Fuga de Informação Exame de Português

Alfa

Membro Catedrático
Especialista
Matemática
Apoiante Uniarea
Matrícula
2 Agosto 2015
Mensagens
10,646
O "algo que nunca aconteceu" pode referir-se a ter existido ou não desconfiança ou a ter sido aberta a porta a alguém para sair. Se for a segunda vai ao encontro ao que o Público refere.

Ainda assim, foi insinuado que não haveria tolerância em relação a suspeitas. Especialmente suspeitas recorrentes sobre a mesma pessoa.
 
  • Like
Reactions: davis

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
24,258
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Ainda assim, foi insinuado que não haveria tolerância em relação a suspeitas. Especialmente suspeitas recorrentes sobre a mesma pessoa.
Certo, estava só a fazer de advogado do diabo. Acho que o sentido no artigo até é o primeiro.
 
  • Like
Reactions: Alfa

Alfa

Membro Catedrático
Especialista
Matemática
Apoiante Uniarea
Matrícula
2 Agosto 2015
Mensagens
10,646
Certo, estava só a fazer de advogado do diabo. Acho que o sentido no artigo até é o primeiro.

Para além disso, se havia suspeitas, porquê continuarem a ter a senhora na equipa que faz os exames? Estou só a conjecturar, mas se calhar nem era preciso despedi-la, bastaria não haver renovação do contrato...
 
  • Like
Reactions: davis

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
24,258
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Ainda sobre esta novela, o Expresso deste fim de semana revela que a suspeita é nada menos que a presidente da associação de professores de português:
Impresa Digital Reader
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
24,258
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa