, o ponto mais exterior deve “mover-se” mais rapidamente. Repara: v=2piR/T… T é igual porque o período deve ser igual. O R é maior para o ponto mais exterior, daí velocidade maior.
A velocidade angular é igual porque w=2pi/T e ambos os pontos fazem uma rotação completa no mesmo tempo.
Espero ter ajudado
 
Última edição: