Fuga de Informação Exame de Português

Em cesário no poema das cristalizazõesj ja vi analises a dizer que era na Primavera e outras No Inverno, alguém sabe realmente em que altura é?
 
Em cesário no poema das cristalizazõesj ja vi analises a dizer que era na Primavera e outras No Inverno, alguém sabe realmente em que altura é?

"São uns versos agudos, gelados, que o inverno passado me ajudou a contruir; (...)"



--- Post atualizado ---

@_arilopes após analisar um bocado o poema, tenho de concordar contigo, era uma sorte sair mesmo "Cristalizações" ;)
 
Vou deixar as minhas apostas porque no meu ano disse que ia sair o que saiu. E foi um exame lixado 2015, memorial e poeta do século XX (Sophia de Mello) nunca tinha saído poetas do sec XX/XIX e saiu...
Ora por mais que desgostasse, Memorial é de facto uma boa aposta mas muito sinceramente, apesar do aniversário da pedra (fazendo sentido que saia o ep da pedra porque é muito simbólico e seria relativamente fácil de analisar...) estou mais virada para a mensagem... Não é fácil mas acabam por conseguir por dois conteúdos num só, de certo modo: lusíadas e Fernando Pessoa. Mas memorial é, de facto, uma aposta (não acho que seja muito viável pois saiu em 2014 o episódio do voo e em 2015 o trabalho na passarola). Quanto ao grupo B, poetas de século XX/XIX foi um falhanço total por isso excluo (embora ache que haja ainda uma possibilidade se eles quiserem complicar. De qqr das maneiras, se sair poesia num dos grupos não sai no outro), não acho que saia Camões Lírico (não que seja difícil. Desde que se saiba 2/3 tópicos essenciais da sua poesia, da p desenrascar. De resto, temos de nos por no "state of mind" do poeta e analisar). Estou virada para Frei Luis, muito honestamente e Cesário é um sonho para mim mas lá está, acho que pode sair mensagem... Os Maias não deve sair (só se for em grupo B e aí seria só para análise do texto, sem conhecimentos anteriores porque ~tecnicamente~ está no plano previsto que há quem não de Os Maias por isso duvido que saia).
Ou seja, apostas finais:
Se sair Mensagem (sendo que duvido que saiam os heterónimos) sai Frei Luís. Se sair Memorial, sai Cesário. (Se na hipótese de sair Fernando pessoa ortonimo ou heterónimo, sai Frei)
Duvido que ponham o Sermão outra vez. A análise é sempre a mesma...

Mas tenho mais medo da composição... acho que vai sair um tema político... e eu sou muito opinativa e por mais que digam que é um "texto de opinião" não é bem assim. Quanto mais formal, mais politicamente correto for o texto, melhor. A minha aposta aqui será a situação do terrorismo (embora também ache que a situacao política mundial possa ser um tema, nem toda a gente está a par da situação...)
Dica: se for um tema mais sensível, tornem a vossa composição o mais desligada possível, não usem marcadores pessoas como o "nos" ou "nós". Por exemplo: em vez de "podemos dizer" usem o "pode-se dizer". Aliás, quanto mais geral e impessoal e formal, melhor. É o chamado "politicamente correto"

(Ish, desculpem pelo testamento...)
--- Post atualizado ---
Já agora, alguém me pode dizer quanto tempo antes do início da prova temos de lá estar? Eu tenho ideia de ser 30 minutos mas não tenho a certeza...
 
A Epopeia da pedra do Memorial do Convento de Saramago (a par do seu aniversário) e o Cristalizações homenageiam ambos o povo trabalhador de outrora, que servia o país, mas que fazem crítica em relação às suas más condições de trabalho, ao sofrimento físico, com isto à falta de direitos e de recompensa justa e às desigualdades. Realmente é uma boa combinação.

Arriscaria dizer que a expressão escrita também seria dentro destes temas, mas já seriam suposições a mais talvez.
 
Mas tenho mais medo da composição... acho que vai sair um tema político... e eu sou muito opinativa e por mais que digam que é um "texto de opinião" não é bem assim. Quanto mais formal, mais politicamente correto for o texto, melhor. A minha aposta aqui será a situação do terrorismo (embora também ache que a situacao política mundial possa ser um tema, nem toda a gente está a par da situação...)
Dica: se for um tema mais sensível, tornem a vossa composição o mais desligada possível, não usem marcadores pessoas como o "nos" ou "nós". Por exemplo: em vez de "podemos dizer" usem o "pode-se dizer". Aliás, quanto mais geral e impessoal e formal, melhor. É o chamado "politicamente correto"
Sim, o terrorismo não seria um tema viável. Muito provavelmente, a composição incidirá sobre um tema que reúne consensos (no ano passado o tema incidiu sobre a importância da educação, por exemplo) e no qual é extraordinariamente difícil ser-se politicamente incorreto (quem é que vai num exame dizer que a educação não serve para nada? :P ). Se o tema fosse o terrorismo, as soluções para o mesmo seriam um ponto a não descuidar (e toda a gente sabe que algumas posições radicais a este respeito não são tão raras quanto isso).
 
acho que vai sair um tema político

Não sei até que ponto eles arriscam colocar um tema politico, já se diz que nas escolas não se discute politica, religião e futebol! :p

Se sair Mensagem (sendo que duvido que saiam os heterónimos) sai Frei Luís. Se sair Memorial, sai Cesário. (Se na hipótese de sair Fernando pessoa ortonimo ou heterónimo, sai Frei)

Se sair Mensagem estou bem lixada, não gosto nada daquilo. E Frei é extremamente acessivel se tiveres conhecimentos básicos da obra e das personagens. Sonho mesmo era Memorial e Cesário! Ainda acredito! Já pareço a Maria em Frei que só acredita é no regresso de D.Sebastião, eu cá acredito no regresso de Memorial..
 
@Andreia Couchinho , é preciso estar 30 minutos antes: 9h no Continente e 8h nos Açores.

Já agora obrigado pelos conselhos relativamente à expressão escrita, se tiverem mais alguma coisa a acrescentar agradeço ;)
 
A Epopeia da pedra do Memorial do Convento de Saramago (a par do seu aniversário) e o Cristalizações homenageiam ambos o povo trabalhador de outrora, que servia o país, mas que fazem crítica em relação às suas más condições de trabalho, ao sofrimento físico, com isto à falta de direitos e de recompensa justa e às desigualdades. Realmente é uma boa combinação.

Arriscaria dizer que a expressão escrita também seria dentro destes temas, mas já seriam suposições a mais talvez.
Os temas estão tão bem articulados, que eu estou mais inclinado a dizer que o rumor é verdadeiro.
 
@Andreia Couchinho , é preciso estar 30 minutos antes: 9h no Continente e 8h nos Açores.

Já agora obrigado pelos conselhos relativamente à expressão escrita, se tiverem mais alguma coisa a acrescentar agradeço ;)

Deixa-me só ir ao pc e dou aqui algumas dicas
 
  • Like
Reactions: andre99az
Segundo o que li, o texto A é obrigatoriamente 12º ano, sendo o texto B de 10º, 11º ou 12º ano. Portanto, podem sair dois textos de 12º ano...
Não, o.texto B é de 10° ou 11°
--- Post atualizado ---
Isso está explícito nas metas
 
  • Like
Reactions: tiagoazevedo82
Sim, o terrorismo não seria um tema viável. Muito provavelmente, a composição incidirá sobre um tema que reúne consensos (no ano passado o tema incidiu sobre a importância da educação, por exemplo) e no qual é extraordinariamente difícil ser-se politicamente incorreto (quem é que vai num exame dizer que a educação não serve para nada? :p ). Se o tema fosse o terrorismo, as soluções para o mesmo seriam um ponto a não descuidar (e toda a gente sabe que algumas posições radicais a este respeito não são tão raras quanto isso).

Sim tens razão quanto às ideias radicais mas acho que há uma maneira subtil de fazer entrar o tópico. E eles são muito manhosinhos nestas coisas... Põem-te o tópico à frente e tu nem sabes o que estás a discutir... "É um tema geral..." pensas tu mas depois vais-te lembrando do que aconteceu no ano todo e chegas à conclusão que não é tão geral assim... Ou isso ou incide sobre o mesmo tópico que o texto do grupo II. É raro porem-nos a explicar a mesma coisa tanto no grupo I em A e em B como na composição... Por isso é que acho que, ou é um exame super fácil e a dica está certa (duvido tanto tanto....) ou é treta.
E não nos esqueçamos que não há nada que homenageie mais a gente portuguesa que os Lusíadas... E não sai Lusíadas ou Mensagem há algum tempo...
Não sei. Odiava que saísse Memorial, não porque é difícil mas acho um pouco repetitivo.
--- Post atualizado ---
Não sei até que ponto eles arriscam colocar um tema politico, já se diz que nas escolas não se discute politica, religião e futebol! :p



Se sair Mensagem estou bem lixada, não gosto nada daquilo. E Frei é extremamente acessivel se tiveres conhecimentos básicos da obra e das personagens. Sonho mesmo era Memorial e Cesário! Ainda acredito! Já pareço a Maria em Frei que só acredita é no regresso de D.Sebastião, eu cá acredito no regresso de Memorial..

Mensagem: Pessoa acha Camões assim o mais dos mais. O patriota dos patriotas (pelo amor da Santa, se sair Lusíadas ou Mensagem, vocês digam que Camões é super patriota, não se ponham a dizer que não porque embora possa ser tópico de discussão - e nem vou entrar por aí.... - matam-vos na nota se disserem que não...). Pessoa acha que os Lusíadas é a obra das obras. Conheci uma pessoa que me disse que a Mensagem era tipo os Lusíadas on drugs... Não estou a dizer que concorde mas achei uma comparação engraçada... Mensagem é só saber os tópicos incidentes e aplicar. E claro, como em toda a poesia, ter a capacidade de se extrairem de vocês próprios e analisarem o poema como se fossem o poeta, o que implica saberem um pouco sobre eles...
 
Eu tendo a ser muito céptico em relação a estes rumores. No entanto, estou a rever essas partes para não ficar com remorsos caso acabe por sair esses episódios no exame de amanhã.

Memorial aparece frequentemente, por isso o argumento de que "tem saído muitas vezes, não vai sair este ano" é facilmente abatido quando vemos que até apareceu 2 anos seguidos...

Agora, espero que ninguém vá mentalizado de que amanhã de manhã vão aparecer a 'Epopeia da Pedra' e 'Cristalizações' à frente ;) no ano passado vi muita boa gente a pensar que ia interpretar Lusíadas e acabou a interpretar 'Felizmente à Luar'... embora talvez tenha sido melhor até :p

EDIT: A Mensagem pode ser bastante bom ou bastante mau, dependendo de qual poema. Há uns que são muito manhosos, facilmente deixamos passar detalhes importantes.
 
  • Like
Reactions: Andreia C.
Este ano não há tolerância na entrada para o exame, vejam lá não se percam nas horas

E podem levar água, mas tirem o rótulo, ah e não se esqueçam de substituir por vodka ou dissolver um xanax na água se quiserem, está nos critérios que ou é água ou vodka, não se ponham com ideias de levar ice tea.
 
@Andreia Couchinho , é preciso estar 30 minutos antes: 9h no Continente e 8h nos Açores.

Já agora obrigado pelos conselhos relativamente à expressão escrita, se tiverem mais alguma coisa a acrescentar agradeço ;)

Vou por isto nos spoilers porque ficou muito grande...
Dicas para a composição: Se precisarem, comecem o exame por fazer o esquema da composição. Recomendo para quem é muito despaçarado, tem tendência a perder tempo ou não é muito organizado. Não demorem mais que 5 minutos aqui. É importante terem o esquema porque vai ajudar na composição.
O modelo de tempo deve ser, para os 120 minutos: 45 interpretação, 45 composição, 30 gramática, de acordo com uma professora. Eu discordo. Mas depende de pessoa para pessoa. Eu demoro cerca de 45/50 minutos na interpretação e sou bastante rápida a escrever. O que me demora mais tempo é sblinhar, fazer conecções e analisar o texto. Os meus exames acabam todos riscados. Para mim o modelo é:
começo na gramática, com, no máximo dos máximos, 7 minutos; não passo logo para a folha de rascunho. Depois vou ver o tópico da composição, não faço muito aí, deixo o meu cérebro pensar enquanto faço outras coisas. Interpretação e demoro o tempo que precisar aí. Deixo espaço para a gramática e começo o esquema e rascunho da composição (sim, eu faço rascunho). Entre tudo isto acabo o exame em 120 + 15 (da tolerância) e mais 15 para rever. Pelo menos aconteceu isto na primeira vez que fiz o exame (eu estou a fazer este exame para ver se me dá alguns pontos de gramática porque tive uma nota baixíssima nesse grupo).

Dicas de escrita:
Para aplicar não só na composição mas como no grupo I:
Evitar marcadores pessoais (nos, nós, podemos, dizemos, fazemos, somos, etc). Tornem tudo o mais pessoal e informal que conseguirem.
Usem os conetores (então, pois, assim, logo, consequentemente, etc)
Repitam partes da pergunta/tópico
Não dêem a vossa opinião. A composição é um texto argumentativo/expositivo, não de opinião e as perguntas são objetivas.

Para o Grupo I:
para além do que está em cima:
Usem passagens.
Numeros escritos por extenso a não ser que escrevam do seguinte modo: (ll. 3 e 4), por exemplo.
Não abreviem
Não cometam erros ortográficos (easier said than done, I know mas por isso é que se deve deixar tempo para reler tudo)
Usem as vírgulas nos sítios corretos, usem pontos e vírgulas (pouca gente os usa mas é mais fácil do que iniciar outra frase em que se repetem)
Parágrafos, parágrafos, parágrafos! Se vos perguntarem: o que fez a blimunda, o baltasar e scarlatti em malalalala vocês fazem: introdução. Parágrafo. Desenvolvimento: a blimunda isto e aquilo. Parágrafo. O Batlasar isto. O Scarlatti aquilo. Parágrafo. Conclusão (podem fazer ou não, depende se a resposta for extensa e se tiverem tempo.

Composição:
sigam uma estrutura:
Introdução. Parágrafo.
Desenvolvimento (Argumento 1, exemplo 1; Parágrafo; Argumento 2, Exemplo 2; Parágrafo; etc)
Conclusão.
Evitem o em conclusão, em suma, ... Se puderem usem outros, é mais interessante de ler, não parece que estão automatizados. Usem o então, assim, deste modo, etc etc.
Usem palavras "caras" (percetível, inteligível, ....) se se lembrarem e puderem. Mais uma vez, é "bonito".
Não digam: na minha opinião... A não ser que vos peçam...
Se o tema for geral o suficiente, nem precisam de "escolher um lado". Eu sei que é comum dizerem que se vos derem um tópico, dizem-vos que precisam de escolher um lado, mas nem sempre é o caso. Exame de 2014, tópico: ambição; dizem que é boa porque conquistas mas depois dizem que é a causa de problemas. Vocês podem dizer que pode ser os dois e argumentam para os dois. Boom, estão a ser politicamente corretos.

Não tenho muito mais a dizer. Deixem a escrita fluir. Fazerem: eu acho isto. Em primeiro lugar isto. O exemplo é este. Segundo lugar isto. O exemplo é este; não é bonito nem dá gosto ler/corrigir.
Façam antes: Repetir tópico por outras palavras, introduzindo o tópico. (eu não dei a minha opinião aqui). Argumento um (sem começar por Primeiramente. Iniciei só o argumento. Mas podem por primeiramente ou em primeiro lugar ou outro tipo de marcador.) e exemplo (podem dizer, em vez de "exemplo": este ponto é evidenciado/clarificado...). Argumento 2 (podem iniciar com: Para além disto, em seguida, etc) e exemplo 2 (podem por por exemplo ou é exemplo disto ou outra coisa em vez disto). Conclusão.
Acho que é só isto que tenho a dizer...
 
Embora me custe a acreditar que tenha havido de facto uma fuga de informação em que tanto os temas da parte A e B do grupo 1 sejam divulgados, acho que teria uma certa lógica sair Memorial e Cristalizações, uma vez que tem algumas semelhanças na mensagem que pretendem transmitir, o trabalho e esforço do povo. Faria também algum sentido, se estes rumores fossem verdadeiros, que o grupo 3 fosse de encontro a este mesmo tema, até porque seria relativamente acessível e consensual.
Acham credível que possa sair poesia nas duas partes? Tenho medo que saia Camões lírico ou Mensagem, que tem alguns poemas bastante fáceis mas outros que me custa muito a analisar
 
Embora me custe a acreditar que tenha havido de facto uma fuga de informação em que tanto os temas da parte A e B do grupo 1 sejam divulgados, acho que teria uma certa lógica sair Memorial e Cristalizações, uma vez que tem algumas semelhanças na mensagem que pretendem transmitir, o trabalho e esforço do povo. Faria também algum sentido, se estes rumores fossem verdadeiros, que o grupo 3 fosse de encontro a este mesmo tema, até porque seria relativamente acessível e consensual.
Acham credível que possa sair poesia nas duas partes? Tenho medo que saia Camões lírico ou Mensagem, que tem alguns poemas bastante fáceis mas outros que me custa muito a analisar

Camões Lirico acho dificil, saiu na 1ª fase do ano passado. Mensagem tem boa hipótese de sair. Mas de acordo com toda essa lógica, faria mesmo todo o sentido sair Memorial e Cristalizações, visto que passam um pouco a mesma mensagem. Poesia nas duas partes é raro, se é que alguma vez aconteceu, portanto, se sair Pessoa, qualquer que seja o heterónimo ou mesmo o ortónimo, conta com Frei Luis na parte B ou uma crónica/noticia.

Concluindo, revejam Cesário, Memorial, Mensagem, Pessoa e Frei.