Física e Química A - Dúvidas e apontamentos

Boas.
Já venho um bocado tarde, mas no exame deste ano, na 5.2.2 coloquei que a diminuição de pressão favorecia o sentido que diminuísse a quantidade de gás. Nos critérios, colocaram que favorecia o sentido que diminuísse a quantidade de moléculas de gás. Não descontam porque meti quantidade, pois não? Teoricamente se o número de moléculas é menor, é porque a quantidade é menor
 
Alguém me consegue explicar o ex 2.1? Se atua a fg, existe aceleração, logo velocidade muda. Porque é que o declive da reta é constante?
 

Attachments

  • Screenshot_20210723-221129.png
    Screenshot_20210723-221129.png
    115.3 KB · Visitas: 18
TE="Johnny boy1, post: 571920, member: 160746"]
Alguém me consegue explicar o ex 2.1? Se atua a fg, existe aceleração, logo velocidade muda. Porque é que o declive da reta é constante?
[/QUOTE]
O gráfico pede a distância entre a rede e a bola, logo Fg não importa pois a única força que muda o deslocamento é a força v, que está representada. Como a força v é independente da Fg, a bola vai-se afastar o mesmo por cada unidade de tempo, independentemente da velocidade horizontal, que é dada pela Fg.
Como não há resistência do ar, v mantém se constante, logo o declive da reta vai ser constante.
 
Alguém consegue-me explicar uma coisa?
Num instrumento de medida analógico, por exemplo, uma proveta, quando a incerteza de medição já vem marcada no instrumento, a sensibilidade é igual às medição ou não?
Exemplo, pipeta graduada onde a incerteza está marcada como 0,04ml. A sensibilidade será igual à incerteza ou é necessário calculà-la através da menor divisão da escala?
 
"Um corpo tem um peso de 63N à superfície da Terra. Qual é a força gravitacional exercida sobre a Terra quando o corpo se encontra a uma altitude igual a metade do raio da Terra?"
A resposta certa é 28N, mas eu não consigo chegar a este resultado.
Alguém me pode ajudar?
Obrigada
 
"Um corpo tem um peso de 63N à superfície da Terra. Qual é a força gravitacional exercida sobre a Terra quando o corpo se encontra a uma altitude igual a metade do raio da Terra?"
A resposta certa é 28N, mas eu não consigo chegar a este resultado.
Alguém me pode ajudar?
Obrigada
A nova distância passa a ser de Raio da Terra + (Raio da Terra) /2. Usar a lei da Gravitação universal, com MassaTerra 5,98 E24 e a massa do corpo m = peso / g(superf) = 6,3 kg. RTerra = 6,37E6 m . G = 6,67E-11 Nm2kg-2
Fg = (GMm)/r2 <=> Fg = (6,67E-11 x 5,98 E24 x 6,3) / (6,37 E 6 + 6,37E6/2)^2 = 27,6 N
Post automatically merged:

Alguém consegue-me explicar uma coisa?
Num instrumento de medida analógico, por exemplo, uma proveta, quando a incerteza de medição já vem marcada no instrumento, a sensibilidade é igual às medição ou não?
Exemplo, pipeta graduada onde a incerteza está marcada como 0,04ml. A sensibilidade será igual à incerteza ou é necessário calculà-la através da menor divisão da escala?
A sensibilidade é o menor valor que se pode medir, assim será igual à menor divisão da escala.
Nunca igual à menor divisão, mas metade da menor divisão, num instrumento analógico.
 
Última edição:
Obrigada
Post automatically merged:

Alguém sabe a resolução deste?
1633807603610.png
Obrigada
Post automatically merged:

A nova distância passa a ser de Raio da Terra + (Raio da Terra) /2. Usar a lei da Gravitação universal, com MassaTerra 5,98 E24 e a massa do corpo m = peso / g(superf) = 6,3 kg. RTerra = 6,37E6 m . G = 6,67E-11 Nm2kg-2
Fg = (GMm)/r2 <=> Fg = (6,67E-11 x 5,98 E24 x 6,3) / (6,37 E 6 + 6,37E6/2)^2 = 27,6 N
Olá, porque se adiciona metade do raio?
 
Pela lei da gravitação universal. à superfície da Terra é (G*mterra*mcorpo)/(rterra ao quadrado) e este valor é igual a 63.
para uma altitude do raio + metade do raio, aplicas a mesma expressão mas na divisão colocas (9/4 *raio da terra ao quadrado). Assim, a força gravitica a essa distância será quatro nonos da força a superfície da Terra, que dá 28 N.
Post automatically merged:

Obrigada
Post automatically merged:

Alguém sabe a resolução deste?
Ver anexo 21810
Obrigada
Post automatically merged:


Olá, porque se adiciona metade do raio?
Obrigada
Post automatically merged:

Alguém sabe a resolução deste?
Ver anexo 21810
Obrigada
Post automatically merged:


Olá, porque se adiciona metade do raio?
Porque a superfície da Terra a distância a que o corpo está do centro da Terra é o seu raio.
 
Obrigada
Post automatically merged:

Alguém sabe a resolução deste?
Ver anexo 21810
Obrigada
Post automatically merged:


Olá, porque se adiciona metade do raio?
Em relação ao exercício do plano inclinado:

Se o movimento é uniforme a=0, logo Fr=0. Sendo assim Fa(módulo)=Fgx(módulo), apesar de terem sentidos opostos. Logo Fgx=30N. Fg=Fgx/sen(37º)=30/sen(37º)=50N. N=Fgy=Fgxcos(37º)=50xcos(37º)=40N. Fa/N=30/40=0,75 A opção correta é a D.
 
  • Like
Reactions: Isabel7305
Obrigada por todas as ajudas.
Ainda tenho mais uma questão.
A resposta correta é a A.
Obrigada
Ver anexo 21811
a=4, m=2. Fr=ma=8N.
Fr=Fx-Fa<=>Fx=Fr+Fa=8+0,6=8,6N.
F=Fx/cos(30°)=8,6/cos(30°)=9,9N

Acho que é assim, se bem que o facto de a velocidade inicial e a aceleração terem sentidos opostos confundiu-me um pouco.
 
  • Like
Reactions: Isabel7305
Boa tarde,

Será que alguém me consegue ajudar no seguinte exercício?

Estamos a preparar uma solução tampão de CH3COOH e CH3COONa. Onde a concentração de CH3COOH é 0,020 mol/dm3 e a concentração de CH3COONa é 0,580 mol/dm3
Através da equação de handerson- hassenbach descobrimos o ph teórico da equação e obtivemos 6,2.
Agora queremos analisar como a solução reage depois de adicionar 1 ml de NaOH ( C = 1 mol/dm3)

A pergunta é para calcular o ph depois da adição de 1 ml desta base. Alguém me consegue ajudar?? não esta a dar certo..
Muito Obrigado!!
 
Boa noite. Alguém me pode ajudar nesta questão? " Partindo de uma solução de NaCl 2% (m/v) calcule os volumes necessários para preparar 1,5 mL de soluções NaCl 0,1%; 0,4% e 0,9% (m/v)". Grata!