FLUP e Sociologia - opções

Matrícula
12 Agosto 2018
Mensagens
62
Cursos da FLUP O meu curso

Alguma dúvida sobre o curso de Sociologia (o meu há já 2 anos), podem contactar-me!
 

Attachments

  • 67170201_1767704140041121_3532934063536996352_n.jpg
    67170201_1767704140041121_3532934063536996352_n.jpg
    56.5 KB · Visitas: 42
  • 67403901_1767704110041124_756917346592882688_n.jpg
    67403901_1767704110041124_756917346592882688_n.jpg
    48.2 KB · Visitas: 38
Sem certeza se te referias a contactar por mensagem privada mas vou tentar por aqui primeiro :p

1- Qual é a tua opinião sobre o plano de estudos (se podia ser melhor, se as cadeiras tem variedade entre si, etc) do que tiveste até agora?

2- Quais são as áreas de trabalho e mestrado que licenciados em sociologia costumam seguir? As saídas profissionais que diz no sigarra são possíveis com esta licenciatura ou é preciso realmente um mestrado na área que se quer? Tens algum plano do que queres fazer depois de acabar o curso ou ainda não?

3- Como é que são os professores, colegas e a universidade em geral (se quiseres partilhar as coisas más que tem também lá, podes :p)

4- O que se dá/trata afinal na área de sociologia? (isto do teu ponto de vista como alguém que já lida com a área há 2 anos)


(tanta pergunta xD)
 
Olá, muito boa tarde!

Primeiramente, fico muito contente com todas essas questões, porque não tenho problema nenhum em respondê-las (adoro escrever! XD) e porque revela interessa da tua parte (e, sobretudo, interesse pelo meu curso ahah).

Ora bem, respondendo por tópicos:

1) Pelo que já tive agora (ou seja, 4 semestres de 2 aninhos bem preenchidos), e pelo que ouvi dos meus colegas do 3.º ano (ano final da licenciatura e para o qual me vou inscrever agora em agosto), a licenciatura em Sociologia tem a principal vantagem, numa opinião geral, de ser bastante diversa. Tens cadeiras não só de vários ramos de Sociologia, mas também cadeiras de bastantes outras áreas que complementam o teu currículo (tais como Demografia, Análise de Dados, Economia, História Social e Contemporânea, Psicologia Social, etc.). Para além disso, apesar de não ser perfeito, considero o curso bem estruturado para os três anos: o primeiro ano é de uma introdução à Sociologia e de uma maior abrangência de tipos de cadeiras, para compreenderes as diferentes áreas onde a Sociologia pode trabalhar; o segundo ano é um ano de consolidação da Sociologia enquanto ciência e área de trabalho, surgindo cadeiras de Análise de Dados ou de Métodos de Investigação Sociológica. Por fim, o terceiro ano é aquele em que a Sociologia se especializa (surgem cadeiras cujos nomes são "Sociologia de", como Sociologia da Educação, do Trabalho, da Cidade, do Género e da Família, etc.), onde podes aprender mais especificamente alguns temas e consolidar ainda mais os conhecimentos obtidos nos dois anos anteriores. Para mim, o principal problema deste plano de estudos é haver poucas opcionais no 3.º ano (único ano em que tens opcionais), isto é, tens várias opcionais que podes escolher, mas de Sociologia só tens 3 em cada semestre. Apesar disso, tenho considerado a licenciatura em Sociologia na FLUP uma boa licenciatura :).

2) É assim: a realidade é que algumas das saídas profissionais do SIGARRA que Sociologia na FLUP oferece servem para licenciatura e outras só podem ser alcançadas com o mestrado/doutoramento. Quando acabas a licenciatura em Sociologia, tornas-te um sociólogo, mas um sociólogo virado mais para o técnico xd. Podes trabalhar como assistente social, podes seguir recursos humanos, podes ser técnico em câmaras ou empresas com a função de análise de dados, etc. O mestrado torna-te um Sociólogo mais "intelectual" ou virado para a investigação. Com o mestrado, podes seguir investigação numa área que queiras e podes ser docente em escolas ou faculdades.
O mestrado é bastante aconselhável (digo, em qualquer curso), mas não é imprescindível. Apesar disso, muitos seguem mestrado (mais ou menos generalista), pois ele significa um maior grau de especialização ou de desenvolvimento de competências. Pessoalmente, como gostaria bastante de ser professor (mais numa faculdade do que numa escola) e de fazer investigação, em princípio pelo menos mestrado irei seguir, e em princípio irei seguir o mestrado da FLUP, por condições financeiras e de distância em relação ao sítio onde vivo e às coisas que conheço e porque já conheço a maior parte dos docentes que lecionam na minha faculdade, pelo que quem segue mestrado na FLUP, tendo feito lá licenciatura, acaba por ser já da "casa". Os licenciados pela FLUP geralmente ou não fazem mestrado lá, preferindo, por exemplo, o ISCTE em Lisboa ou já pensam em ir para um local exercer profissão. Os que ficam (que ainda são bastantes) seguem para a realização de uma tese no mestrado em Sociologia na FLUP. Digo isto porque o mestrado cá oferece também a hipótese de estágio, porém ela não é muito seguida (por razões que desconfio, mas que não estão confirmadas xd).
Em Sociologia, podes seguir imensas áreas, sendo que o mestrado da FLUP propicia mais áreas como Sociologia da(s)(os) Cultura, Educação, Política, Saúde, "Media", Arte e Economia/Empresas.

3) Em geral, tudo corre bastante bem. Há sempre professores e professores, e colegas e colegas, mas acho que as turmas em Sociologia, por não serem muito grandes, dão-se geralmente bem, tanto entre si como entre os professores. De ano para ano, o curso tem-se tornado mais unido e coisas digitais como o banco dos apontamentos permitem que os mais velhos possam ajudar os mais novos e estar a par do que se sucede nas aulas e no curso em geral. A relação com os professores, a começar pela diretora da licencitura, é bastante boa, os professores normalmente sabem quem nós somos e gostam de nós. A minha turma, por exemplo, tem tirado excelentes resultados e desenvolvido uma relação muito próxima com os professores. Eles gostam de nós e nós gostamos deles. Acho que nisso o curso de Sociologia é mesmo um bom curso! Cada um terá a sua perspetiva, mas eu, que vim de um secundário em que as coisas não me correram muito bem, senti-me e sinto-me bem nesta casa que é a FLUP, neste lar que é o curso de Sociologia! ^_^

4) A Sociologia é, em poucas palavras, e para mim, a forma como todos nós construímos o mundo e como vemos essa construção! É a análise e a interpretação do que cada um de nós, pessoas individuais e grupos, faz(em) para moldar as nossas relações e contribuir para o que tudo isto é, para o real-social! A Sociologia permite-nos ver que as coisas não são definitivas e que nós, humanos, somos de tal forma condicionados que os nossas atos são estruturados, e também estruturantes, dos locais por onde passamos e das pessoas com quem vivemos. As saídas profissionais de Sociologia (tais como recursos humanos, investigação, docência, animação cultural, gestão de autarquias ou de organizações, análise de dados, etc.) são a forma como os sociólogos abordam e se relacionam com as pessoas, sejam promovendo políticas para as ajudar, sendo examinando os seus comportamentos e extraindo conclusões a partir daí de modo a contribuir para a literatura, para a ciência e para a ação social e quotidiana. No fundo, a Sociologia é para mim a ciência da vida humana, a área em que quem a estuda consegue ir mais longe dos que as afirmações rotineiras, e muitas vezes erróneas ou insensatas, que elaboramos sobre as pessoas e o mundo.

Se as tuas perguntas foram muitas, as minhas respostas foram grandes XD! Espero que, pelo menos, te tenha esclarecido nalguns termos :P!
 
Respostas grandes mas muito completas, é isso que importa :P

Sobre isso de pouca gente querer fazer o estágio no mestrado, podes partilhar o cházinho à vontade das possíveis razões XD

O quão "fácil" achas é alguém seguir uma profissão de ensino universitário (neste caso em algo de sociologia)? As pessoas que falaste que procuram ir logo trabalhar apenas com a licenciatura conseguem safar-se ou tem algumas que ao arranjarem trabalho não é necessariamente nesta área?

Sobre horários em si: qual é o mais cedo que uma aula pode começar e o mais tarde que pode acabar na UP ( ou se varia de faculdade para faculdade ou se funciona igual para todas)? Os miticos horários que supostamente são os alunos que fazem e escolhem, é mesmo assim? xD

Agradeço já por ajudares tanto ao responder às perguntas, menos um curso neste mar de cursos que parece que ninguém daqui do site frequenta xD
 
Última edição:
Não precisas de agradecer, eu entendo que seja difícil, nesta fase de candidaturas, não obter respostas claras de praticamente nada ahah!

Basicamente, eu acho que é porque ou as hipóteses de instituições onde estagiar não sejam as melhores (não sei quais são, é um mero palpite), ou o estágio não é bem coordenado, ou ainda não dá tanto alicerce teórico e empírico como a tese. Penso que seja por essas três razões, a ser verdade o que eu disse :).

Sinceramente, não sei bem ainda!... Acho que é uma coisa que, como tudo na vida, depende das tuas competências. Não me parece, contudo, que Sociologia feche portas aos seus estudantes dedicados. Enquanto és "aprendiz de licenciado", há várias coisas onde podes participar, como voluntariado ou escrever artigos para a Revista da APS (Associação Portuguesa de Sociologia) ou para os "Working Papers" do Instituto de Sociologia. Tudo isso, e a tua dedicação e interesse nas cadeiras, e a boa relação com os professores de que te falei, servirão, a passo e passo, para facilitar o seguimento de uma profissão depois da saída do ensino superior. Sociologia tem, ao contrário do que muitas pessoas acham, várias saídas profissionais e várias delas não são direcionadas propriamente para os sociólogos, mas a qualidade da sua formação permite-lhes adaptar estas funções e exercê-las tão bem ou melhor do que profissionais de outras áreas. Apesar de não gostar destas estatísticos, reconheço a sua importância, e por isso deiixo-te aqui alguns dados sobre o desemprego do curso de Sociologia (Desemprego por Curso). Tomando por base o Porto, a taxa de desemprego na Licenciatura em Sociologia é de 29,31%, no Mestrado de 16,67% e no Doutoramento de 10,00%. Como vês, o desemprego desce com o mestrado e o doutoramento, mas saber que 70% dos licenciados se emprega é bastante bom, sobretudo no mundo em que vivemos hoje ou, pelo menos, na sociedade portuguesa de hoje, relativamente desligada das letras, das humanidades e das artes.

Sinceramente, é também outra questão que não te consigo responder concretamente... Eu ouvi muitos mais testemunhos de pessoas que tiraram o mestrado e tiveram sucesso. Só com a licenciatura, há sempre casos com sucesso, depende apenas do que queres fazer. Essas pessoas podem começar com tarefas mais aborrecidas ou que não fazem parte do seu "currículo", mas a existência de uma equipa de trabalho multidisciplinar cria a necessidade de haver sociólogos licenciados que analisem ou tratem de tarefas em empresas, organizações, câmaras, autarquias e associações. Tudo depende mesmo do que queres fazer. A FLUP, em geral, oferece bolsas de estudo e de profissionalização para que os licenciados continuam a estudar ou consigam ver a sua vida facilitada na entrada no mercado de trabalho.

O meu Facebook e o meu Instagram são "Leonardo Camargo Ferreira", caso te dê jeito. Podemos falar melhor por Messenger, por exemplo, se te for mais útil :).
 
  • Like
Reactions: Guiomar Martins
Não me parece, contudo, que Sociologia feche portas aos seus estudantes dedicados.

Espero que sim, e funciona o mesmo com outros cursos que são entendidos como seguro desemprego/sem trabalho na área, epá pelo menos uma pessoa deve ser capaz de arranjar trabalho na área xD

Uma última pergunta (que esqueci de fazer e tive de editar por isso não deves ter visto): Sobre horários em si: qual é o mais cedo que uma aula pode começar e o mais tarde que pode acabar na UP ( ou se varia de faculdade para faculdade ou se funciona igual para todas)? Os miticos horários que supostamente são os alunos que fazem e escolhem, é mesmo assim? xD

Agradeço outra vez por tudo e pelas formas de contactar por redes sociais, não sou a pessoa que faria contacto assim tão pessoal mas se surgir a situação ou se acabar por entrar para o curso, é possível que o faça :P
 
Eu acho que sim, basta haver dedicação o que se faz, sempre acreditei nisso!

Qual é a pergunta? :)
Não sei se varia dentro de cada faculdade dentro da UP mas na flup, qual é o mais cedo que as aulas podem começar e o mais tarde que podem acabar?
Sempre ouvi pessoas da UP a falar sobre "fazer" os horários e acredito que possa por causa das turmas e de cursos que tem muita gente, mas dá realmente para escolher as turmas ou é à sorte?
 
Depende do curso ou da faculdade, mas há hipótese de escolher um pouco os teus horários, isrio caso o teu curso tenha opcionais. Eu, por exemplo, tenho duas opcionais por semestre neste próximo ano e por isso posso moldar um pouco o meu horário. No geral, as aulas na FLUP começam às 08:30h e acabam às 19:30h, mas nunca se começa e a acaba a essas horas. Já comecei às 08:30h e saí às 12:30h ou às 15:30h e já comecei às 13:30h e saí às 19:30h. Lá está, depende do curso, faculdade e até do ano.
Post automatically merged:

Não precisas de agradecer a ajuda (reparei agora na adição de texto que fizeste no comentário de cima xd), continuo disponível por esta e por aquelas formas de contacto, caso queiras saber mais alguma informação sobre o curso ou algo da faculdade. De facto, a maior parte dos cursos oferece algo de opcional para escolheres um pouco o teu horário, mas essa questão de escolher completamente os horários só acontece num ou noutro curso em específico xD, a maior parte de nós tem de se cingir a algum horário já "pré-feito" :p.
 
Última edição:
Cursos da FLUP O meu curso

Alguma dúvida sobre o curso de Sociologia (o meu há já 2 anos), podem contactar-me!
Gostava imenso de ingressar na flup e o curso que mais me chama a atençao é sociologia,no entanto estou um pouco indecisa entre geografia. Sera que me podes dar umas ideias do que se trata o curso de sociologia? Ajudavas me imenso 🙂
 
Gostava imenso de ingressar na flup e o curso que mais me chama a atençao é sociologia,no entanto estou um pouco indecisa entre geografia. Sera que me podes dar umas ideias do que se trata o curso de sociologia? Ajudavas me imenso 🙂


Olá, Ângela! 😊

Antes de mais, fico contente por teres interesse em Sociologia!

Aquilo que te irei falar é um conjunto de ideias gerais sobre a minha experiência até agora. Por isso, caso queiras saber um pouco mais sobre algum(ns) aspeto(s) específico(s) deste curso que eu não tenha dito, é só perguntar ;).

Sociologia é um curso que me tem dito bastante e cada vez mais! Antes de mais, eu sempre gostei de escrever e de estudar teorias sobre pensamentos e ações humanas. Foi por isso que Filosofia e Psicologia foram sempre hipóteses. No entanto, quando vi Sociologia fiquei bastante contente, por tudo o que curso oferecia. A FLUP foi sempre a primeira escolha.

Sociologia é um curso de estudo sobre pessoas e com ação junto de pessoas. É um curso onde se pretende entender como é que a sociedade (de diferentes países e em diferentes territórios de um mês) se compõe: o seu funcionamento, as suas instituições, etc. As grandes perspetivas debatem-se ainda hoje sobre a importância de cada um de nós e das grandes estruturas sociais na composição de estilos de vida e vivências.

Na FLUP, Sociologia é um curso de 3 anos (sem mestrado integrado), planeado para que no primeiro ano se exponha os novos alunos a uma diversidade de cadeiras (Economia, História, Psicologia Social...), no segundo ano se faça um estudo mais reflexivo, consistente e prático na Sociologia (com cadeiras como Análise de Dados e Métodos e Técnicas de Investigação Sociológica) e no terceiro ano surjam as cadeiras específicas (Sociologia da Educação, do Género, da Família, do Trabalho, da Cultura...) e cadeiras opcionais (duas por semestre).

Este é um curso voltado para uma vertente mais académica e de investigação. Pessoalmente, gostaria de ser professor na universidade, pelo que tal é perfeito para mim. No entanto, o curso oferece uma base para depois fazeres especializações, caso queiras, ou ires logo trabalhar, ambas as hipóteses no sentido de concorrer a saídas profissionais como gestão de recursos humanos, assistência social, animação cultural, cargos relacionados com gestão de autarquias, organizações ou associações, tarefas relacionadas com marketing, etc. Por isso é que, na minha opinião, o curso é muito abrangente, sem perder a sua especificidade.

Em termos mais informais, no geral, gosto dos professores e dos colegas. Os materiais para o estudo existentes são bons e muitos deles fornecidos por professores e colegas de anos anterior. Os professores conhecem-nos e a relação de proximidade connosco ajuda-nos a superar algumas dificuldades. Ao mesmo tempo, tal relação permite-nos entrar em atividades da nossa área, como voluntariados, produção de textos para serem enviados a entidades voltadas para o avanço científico e a profissionalização da Sociologia, entre outras.

Acho deixei algumas informações sobre este que já é o curso há 2 anos. Caso queiras saber mais um pouco sobre o curso, podes pesquisar "FLUP - Sociologia" e clicar logo no primeiro link que surgir. Mais alguma dúvida não hesites em questionar 😊
 
Olá!

Certamente. A Sociologia não se reduz à profissionalização no meio académico (quer investigação, quer docência, quer ambas): permite o acesso a todos os tipos de empregos que recorram a instrumentos sociológicos nas suas atividades. Assim, qualquer curso de Sociologia (incluindo o que estou a acabar neste momento) pode permitir-te integrar equipas de ONG no combate às desigualdades sociais, tendo em conta o seu caráter multidimensional (ou seja, ao nível dos rendimentos e da pobreza, da corrupção, de género, etárias, de educação, étnicas, entre muitas outras).
 
  • Like
Reactions: fuckedupxd
Também estou indecisa entre criminologia, sendo que venho de ciências que não é um curso que abranja muito estes cursos xd. Mas eu acho que sociologia, pelo que vi, é mais abrangente tendo um leque de opções de saída mais variado.
Já agora, o curso em si é muito teórico e difícil?
 
Difícil não é (pelo menos não o considerei), mas admito que tem uma forte componente teórica. Na medida em que o curso é relativamente orientado para a investigação e a lecionação (embora não descartando outras saídas profissionais), e que a própria ciência que é a Sociologia necessita de uma base analítica robusta para desmistificar alguns preconceitos sobre o seu modo de ação, esta parte mais teórica justifica-se. Ainda assim, o curso integra trabalhos de campo com a aplicação de técnicas como a observação (direta e participante), o inquérito e a entrevista e análises de dados através de um software específico, onde podes aplicar aquilo que fores aprendendo.
 
  • Like
Reactions: fuckedupxd
Se eu tiver média interna para o curso, mas não tiver nota da prova de ingresso estipulada como mínima posso entrar na mesma?