Gosto do Curso mas não da Escola

Judith

Membro Caloiro
Matrícula
6 Junho 2016
Mensagens
5
No ano passado ingressei em Enfermagem em Castelo Branco, e devo dizer que não foi nada fácil, porque era de longe o último sítio onde gostaria de estudar.
A verdade é que já passou praticamente um ano, a apesar de ter feito amigos e me ter safado minimamente bem, sinto-me infeliz.
Sempre sonhei em estudar em Coimbra, porque a verdade é que sou muito dada ao espírito académico, a uma vida movimentada, e acho que Castelo Branco nunca me preencheu esse vazio, para além do facto da cidade não me cativar em nada.
Já falei com os meus pais sobre o assunto, e a ideia pouco lhes agradou; Para eles é qualquer coisa do género "estás aí para tirar o curso e nada mais". Consigo compreende-los, é claro. Se porventura decidisse pedir transferência, o mais certo era voltar a repetir o primeiro ano (algo que por acaso eu até preferia), mas a verdade é que teria sido 1 ano a gastar dinheiro em vão.
De certa forma sempre me disseram que no ensino superior "tudo faz parte", daí não achar esta "infelicidade" completamente estúpida de todo.
Sinto que estou "condenada" a estudar 4 anos num sítio onde não gosto. Não é suposto estes serem dos melhores anos da minha vida?
Gostaria que me dessem as vossas opiniões, se no final de contas, mudar da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (em Castelo Branco) para a Escola Superior de Enfermagem em Coimbra, poderia ser vantajoso para mim a nível de ensino e profissional?
 
Última edição:

Luis Aires

Membro Caloiro
Matrícula
9 Janeiro 2016
Mensagens
10
Curso
Mestrado em Direito Tributário/Fiscal
Instituição
Universidade Católica do Porto
pede transferência e fica resolvido
 

David Carreira

Membro Caloiro
Matrícula
29 Fevereiro 2016
Mensagens
3
Se te sentes prejudicada enquanto estudante aí em Castelo Branco, na minha opinião, deves pensar na transferência para Coimbra!
 

Rafael.

Membro Dux
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
18 Fevereiro 2016
Mensagens
900
Curso
Bioinformática Clínica
Instituição
U. Aveiro
Estas aí para tirar um curso e formar uma carreira. Quem dera a muitos ter a opção de ter um curso ou ate mesmo de poder mudar.

Não compreendo ainda muito bem o facto de quereres ter uma vida "agitada". Se um curso universitário nao e suficiente para ter uma vida atarefada, não sei o que e para ti uma vida agitada.

Agora depende do que queres. Uma boa carreira com uma boa media no final do curso ou um "espírito" académico que não te vai servir para nada.
 

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
379
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
E não tinhas equivalências? Eu estudo em Coimbra e ha muito espírito académico (embora eu não participe dele), mas uma coisa é estares num curso que não gostas, outra é ires para uma cidade só por causa de espíritos académicos. Mas cada um com as suas prioridades. Eu vim para aqui unicamente por causa do curso, senão não tinha escolhido Coimbra.
 

Isa Góis

Membro
Matrícula
29 Julho 2015
Mensagens
36
Curso
Eng. do Ambiente
Instituição
ISA - ULisboa
No ano passado ingressei em Enfermagem em Castelo Branco, e devo dizer que não foi nada fácil, porque era de longe o último sítio onde gostaria de estudar.
A verdade é que já passou praticamente um ano, a apesar de ter feito amigos e me ter safado minimamente bem, sinto-me infeliz.
Sempre sonhei em estudar em Coimbra, porque a verdade é que sou muito dada ao espírito académico, a uma vida movimentada, e acho que Castelo Branco nunca me preencheu esse vazio, para além do facto da cidade não me cativar em nada.
Já falei com os meus pais sobre o assunto, e a ideia pouco lhes agradou; Para eles é qualquer coisa do género "estás aí para tirar o curso e nada mais". Consigo compreende-los, é claro. Se porventura decidisse pedir transferência, o mais certo era voltar a repetir o primeiro ano (algo que por acaso eu até preferia), mas a verdade é que teria sido 1 ano a gastar dinheiro em vão.
De certa forma sempre me disseram que no ensino superior "tudo faz parte", daí não achar esta "infelicidade" completamente estúpida de todo.
Sinto que estou "condenada" a estudar 4 anos num sítio onde não gosto. Não é suposto estes serem dos melhores anos da minha vida?
Gostaria que me dessem as vossas opiniões. Se no final de contas, mudar da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (em Castelo Branco) para a Escola Superior de Enfermagem em Coimbra, poderia ser vantajoso para mim a nível de ensino e profissional?
Eu no teu lugar mudava
Desde sempre que quis estudar em Lisboa e tive a sorte de ter ficado na minha primeira opção mas se tivesse ficado noutra cidade não pensava duas vezes em mudar
 

Judith

Membro Caloiro
Matrícula
6 Junho 2016
Mensagens
5
pede transferência e fica resolvido
O problema é ter de voltar a repetir o primeiro ano outra vez

Se te sentes prejudicada enquanto estudante aí em Castelo Branco, na minha opinião, deves pensar na transferência para Coimbra!
A verdade é que não posso dizer se me sinto prejudicada ou não enquanto estudante. Só conheço isto aqui, não posso dizer se é bom se é mau!

Estas aí para tirar um curso e formar uma carreira. Quem dera a muitos ter a opção de ter um curso ou ate mesmo de poder mudar.

Não compreendo ainda muito bem o facto de quereres ter uma vida "agitada". Se um curso universitário nao e suficiente para ter uma vida atarefada, não sei o que e para ti uma vida agitada.

Agora depende do que queres. Uma boa carreira com uma boa media no final do curso ou um "espírito" académico que não te vai servir para nada.
Quando decidi expor a minha situação, nunca fiz questão de desrespeitar quem quer que fosse, especialmente aqueles que dariam tudo para estar no meu lugar. Mas não consigo compreender o porquê de não poder estar descontente com a minha situação.
Por outro lado, também não sei se leu a minha publicação até ao fim, até porque chego a questionar quais os benefícios que a escola de Coimbra poderia oferecer-me. Acho que acaba por ser visível que não é "a vida académica" que está em jogo.

E não tinhas equivalências? Eu estudo em Coimbra e ha muito espírito académico (embora eu não participe dele), mas uma coisa é estares num curso que não gostas, outra é ires para uma cidade só por causa de espíritos académicos. Mas cada um com as suas prioridades. Eu vim para aqui unicamente por causa do curso, senão não tinha escolhido Coimbra.
Sim tinha equivalências a quase todas as cadeiras, exceto àquelas que aqui em Castelo Branco não há, daí não chegar para passar de ano.
Penso que seja fácil falar quando se estuda em Coimbra, mesmo que não participe nos "espíritos académicos". De qualquer das formas pela sua lógica, se a minha prioridade fosse a cidade e não o curso, o ano passado não me tinha matriculado em escola nenhuma (para não andar a fazer despesa), e este ano tinha repetido os exames nacionais, para ir a concurso novamente e entrar na cidade em que queria. Também não sei se leu a publicação até ao fim, mas termino com a simples questão de "Será que a escola de Coimbra seria vantajosa para mim?".
Todo o "tititi" sobre não gostar da cidade em que estou, foi apenas para expor como me sinto, porque a verdade é que quero arranjar prós e contras de uma possível transferência.

Eu no teu lugar mudava
Desde sempre que quis estudar em Lisboa e tive a sorte de ter ficado na minha primeira opção mas se tivesse ficado noutra cidade não pensava duas vezes em mudar
O problema é que não sei se mudar seria favorável para mim ou não, em termos de ensino. Tenho medo de me vir a arrepender
 
Editado por um moderador:

dlp2015

Membro Caloiro
Matrícula
20 Abril 2016
Mensagens
2
Olá Judith,
Bem estava a ler aquilo que escreveste e confesso que me revi em quase tudo, daí não ficar indiferente e estar aqui para te dar uma palavra de apoio. Este ano também fui para a universidade em Lisboa e não estou a gostar de lá estar. Muitos são os motivos para tal, desde o passar horas demasiadas sozinho, apesar de ter feito amigos, o ambiente que se lá vive e a minha pretensão de estudar em Coimbra desde sempre que se alterou subitamente quando se chegou o momento candidatura que me fez ir para Lisboa uma vez que me diziam que lá teria muitas mais oportunidades do que em qualquer lado para arranjar emprego, e isso é verdade!! Apesar de querer tirar o curso em Coimbra, Lisboa será o lugar para trabalhar, pelo menos inicialmente. No entanto, vou trocar e vou fazê-lo porque acho que devemos em primeiro lugar ser felizes (sei que isto pode ser cliché mas é a verdade!) e sendo-o temos maior capacidade de concentração para os estudos pelo menos é o que acho. Tal como dizem os teus pais assim como os meus "o importante é tirar o curso" ou "estás na universidade para estudar" e não poderia deixar de concordar. Só que estar num local onde não nos sentimos bem enquanto estudantes faz-nos não estar tão concentrados e passar o tempo todo tristes, que foi o que me aconteceu.
Enfim, penso que deves arriscar e fazer aquilo que gostas. O ensino superior penso que será sempre exigente, rigoroso e de qualidade em qualquer instituição. Mas também eu tenho medo de arriscar, não tanto pelos motivos que tu tens antes pelo medo de perder credibilidade no mercado de trabalho, ou seja, penso que posso ser mal encarado por ter trocado pelo mesmo curso com a diferença de ser noutra instituição, essa mudança poderá ser interpretada como mesquinha ou feita apenas por capricho... Não sei, até gostava que alguém também me encorajasse :). De qualquer modo vou trocar e tentar tirar as melhores notas possíveis, porque afinal de contas se acabarmos com uma boa média ninguém, à partida, nos deve rejeitar apenas por ter perdido um ano. De qualquer das formas muita força e coragem!! Vais ver, ou vamos ver, que isto é apenas um período bastante obscuro e que tudo irá acabar bem!
 

Judith

Membro Caloiro
Matrícula
6 Junho 2016
Mensagens
5
Olá Judith,
Bem estava a ler aquilo que escreveste e confesso que me revi em quase tudo, daí não ficar indiferente e estar aqui para te dar uma palavra de apoio. Este ano também fui para a universidade em Lisboa e não estou a gostar de lá estar. Muitos são os motivos para tal, desde o passar horas demasiadas sozinho, apesar de ter feito amigos, o ambiente que se lá vive e a minha pretensão de estudar em Coimbra desde sempre que se alterou subitamente quando se chegou o momento candidatura que me fez ir para Lisboa uma vez que me diziam que lá teria muitas mais oportunidades do que em qualquer lado para arranjar emprego, e isso é verdade!! Apesar de querer tirar o curso em Coimbra, Lisboa será o lugar para trabalhar, pelo menos inicialmente. No entanto, vou trocar e vou fazê-lo porque acho que devemos em primeiro lugar ser felizes (sei que isto pode ser cliché mas é a verdade!) e sendo-o temos maior capacidade de concentração para os estudos pelo menos é o que acho. Tal como dizem os teus pais assim como os meus "o importante é tirar o curso" ou "estás na universidade para estudar" e não poderia deixar de concordar. Só que estar num local onde não nos sentimos bem enquanto estudantes faz-nos não estar tão concentrados e passar o tempo todo tristes, que foi o que me aconteceu.
Enfim, penso que deves arriscar e fazer aquilo que gostas. O ensino superior penso que será sempre exigente, rigoroso e de qualidade em qualquer instituição. Mas também eu tenho medo de arriscar, não tanto pelos motivos que tu tens antes pelo medo de perder credibilidade no mercado de trabalho, ou seja, penso que posso ser mal encarado por ter trocado pelo mesmo curso com a diferença de ser noutra instituição, essa mudança poderá ser interpretada como mesquinha ou feita apenas por capricho... Não sei, até gostava que alguém também me encorajasse :). De qualquer modo vou trocar e tentar tirar as melhores notas possíveis, porque afinal de contas se acabarmos com uma boa média ninguém, à partida, nos deve rejeitar apenas por ter perdido um ano. De qualquer das formas muita força e coragem!! Vais ver, ou vamos ver, que isto é apenas um período bastante obscuro e que tudo irá acabar bem!
Olá!
Desde já obrigada pelo teu comentário, acho que ter alguém na mesma situação que eu, faz-me sentir não tão sozinha, ou pelo menos achar que o meu motivo não é assim tão "estúpido" como pensava :)
O que acham os teus pais sobre essa mudança? Estão totalmente à vontade com a tua situação em termos financeiros?
Os meus pais de certa forma estão dispostos (com algumas incertezas) a deixa-me mudar, mas não consigo estar bem comigo própria ao exigir-lhes tal coisa.. Por isso é que ando a tentar encontrar vantagens de uma possível mudança!
Identifico-me totalmente quando falas em "não te sentes concentrado". Falo por mim, mas eu não tenho motivação nenhuma! Sinto-me desanimada e sem vontade para tentar fazer melhor que os outros e superar-me a mim própria. E tenho a certeza que se mudasse, iria fazer de tudo para tirar as melhores notas possíveis, e "atirar à cara" tanto dos meus pais, como daqueles que não vêem isto de forma positiva, que afinal estavam enganados!!
Não sei se isto é só comigo, mas aos domingos, quando venho para Castelo Branco, é qualquer coisa do género "Lá vou eu outra vez. Preferia ficar por casa dos meus pais", simplesmente porque não gosto de estar aqui, apesar de ter feito 4 ou 5 amigos..
( Esta é a parte em que te encorajo :-P )
Se tens medo que a tua mudança possa ser mal encarada, simplesmente não tenhas! Como me disseste, é suposto ser-se feliz, certo? Não te preocupes com o que possam dizer ou pensar. Fá-lo por ti e não pelos outros! :-)
Já agora, aí em Lisboa participaste na praxe? Compraste traje académico?
Beijinhos :-)
 

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
379
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
O problema é ter de voltar a repetir o primeiro ano outra vez


A verdade é que não posso dizer se me sinto prejudicada ou não enquanto estudante. Só conheço isto aqui, não posso dizer se é bom se é mau!


Quando decidi expor a minha situação, nunca fiz questão de desrespeitar quem quer que fosse, especialmente aqueles que dariam tudo para estar no meu lugar. Mas não consigo compreender o porquê de não poder estar descontente com a minha situação.
Por outro lado, também não sei se leu a minha publicação até ao fim, até porque chego a questionar quais os benefícios que a escola de Coimbra poderia oferecer-me. Acho que acaba por ser visível que não é "a vida académica" que está em jogo.


Sim tinha equivalências a quase todas as cadeiras, exceto àquelas que aqui em Castelo Branco não há, daí não chegar para passar de ano.
Penso que seja fácil falar quando se estuda em Coimbra, mesmo que não participe nos "espíritos académicos". De qualquer das formas pela sua lógica, se a minha prioridade fosse a cidade e não o curso, o ano passado não me tinha matriculado em escola nenhuma (para não andar a fazer despesa), e este ano tinha repetido os exames nacionais, para ir a concurso novamente e entrar na cidade em que queria. Também não sei se leu a publicação até ao fim, mas termino com a simples questão de "Será que a escola de Coimbra seria vantajosa para mim?".
Todo o "tititi" sobre não gostar da cidade em que estou, foi apenas para expor como me sinto, porque a verdade é que quero arranjar prós e contras de uma possível transferência.


O problema é que não sei se mudar seria favorável para mim ou não, em termos de ensino. Tenho medo de me vir a arrepender

Bem, é de ressaltar esse discurso passivo-agressivo, quando na verdade a sua publicação foi muito em torno do facto de lhe faltar aí em Castelo Branco o espírito académico e a movimentação de Coimbra. (Já agora, Coimbra é movimentada quando se fazem praxes e outras coisas tais, isto não é Lisboa...)
O que indaga no final é apenas sobre se seria melhor para si a nível profissional, mas é dado um grande ênfase ao espírito académico, não vale a pena dizer que não, que toda a gente sabe ler. Se isso é um dos principais motivos ou não, a senhora é que sabe, pouco me importa se é ou não, cada um sabe de si. Mas adiante, claro que eu tenho outra perspetiva de Coimbra, ja que estudo aqui. Quanto ao nível profissional, bem, segundo as opiniões que tenho, é mais ou menos o mesmo. Muitos colegas meus não entraram nos cursos que queriam e foram para outros, a há muita gente que escolhe o curso pela cidade, não é assim tão incomum. Não estou a dizer que seja o caso, mas acho que sobre a mudança deveria falar com pessoas que estudam nessa faculdade, comparar planos de estudo, ver estatísticas,etc.
 

Judith

Membro Caloiro
Matrícula
6 Junho 2016
Mensagens
5
Bem, é de ressaltar esse discurso passivo-agressivo, quando na verdade a sua publicação foi muito em torno do facto de lhe faltar aí em Castelo Branco o espírito académico e a movimentação de Coimbra. (Já agora, Coimbra é movimentada quando se fazem praxes e outras coisas tais, isto não é Lisboa...)
O que indaga no final é apenas sobre se seria melhor para si a nível profissional, mas é dado um grande ênfase ao espírito académico, não vale a pena dizer que não, que toda a gente sabe ler. Se isso é um dos principais motivos ou não, a senhora é que sabe, pouco me importa se é ou não, cada um sabe de si. Mas adiante, claro que eu tenho outra perspetiva de Coimbra, ja que estudo aqui. Quanto ao nível profissional, bem, segundo as opiniões que tenho, é mais ou menos o mesmo. Muitos colegas meus não entraram nos cursos que queriam e foram para outros, a há muita gente que escolhe o curso pela cidade, não é assim tão incomum. Não estou a dizer que seja o caso, mas acho que sobre a mudança deveria falar com pessoas que estudam nessa faculdade, comparar planos de estudo, ver estatísticas,etc.
Peço desculpa se em algum momento fui desagradável ou mostrei-me um pouco agressiva, não era o objetivo da minha resposta. Quando decidi expor a minha situação tive medo das possíveis respostas e de ser julgada como egoísta ou "mal agradecida", pela oportunidade que tive de estudar aquilo que quero, embora no local onde não quero. Acho que nunca neguei o grande motivo que me levaria a mudar, apenas gostaria que de certa forma ficasse explícito que para mim a escola em si também importa, porque nunca iria mudar se isso fosse menos bom.
Por cá tenho 3 amigos, pouco mais. Não tenho onde ir quando estou menos sobrecarregada com trabalhos e frequências, porque Castelo Branco não tem nada para ir ou visitar, já para não falar de que tenho de ir a pé para todo o lado, porque autocarros nem os vê-los. Quando falo em espíritos académicos, não me refiro a festas, porque na verdade isso cá é o que não falta, e para ser sincera não vou a metade delas. Falo das tradições, coisa que por aqui não vejo muito. E claro, quando oiço os meus colegas a falar das suas experiências de praxe, das serenatas, e de tudo mais, fico com pena, porque aqui não tenho isso.
Sei que tudo isto pode parecer muito estúpido, mas são estas pequenas coisas que me fazem não gostar de estudar cá. São estas coisas que não me deixam motivada em tentar fazer mais e melhor, ou feliz em poder partilhar com os meus outros colegas as minhas experiências.
Mas isto é como tudo, porque se eu tivesse 100% de certezas que a escola onde ando atualmente é de facto a melhor opção em relação à de Coimbra, não mudaria. Faria um esforço, para cá estar, como tenho feito até agora.
Nunca neguei o que me levaria a mudar, mas como já disse, a minha publicação não foi com o objetivo de me julgarem sobre a forma como me sinto, mas sim quais os benefícios que eu poderia ter, daí ser a minha única questão.
 

luna77

Membro Veterano
Matrícula
6 Janeiro 2015
Mensagens
379
Curso
Direito
Instituição
Universidade de Coimbra
Peço desculpa se em algum momento fui desagradável ou mostrei-me um pouco agressiva, não era o objetivo da minha resposta. Quando decidi expor a minha situação tive medo das possíveis respostas e de ser julgada como egoísta ou "mal agradecida", pela oportunidade que tive de estudar aquilo que quero, embora no local onde não quero. Acho que nunca neguei o grande motivo que me levaria a mudar, apenas gostaria que de certa forma ficasse explícito que para mim a escola em si também importa, porque nunca iria mudar se isso fosse menos bom.
Por cá tenho 3 amigos, pouco mais. Não tenho onde ir quando estou menos sobrecarregada com trabalhos e frequências, porque Castelo Branco não tem nada para ir ou visitar, já para não falar de que tenho de ir a pé para todo o lado, porque autocarros nem os vê-los. Quando falo em espíritos académicos, não me refiro a festas, porque na verdade isso cá é o que não falta, e para ser sincera não vou a metade delas. Falo das tradições, coisa que por aqui não vejo muito. E claro, quando oiço os meus colegas a falar das suas experiências de praxe, das serenatas, e de tudo mais, fico com pena, porque aqui não tenho isso.
Sei que tudo isto pode parecer muito estúpido, mas são estas pequenas coisas que me fazem não gostar de estudar cá. São estas coisas que não me deixam motivada em tentar fazer mais e melhor, ou feliz em poder partilhar com os meus outros colegas as minhas experiências.
Mas isto é como tudo, porque se eu tivesse 100% de certezas que a escola onde ando atualmente é de facto a melhor opção em relação à de Coimbra, não mudaria. Faria um esforço, para cá estar, como tenho feito até agora.
Nunca neguei o que me levaria a mudar, mas como já disse, a minha publicação não foi com o objetivo de me julgarem sobre a forma como me sinto, mas sim quais os benefícios que eu poderia ter, daí ser a minha única questão.

Acho que deves mesmo tentar entrar em contacto com gente que ande aqui e comparar planos de estudo, fazer pesquisa...Só assim poderás saber se esta é a melhor escolha.
Quanto aos amigos, eu estou na mesma situação, sítios para visitar aqui há poucos, mas mesmo assim devem ser mais do que os daí.
 

Keyozen

Membro Caloiro
Matrícula
19 Junho 2016
Mensagens
2
No ano passado ingressei em Enfermagem em Castelo Branco, e devo dizer que não foi nada fácil, porque era de longe o último sítio onde gostaria de estudar.
A verdade é que já passou praticamente um ano, a apesar de ter feito amigos e me ter safado minimamente bem, sinto-me infeliz.
Sempre sonhei em estudar em Coimbra, porque a verdade é que sou muito dada ao espírito académico, a uma vida movimentada, e acho que Castelo Branco nunca me preencheu esse vazio, para além do facto da cidade não me cativar em nada.
Já falei com os meus pais sobre o assunto, e a ideia pouco lhes agradou; Para eles é qualquer coisa do género "estás aí para tirar o curso e nada mais". Consigo compreende-los, é claro. Se porventura decidisse pedir transferência, o mais certo era voltar a repetir o primeiro ano (algo que por acaso eu até preferia), mas a verdade é que teria sido 1 ano a gastar dinheiro em vão.
De certa forma sempre me disseram que no ensino superior "tudo faz parte", daí não achar esta "infelicidade" completamente estúpida de todo.
Sinto que estou "condenada" a estudar 4 anos num sítio onde não gosto. Não é suposto estes serem dos melhores anos da minha vida?
Gostaria que me dessem as vossas opiniões, se no final de contas, mudar da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (em Castelo Branco) para a Escola Superior de Enfermagem em Coimbra, poderia ser vantajoso para mim a nível de ensino e profissional?



Olá. Estou numa situação igual à tua (mas estou noutro curso em castelo branco,Eng Informática) e com a diferença que vivi a praxe ao máximo, mas sempre quis estudar em Coimbra pelas mesmas razoes que tu. Acabei agora o 1º ano e decidi que vou mudar, e à partida também vou perder um ano. Acho que mais vale perder agora um ano do que te arrependeres depois um dia mais tarde , não sei se é o teu caso mas eu nunca perdi um ano na minha vida escolar por isso não acho que seja um ano "perdido". Devias falar com os teus pais detalhadamente sobre o assunto explicando as tuas razões, no inicio eles poderão não concordar contigo mas a longo prazo vão mudar de ideias se virem que estás decidida no que queres fazer. Pede transferência pois até para estudar vais estar muito mais motivada se estiveres num sitio que gostes mais. Se precisares de informações sobre enfermagem em coimbra, tenho uma colega que te pode esclarecer as duvidas
 
Matrícula
11 Abril 2016
Mensagens
27
Curso
Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas
Instituição
FFUC
Olá Judith,
Bem estava a ler aquilo que escreveste e confesso que me revi em quase tudo, daí não ficar indiferente e estar aqui para te dar uma palavra de apoio. Este ano também fui para a universidade em Lisboa e não estou a gostar de lá estar. Muitos são os motivos para tal, desde o passar horas demasiadas sozinho, apesar de ter feito amigos, o ambiente que se lá vive e a minha pretensão de estudar em Coimbra desde sempre que se alterou subitamente quando se chegou o momento candidatura que me fez ir para Lisboa uma vez que me diziam que lá teria muitas mais oportunidades do que em qualquer lado para arranjar emprego, e isso é verdade!! Apesar de querer tirar o curso em Coimbra, Lisboa será o lugar para trabalhar, pelo menos inicialmente. No entanto, vou trocar e vou fazê-lo porque acho que devemos em primeiro lugar ser felizes (sei que isto pode ser cliché mas é a verdade!) e sendo-o temos maior capacidade de concentração para os estudos pelo menos é o que acho. Tal como dizem os teus pais assim como os meus "o importante é tirar o curso" ou "estás na universidade para estudar" e não poderia deixar de concordar. Só que estar num local onde não nos sentimos bem enquanto estudantes faz-nos não estar tão concentrados e passar o tempo todo tristes, que foi o que me aconteceu.
Enfim, penso que deves arriscar e fazer aquilo que gostas. O ensino superior penso que será sempre exigente, rigoroso e de qualidade em qualquer instituição. Mas também eu tenho medo de arriscar, não tanto pelos motivos que tu tens antes pelo medo de perder credibilidade no mercado de trabalho, ou seja, penso que posso ser mal encarado por ter trocado pelo mesmo curso com a diferença de ser noutra instituição, essa mudança poderá ser interpretada como mesquinha ou feita apenas por capricho... Não sei, até gostava que alguém também me encorajasse :). De qualquer modo vou trocar e tentar tirar as melhores notas possíveis, porque afinal de contas se acabarmos com uma boa média ninguém, à partida, nos deve rejeitar apenas por ter perdido um ano. De qualquer das formas muita força e coragem!! Vais ver, ou vamos ver, que isto é apenas um período bastante obscuro e que tudo irá acabar bem!
Ola. eu queria perguntar como funcionam as tranferencias. Eu ainda estou a finalizar agora o secundario e por onde vejo que isto vai não vou conseguir entrar em CF em coimbra. Estou a pensar concorrer para a covilha e depois mudar no final do primeiro ano, pelas mesmas razões que vós. Vou precisar de repetir exames? Em geral como funciona o processo?
 

FilipaAmado

Membro Caloiro
Matrícula
1 Julho 2015
Mensagens
4
Peço desculpa se em algum momento fui desagradável ou mostrei-me um pouco agressiva, não era o objetivo da minha resposta. Quando decidi expor a minha situação tive medo das possíveis respostas e de ser julgada como egoísta ou "mal agradecida", pela oportunidade que tive de estudar aquilo que quero, embora no local onde não quero. Acho que nunca neguei o grande motivo que me levaria a mudar, apenas gostaria que de certa forma ficasse explícito que para mim a escola em si também importa, porque nunca iria mudar se isso fosse menos bom.
Por cá tenho 3 amigos, pouco mais. Não tenho onde ir quando estou menos sobrecarregada com trabalhos e frequências, porque Castelo Branco não tem nada para ir ou visitar, já para não falar de que tenho de ir a pé para todo o lado, porque autocarros nem os vê-los. Quando falo em espíritos académicos, não me refiro a festas, porque na verdade isso cá é o que não falta, e para ser sincera não vou a metade delas. Falo das tradições, coisa que por aqui não vejo muito. E claro, quando oiço os meus colegas a falar das suas experiências de praxe, das serenatas, e de tudo mais, fico com pena, porque aqui não tenho isso.
Sei que tudo isto pode parecer muito estúpido, mas são estas pequenas coisas que me fazem não gostar de estudar cá. São estas coisas que não me deixam motivada em tentar fazer mais e melhor, ou feliz em poder partilhar com os meus outros colegas as minhas experiências.
Mas isto é como tudo, porque se eu tivesse 100% de certezas que a escola onde ando atualmente é de facto a melhor opção em relação à de Coimbra, não mudaria. Faria um esforço, para cá estar, como tenho feito até agora.
Nunca neguei o que me levaria a mudar, mas como já disse, a minha publicação não foi com o objetivo de me julgarem sobre a forma como me sinto, mas sim quais os benefícios que eu poderia ter, daí ser a minha única questão.


Castelo Branco ficou 1° lugar de Enfermagem e 7° da tabela dos 37 cursos com desemprego ZERO por isso profissionalmente acho que Castelo Branco é um bom sitio, eu estudo na ESALD e em outras escolas exigem menos de ti e os professores não tem tanta formação como lá.
Autocarros existem,mas depende da zona em que vives .
Castelo Branco teve Serenata em que os anti-praxe podem participar.(Apesar de este ano ter sido complicado por causa da chuva)
 

Judith

Membro Caloiro
Matrícula
6 Junho 2016
Mensagens
5
Típica mentalidade de "andei 10 anos a tirar o curso mas ao menos sou Veteranorum"... A praxe passa, deixa-se de ter paciência para o 'espírito académico' .. o que fica? o curso.
Então se andasses noutro país qualquer em que não fazem ideia do que é a praxe, que é cada um por si e vamos mas é tirar o curso, deprimias.
Faculdade não é american pie, aprendam isso.

Bom dia. Fiz as cadeiras todas, obrigada, e não penso andar 10 anos para tirar um curso.
Nunca vi american pie? Aconselha?
 

castrosofia

Membro Caloiro
Matrícula
12 Julho 2016
Mensagens
1
No ano passado ingressei em Enfermagem em Castelo Branco, e devo dizer que não foi nada fácil, porque era de longe o último sítio onde gostaria de estudar.
A verdade é que já passou praticamente um ano, a apesar de ter feito amigos e me ter safado minimamente bem, sinto-me infeliz.
Sempre sonhei em estudar em Coimbra, porque a verdade é que sou muito dada ao espírito académico, a uma vida movimentada, e acho que Castelo Branco nunca me preencheu esse vazio, para além do facto da cidade não me cativar em nada.
Já falei com os meus pais sobre o assunto, e a ideia pouco lhes agradou; Para eles é qualquer coisa do género "estás aí para tirar o curso e nada mais". Consigo compreende-los, é claro. Se porventura decidisse pedir transferência, o mais certo era voltar a repetir o primeiro ano (algo que por acaso eu até preferia), mas a verdade é que teria sido 1 ano a gastar dinheiro em vão.
De certa forma sempre me disseram que no ensino superior "tudo faz parte", daí não achar esta "infelicidade" completamente estúpida de todo.
Sinto que estou "condenada" a estudar 4 anos num sítio onde não gosto. Não é suposto estes serem dos melhores anos da minha vida?
Gostaria que me dessem as vossas opiniões, se no final de contas, mudar da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (em Castelo Branco) para a Escola Superior de Enfermagem em Coimbra, poderia ser vantajoso para mim a nível de ensino e profissional?
No ano passado ingressei em Enfermagem em Castelo Branco, e devo dizer que não foi nada fácil, porque era de longe o último sítio onde gostaria de estudar.
A verdade é que já passou praticamente um ano, a apesar de ter feito amigos e me ter safado minimamente bem, sinto-me infeliz.
Sempre sonhei em estudar em Coimbra, porque a verdade é que sou muito dada ao espírito académico, a uma vida movimentada, e acho que Castelo Branco nunca me preencheu esse vazio, para além do facto da cidade não me cativar em nada.
Já falei com os meus pais sobre o assunto, e a ideia pouco lhes agradou; Para eles é qualquer coisa do género "estás aí para tirar o curso e nada mais". Consigo compreende-los, é claro. Se porventura decidisse pedir transferência, o mais certo era voltar a repetir o primeiro ano (algo que por acaso eu até preferia), mas a verdade é que teria sido 1 ano a gastar dinheiro em vão.
De certa forma sempre me disseram que no ensino superior "tudo faz parte", daí não achar esta "infelicidade" completamente estúpida de todo.
Sinto que estou "condenada" a estudar 4 anos num sítio onde não gosto. Não é suposto estes serem dos melhores anos da minha vida?
Gostaria que me dessem as vossas opiniões, se no final de contas, mudar da Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (em Castelo Branco) para a Escola Superior de Enfermagem em Coimbra, poderia ser vantajoso para mim a nível de ensino e profissional?


Olá!! Estudei na Covilhã e, pessoalmente, não gostei. o curso era bom e a faculdade também, mas o facto de ser longe e não ter criado dificuldades dificultou bastante (sou da zona do grande porto). Fiz o primeiro ano e agora pedi transferência para o porto. talvez perca um ano, ou talvez não, tenho várias equivalências. Acho que não devemos estar num sitio onde não nos sentimos bem. Boa sortr
 
  • Like
Reactions: Deleted member 4272

Francisca AAndrade

Membro Caloiro
Matrícula
16 Julho 2015
Mensagens
3
Identifiquei-me bastante com a tua situação, não pela parte da vida académica mas pelo facto de que sempre adorei a cidade de coimbra, e porque também não me estou a adaptar a viseu (onde fiz o 1º ano em enfermagem)
tive a falar com uma amiga minha que está em coimbra a estudar e ela disse que lá, o grau de exigência em enfermagem é grande mas que os estágios são melhores.
sinceramente não sei mesmo o que hei-de fazer, tenho medo de ir para coimbra e não me conseguir safar, pois não tenho muita informação acerca do curso lá, mas sinto que se ficar em viseu estou condenada a viver infeliz o resto do curso
 

Francisca AAndrade

Membro Caloiro
Matrícula
16 Julho 2015
Mensagens
3
Pela resposta que deixei à Judith, queria perguntar se alguém me pode dar informações acerca do curso de Enfermagem em coimbra, e da reputação da escola, nomeadamente em relação à de viseu