Exames nacionais 2022

anarita04

Membro
Matrícula
12 Abril 2021
Mensagens
50
Curso
Ciências e tecnologias
Olá malta! Então, como é de esperar, está toda a gente de acordo quando digo que os exames devem ser opcionais este ano pois sofremos não com um mas 2 anos seguidos em casa. Esta situação desfavoreceu-nos no que toca às aprendizagens. Os alunos que vão agora para o primeiro e segundo anos da universidade tiveram exames opcionais, uma oportunidade justa pois tiveram as tais aulas online. Já nós do 12º, pelo que deu para perceber, tivemos mais aulas online do que os que vão este ano para a uni pois no nosso 10º ano estivemos até ao fim das aulas em casa enquanto eles foram à escola. Não esquecendo que o 11º também sofreu com isto no ano passado.
Para além disso, nós sofremos normalmente com ansiedade devido aos exames, mas estas aulas online aumentaram este problema de saúde pois muitos não tiveram condições para assistir às aulas levando a uma diminuição da aprendizagem.
Sinceramente, para que precisamos de fazer 4 exames quando a maioria só precisa de 2 no máximo??
Deveríamos criar uma petição, certo? Eles podem até ter o senso de "ok, eles também sofreram com a pandemia, vamos voltar a fazer os exames opcionais" mas, e se não tiverem? Devemos relembrar-lhes que nós também tivemos este problema? É que não foram só os mais velhos que passaram por isto.
 

Beabapma

Membro Caloiro
Matrícula
29 Setembro 2020
Mensagens
5
Olá malta! Então, como é de esperar, está toda a gente de acordo quando digo que os exames devem ser opcionais este ano pois sofremos não com um mas 2 anos seguidos em casa. Esta situação desfavoreceu-nos no que toca às aprendizagens. Os alunos que vão agora para o primeiro e segundo anos da universidade tiveram exames opcionais, uma oportunidade justa pois tiveram as tais aulas online. Já nós do 12º, pelo que deu para perceber, tivemos mais aulas online do que os que vão este ano para a uni pois no nosso 10º ano estivemos até ao fim das aulas em casa enquanto eles foram à escola. Não esquecendo que o 11º também sofreu com isto no ano passado.
Para além disso, nós sofremos normalmente com ansiedade devido aos exames, mas estas aulas online aumentaram este problema de saúde pois muitos não tiveram condições para assistir às aulas levando a uma diminuição da aprendizagem.
Sinceramente, para que precisamos de fazer 4 exames quando a maioria só precisa de 2 no máximo??
Deveríamos criar uma petição, certo? Eles podem até ter o senso de "ok, eles também sofreram com a pandemia, vamos voltar a fazer os exames opcionais" mas, e se não tiverem? Devemos relembrar-lhes que nós também tivemos este problema? É que não foram só os mais velhos que passaram por isto.
completamente de acordo! Acho que é justo que tanto o 11° ano como o 12° tenham exames opcionais e que no próximo ano os do 12° também o tenham porque passaram todos pelo menos um ano de secundário em casa. Depois disso (mesmo que não faça sentido) já seria aceitável voltar ao método antigo.
 

Porungda

Membro Dux
Apoiante Uniarea
Matrícula
13 Dezembro 2020
Mensagens
771
Curso
Estudos Portugueses
Instituição
FLUP
Se acharem que é justo haverem exames opcionais novamente, avancem com uma petição.

Aviso que isto está a criar um precedente demasiado perigoso, algum ano irá ter que voltar a ter exames obrigatórios, senão a este caminho, os exames perdem todo e qualquer valor.

Seja qual for a posição que o Ministério opte, façam as vossas vozes serem ouvidas, mas devidamente justificado e prontos à possibilidade de o vosso pedido ser rejeitado.
 

Porungda

Membro Dux
Apoiante Uniarea
Matrícula
13 Dezembro 2020
Mensagens
771
Curso
Estudos Portugueses
Instituição
FLUP
Também aviso que passamos constantemente por reformas. Já houve altura em que todas as disciplinas pediam exame para concluir, e isto foi-se a aligeirar de modo a reduzir a pressão e também o cariz "desnecessário" de alguns exames.

Cuidado que isto cai facilmente na zona do "facilitismo", pois eles existem para regular inflações de notas, e estes últimos anos já houve diretores despedidos ao aproveitarem a cariz facultativo dos exames para aumentar a média da escola/colégio em questão. Subir nos rankings é muito bonito, mas se subimos com obrigatoriedade de exame somente a uma disciplina, acho que perde toda e qualquer credibilidade como prova de competências para apuramento nos rankings.
 

Porungda

Membro Dux
Apoiante Uniarea
Matrícula
13 Dezembro 2020
Mensagens
771
Curso
Estudos Portugueses
Instituição
FLUP
Não é viável por causa disto(a pessoa que criou não pede o n° do CC):Ver anexo 21518
Também creio que possam ser utilizados melhores argumentos. O argumento dos rankings, como falei acima, é completamente irrelevante quando se define o ranking com a maioria a fazer só 1 exame (ou até a acabarem o secundário sem fazer nem um).
 

sigis

Membro
Matrícula
26 Maio 2020
Mensagens
46
Aviso que isto está a criar um precedente demasiado perigoso, algum ano irá ter que voltar a ter exames obrigatórios
Não necessariamente. Podiam continuar a política de se realizarem apenas os exames necessários como prova de ingresso indeterminadamente. Eu costumava, como tu, ser contra isso, para se sujeitar todos os alunos a uma avaliação igual (por meio do exame), mas tendo-se implementado esta política devido à pandemia e afinal o céu não tendo caído e o mundo não tendo acabado (metaforicamente, claro), e tendo tudo continuado normalmente, deixei de ver necessidade.
 

Porungda

Membro Dux
Apoiante Uniarea
Matrícula
13 Dezembro 2020
Mensagens
771
Curso
Estudos Portugueses
Instituição
FLUP
Não necessariamente. Podiam continuar a política de se realizarem apenas os exames necessários como prova de ingresso indeterminadamente. Eu costumava, como tu, ser contra isso, para se sujeitar todos os alunos a uma avaliação igual (por meio do exame), mas tendo-se implementado esta política devido à pandemia e afinal o céu não tendo caído e o mundo não tendo acabado (metaforicamente, claro), e tendo tudo continuado normalmente, deixei de ver necessidade.
O "céu cair" foram as médias dispararem em diversos cursos, os diretores a inflacionar notas da escola para subir no ranking. Não nos podemos esquecer disto, lá por não se falar desses temas de momento, não implica que não tenham sido fatores muito negativos.

No final de tudo, sim estou contra, mas a liberdade em questão não é a minha, por isso não posso restringir o que seja, o Ministério decidirá e as petições poderão ser mandadas, só recomendo que pensem bem os argumentos das mesmas, senão vai ser "papel gasto".
 

sigis

Membro
Matrícula
26 Maio 2020
Mensagens
46
O "céu cair" foram as médias dispararem em diversos cursos
Isso deve-se a vários factores, e acredito que o contributo do novo cariz opcional dos exames seja negligível. A meu ver, isso deve-se antes a quão fáceis os exames de 2020 foram, bem como ao ensino à distância, em que era fácil os alunos recorrerem a métodos ilícitos (por exemplo, estar em videochamada uns com os outros durante testes). Os exames este ano também foram opcionais e vê se as notas não vão descer.
O peso que teriam os exames que o aluno deixa de fazer corresponderia a cerca de 3.3% da nota (30% de um nono de um meio* vezes dois). Quase insignificante.
*assumindo que o peso da nota interna é 50%
 
Última edição:

Porungda

Membro Dux
Apoiante Uniarea
Matrícula
13 Dezembro 2020
Mensagens
771
Curso
Estudos Portugueses
Instituição
FLUP
Isso deve-se a vários factores, entre os quais pode estar o facto de maior parte dos alunos passar a realizar dois, e não quatro, exames, mas acredito que o contributo deste facto seja negligível, especialmente comparado ao benefício, para não falar de não fazer sentido o aluno ter de gastar tempo a estudar para um exame de que não precisa, tempo este que poderia ser utilizado para estudar para os exames de que precisa. A meu ver, isso deve-se antes ao quão fáceis os exames de 2020 foram, bem como ao ensino à distância, em que era fácil os alunos recorrerem a métodos ilícitos (por exemplo, estar em videochamada uns com os outros durante testes).
Recorrer a métodos ilícitos aquando dos momentos de avaliação interna não serão relevantes para os pontos que frisei.

Também, o percurso "natural" será realizar só dois exames por ano, se tiveres em vista só 1 ou 2 PIs. Os exames foram facilitados sim, mas isto não invalida que fazer o estudo somente para um exame e não ter de se preocupar com outros também afeta a subida da nota final (assumindo que se estudou bem).

Isto cria uma posição "ingrata" para quem se candidata a, por exemplo, cursos com 3 PIs, enquanto dantes todos realizavam os 4 exames (que incluem as 3 PIs), agora há gente que só faz um e entra no seu curso predileto, enquanto outros são forçados a realizar 3 exames, e por vezes mais do que uma vez. Mesmo isto sendo um fator "menor", o stress que os alunos das 3 PIs sentem não é contemplado, pois só terão que realizar menos 1 exame. (Este ponto já será divagação na verdade).

Poderá não fazer sentido um aluno fazer exames obrigatórios que não serão utilizados como PI, no entanto, na matrícula no Secundário, foram eles mesmos que escolheram essas disciplinas, e que, à partida, se comprometeram a ter maior peso de avaliação sobre as mesmas, sendo que são essas as diferenciadoras entre os cursos Científico-Humanísticos.

Não nos esqueçamos que quem concluiu o Secundário pré-pandemia teve de realizar os 4 exames, no entanto, são vistos com os mesmos olhos como os alunos que têm terminado este ano o Secundário sem um único exame.

No final de contas, a decisão de tornar os exames optativos afeta muitos elementos que passaram ou passam pelo ensino. Eu, terminei o Secundário fazendo os 4 exames, sendo que 3 deles diminuíram a minha média interna. Este ano estive a concorrer contra pessoas que não tiveram a média interna reduzida e que até tiveram direito a melhorias de nota, o que em verdade te digo, caiu-me muito mal, mas não posso retirar a opção de decisão aos alunos atuais por causa disso. Somente posso tornar público todos os fatores e pessoas afetadas por estas medidas, que parecem à partida 100% benéficas, mas não 100% justas para todos os alunos.
Post automatically merged:

Gostaria também de adicionar, à tua edição ao post, que essa "quase insignificância", é o que determina alguém ficar colocado no curso que queria ou não. Até as décimas ou milésimas contam para entrada em muitos cursos.
 
Última edição:
  • Like
Reactions: Quelra and tiagohpa

sigis

Membro
Matrícula
26 Maio 2020
Mensagens
46
Recorrer a métodos ilícitos aquando dos momentos de avaliação interna não serão relevantes para os pontos que frisei.
É, no entanto, relevante para determinar porque é que atribuir a subida de notas ao facto de os exames serem opcionais, como tu fizeste, é ilegítimo, sendo a conclusão lógica que se deve a outro(s) facto(s).
Isto cria uma posição "ingrata" para quem se candidata a, por exemplo, cursos com 3 PIs, enquanto dantes todos realizavam os 4 exames
Isto é completamente irrelevante. O aluno não é forçado a escolher um curso com 3 provas de ingresso. Se o escolhe, escolhe-o sabendo que terá mais trabalho que um aluno que escolhe um curso com 2, ou mesmo 1, prova(s) de ingresso.
De qualquer modo, mesmo sendo uma melhoria menor comparada à melhoria dos outros cursos, continua a ser uma melhoria, mesmo para quem tem 3 provas de ingresso.
Mais digo, os alunos destes cursos estão a competir com outros alunos dos mesmos cursos - ou seja, estão em par de igualdade com os candidatos ao mesmo curso, que tiveram também de realizar as 3 provas de ingresso. Não há aqui problema.
são vistos com os mesmos olhos como os alunos que têm terminado este ano o Secundário sem um único exame
Não conheço nenhum curso que não exija provas de ingresso, como tal, todos os alunos que passaram para o Ensino Superior terão realizado pelo menos um exame. Fora a passagem para o Ensino Superior, não vejo a relevância de terem ou não terem realizado exames nem da nota do Ensino Secundário.
Não nos esqueçamos que quem concluiu o Secundário pré-pandemia teve de realizar os 4 exames
E quem concluiu há 2 anos teve Educação Física sem contar para a média, já no ano anterior passou a contar para média - a alguns alunos terá facilitado o acesso ao Ensino Superior, a outros tê-lo-á dificultado. Onde queres chegar com isto? Os critérios mudam.
Este ano estive a concorrer contra pessoas que não tiveram a média interna reduzida e que até tiveram direito a melhorias de nota
Compreendo porque sentes que foste roubado/a, mas terás também de compreender que esta situação não corresponde à maioria dos alunos, e também que esse problema ficaria cada vez menor com o tempo, dado que quanto maior for a idade menor é a probabilidade de alguém se estar a candidatar ao Ensino Superior (embora não seja 0, porque há sempre um ou outro).
essa "quase insignificância", é o que determina alguém ficar colocado no curso que queria ou não
E achas bem um aluno estar a entrar ou não entrar, por exemplo, num curso de Engenharia por causa da nota do exame de Português, ou do exame de Biologia, que nada têm a ver com a matéria do seu curso? Eu acho que é melhor dar esse peso aos exames que são, de facto, relevantes ao curso (neste exemplo, Matemática, e Física e Química).
 

Porungda

Membro Dux
Apoiante Uniarea
Matrícula
13 Dezembro 2020
Mensagens
771
Curso
Estudos Portugueses
Instituição
FLUP
Muitos alunos só escolhem o curso consoante as notas dos exames, por isso falar assim como se todos os alunos tenham já delineado que curso escolher no Superior já no 11º é um pouco erróneo. Deves ter visto até nos candidatos deste ano aqui no Uniarea muitos sem ideia sobre o que escolher, ou até, a escolher áreas científicas diferentes entre todas as opções.

Relativo a "minorias", lá por serem minorias, não quer dizer que possam ser descartadas em nome da "maior felicidade". Se assim o fosse, já estaríamos num mundo bem diferente e digo eu, muito menos rico e talvez até ditatorial.

Compreendo o que queres dizer sobre os exames serem inuteis para muitos cursos, e compreendo que achas que deva estar a pôr sentimento a mais no que digo, por isso, e também por já não ser afetado por futuras medidas, deixarei a minha acção de elucidação por aqui.

Somente quero que façam as vossas decisões com todas as informações, e essas informações também poderão vir de pareceres "negativos".
 

Quelra

Membro Veterano
Apoiante Uniarea
Matrícula
6 Agosto 2020
Mensagens
187
Curso
Recursos (Des)humanos
Uma questão interessante: supondo que os exames passam a opcionais, supondo que duas faculdades têm o mesmo curso, A e B. A faculdade A pede 2 PIs e a faculdade B pede apenas 1. Será que o número de candidatos da faculdade B será/tem tendência a ser muito superior ao da faculdade A?
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,624
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Uma questão interessante: supondo que os exames passam a opcionais, supondo que duas faculdades têm o mesmo curso, A e B. A faculdade A pede 2 PIs e a faculdade B pede apenas 1. Será que o número de candidatos da faculdade B será/tem tendência a ser muito superior ao da faculdade A?
Sim, certamente. Por isso tiveste um curso que conseguiu subir de nota de último colocado de 10/11 para +15 valores, porque a faculdade pedia antes 2 provas de ingresso obrigatórias e passou a pedir apenas um dos dois exames.
 
  • Like
Reactions: Quelra

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,624
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Sobre os Exames Nacionais de 2022:

 

Joanasilvaaa042005

Membro Caloiro
Matrícula
21 Outubro 2020
Mensagens
2
Bom dia!!
Estou um pouco confusa, uma vez que sou de humanidades no 11° e que os exames voltaram à normalidade isso significa que tenho que fazer o exame de geografia obrigatoriamente? Ou, posso fazer macs e filosofia?
 

Jessica P. M.

Membro Catedrático
Especialista
Educação Básica & Educação
Matrícula
4 Janeiro 2017
Mensagens
1,683
Curso
Educação Básica
Instituição
ESEC
Bom dia!!
Estou um pouco confusa, uma vez que sou de humanidades no 11° e que os exames voltaram à normalidade isso significa que tenho que fazer o exame de geografia obrigatoriamente? Ou, posso fazer macs e filosofia?
Se tudo voltar 100% à normalidade passas a ter de fazer 2 exames no 11.º ano, desses exames tens como opção fazer de duas bienais (macs e geografia A) ou podes fazer de uma bienal + filosofia, no teu caso macs + filosofia ou geografia A + filosofia.
 

Beatter2002

Membro Veterano
Matrícula
8 Fevereiro 2020
Mensagens
271
Curso
Profissional
Instituição
Braga
olá!!
eu acabei agora um curso profissional e fiz exame a biologia e geologia por externo mas não correu como queria e pretendo repeti-lo novamente este ano.
A minha pergunta é, eu este ano precisava apenas do exame de bg como prova de ingresso e se isto mudar para os exames obrigatórios terei de fazer mais algum?
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,624
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
olá!!
eu acabei agora um curso profissional e fiz exame a biologia e geologia por externo mas não correu como queria e pretendo repeti-lo novamente este ano.
A minha pergunta é, eu este ano precisava apenas do exame de bg como prova de ingresso e se isto mudar para os exames obrigatórios terei de fazer mais algum?
Olá @Beatter2002
Continuas a só precisar dos exames pedidos como prova de ingresso no teu caso.
 
  • Like
Reactions: Beatter2002