Média para ciências farmacêuticas

Maria2Ferreira

Membro Caloiro
Matrícula
17 Julho 2020
Mensagens
3
Olá!
Vou este ano ingressar no ensino superior, as minhas áreas de interesse são a biologia e a química.

A minha ideia sempre foi tirar ciências farmacêuticas na FFUL mas não tenho a nota de ingresso necessária. Por isso estou agora no processo de encontrar alternativas, e de saber as mais viáveis.
  • Fazer o curso de Ciências farmacêuticas completamente na ULHT. (tenho as condições financeiras para tal, mas sinto um preconceito em relação a universidades privadas, que não sei se é justificado ou não).
  • Entrar no curso de Ciências farmacêuticas na ULHT e depois pedir transferência para a FFUL ( pelo que não sei se é viável porque não sei se as cadeiras que são equivalentes)
  • Entrar noutro curso das áreas da biologia e da química
  • Entrar noutro curso das áreas da biologia e da química e depois pedir transferência (pelo que não tenho noção de cursos com planos de estudos semelhantes)
Por isso, gostava de saber algumas opiniões, obrigada desde já :)
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
12,336
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Olá!
Vou este ano ingressar no ensino superior, as minhas áreas de interesse são a biologia e a química.

A minha ideia sempre foi tirar ciências farmacêuticas na FFUL mas não tenho a nota de ingresso necessária. Por isso estou agora no processo de encontrar alternativas, e de saber as mais viáveis.
  • Fazer o curso de Ciências farmacêuticas completamente na ULHT. (tenho as condições financeiras para tal, mas sinto um preconceito em relação a universidades privadas, que não sei se é justificado ou não).
  • Entrar no curso de Ciências farmacêuticas na ULHT e depois pedir transferência para a FFUL ( pelo que não sei se é viável porque não sei se as cadeiras que são equivalentes)
  • Entrar noutro curso das áreas da biologia e da química
  • Entrar noutro curso das áreas da biologia e da química e depois pedir transferência (pelo que não tenho noção de cursos com planos de estudos semelhantes)
Por isso, gostava de saber algumas opiniões, obrigada desde já :)
Olá, Maria!

1) Quanto à ideia de frequentares uma privada durante a licenciatura, recomendaria que tentasses encontrar alunos desse mesmo curso; talvez eles conheçam pessoas já graduadas e possam dar-te umas luzes sobre como se sentem no mercado de trabalho. Uma forma de também obteres algumas informações sobre os cursos poderá ser através dos relatórios da A3ES, que é a agência que basicamente permite a existência de um determinado curso superior. A cada 6 anos mais ou menos, os cursos são avaliados por uma comissão constituída por especialistas na área, de outras universidades, incluindo um especialista internacional e um aluno da área e de instituição diferente. Estes relatórios são uma fonte de informação preciosa, uma vez que analisam vários dados, desde a estrutura do curso em si como até dados sobre internacionalização do curso e poderá conter alguma informação sobre empregabilidade dos graduados. No caso, encontras o relatório aqui. Sempre que quiseres pesquisar sobre um curso, consegues aceder aos relatórios da A3ES através da página deles :)
2) No que diz respeito à mudança par instituição/curso, as equivalências (creditações) não têm qualquer valor para a mudança de instituição, uma vez que, de acordo com a FFUL, os critérios de seriação são os seguintes:
Os candidatos serão seriados de acordo com a maior pontuação obtida no somatório das seguintes parcelas:
a) Classificação apurada na aplicação da fórmula: - 50% da classificação obtida no ensino secundário; - 50% da classificação obtida nas provas de ingresso (Biologia (25%) e Química (25%) ou Física e Química (25%) e Biologia e Geologia (25%)). Serão consideradas as provas de melhoria realizadas nos anos letivos seguintes. Se o candidato realizou provas de ingresso na 1ª e 2ª fase do Concurso Nacional de Acesso, é considerado o melhor resultado obtido;
b) Número de unidades curriculares efetuadas no curso de origem até à data do concurso;
c) Média aritmética simples das classificações das unidades curriculares concluídas no curso de origem até à data do concurso;
d) Cinco (5) pontos para candidatos que tiverem indicado como 1ª opção na primeira candidatura ao regime geral de acesso ao ensino superior o curso de Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas da FFUL
e) Em caso de empate, será selecionado o candidato que tiver maior média aritmética simples das classificações obtidas nas disciplinas concluídas no curso de origem, arredondada às centésimas.

Ou seja, o relevante seria não só as tuas classificações do secundário e provas de ingresso como o número de ECTS obtidos no curso da ULHT e as classificações em si, não tanto se te atribuem equivalências ou não. As creditações são decididas pelo director de curso do curso para o qual mudarias (ou seja, o da FFUL) e é um pouco imprevisível se atribuem ou não, mas um bom método de tentares perceber se terias probabilidades de obter equivalências (porque, embora não contem para a mudança, obteres equivalências faria com que tivesses de fazer menos cadeiras na FFUL) é comparares os programas das unidades curriculares - os conteúdos abordados, a bibliografia estudada e os métodos de avaliação; quanto mais semelhantes forem, melhores serão as chances, à partida, que consigas a creditação.

Podes encontrar o regulamento sobre a mudança de curso para a FFUL aqui.

Eu diria que, querendo tu ingressar em Ciências Farmacêuticas e tendo possibilidade de ter mais opções dentro do curso e instituições, os planos 1) e 2) são bastante viáveis e os mais adequados para o que defines. Espero que ajude!
 
  • Like
Reactions: Maria2Ferreira