Médias das notas dos Exames Nacionais da 1ª fase 2020

Tenho uma questão. No ano passado realizei exame de macs , no qual obtive uma classificação que apesar de boa estava decidida a melhorar. Este ano realizei na primeira fase novamente o exame de macs, mas obtive uma classificação muito inferior. Qual é o exame que conta? Posso usar o do ano passado?
Post automatically merged:

Tenho uma questão. No ano passado realizei exame de macs , no qual obtive uma classificação que apesar de boa estava decidida a melhorar. Este ano realizei na primeira fase novamente o exame de macs, mas obtive uma classificação muito inferior. Qual é o exame que conta? Posso usar o do ano passado?
Olá, ficas sempre com a melhor nota.
 
  • Like
Reactions: Rachel_12345
Olá
Parece que todos os anos o JNE publica um documento com a distribuição das notas de cada exame (como este), nesta página, mas aparentemente este ano ainda não o fez. Tenho ideia que costumam publicá-lo no próprio dia em que saem as notas, certo? Alguém sabe porque é que o não fizeram este ano ou se ainda o vão fazer?
 
Olá, eu estou com uma dúvida.
É o seguinte, eu tenho 18 a português mas infelizmente tirei um 12,5 no exame 😔 visto que me correu tão mal optei por me inscrever na 2° fase.
Agora a minha dúvida é, imaginem que eu entrava no concurso da 1° fase para um curso que não era o que eu queria inicialmente, eu devo ir à mesma à procura de casa e tentar recorrer à bolsa? Ou espero pelos resultados do concurso da 2° fase?
Desde já, obrigada :)
 
Olá, eu estou com uma dúvida.
É o seguinte, eu tenho 18 a português mas infelizmente tirei um 12,5 no exame 😔 visto que me correu tão mal optei por me inscrever na 2° fase.
Agora a minha dúvida é, imaginem que eu entrava no concurso da 1° fase para um curso que não era o que eu queria inicialmente, eu devo ir à mesma à procura de casa e tentar recorrer à bolsa? Ou espero pelos resultados do concurso da 2° fase?
Desde já, obrigada :)
A bolsa da DGES dá para passares para o curso da 2ª fase. Em relação ao alojamento, tens de ser tu a decidir se queres arriscar, ou não.
 
Alguém pode dizer alguma coisa acerca das estatísticas que este ano ainda não apareceram? É importante para prever como vão ser as médias
 
Boas, uma questão.
Terminei o secundário o ano passado, indo a exame de PT com 14, tendo obtido um 14.2 no exame que manteve o 14 na CIF.
Este ano, tive 15.5 no exame, o que, supostamente, em casos normais no ano passado, subiria-me o CIF para 15.
Este ano estou confuso, isto aplica-se ou não?
 
Boas, uma questão.
Terminei o secundário o ano passado, indo a exame de PT com 14, tendo obtido um 14.2 no exame que manteve o 14 na CIF.
Este ano, tive 15.5 no exame, o que, supostamente, em casos normais no ano passado, subiria-me o CIF para 15.
Este ano estou confuso, isto aplica-se ou não?
Não se aplica.
 
  • Fabulous
Reactions: Mr. Gomes
Tenho uma pergunta, sou do profissional, tirei 7 a português tenho média de 15/16 nos 3 anos! Será que consigo candidatar me ou terei de ir à segunda fase? Pretendo candidatar me a uma universidade privada (isag).
 
Tenho uma pergunta, sou do profissional, tirei 7 a português tenho média de 15/16 nos 3 anos! Será que consigo candidatar me ou terei de ir à segunda fase? Pretendo candidatar me a uma universidade privada (isag).
Se precisas do exame de Português, tens de ter, pelo menos, 9,5 no exame (se o curso não exigir mais).
 
Olá, eu estou com uma dúvida.
É o seguinte, eu tenho 18 a português mas infelizmente tirei um 12,5 no exame 😔 visto que me correu tão mal optei por me inscrever na 2° fase.
Agora a minha dúvida é, imaginem que eu entrava no concurso da 1° fase para um curso que não era o que eu queria inicialmente, eu devo ir à mesma à procura de casa e tentar recorrer à bolsa? Ou espero pelos resultados do concurso da 2° fase?
Desde já, obrigada :)

Alô! Eu diria que a procura de casa depende do teu caso... Dou-te aqui alguns cenários que me vieram à cabeça. Supondo que entras na 2ª opção:

Situações em que diria para procurares:
- Se ponderas matricular-te e frequentar as aulas até saberes os resultados da 2ª fase e se pretendes ficar lá caso não entres na 2ª fase (porque precisas dela a curto e, eventualmente, a longo prazo) -> implica que procures casa no sítio da 2ª opção e, durante o período de espera, que procures casa no sítio da 1ª opção, just in case
- Se as tuas opções forem todas no mesmo local, mas para cursos diferentes -> o máximo que te pode acontecer é encontrares casa numa zona que não seja vantajosa para as duas opções, mas acabas por ter casa de qualquer das formas
- Se não tens noção dos preços, da qualidade ou das zonas para onde poderás ir, mesmo que só queiras entrar em 2ª opção -> para depois estares bem informada acerca dos teus locais de preferência, mesmo que a quantidade de quartos disponíveis esteja reduzida

Situações em que não diria necessariamente para procurares, mas que não deixa de ser boa ideia procurar:

- Se as tuas opções são em sítios diferentes e ponderas matricular-te apenas para garantir um ano na faculdade nessa 2ª opção, mas sem ires às aulas até saber a decisão da 2ª fase. Ou seja, se só vais frequentar as aulas depois de saber realmente a decisão da 2ª fase -> podes não procurar já e guardar a chatice para depois consoante a disponibilidade dos quartos, mas também podes ir já procurando para ter uma noção e fazer contrato apenas depois dos resultados da 2ª fase. Também podes procurar casa, fazer contrato para a zona do curso de 2ª opção, apenas por conforto. É muito variável!

Aposto que há outros casos, mas estes são os mais comuns e dos quais me lembrei agora.

Em qualquer dos casos, diria para te manteres atenta aos locais online onde vão anunciando essas vagas nos quartos e apartamentos, para ires dando umas voltas nos locais e guardando os números etc etc.
As entradas este ano devem ser mais difíceis de prever e convém estares minimamente preparada tanto para um choque negativo como para um choque positivo! Lembra-te que a tua entrada não depende única e exclusivamente das tuas notas em exame, mas também da nota de interna e ainda das notas dos outros e das opções dos outros!
 
  • Like
Reactions: Verónica Lopes
Alô! Eu diria que a procura de casa depende do teu caso... Dou-te aqui alguns cenários que me vieram à cabeça. Supondo que entras na 2ª opção:

Situações em que diria para procurares:
- Se ponderas matricular-te e frequentar as aulas até saberes os resultados da 2ª fase e se pretendes ficar lá caso não entres na 2ª fase (porque precisas dela a curto e, eventualmente, a longo prazo) -> implica que procures casa no sítio da 2ª opção e, durante o período de espera, que procures casa no sítio da 1ª opção, just in case
- Se as tuas opções forem todas no mesmo local, mas para cursos diferentes -> o máximo que te pode acontecer é encontrares casa numa zona que não seja vantajosa para as duas opções, mas acabas por ter casa de qualquer das formas
- Se não tens noção dos preços, da qualidade ou das zonas para onde poderás ir, mesmo que só queiras entrar em 2ª opção -> para depois estares bem informada acerca dos teus locais de preferência, mesmo que a quantidade de quartos disponíveis esteja reduzida

Situações em que não diria necessariamente para procurares, mas que não deixa de ser boa ideia procurar:

- Se as tuas opções são em sítios diferentes e ponderas matricular-te apenas para garantir um ano na faculdade nessa 2ª opção, mas sem ires às aulas até saber a decisão da 2ª fase. Ou seja, se só vais frequentar as aulas depois de saber realmente a decisão da 2ª fase -> podes não procurar já e guardar a chatice para depois consoante a disponibilidade dos quartos, mas também podes ir já procurando para ter uma noção e fazer contrato apenas depois dos resultados da 2ª fase. Também podes procurar casa, fazer contrato para a zona do curso de 2ª opção, apenas por conforto. É muito variável!

Aposto que há outros casos, mas estes são os mais comuns e dos quais me lembrei agora.

Em qualquer dos casos, diria para te manteres atenta aos locais online onde vão anunciando essas vagas nos quartos e apartamentos, para ires dando umas voltas nos locais e guardando os números etc etc.
As entradas este ano devem ser mais difíceis de prever e convém estares minimamente preparada tanto para um choque negativo como para um choque positivo! Lembra-te que a tua entrada não depende única e exclusivamente das tuas notas em exame, mas também da nota de interna e ainda das notas dos outros e das opções dos outros!

Muito obrigada pela tua resposta, foi bastante esclarecedora.
Desculpa estar a ser chata, mas se me soubesses responder a mais umas questões seria ótimo!

- Eu não perco a vaga automaticamente da 1ª fase de concurso se me candidatar à 2ª fase? Ou seja, eu entrava num curso que não era o que queria inicialmente, mas matriculava-me na mesma para garantir o lugar e ia às aulas, mas candidatando-me à 2ª fase já não perderia o lugar da 1ª fase?

- E se na 2ª fase não conseguir ficar novamente colocada no curso que pretendo, posso sempre permanecer naquele em que já estou matriculada (da 1ª fase) ou estou "obrigada" a ficar no curso que entrei na 2ª fase?

- E por fim, se me candidatar à 2ª fase devo colocar na candidatura as mesmas opções que coloquei na da 1ª fase?

Desculpa se estou a fazer perguntas sem sentido ou se não me fiz esclarecer muito bem. Mas estou mesmo com imensas dúvidas na minha cabeça.
 
- Eu não perco a vaga automaticamente da 1ª fase de concurso se me candidatar à 2ª fase? Ou seja, eu entrava num curso que não era o que queria inicialmente, mas matriculava-me na mesma para garantir o lugar e ia às aulas, mas candidatando-me à 2ª fase já não perderia o lugar da 1ª fase?
Não, só perdes se ficares colocada.
- E se na 2ª fase não conseguir ficar novamente colocada no curso que pretendo, posso sempre permanecer naquele em que já estou matriculada (da 1ª fase) ou estou "obrigada" a ficar no curso que entrei na 2ª fase?
Se ficares colocada, já não tens a vaga da 1ª fase.
- E por fim, se me candidatar à 2ª fase devo colocar na candidatura as mesmas opções que coloquei na da 1ª fase?
Não, obrigatoriamente. Metes os cursos que bem entenderes.
 
Última edição:
Se ficaste colocada, já não tens a vaga da 1ª fase.
Então posso ficar colocada num curso que não quero e ainda perder a vaga da 1ª fase, certo?
Neste caso, arriscaria candidatar-me à 2ª fase só se tivesse quase a certeza de que entrava no curso que pretendo? Porque senão seria correr um risco...
 
  • Like
Reactions: Mr. Gomes
Então posso ficar colocada num curso que não quero e ainda perder a vaga da 1ª fase, certo?
Neste caso, arriscaria candidatar-me à 2ª fase só se tivesse quase a certeza de que entrava no curso que pretendo? Porque senão seria correr um risco...
Podes.
Por isso, normalmente, só se mete os cursos que se pretende na 2ª fase.
 
Muito obrigada pela tua resposta, foi bastante esclarecedora.

Ora essa, fico feliz por ter ajudado! Qualquer dúvida, dispõe!

Mas estou mesmo com imensas dúvidas na minha cabeça.

Ahahahaha isso é normaaaaaaaal

Não, só perdes se ficares colocada.

Se ficaste colocada, já não tens a vaga da 1ª fase.

Não, obrigatoriamente. Metes os cursos que bem entenderes.

Exatamente, daí ser importante que as opções que colocas na primeira fase sejam realmente a tua preferência e que a tua candidatura à segunda fase inclua apenas os pares curso-instituição nos quais preferes sem dúvida alguma estar, porque se fores colocada na 2ª fase, perdes a tua vaga no curso em que já estavas inserida pela 1ª fase.
 
Bom dia, eu sou uma aluna do 11º e recebi anteontem a minha nota de biologia e geologia e FQ A (tal como todos os outros alunos XD) e vi q tive 162 na prova de bio/geo e 193 na prova de FQ e pretendo ir para o curso de medicina.
Tenho este ano uma média interna de 19 e o ano passado tive média de 18.
Assim, tendo em conta que as médias devem subir drasticamente, quer das provas de ingresso, quer das médias internas(não sei se é assim que se diz XD) eu já não sei se vou ou não à segunda fase. Vocês acham que vale a pena ir à segunda fase de biologia e geologia?? Agradeço desde já a vossa resposta! (eu já fui ver o tópico em que falaram disso mas fiquei na mesma e estou mesmo a precisar de opiniões variadas)
 
  • Like
Reactions: perceptions
Bom dia, eu sou uma aluna do 11º e recebi anteontem a minha nota de biologia e geologia e FQ A (tal como todos os outros alunos XD) e vi q tive 162 na prova de bio/geo e 193 na prova de FQ e pretendo ir para o curso de medicina.
Tenho este ano uma média interna de 19 e o ano passado tive média de 18.
Assim, tendo em conta que as médias devem subir drasticamente, quer das provas de ingresso, quer das médias internas(não sei se é assim que se diz XD) eu já não sei se vou ou não à segunda fase. Vocês acham que vale a pena ir à segunda fase de biologia e geologia?? Agradeço desde já a vossa resposta! (eu já fui ver o tópico em que falaram disso mas fiquei na mesma e estou mesmo a precisar de opiniões variadas)
Olá.
Primeiro que tudo a tua média é muito boa. Parabéns.
É verdade que a tendência é as médias subirem, tanto na 1ªfase, e até muito mais na 2ª fase, mas a verdade é que não perdes nada em tentar melhorar a nota do exame na 2ª fase.
Se não melhorares, pelo menos, tentaste.
Espero ter-te ajudado um bocadinho😊.
 
  • Like
Reactions: Beatriz Dias