Injustiça - Junta-te a nós - Contra a eliminação das melhorias das classificações finais através dos Exames Nacionais

Consuela

Membro
Matrícula
21 Março 2020
Mensagens
23
Aqui está o texto do projecto de lei que estava no guião de votações:
Requerimento, apresentado pelo PCP solicitando a baixa à Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto, sem votação, por 15 dias, do Projeto de Lei n.º 360/XIV/1.ª (PCP) – Procede à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 14-G/2020, de 13 de abril, que estabelece as medidas excecionais e temporárias na área da educação, no âmbito da pandemia da doença COVID-19;
 

Edgar H

Mod Decretos
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
1 Outubro 2018
Mensagens
7,767
Então quarta feira sabemos a resposta final é isso?
Ainda vai ter de ser discutido na Comissão da Educação.Na melhor das hipótese, a nova votação é na quinta-feira.
Post automatically merged:

Aqui está o texto do projecto de lei que estava no guião de votações:
Requerimento, apresentado pelo PCP solicitando a baixa à Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto, sem votação, por 15 dias, do Projeto de Lei n.º 360/XIV/1.ª (PCP) – Procede à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 14-G/2020, de 13 de abril, que estabelece as medidas excecionais e temporárias na área da educação, no âmbito da pandemia da doença COVID-19;
Pois, segundo isso, pode se prolongar bastante. Ou seja, quinta-feira não é correto/realista. Sinceramente, não tenho muita certeza dessa parte.
 
Última edição:
  • Like
Reactions: Ariana_

Consuela

Membro
Matrícula
21 Março 2020
Mensagens
23
Pois, segundo isso, pode se prolongar bastante. Ou seja, quinta-feira não é correto/realista.
Pois, mais 15 dias sem votação significaria que iria só ser votada outra vez dia 21, e depois o projeto de lei iria também que ir ao presidente da republica para ser promulgada, o que significa que só mesmo no final de maio ou principio de Junho é que os exames passariam a contar para nota, o que significa que a 1 mês antes dos exames iria ter de haver outra fase de inscrição...
 

Edgar H

Mod Decretos
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
1 Outubro 2018
Mensagens
7,767
Pois, mais 15 dias sem votação significaria que iria só ser votada outra vez dia 21, e depois o projeto de lei iria também que ir ao presidente da republica para ser promulgada, o que significa que só mesmo no final de maio ou principio de Junho é que os exames passariam a contar para nota, o que significa que a 1 mês antes dos exames iria ter de haver outra fase de inscrição...
Duvido que vá a algum lado. Nessa altura, é impossível abrir um novo período de inscrições. É a um mês dos exames. Sinceramente, o arrastar não faz sentido nenhum. Pela lógica, se a do PAN e outras não foram aprovadas, qual é a lógica do projeto do PCP ir a algum lado.
 
  • Like
Reactions: beatriz26_

Consuela

Membro
Matrícula
21 Março 2020
Mensagens
23
Exato. Duvido que vá a algum lado. Nessa altura, é impossível abrir um novo período de inscrições. É a um mês dos exames. Sinceramente, o arrastar não faz sentido nenhum. Pela lógica, se a do PAN é outras não foram aprovadas, porque motivo a do PCP, que não acrescenta muita diferença, iria a algum lado.
Eu quanto a isso não sei, pois todos os partidos da oposição são a favor da melhoria de nota dos exames, o PCP decidiu abster-se do projeto de lei do PAN porque tinha uma alínea semelhante no seu projecto de lei, não acredito que agora decidam retirar essa alínea do seu projecto de lei, a não ser que o BE decida abster-se de votar neste ponto especifico na comissão, como fez com o projecto do PAN.
Post automatically merged:

Pois, mais 15 dias sem votação significaria que iria só ser votada outra vez dia 21, e depois o projeto de lei iria também que ir ao presidente da republica para ser promulgada, o que significa que só mesmo no final de maio ou principio de Junho é que os exames passariam a contar para nota, o que significa que a 1 mês antes dos exames iria ter de haver outra fase de inscrição...
 
  • Like
Reactions: Edgar H

Edgar H

Mod Decretos
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
1 Outubro 2018
Mensagens
7,767
Eu quanto a isso não sei, pois todos os partidos da oposição são a favor da melhoria de nota dos exames, o PCP decidiu abster-se do projeto de lei do PAN porque tinha uma alínea semelhante no seu projecto de lei, não acredito que agora decidam retirar essa alínea do seu projecto de lei, a não ser que o BE decida abster-se de votar neste ponto especifico na comissão, como fez com o projecto do PAN.
Post automatically merged:


A única alteração mais significativa em relação às restantes propostas é a inclusão da contratação de docentes.

É esperar pela discussão na Comissão.
 

Eduardo_IF

Membro Caloiro
Matrícula
22 Abril 2020
Mensagens
3
Estou farto de ler tanto disparate que aqui é dito!

Informem-se em fontes credíveis ao invés de andarem uns a mandar suposições uns aos outros!

A IF esteve a falar com todos os partidos envolvidos, aqui vai a explicação oficial:

- As propostas do PAN, CDS e IL foram rejeitadas em plenário pois decidiram não fazer o que o PS e o PSD impuseram, de não votar em assembleia ordinária, mas sim fazê-las descer para comissão de educação.

- O PCP decidiu descer, portanto não foi votada a aprovação, foi votada por unanimidade para ir à comissão ter uma revisão. Ao fazer isso, fica impedida de nova votação em plenário por 30 dias!

- O PAN, que alterou a sua proposta inicial por um texto mais correto, perguntou-nos 10min antes da votação se queríamos descer também, mas disse-nos que como o PCP ia descer a deles, faria mais sentido levar a sua a votação, de forma a haver contestação social ao PS por ser o único a votar contra, nós concordamos.

- O PSD quer as melhorias, mas internamente apenas uma pessoa, o David Justino, manda nestes sentidos de voto e esse disse-nos não estar satisfeito com a forma como as propostas estavam escritas. Aguardamos uma resposta oficial da parte deste para saber como deveria estar para que não criasse a tal “desigualdade”, mas cheira-me que isto seja só jogo político entre o PS e o PSD.

- a quem disse que o termo autoproposto está errado, porque todos vão como autopropostos, sugiro que leiam o decreto-lei para perceber que o próprio governo o escreveu dessa forma, portanto ou o governo enganou-se também, ou não está a fazer a leitura que todos são autopropostos.

- o PS aceitou descer as propostas para comissão para politicamente não dar o ar de que votava contra, pensava que todos iam fazer descer, mas já informou os partidos que em comissão vai pedir parecer de entidades da área, ou seja, essa discussão vai se prolongar por meses.
 

laila

Membro
Matrícula
11 Novembro 2019
Mensagens
20
Será que é necessário pedir pareceres a entidades especialistas na área? Não é óbvio! Utilizaram argumentos como "reduzir risco de contágio, e questões logísticas" para justificarem a alteração das regras propostas, e agora referem que os alunos autopropostos vão prejudicar os alunos internos! Isso a ser verdade, sempre existiu e não é agora na meta final que se alteram as regras de jogo.
Os alunos estão numa fase que precisam de se concentrar para os exames, vamos no entanto mostrar aos nossos governantes que estão a cometer uma grave ERRO e que ainda estão a tempo de reverter a situação e de repor justiça.
Queremos justiça e não benesses em detrimento de alguém. Para além de tudo isto, é a classe política que sai deliberada e inexoravelmente descredibilizada.
Vamos acreditar que ainda é possível realizar melhorias da nota interna este ano letivo, pff não desistam, manifestem-se nas redes sociais, por email, tudo que seja possível para denunciar esta INJUSTIÇA. FORÇA
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,950
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Estou farto de ler tanto disparate que aqui é dito!

Informem-se em fontes credíveis ao invés de andarem uns a mandar suposições uns aos outros!
Antes de mais, o Uniarea é um fórum de discussão livre, em que os alunos são livres de partilhar as suas inquietações, dúvidas e informações. Não me parece que esse tom e abordagem seja a mais correcta quando se está simplesmente a falar de jovens preocupados com o seu futuro ou outros que os querem ajudar.

Considerando que as mensagens que foste lendo foram sendo escritas enquanto as votações decorriam parece-me natural que tenham surgido algumas informações menos acertadas, tal como a própria IF já o fez em artigos que publicou à pressa e em informações que deu em directos sem validar toda a informação publicada. É normal que num momento de enorme incerteza, em que literalmente são criados novos projectos-lei/medidas/portarias/despachos/pareceres todas as semanas na área de educação se criem momentos de confusão como aqui aconteceu.

Além disso, a última publicação antes da tua, que é de uma notícia que acaba por sair após essa discussão, dá uma explicação completa de todos os pontos que são relevantes.

- a quem disse que o termo autoproposto está errado, porque todos vão como autopropostos, sugiro que leiam o decreto-lei para perceber que o próprio governo o escreveu dessa forma, portanto ou o governo enganou-se também, ou não está a fazer a leitura que todos são autopropostos.
Nenhum aluno é obrigado a fazer exame nacional para concluir a disciplina, fazendo-o apenas para fins de prova de ingresso. Logo são todos autopropostos. Se a lei queria diferenciar quem ficou no secundário propositadamente para fazer melhorias ou quem está a repetir exames do ano anterior teria de ser redigida de outra forma.

O Guia geral de Exames considera como Auto-propostos: para efeitos de admissão aos exames finais nacionais e às provas de equivalência à frequência, os alunos dos cursos científico-humanísticos, dos cursos do ensino artístico especializado, dos cursos tecnológicos e dos cursos científico-tecnológicos, de planos próprios, que:

a) Tenham estado matriculados no ano terminal da disciplina a que respeita o exame ou prova e anulado a matrícula até ao 5.º dia útil do 3.º período letivo;
b) Pretendam concluir disciplinas cujo ano terminal frequentaram sem aprovação;
c) Pretendam obter aprovação em disciplinas do mesmo curso ou de curso diferente do frequentado, nas quais não estejam matriculados, desde que estejam ou tenham estado matriculados no ano curricular em que essas disciplinas são terminais;
d) Não tendo estado matriculados no ensino público ou no ensino particular e cooperativo ou, tendo estado matriculados e não estando abrangidos pela escolaridade obrigatória, tenham anulado a matrícula em todas as disciplinas até ao 5.º dia útil do 3.º período letivo e possuam o 3.º ciclo do ensino básico ou habilitação equivalente;
e) Pretendam melhorar a classificação final de disciplina, nas situações em que nos termos da lei, os alunos não reúnam condições para realizar a melhoria na qualidade de internos;
f) Tenham ficado excluídos por faltas no ano terminal da disciplina, pela aplicação do previsto na alínea b) do n.º 4 do artigo 21.º da Lei n.º 51/2012, de 5 de setembro - Estatuto do Aluno e Ética Escolar, e pretendam realizar provas na 2.ª fase desse mesmo ano letivo.

Ou o aluno faz a melhoria como interno, que só aconteceria em condições normais na 2ª fase do próprio ano, e que este ano deixa de fazer sentido, ou tem de ser enquadrado nesse ponto e).

As próprias indicações no comunicado n.º 5/JNE/2020 do Júri Nacional de Exames para o preenchimento do boletim com as novas regras refere que todos os alunos colocam "não" em interno, o que valida novamente que são todos auto-propostos.
 

laila

Membro
Matrícula
11 Novembro 2019
Mensagens
20
Sem dúvida que os alunos internos este ano não podem fazer melhoria para as disciplinas do 12 ano, mas podem realizar melhorias para o 11 ano. Ou estou enganada? Por isso vamos prejudicar alunos que almejam cursos por vezes com médias altas, e que ficaram uma no a estudar para poderem ter essa média. Investiram tempo, dinheiro em explicações e agora vão ser prejudicados.
A opção de ficar, 1, 2 ou até mais anos a estudar foi tomada antemão sabendo que era possível realizar melhorias de notas. E agora vão ser mais uma vez prejudicados...
Façamos contas, um aluno teve média interna de 15 valores. Foi para o mercado de trabalho e 1 ou 2 anos mais tarde, já com mais maturidade, toma a decisão de frequentar o curso de medicina. Face a esta nova regra nem que tivesse nas provas de ingresso (biologia/geologia, físico-química e matemática) 20 valores poderia entrar.

Lembro que mais uma vez os alunos internos que pretendem melhorar a nota interna, vão realizar exames do 11 ano, em nada os alunos que já terminaram o 12 ano vão prejudicar alunos internos....Isso é atirar areia para os olhos...
 
  • Like
Reactions: Martxi

LBlackMoon

Membro Catedrático
Colaborador Editorial
Matrícula
27 Fevereiro 2016
Mensagens
3,930
Curso
Direito
Instituição
FDUP
Eu quanto a isso não sei, pois todos os partidos da oposição são a favor da melhoria de nota dos exames, o PCP decidiu abster-se do projeto de lei do PAN porque tinha uma alínea semelhante no seu projecto de lei, não acredito que agora decidam retirar essa alínea do seu projecto de lei, a não ser que o BE decida abster-se de votar neste ponto especifico na comissão, como fez com o projecto do PAN.
Post automatically merged:


Apenas dizer que o processo legislativo parlamentar costuma demorar algum tempo. Um dos motivos pelos quais uma parte muito significativa da legislação em Portugal é feita por decretos-leis do Governo é porque este órgão tem condições para produzir - nas matérias em que o pode fazer - mais legislação com mais rapidez.

Não quero de todo frustrar o vosso esforço cívico, que admiro profundamente e que acho exemplar; mas não creio que um processo legislativo na AR se conclua em 1 mês que falta para os exames (mesmo que se legisle com caráter de urgência).
 
  • Like
Reactions: davis and Edgar H

laila

Membro
Matrícula
11 Novembro 2019
Mensagens
20
Infelizmente decidiram impedir a realização de melhorias de notas. Mas caso houvesse, o cenário seria o descrito. Aqui não está em causa o querer ou poder ir para os Açores.... Duvido que 175,0 valores seja este ano a média do último a entrar, já foi referido anteriormente que as médias vão inflacionar.... Sem dúvida que as medidas são excecionais. Na vida cometem-se erros, mas neste caso ainda se vai a tempo de remediar..

Vou recordar um exemplo, no meu ano de entrada na faculdade, o primeiro ano da PGA, se alguém se lembra, houve greve dos professores na realização das provas específicas. os alunos deslocavam-se para a sala e não havia exame. Só em Outubro ou Novembro é que se realizaram os exames e as aulas na faculdade, no meu caso o IST iniciaram-se em janeiro. Na altura o ME não alterou as regras face à situação e as aulas nas faculdades iniciaram-se mais tarde, não veio mal ao mundo!

Não entendo esta pressa e a tomada de decisões no sentido de prejudicar alunos, sem argumentos plausíveis.
 

Edgar H

Mod Decretos
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
1 Outubro 2018
Mensagens
7,767
Infelizmente decidiram impedir a realização de melhorias de notas. Mas caso houvesse, o cenário seria o descrito. Aqui não está em causa o querer ou poder ir para os Açores.... Duvido que 175,0 valores seja este ano a média do último a entrar, já foi referido anteriormente que as médias vão inflacionar.... Sem dúvida que as medidas são excecionais. Na vida cometem-se erros, mas neste caso ainda se vai a tempo de remediar..

Vou recordar um exemplo, no meu ano de entrada na faculdade, o primeiro ano da PGA, se alguém se lembra, houve greve dos professores na realização das provas específicas. os alunos deslocavam-se para a sala e não havia exame. Só em Outubro ou Novembro é que se realizaram os exames e as aulas na faculdade, no meu caso o IST iniciaram-se em janeiro. Na altura o ME não alterou as regras face à situação e as aulas nas faculdades iniciaram-se mais tarde, não veio mal ao mundo!

Não entendo esta pressa e a tomada de decisões no sentido de prejudicar alunos, sem argumentos plausíveis.
São decisões. Decidiram não prejudicar o ensino superior. Para o próximo ano, deve voltar tudo ao normal.
 

LBlackMoon

Membro Catedrático
Colaborador Editorial
Matrícula
27 Fevereiro 2016
Mensagens
3,930
Curso
Direito
Instituição
FDUP
Não entendo esta pressa e a tomada de decisões no sentido de prejudicar alunos, sem argumentos plausíveis.
Não acredito, sinceramente, que qualquer decisão que tenha sido tomada o tenha sido - de todos os sentidos possíveis - com o intuito de prejudicar os alunos.
A situação que vivemos é muito difícil e implica a ponderação, por quem quer que faça normas, de uma quantidade de factores interminável. Feliz aquele que não tem que tomar decisões neste período, e pensar que necessariamente tem que definir prioridades que vão deixar uns contentes, outros amargurados. Que todos participemos nas decisões que estão a ser tomadas, que opinemos e peticionemos, é mesmo construtivo e denota sentido de cidadania. Mas tenha-se em conta que, numa situação destas, qualquer decisão tomada vai ter que definir uma prioridade que, para ser atingida, exige o sacrifício de outros; ainda que ele não seja desejado, claro, pelo decisor. Ninguém tem gosto em limitar o direito que os alunos têm a melhorar as suas classificações.

Como disse o Edgar, para o ano esperamos que regresse à normalidade.
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,950
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
4) O Davis é claramente o Hitler cá do sítio.
Eu: 😲

1570283756054.gif


Em vez de andarem a criar teorias da conspiração sugiro que foquem esse tempo e energia nos exames nacionais. Para os mais distraídos, começam dentro de menos de 2 meses. E com este post acaba o spam, peço que voltem ao assunto do tópico. Próximos posts que não sejam dentro do assunto serão encaminhados para o arquivo.
 

Alexandra S.

Potterhead Mod 🧙‍♀️
Equipa Uniarea
Moderador
Colaborador Editorial
Matrícula
10 Março 2015
Mensagens
4,351
Acho que é completamente desnecessário transformar um tópico de discussão de dúvidas e conversas sobre decisões parlamentares num campo de batalha.

O @davis tem feito um trabalho incrível, bem como os moderadores. Honestamente, eu não sei se teria nem metade da paciência que eles têm tido para algumas discussões por "dá cá aquela palha" como é o caso desta. Em 6 anos, o Uniarea tem ajudado imensos alunos tanto em Portugal como fora, e acredito que irá continuar a fazê-lo. Agora, paremos com esta discussão que não contribui em nada para o propósito do tópico. Peace and love!
 

KikoMed

Membro Veterano
Matrícula
31 Julho 2019
Mensagens
350
Curso
Medicina
Instituição
ICBAS
São decisões. Decidiram não prejudicar o ensino superior. Para o próximo ano, deve voltar tudo ao normal.


Eu perdi-me um bocado com esta maravilhosa discussão sobre likes , mas então as melhorias de media interna recorrendo aos exames não vão existir ou ainda estão a ser discutidas?
 
  • Like
Reactions: beatriz26_

Edgar H

Mod Decretos
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
1 Outubro 2018
Mensagens
7,767
Eu perdi-me um bocado com esta maravilhosa discussão sobre likes , mas então as melhorias de media interna recorrendo aos exames não vão existir ou ainda estão a ser discutidas?
Não vai ser possível discutir isso em tempo útil sem mudar as datas dos exames, o que não parece ser o objetivo. Por isso, não há melhorias este ano, em princípio(não venham para cima de mim disparatar).