Fuga de Informação Exame de Português

David Pinhal

Membro
Matrícula
21 Julho 2016
Mensagens
20
Isto é uma vergonha, um escândalo... Vão ter que ponderar bem o que fazer pois qualquer uma das decisões vai ser injusta, em certa parte. Quanto à gravação, infelizmente para 80,000 alunos que realizaram a prova é real pois partiu de um docente que afirma ter ouvido a gravação antes da prova o que fez com que este denunciasse a situação ao ministério da educação quando verificou que a gravação tinha informações verídicas a respeito do conteúdo do exame. Vamos ver o que se vai decidir mas, para os que prestaram a prova, contava com esta ser anulada.
 

MedDreamer

Membro Catedrático
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
24 Julho 2015
Mensagens
1,519
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Poderia ser feita uma fase especial de "melhoria", ou seja, apenas ia quem queria e se a nota melhorasse serveria para efeitos de 1ª fase... (???)
 
Matrícula
6 Março 2015
Mensagens
21
Boa noite a todos. Eu já passei pela fase dos exames nacionais há já algum tempo, contudo esta situação é grave, tem de ser resolvia e levanta uma série de questões. Uma das questões que eu próprio pergunto a mim mesmo é se esta situação aconteceu apenas este ano, em que a jovem foi "inocente", revelou a pessoas e a história é a que conhecemos ou isto é prática corrente em todos os anos, mas nada vem cá para fora? Outra questão que coloco e que me parece que deve ser legislada é a questão dos explicadores e de pais professores. Em relação à primeira, não é ético um aluno ter um explicador que seja dá mesma escola ou não e que se dê bem com atuais professores do explicando, podendo levar à várias suspeitas. Em relação aos filhos de professores, sabendo que é extremamente difícil legislar nesta área nem eu quero estar a insinuar nada mas suponhamos que um determinado aluno que é filho de professores, tem ele próprio professores que são muito amigos dos pais. Isto levanta uma série de questões que eu acho que deveriam merecer a atenção por parte dos políticos.
 

diana.m99

Membro Caloiro
Matrícula
28 Maio 2017
Mensagens
1
Sinceramente acho que não vai dar em nada, pode ter sido uma pessoa qualquer a gravar aquele aúdio depois do exame só para gerar polémica
Acho o mesmo!!
--- Post atualizado ---
Acho o mesmo!!
Até pq em todas a sondagens o mais votado era Memorial do convento e Cesário verde. Se houvesse realmente fuga de informação pq as sondagens indicavam o contrário!?
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,595
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Sinceramente acho que não vai dar em nada, pode ter sido uma pessoa qualquer a gravar aquele aúdio depois do exame só para gerar polémica
Concordo com a primeira parte. Quanto à segunda, o professor que fez a denúncia disto tem conhecimento daquele áudio desde sábado.
 
  • Like
Reactions: LordKelvin

gui5000

VIP & Fab
Matrícula
20 Agosto 2015
Mensagens
3,190
Curso
Eng. Biológica
Instituição
IST
Acho que com o Ministério Público a tratar do assunto facilmente chegam às pessoas em questão (I mean até o áudio está na internet) e estas são punidas. Não sei se é crime divulgar informação secreta, ou se se tem de pagar multas...
 
  • Like
Reactions: LordKelvin

LuísaF

Membro
Matrícula
15 Fevereiro 2017
Mensagens
81
A ser comprovada a fraude, os regulamentos prevêem anulação de exame. Seria injusto? Se aquilo de que se trata aqui é justiça coletiva, não. Exigiria um esforço extra aos alunos, sim, mas ninguém seria beneficiado em relação a ninguém, porque esforço seria exigido a todos. Estariam em posição de igualdade. Não desvalorizo o fardo desse esforço, o que digo é que a inconveniência não é o único fator a ter em conta se se trata de repor a legitimidade do exame.

A solução de apenas castigar quem esteve envolvido ou foi "beneficiado" não é assim tão simples. Pode tentar-se provar quem cometeu o crime de corrupção, mas, para além disso, receber e comentar informação através de "diz-que-disse" não é crime. As consequências de uma fuga de informação não podem ser medidas de forma objetiva e, por isso, não é apenas castigar x e y que repõe a legitimidade do exame, no que toca ao pressuposto de todos os alunos terem acesso a ele em condições de igualdade. Se fraude e fuga de informação forem reais, o exame está manchado e não há volta a dar.

Não quero com isto dizer que "acho muito bem" a anulação, apenas que, no caso de fraude, é a única que garante a legitimidade do exame a 100%. Mas é merdoso. Qualquer solução será merdosa.

Dito isto, tenho a certeza que o exame não vai ser anulado.
 
Última edição:

Hedwig

Membro
Matrícula
8 Junho 2017
Mensagens
21
Outra questão que coloco e que me parece que deve ser legislada é a questão dos explicadores e de pais professores. Em relação à primeira, não é ético um aluno ter um explicador que seja dá mesma escola ou não e que se dê bem com atuais professores do explicando, podendo levar à várias suspeitas. Em relação aos filhos de professores, sabendo que é extremamente difícil legislar nesta área nem eu quero estar a insinuar nada mas suponhamos que um determinado aluno que é filho de professores, tem ele próprio professores que são muito amigos dos pais. Isto levanta uma série de questões que eu acho que deveriam merecer a atenção por parte dos políticos.

estas a insinuar que os filhos de professores tem ajudas, e sao informados da materia que vai ser avaliada em exame? errado, sou um excelente aluno, filho de uma professora de matematica, e quando era mais novo, era acusado de so ter boas notas devido a minha mae ser professora e a aproveitar se disso para eu ter acesso privilegiado aos testes antes de nos os fazermos em aula. Tudo baseado em falsas alegações, por causa de algum tipo de preconceito aos filhos de professores.

O problema aqui em causa nao sao os filhos de professores ou essas relaçoes que inventaste entre explicador/explicando/pais do explicando, sao os professores encarregues de fazer os exames, que ASSINAM CONTRATOS DE HONRA E SIGILO, e faltam a sua palavra. Se tem de haver investigação e culpados, é dentro do IAVE, porque estas informaçoes nao devem sair do trabalho. Se um explicador/professor (nao encarregue de qualquer funçao relacionada com fazer o exame) obtiver informaçoes acerca do mesmo, o problema não é dele, como também não o é se for um aluno a aceder a uma informaçao dessas, porque obviamente um aluno não vai dizer que nao a um possivel beneficio deste género.

A confirmar-se, concordo plenamente em repetir-se o exame, é justo para todos. Eu não quero estar a candidatar me à universidade e a concorrer contra outros alunos que tiveram qualquer tipo de vantagem sobre mim em qualquer exame. Já ha vantagens/desvantagens só por cada aluno ter estudado em escolas diferentes, e cada um ter sido alvo de diferentes condições de avaliação, sofrendo (muita ou pouca) inflação de notas, e ainda haver mais essa vantagem num elemento de avaliação externo e comum a todos no pais, é demais.
 

andre99az

Membro Veterano
Matrícula
19 Junho 2016
Mensagens
143
Eu penso que o círculo de professores/funcionários do IAVE com acesso direto a informações sobre o exame deve ser reduzido. Averiguar de onde partiu a leak não pode ser uma missão impossível.

Mas isto é de uma tremenda incompetência. Isto é brincar com dezenas de milhares de alunos que se esforçam durante anos da sua vida para depois verem outros partir de uma posição privilegiada para um exame nacional o que pode traduzir-se numa vantagem para o ingresso ao ensino superior.

Isto, está claro, considerando que esta fuga existiu mesmo.
 

Daisy99

Membro Caloiro
Matrícula
16 Junho 2017
Mensagens
1
Quase de certeza vão ser tomadas medidas, pois esta informação não se ficou por um rumor na internet. Está em todos os sites de notícias, televisão,ainda temos a denuncia de um professor e a própria gravação já passou na rádio pelo menos 3 vezes.

Isto é uma vergonha e o mais provável é isto não ficar assim, visto que esta situação é um escândalo nacional e um descrédito para o IAVE.

Agora qual é a melhor decisão a tomar? Não sei, visto que outros milhares como eu que estudaram sem saber o que ia sair vão sair sempre prejudicados.
 

RITO

Membro Veterano
Matrícula
27 Maio 2017
Mensagens
103
Curso
Direito
Instituição
FDL
Não há muito para comprovar, parece de caras que tenha havido uma fuga, não há coincidências destas. Se a descrição da senhora dada no áudio for verdadeira, então imagino que não seja muito difícil encontra-la. É só fazer uns cruzamentos. Até já deve estar identificada.

Não acho é que repitam a prova, isso iria manchar ainda mais o IAVE. Vão assumir o erro, tomar medidas e seguir em frente.
 

RITO

Membro Veterano
Matrícula
27 Maio 2017
Mensagens
103
Curso
Direito
Instituição
FDL
Mas se realmente houve fuga é injusto tipo eles vão concorrer como todos os comuns mortais ao ensino superior e partem vom vantagem...

Para outros, a quem a prova correu bem sem acesso à fuga, pode ser um pau de dois bicos. Imagina que a prova se repete e têm pior nota?

O IAVE enfiou-se numa situação em que quaisquer sejam as medidas que tomem agora, vão ser sempre injustas. O procedimento 'normal' seria deixar como está e averiguar para que não se repita. Um pouco como na arbitragem, a porcaria está feita - é não inventar para não correr o risco de se enterrarem mais ainda.

Sem querer ser dono da razão, acredito que é o que vai acontecer, mas percebo o que dizes e concordo.
 
Última edição:
  • Like
Reactions: inalexmartins

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,595
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Não há muito para comprovar, parece de caras que tenha havido uma fuga, não há coincidências destas. Se a descrição da senhora dada no áudio for verdadeira, então imagino que não seja muito difícil encontra-la. É só fazer uns cruzamentos. Até já deve estar identificada.
O que se comenta num grupo de professores do Facebook é que já se sabe quem seja a pessoa em causa, que afinal é da associação de professores de português. Só não se sabia ao certo quem era a pessoa do áudio porque os colegas não a queriam denunciar.
Não acho é que repitam a prova, isso iria manchar ainda mais o IAVE. Vão assumir o erro, tomar medidas e seguir em frente.
Também me parece que é isso que vai acontecer. Foi o que acabou por acontecer em 2012.
 
  • Like
Reactions: RITO and gui5000

Maria Caldas

Membro
Matrícula
18 Maio 2017
Mensagens
18
Para outros, a quem a prova correu bem sem acesso à fuga, pode ser um pau de dois bicos. Imagina que a prova se repete e têm pior nota?

O IAVE enfiou-se numa situação em que quaisquer sejam as medidas que tomem agora, vão ser sempre injustas. O procedimento 'normal' seria deixar como está e averiguar para que não se repita. Um pouco como na arbitragem, a porcaria está feita - é não inventar para não correr o risco de se enterrarem mais ainda.

Sem querer ser dono da razão, acredito que é o que vai acontecer, mas percebo o que dizes e concordo.

Mas eu não estou a dizer que não é um pau de dois bicos porque o exame a mim correu-me bem e até achei o exame relativamente fácil mas eu não quero ter que concorrer ao ensino superior com pessoas que têm vantagem sobre mim. Acho que se o exame fosse repetido era o mais justo para todos porque toda a gente era submetida ao mesmo exame sem qualquer tp de informação de antemão.