Funcionamento da Praxe

AnaC26

Membro Caloiro
Matrícula
26 Maio 2017
Mensagens
2
Olá, tenho uma questão, entrei este ano para o ensino superior e vai ser uma experiência diferente por isso, e como forma de conhecer pessoas novas, inscrevi-me nas praxes. Os veteranos pediram-me que assinasse umas folhas nas quas indiquei alguns dados e doenças que tinha, após isso disseram que estava tudo e que poderia ir embora. A única informação que me foi transmitida foi que as praxes começam dia 16 de setembro, não sabendo o horário das mesmas, como saberei, se será antes ou depois das aulas? Como pediram o contacto e o facebook, iremos ser informados através destes meios?

Desde já, muito obrigado e parabéns a todos aqueles que entraram para o ensino superior e boa sorte para aqueles que ainda não!
 
Última edição:
D

Deleted member 63637

Guest
Boa noite. Tenho 2 amigos que foram agora colocados na FLUP e na UTAD, respectivamente e gostariam de saber como são as praxes. Se exigem muito esforço físico (um deles tem um problema cardíaco e cansa-se rápido) e se é obrigatório fazer parte de todas as actividades. Por outro lado, se não quiserem ir à praxe acham que vão se excluídos? Falem um bocadinho da vossa experiência. Obrigado.
 

Blasty

Moderadora
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
29 Abril 2016
Mensagens
6,607
Curso
Medicina
Boa noite. Tenho 2 amigos que foram agora colocados na FLUP e na UTAD, respectivamente e gostariam de saber como são as praxes. Se exigem muito esforço físico (um deles tem um problema cardíaco e cansa-se rápido) e se é obrigatório fazer parte de todas as actividades. Por outro lado, se não quiserem ir à praxe acham que vão se excluídos? Falem um bocadinho da vossa experiência. Obrigado.
Não sou da praxe, mas penso que normalmente os responsáveis costumam perguntar se caloiros têm algum problema de saúde ou algo desse género que os impeça de fazer certas atividades. :)
 

Bruno97

Membro Veterano
Matrícula
27 Agosto 2018
Mensagens
334
Temos de nos inscrever nas praxes?
Eu penso que se a tua faculdade for o Porto, eu penso que não és obrigado a participar na praxe, visto ser proíbida dentro das instalações. Mas se te obrigarem, reclama. Pois nenhuma pessoa deve mandar em ti.
 

Rafa.J

Membro
Matrícula
7 Setembro 2017
Mensagens
51
Boa noite. Tenho 2 amigos que foram agora colocados na FLUP e na UTAD, respectivamente e gostariam de saber como são as praxes. Se exigem muito esforço físico (um deles tem um problema cardíaco e cansa-se rápido) e se é obrigatório fazer parte de todas as actividades. Por outro lado, se não quiserem ir à praxe acham que vão se excluídos? Falem um bocadinho da vossa experiência. Obrigado.
Na praxe ninguém é obrigado a fazer nada que nao queira. Quem vai à praxe, normalmente é lhe perguntado se tem algum problema de saude. Quanto ao ir ou não à praxe, ninguem é excluido por nao ir à praxe, apenas nao pode, obviamente, participar nas atividades exclusivamente praxisticas. Por exemplo, os jantares de curso é para todos, tanto para os da praxe como para quem nao anda na praxe. Muitas vezes o que acontece é que quem nao vai à praxe acaba por se auto-excluir, disso tenho a certeza porque assisto a isso. Mas depende da forma de ser de cada um, nada como ir lá e experimentar, se a pessoa nao gostar de lá estar sai. Eu falo quanto à utad.
 

Bruno97

Membro Veterano
Matrícula
27 Agosto 2018
Mensagens
334
Na praxe ninguém é obrigado a fazer nada que nao queira. Quem vai à praxe, normalmente é lhe perguntado se tem algum problema de saude. Quanto ao ir ou não à praxe, ninguem é excluido por nao ir à praxe, apenas nao pode, obviamente, participar nas atividades exclusivamente praxisticas. Por exemplo, os jantares de curso é para todos, tanto para os da praxe como para quem nao anda na praxe. Muitas vezes o que acontece é que quem nao vai à praxe acaba por se auto-excluir, disso tenho a certeza porque assisto a isso. Mas depende da forma de ser de cada um, nada como ir lá e experimentar, se a pessoa nao gostar de lá estar sai. Eu falo quanto à utad.
Nem sempre quem não vai à praxe se autoexclui. Um primo meu que está na faculdade de direito do Porto, até tem as suas amizades, mas excluíram-no. Eu falo na do Porto, mesmo a praxe ser proibida. Mas cada caso é um caso. Além disso tenho a certeza que mesmo quem vai à praxe não vai conhecer o pessoal todo quanto muito os do seu próprio departamento. Agora em relação aos do curso, não é preciso as praxes para se integrar, ir às aulas já é suficiente.É o meu ponto de vista.
 
Última edição:

Rafa.J

Membro
Matrícula
7 Setembro 2017
Mensagens
51
Nem sempre quem não vai à praxe se autoexclui. Um primo meu que está na faculdade de direito do Porto, até tem as suas amizades, mas excluíram-no. Eu falo na do Porto, mesmo a praxe ser proibida. Mas cada caso é um caso. Além disso tenho a certeza que mesmo quem vai à praxe não vai conhecer o pessoal todo quanto muito os do seu próprio departamento. Agora em relação aos do curso, não é preciso as praxes para se integrar, ir às aulas já é suficiente.É o meu ponto de vista.
Obviamente. Mas eu nao disse que se autoexcluiam sempre, aquilo que eu disse foi "muitas vezes", ate porque ja assisti a isso muitas vezes, pessoal que nao participou na praxe mesmo sendo convidado sempre tanto para saidas à noite, churrascos ou jantares de curso recusam sempre e acabam por recusar o contacto de certa forma com o resto das pessoas. Claro que nao ir à praxe nao impede de conhecer toda a gente, na minha turma tenho amigos que nao participaram na praxe e dão-se bem com praticamente toda a gente do curso. O caso do teu primo, que foi excluido, é um caso infeliz, que nao é o primeiro nem será o ultimo.
 

Blasty

Moderadora
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
29 Abril 2016
Mensagens
6,607
Curso
Medicina
Eu penso que se a tua faculdade for o Porto, eu penso que não és obrigado a participar na praxe, visto ser proíbida dentro das instalações. Mas se te obrigarem, reclama. Pois nenhuma pessoa deve mandar em ti.
Ninguém pode obrigar a nada, independentemente de ser proibido ou não...
Post automatically merged:

E, já agora, o despacho do reitor apenas diz que "não são permitidas praxes académicas nas instalações da Universidade do Porto que atentem contra a dignidade, liberdade e direitos dos estudantes, nem que impliquem a diferenciação entre estudantes aderentes ou não aderentes à "praxe"". Não diz que as praxes são proibidas nas instalações da UP, apenas as abusivas basicamente. Há é algumas faculdades que proíbem completamente a praxe, como por exemplo a FCUP. :)
 
Última edição: