Literatura

Quantos livros lês por ano (além dos obrigatórios para fins estudantis)?

  • Nenhum!

  • 1 - 2

  • 3 - 5

  • 6 - 10

  • +10


Results are only viewable after voting.

~tahani~

👸 das Citações
Especialista
Psicologia & Música
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
23 Junho 2016
Mensagens
5,787
Curso
Psicologia
Tenho uma inveja enoooorme de todos aqueles que conseguem ler em tempo de aulas. Eu adoro ler e devoro livros muito facilmente mas em tempo de aulas nunca consigo ler nenhum (nem mesmo os de leitura obrigatoria) porque depois das duas uma, ou fico viciada no livro e perco o foco no estudo ou então não chego a ficar viciada mas a minha mente enche-se com o conteúdo do livro e esvazia a matéria a que devia estar atenta. Ao fim e ao cabo acaba por ir dar ao mesmo: falta de atenção e foco. Os livros de leitura obrigatória li-os nas férias de verão que é quando a minha mente está livre e eu posso ler tudo aquilo que me apetecer (ou pensava eu porque no ano passado, transição de 11º para 12º, com os exames a ocuparem-me junho e julho só tive agosto para relaxar a sério mas a minha mente estava tão cheia ainda que só tive vontade de ler romances simples, como os de Jane Austen)(já agora, Orgulho e Preconceito de Jane Austen é fantástico!).
A minha lista de livros para ler está tãaao grande! Quero muito ganhar vontade para a ler ahah
Eu percebo-te porque houve uma altura que não conseguia concentrar no que lia, se bem que há 2 anos para cá, já consegui controlar isso, sabe-se lá como. Contudo, se quero ler algum livro, mesmo os que são para fins estudantis, bom, ou não os consigo ler em período de aulas, ou levo o período todo a ler o livro, independentemente do seu tamanho. (Como por exemplo, "A Origem da Tragédia" de Nietzsche - comecei a lê-lo a meio de Janeiro e terminei um bocadinho à pressa atendendo que foi um livro que um prof. me emprestou 3 dias antes do 2º. período acabar. :grin:
 
  • Like
Reactions: crebellum

sтαяℓιgнт cяιsιs

Membro Catedrático
Especialista
Eng. Informática & Engenharia
Matrícula
14 Abril 2015
Mensagens
1,763
Dei com um livro chamado “Modernas Tendências da Educação”. O que me atraiu neste livro, antes de descobrir que até tinha algum conteúdo interessante, foi o facto de ter sido impresso em 1942. Assim sendo, está escrito com a língua portuguesa da altura.
  • Havia acento circunflexo na 3ª pessoa e no demonstrantivo: «êle», «êste», «dêste», «aquêle». Esta marca (de semi-nasalização?) está presente noutras palavras: «jôgo», «interêsse», «sôbre», «fêz», «tôdas», «gôsto», «fôsse».

  • Acento grave em grande parte dos advérbios: «ràpidamente», «sòzinhas», «sensìvelmente», «extraordinàriamente».

  • Utilização de dois pontos horizontais ("trema"): «ensaïar», «reüne», «saüde», «freqüentemente», «distribuïção».

  • «Pregunta» — isto aparece sempre escrito assim. Ou é um erro de ortografia da autora ou era mesmo assim que se escrevia.

  • Como em espanhol/castelhano, havia um ponto de interrogação/exclamação invertido no início de uma frase interrogativa/exclamativa. «¿O que continham os papéis e os sobrescritos?».

  • «É» escreve-se «E‘».

  • Palavras escritas de maneira diferente. «Quási», «possue» (possui), «atribue» (atribui), «de-facto», «a-pesar-de», «mãi» (mãe, esta é a que faz mais impressão à primeira vista).
Apesar da estranheza, acho que há aqui alguns aspectos, como na palavra «mãi» e na utilização dos circunflexos, que reflectem melhor a maneira como de facto se pronunciam as palavras.

Já pensei assim: se um dia me pedirem para escrever um artigo num jornal qualquer, escrevo com esta versão do português. Depois vou-me divertir a ver o ódio destilado nas caixas de comentários :D
 

NemoExNihilo

Membro Catedrático
Colaborador Editorial
Matrícula
5 Agosto 2015
Mensagens
11,975
Curso
Contestação Aplicada
Instituição
Toda e Qualquer Injustiça
  • Like
Reactions: a fish and Gabriela

Gonçalo Matos

Membro Veterano
Matrícula
2 Fevereiro 2015
Mensagens
144
Curso
Matemática Financeira
Instituição
ISEG
Nunca li, mas pelo que escreveste aqui e pelas citações que colocaste, se quiseres embarcar numa viagem de cerca de 40 livros sobre um mundo plano em forma de disco (mas com fusos horários, porque existe magia, e a luz em contacto com a magia torna-se preguiçosa), em que a morte é uma personagem e gosta de gatinhos, enfim, acho que irias gostar de Discworld.
Muito obrigado! vou ver se leio!
 

~tahani~

👸 das Citações
Especialista
Psicologia & Música
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
23 Junho 2016
Mensagens
5,787
Curso
Psicologia
Mesmo sendo um livro do programa da disciplina de Português, finalmente estou a ler Saramago, neste caso, O Ano da Morte de Ricardo Reis! Confesso que sempre tive aquele bichinho curioso por Saramago e sempre quis ler alguma obra do escritor.
 
  • Like
Reactions: Alfa and Angelzz

Angelzz

sic parvis magna
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
3 Julho 2017
Mensagens
1,495
Curso
Medicina
Em virtude do meu gosto por livros que juntem alguma parte cultural, em especial algumas referências a arte italiana renascentista, com alguma ação, estou a ler O Inferno, de Dan Brown.
 

dino3

Membro Catedrático
Matrícula
13 Outubro 2017
Mensagens
2,836
Curso
Engenharia Civil
Instituição
Universidade do Minho
Eu estou a ler um livro de literatura policial : o titulo é o imenso adeus de Raymond Chandler :D
 
  • Like
Reactions: Angelzz

sтαяℓιgнт cяιsιs

Membro Catedrático
Especialista
Eng. Informática & Engenharia
Matrícula
14 Abril 2015
Mensagens
1,763
Acabei hoje de ler o livro de 1942 que referi no meu último post. A nível de forma, foi interessante, por estar escrito no português daquela altura. A nível de conteúdo é um pouco maçudo, e provavelmente já estará muito desactualizado, mas permite conhecer os métodos mais proeminentes que se foram desenvolvendo, ao longo do último século, para melhorar a escola tradicional. Na altura, o ensino tradicional interagia com os alunos de um modo demasiado mecânico e, de certo modo, pouco natural: ver imagens abaixo do livro relatando uma aula comum de trabalhos manuais a que a autora assistiu em Bruxelas. Comenta ela: «Tanto tempo perdido!, pensava eu sempre. Tanto trabalho para dar regras daquilo que se aprende tão facilmente: mexer as mãos, dar nomes às coisas...»

mte54(1).jpg
mte55(1).jpg
 

LordKelvin

O Santo
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
20 Julho 2015
Mensagens
7,655
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Acabei hoje de ler o livro de 1942 que referi no meu último post. A nível de forma, foi interessante, por estar escrito no português daquela altura. A nível de conteúdo é um pouco maçudo, e provavelmente já estará muito desactualizado, mas permite conhecer os métodos mais proeminentes que se foram desenvolvendo, ao longo do último século, para melhorar a escola tradicional. Na altura, o ensino tradicional interagia com os alunos de um modo demasiado mecânico e, de certo modo, pouco natural: ver imagens abaixo do livro relatando uma aula comum de trabalhos manuais a que a autora assistiu em Bruxelas. Comenta ela: «Tanto tempo perdido!, pensava eu sempre. Tanto trabalho para dar regras daquilo que se aprende tão facilmente: mexer as mãos, dar nomes às coisas...»

Ver anexo 5008
Ver anexo 5007
Isso é uma relíquia! Absolutamente delicioso!
 
Matrícula
22 Julho 2017
Mensagens
59
Boa noite,
neste momento estou a ler o simbolo perdido de dan brown.
E numa das minhas visitas à fnac fiquei bastante interessado 'nas sombras de leonardo da vinci', será que vale a pena ler?
 

Angelzz

sic parvis magna
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
3 Julho 2017
Mensagens
1,495
Curso
Medicina
ahah, já li todos tirando o inferno devido a ter visto o filme primeiro e depois fiquei sem motivaçao nenhuma para ler aquilo
Estou a metade do livro, mas para já estou a gostar bastante.
Por curiosidade, qual foi o que mais te cativou?
Anjos e Demónios foi, provavelmente, o mais interessante, tirando um ou outro pormenor no final.

Pro tip: livros de bolso são a melhor invenção da literatura. Já encontrei livros à venda por 20€ que em versão livro de bolso custam 10€. Em português já há uma quantida interessante deste tipo de edições. Em locais como FNAC ainda existem mais, mas desta feita, em inglês, caso estejam dispostos a ler numa língua estrangeira.
 

dino3

Membro Catedrático
Matrícula
13 Outubro 2017
Mensagens
2,836
Curso
Engenharia Civil
Instituição
Universidade do Minho
Anjos e Demónios foi, provavelmente, o mais interessante, tirando um ou outro pormenor no final.

Pro tip: livros de bolso são a melhor invenção da literatura. Já encontrei livros à venda por 20€ que em versão livro de bolso custam 10€. Em português já há uma quantida interessante deste tipo de edições. Em locais como FNAC ainda existem mais, mas desta feita, em inglês, caso estejam dispostos a ler numa língua estrangeira.

Ya mano(a) eu arranjo livros de bolso por 6 euros, é bué castiço e ocupam menos espaço.
 

Andreia C.

Membro Catedrático
Especialista
Enfermagem & Biologia
Matrícula
12 Outubro 2016
Mensagens
6,027
Curso
Enfermagem - Oficialmente Enfermeira? Diz que sim.
Anjos e Demónios foi, provavelmente, o mais interessante, tirando um ou outro pormenor no final.

Pro tip: livros de bolso são a melhor invenção da literatura. Já encontrei livros à venda por 20€ que em versão livro de bolso custam 10€. Em português já há uma quantida interessante deste tipo de edições. Em locais como FNAC ainda existem mais, mas desta feita, em inglês, caso estejam dispostos a ler numa língua estrangeira.
Já cheguei a pagar 1 euro e picos, depois de uma promoção, num livro em inglês, de bolso, também na fnac. Aliás, um dia, há alguns verões atrás, comprei quase todos os livros de John Green (aqueles que não comprem nesse dia, já os tinha) na fnac. Ele tem 6 livros (agora 7, na altura 6) e eu comprei ou 4 ou 5 de empreitada. Não me custou mais de 30€ no total.
 

sheepy

Membro Dux
Colaborador Editorial
Matrícula
20 Novembro 2014
Mensagens
919
Curso
Medicina
Instituição
FMUP
Se é para matar as pequenas livrarias, e comprar livros em inglês - book depository =) acho que é da amazon, em boa verdade. Não se pagam portes e têm livros baratos.
 
  • Like
Reactions: davis and Angelzz