Insólitos da sala de aula

Mas... han? Como assim é proibido ligar para o 112 quando alguém está mal? @Andreia C. help.

Na FCUL isto também acontece, é como explicou o @altctrlfn. Não sei se é "proibido", mas há mecanismos de segurança para lidar com emergências médicas dentro da faculdade. É desaconselhado chamar o 112 para não interferir com este processo. Mas não sei muito sobre isto, para ser franco.
 
  • Like
Reactions: Alterado
Bom, encontrei a minha stora de FQ e algumas pessoas da turma e que andaram a ver a correção dos exames e a conclusão que a stora deu foi que o pessoal precisava de 3 pares de óculos (e depois uma analogia ao meu stor de matemática)...
 
  • Like
Reactions: dino3
Este ano, no âmbito da disciplina de EF, participei como ajudante (ofc) num torneio de patinagem. Bem, estavam 2 raparigas a fazer a prova de destreza quando uma cai e bate com a cabeça num pino. Ela ficou estatelada no chão e só se ouvia gente a gritar: "VÁ, LEVANTA-TE! TU CONSEGUES! VAI!"
Não é quando vamos a dar por ela, a rapariga estava desmaiada? Só sei que uns quantos colegas que lá estavam perto se puseram, de braços cruzados, a olhar para ela com um ar super pensativo.
Eu ri demasiado :sweatsmile: sou uma péssima pessoa ikr.
O que vale é ela ficou bem logo a seguir yayy

Uma colega, que tem conhecimentos (e prática) em artes marciais, vira-se para um rapaz e diz que se ele não tira a mochila de cima da mesa dela atira tudo para o chão e lhe dá uma sova. Ao mesmo tempo uma outra rapariga dá com o livro em cima da cabeça de um colega porque ele não sai do caminho. O professor, ao olhar para aquilo, começa-se a rir e a dizer: "as raparigas desta turma são muito agressivas, principalmente com os meninos."
E esse mesmo professor costuma referir-se a todos como: "cavalheiros e gentis donzelas…"

Do nada a professora de matemática diz: "Não, eu não tenho os testes! Mas que coisa! Vocês são uns egoístas! E eu sou sensível!"

Um rapaz, que não costumava tirar notas altas, faz e recebe um teste de biologia no qual tira 18. O professor pergunta-lhe como e ele diz: "oh stor, na dúvida põe-se D de Deus". No teste a seguir, da mesma disciplina, nenhuma das opções era a D :triumph:

Tenho uma professora, muito querida, que dizia imensas vezes: “oh meninos desculpem-me a expressão, mas isso é…
... uma tolice!" :tearsofjoy:
 
Tenho uma professora, muito querida, que dizia imensas vezes: “oh meninos desculpem-me a expressão, mas isso é…
... uma tolice!" :tearsofjoy:

Isto relembra-me de quando o meu stor de matemática deste ano (que já agora uma vez somou 1+1 um no quadro e deu 1) pediu imensas desculpas porque ia usar um palavrão, e depois com muita enfâse declarou "Pimba" enquanto escrevia a resposta no quadro.

PS: Este mesmo stor uma vez insistiu que o número resultante de subtrair um bilião por um número muito pequeno é maior do que um bilião... (sim eu estou mesmo muito lixado para a minha matemática de 12º)
 
"oh stor, na dúvida põe-se D de Deus"
Contaram-me que havia uma pessoa de 12º que dizia isso e começámos eu e os meus colegas (vá, os poucos que estavam) a pensar "Então... e C é de Cristo... B de Buda... A de Amor..."

e depois com muita enfâse declarou "Pimba" enquanto escrevia a resposta no quadro.
Opah :tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy: Havia uma altura que o meu stor de mat vinha com essas expressões e afins
PS: Este mesmo stor uma vez insistiu que o número resultade de subtrair um bilião por um número muito pequeno é maior do que um bilião... (sim eu estou mesmo muito lixado para a minha matemática de 12º)
Espera, eu buguei-me agora...
 
Espera, eu buguei-me agora...

Pois... agora imagina uma turma de 30 alunos a tentar explicar ao seu stor de matemática que ele está errado. Logo na primeira aula com ele no 11º, sabe-se lá porquê ele decidiu escrever as regras das potências no quadro e estavam todas mal, ficámos todos a olhar uns para os outros a tentar decidir se diziamos algo ou não xD
 
  • Like
Reactions: Alfa and ~tahani~
Pois... agora imagina uma turma de 30 alunos a tentar explicar ao seu stor de matemática que ele está errado. Logo na primeira aula com ele no 11º, sabe-se lá porquê ele decidiu escrever as regras das potências no quadro e estavam todas mal, ficámos todos a olhar uns para os outros a tentar decidir se diziamos algo ou não xD
Oh meu deus xDD
 
  • Like
Reactions: Fargo
Posso-vos dizer que numa semana li isto tudo e que me ri imenso á vossa custa, nunca fui um santo, fiz muita porcaria mas tive um stor que gostei muito e que era extremamente divertido, mas muito boa pessoa:

Ora bem, este prof. era o cúmulo da preguiça, corrigir testes não era com ele nem realizar qualquer trabalho fora da sala de aula, a resolução de exercícios era ele a nos perguntar a resposta e depois ditava a solução, e quando era trabalho autónomo a gente punha sempre música!
Uma boa técnica era distrair o prof com a sua música favorita de modo a não ter aula, tanto que ele repunha depois as aulas...
Na última segunda de aulas era a nossa penúltima aula de biologia, a última era no dia seguinte, terça...Nesse dia ele chega á aula e diz-nos que não tinha os testes e que ia corrigi-los nesse dia á tarde, ahhh e depois para corrigir tinha que ser a ouvir Nick Cave ou Pink Floyd (ele era superfã mesmo, tanto que foi ao Alive)...E-mails era escusado mandar porque era mais que certo que a resposta nunca viria..Ele só tinha duas turmas mas isso para ele era esgotante..
Atrasos e desculpas farrapadas era com ele, o carro não pegava, tinha consultas de última hora (ele tinha um problema grave na coluna) etc.. E a gente aproveitava sempre isso, de manhã eu chego sempre atrasado, mas com ele era na boa (30 minutos era na boa) e nem corria risco de perder matéria porque ele gostava de se atualizar das "notícias" todas, ou era a Kim Kardashian, ou qualquer cantor do mundo POP ou outros assuntos que faziam correr tinta, a meio das aulas era comum haver debates políticos e falar de coisas a leste, ele próprio metia cenas que não tinham a ver com a matéria, animais a acasalarem, desastres naturais "sensionalistas" wtv, assim como falava da família, que a 2nd filha dele foi um acidente, que a mulher estampou um carro, falava dos pais, mostrou-nos a casa dele no maps, e ouvia sempre as nossas piadas mais sexuais (entre outras) etc... Uma paz de homem, de tão tolerante que era, nós andávamos sempre a provocá-lo, perguntávamos sobre o corpo e a beleza dos outros professores, era engraçado quando lhe perguntáva-mos pelo "bonzão", um professor muito giro e ele ficava encavacado...
Ele não ralhava, e a gente era responsável por trabalhar e estar atento, dava a matéria (por acaso muito bem mas muito lentamente), mas tinha um defeito incrível, ele tinha uma comichão incontrolável nos tomates, ele estava sempre-se a coçar lá em baixo, a gente nunca chegou a saber o status da sua vida sexual.
Mas foi um professor que me marcou pela positiva, eu gostei, diverti-me imenso pois podia gerir a aula á minha medida, se queria desligar, desligava ,se queria mudar de lugar, mudava, acho que este é um tipo de prof que adoraria voltar ter.
 
Posso-vos dizer que numa semana li isto tudo e que me ri imenso á vossa custa, nunca fui um santo, fiz muita porcaria mas tive um stor que gostei muito e que era extremamente divertido, mas muito boa pessoa:

Ora bem, este prof. era o cúmulo da preguiça, corrigir testes não era com ele nem realizar qualquer trabalho fora da sala de aula, a resolução de exercícios era ele a nos perguntar a resposta e depois ditava a solução, e quando era trabalho autónomo a gente punha sempre música!
Uma boa técnica era distrair o prof com a sua música favorita de modo a não ter aula, tanto que ele repunha depois as aulas...
Na última segunda de aulas era a nossa penúltima aula de biologia, a última era no dia seguinte, terça...Nesse dia ele chega á aula e diz-nos que não tinha os testes e que ia corrigi-los nesse dia á tarde, ahhh e depois para corrigir tinha que ser a ouvir Nick Cave ou Pink Floyd (ele era superfã mesmo, tanto que foi ao Alive)...E-mails era escusado mandar porque era mais que certo que a resposta nunca viria..Ele só tinha duas turmas mas isso para ele era esgotante..
Atrasos e desculpas farrapadas era com ele, o carro não pegava, tinha consultas de última hora (ele tinha um problema grave na coluna) etc.. E a gente aproveitava sempre isso, de manhã eu chego sempre atrasado, mas com ele era na boa (30 minutos era na boa) e nem corria risco de perder matéria porque ele gostava de se atualizar das "notícias" todas, ou era a Kim Kardashian, ou qualquer cantor do mundo POP ou outros assuntos que faziam correr tinta, a meio das aulas era comum haver debates políticos e falar de coisas a leste, ele próprio metia cenas que não tinham a ver com a matéria, animais a acasalarem, desastres naturais "sensionalistas" wtv, assim como falava da família, que a 2nd filha dele foi um acidente, que a mulher estampou um carro, falava dos pais, mostrou-nos a casa dele no maps, e ouvia sempre as nossas piadas mais sexuais (entre outras) etc... Uma paz de homem, de tão tolerante que era, nós andávamos sempre a provocá-lo, perguntávamos sobre o corpo e a beleza dos outros professores, era engraçado quando lhe perguntáva-mos pelo "bonzão", um professor muito giro e ele ficava encavacado...
Ele não ralhava, e a gente era responsável por trabalhar e estar atento, dava a matéria (por acaso muito bem mas muito lentamente), mas tinha um defeito incrível, ele tinha uma comichão incontrolável nos tomates, ele estava sempre-se a coçar lá em baixo, a gente nunca chegou a saber o status da sua vida sexual.
Mas foi um professor que me marcou pela positiva, eu gostei, diverti-me imenso pois podia gerir a aula á minha medida, se queria desligar, desligava ,se queria mudar de lugar, mudava, acho que este é um tipo de prof que adoraria voltar ter.
Por algum motivo, gostei mesmo de ler isto :tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy:
 
mas tinha um defeito incrível, ele tinha uma comichão incontrolável nos tomates, ele estava sempre-se a coçar lá em baixo, a gente nunca chegou a saber o status da sua vida sexual.
200.gif
 
Conheci um professor (nunca tive aulas com ele) que era conhecido por dizer: "Um teste sem negativas é como um jardim sem flores", que decerto é uma das frases mais icónicas de todos os tempos.
Se calhar achava uma seca não encontrar erros :sweatsmile::tearsofjoy::tearsofjoy:
 
Não sei se já cá contei, mas sei que na aula de Biologia estávamos a falar dos stores de Filosofia/Psicologia e basicamente já tiveram cá um stor que lia os mails, cartas, afins na aula... *thinking face* Espero que não tenha lido muita coisa off-topic.
 
Não sei se já cá contei, mas sei que na aula de Biologia estávamos a falar dos stores de Filosofia/Psicologia e basicamente já tiveram cá um stor que lia os mails, cartas, afins na aula... *thinking face* Espero que não tenha lido muita coisa off-topic.

Não me surpreende :p no básico lembro-me de ter professores a aceder ao facebook...

Segundo as lendas da minha escola o meu professor de matemática deste ano é conhecido por partir nozes contra o quadro durante os testes. Parece-me por isso que o Karma do Universo continua a insistir que todos os anos tenha professores... peculiares
 
  • Like
Reactions: ~tahani~
no básico lembro-me de ter professores a aceder ao facebook...
AHAHAHAHAHAHA OPÁ, AGORA LEMBRASTE-ME DA STORA DE INGLÊS DO 8º :tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy: Eu tinha feito um teste, mas foi num dia diferente e com outra turma e como estava à frente, via que ela no PC estava no Tumblr e essas coisecas todas... :tearsofjoy: Also, os meus colegas que a a apanharam na opcional contam-me peripécias engraçadas como ela estar prestes a dançar no meio da aula ao som do Elvis... Quando foi minha stora houve uma aula em que não se calasse com o "Here without you" :sweatsmile::sweat:
Segundo as lendas da minha escola o meu professor de matemática deste ano é conhecido por partir nozes contra o quadro durante os testes. Parece-me por isso que o Karma do Universo continua a insistir que todos os anos tenha professores... peculiares
Quebra-nozes versão matemática...?? o_O
Tens que fazer um livro :tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy:
 
  • Like
Reactions: Fargo
AHAHAHAHAHAHA OPÁ, AGORA LEMBRASTE-ME DA STORA DE INGLÊS DO 8º :tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy: Eu tinha feito um teste, mas foi num dia diferente e com outra turma e como estava à frente, via que ela no PC estava no Tumblr e essas coisecas todas... :tearsofjoy: Also, os meus colegas que a a apanharam na opcional contam-me peripécias engraçadas como ela estar prestes a dançar no meio da aula ao som do Elvis... Quando foi minha stora houve uma aula em que não se calasse com o "Here without you" :sweatsmile::sweat:

Um professor com Tumblr é algo especial mesmo :P
Os professores de Inglês são sempre umas preciosidades. A minha stora de inglês do 10º/11º gostava muito de crimes... uma vez deu-nos uma aula inteira para aprendermos vocabulário acerca dos diferentes tipos de crimes em inglês e começamos todos a discutir como fazer o homícido perfeito :laughing:

Quebra-nozes versão matemática...?? o_O
Tens que fazer um livro :tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy:

Devia mesmo... desde uma professora vidente que numa vida passada já foi médico no Titanic a um stor de Matemática A que não sabe as regras das potências, a minha experiência escolar está cheia de insólitos :P
 
  • Like
Reactions: crebellum
Isto aconteceu durante a semana de campanha das listas para a associação de estudantes, que costuma ser nas primeiras semanas de outubro, se não estou em erro. Entre os brindes que estavam a ser entregues, por alguma razão, estavam a oferecer a edição do Jornal de Notícias daquele dia e também do dia anterior. Uns colegas meus decidiram trazer uma cópia de cada, e quando chegaram à sala, comunicaram a sua intenção e pegaram no telemóvel. Ora, iriam, nada mais, nada menos, do que ligar para os números que estavam nos anúncios de prostituição e tentar enganar as pessoas. Então lá vão eles, ligam para uma série de números: por vezes, quando começavam a falar, quem estava do outro lado percebia que era para o gozo e desligavam-lhes logo. Contudo, um dos meus colegas começou a inventar toda uma história e, com a ajuda da professora, tiveram algumas tentativas bem-sucedidas.
E sim, passaram-se 90 minutos assim. :tearsofjoy:
 
Um professor com Tumblr é algo especial mesmo :p
Eu nem sei... Não tenho muitas saudades dela, então só de saber que os que escolheram a opcional de InglÊs estão com ela... :tearsofjoy: Era o Tumblr e/ou outra cena do género. Also, venera "Here without you" de Three Doors Down, se não estiver em erro...
Os professores de Inglês são sempre umas preciosidades. A minha stora de inglês do 10º/11º gostava muito de crimes... uma vez deu-nos uma aula inteira para aprendermos vocabulário acerca dos diferentes tipos de crimes em inglês e começamos todos a discutir como fazer o homícido perfeito :laughing:
As do ano passado, sei que a que era minha tinha cenas sobre Teatro e tal, que até no ano anterior era uma das storas responsáveis do grupo de Teatro do Agrupamento (juntamente com a minha suposta stora de Fil/Psi). A outra não sei, mas já a vi a falar em Alemão com uma funcionária e parecia interessante... Estive com elas as duas na Holanda durante uma semana, é mesmo uma preciosidade. Foi o "ice breaking/falling", o "Rabobank", uma foto icónica em que o sticker, daqueles para as selfies, parecia uma cana de pesca (vá, começámos a gozar assim) e outra foto icónica que só vendo é que a gente entende o que aquilo parece :tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy: E depois os 26 planos (=26 letras do alfabeto), enfim, vai por aí fora :tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy:
Devia mesmo... desde uma professora vidente que numa vida passada já foi médico no Titanic a um stor de Matemática A que não sabe as regras das potências, a minha experiência escolar está cheia de insólitos :p
Acho que em 12 anos de escolaridade apanha-se muita coisa, muita coisa mesmo :tearsofjoy::tearsofjoy::tearsofjoy: