Médias das notas dos Exames Nacionais da 1ª fase 2021

Os exames finais nacionais do ensino secundário foram realizados em 647 escolas em Portugal Continental e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, bem como nas escolas no estrangeiro com currículo português.

Foram registadas 248 136 inscrições na 1.a fase dos exames finais nacionais, tendo sido realizadas 204 368 provas, o que corresponde a cerca de 82,4% das inscrições.

Entre as 24 disciplinas sujeitas a exame nacional, a que registou um maior número de provas realizadas foi a de Biologia e Geologia (702), com 36 517 provas, logo seguida por Português (639), com 34 318 provas, Matemática A (635), com 34 124 provas e Física e Química A (715), com 32 802 provas.

Tendo em consideração as disciplinas com um número de alunos superior a 2500, aquelas que apresentaram uma classificação média mais elevada foram: o Inglês (550), com 149 pontos; o Desenho A, com 138 pontos; e a História A (623), com 129 pontos.

Em termos de variação, a tendência geral foi para descidas, contrariando as grandes subidas do ano 2020. Nesse sentido, e fazendo o pódio das maiores descidas:
🥇 Física e Química A, com uma grande descida de 34 pontos.
🥈 Geografia A e História B empatam com uma descida de 29 pontos.
🥉 Matemática A fecha o pódio com uma descida de 27 pontos.




Exame1º Fase 20211º Fase 2020Variação 2020-20211ª Fase 2019
138 Português Língua Segunda119123- 4128 / 95
639 Português120120=118 / 87
839 Português Língua Não Materna157162- 5153 / 129
547 Espanhol (iniciação)139160- 21136 / 121
847 Espanhol (continuação)135146- 11-
517 Francês149151- 2 113 / 108
714 Filosofia122130- 8 98 / 83
715 Física e Química A98132- 34 🥇 100 / 85
732 Latim A136118+ 18107 / 83
623 História A129134- 5104 / 80
723 História B116145- 29 🥈125 / 96
719 Geografia A107136- 29 🥈103 / 86
724 História da Cultura e das Artes126139- 13119 / 100
635 Matemática A106133- 27 🥉115 / 66
735 Matemática B101120- 19146 / 98
835 Matemática Aplic. às Ciências Soc10795+ 12110 / 81
706 Desenho A138147- 9138 / 128
848 Mandarim (iniciação)167169- 2-
702 Biologia e Geologia120140- 20 107 / 87
712 Economia A122126- 4120 / 95
501 Alemão158161- 3 129 / 134
550 Inglês149150- 1123 / 135
708 Geometria Descritiva A124112+ 12135 / 87
734 Literatura Portuguesa105112- 7108 / 88

Anexos em baixo:
  • Resultados de Exames da 1a Fase, por disciplina
  • Distribuições de Classificações das Provas Escritas
 

Attachments

  • enes_hmlg2021_F1_resumo.pdf
    98.9 KB · Visitas: 1,450
  • enes_hmlg2021_F1_distrib_escritas10.pdf
    167.2 KB · Visitas: 1,650
Olá, bom dia, fui hoje buscar a ficha enes e quando olho para a nota das disciplinas que fiz como externa, elas não mexeram, tinha subido de um 13 para um 17, supostamente, quando me inscrevi para o exame diziam que os exames iam contar para melhoria de nota interna mas na escola disseram-me que receberam um e-mail do ministério da educação à uma semana a dizer que afinal já não dava para fazer melhoria da nota interna, queria saber se é possível mudarem a lei depois dos exames serem feitos, ou mesmo que assim seja porque é que eu não vi em lado nenhum a disserem que afinal já não contava para a média interna? É que eu paguei um exame, estudei para o exame a pensar que dava para melhorar e depois chega a altura e nada, obrigada
Olá! Aconteceu me exatamente o mesmo! A pessoa que estava na secretaria entretanto mandou me para casa para ler a Lei n.º 31-A/2021, de 25 de maio e também o Despacho Normativo 14-A/2021 para que eu visse que de facto não há melhoria de nota interna. Qual não foi o meu espanto, quando cheguei a casa e li aquilo e reparei que não há qualquer evidência que me dissesse que não podia melhorar a minha nota interna! Passo a citar o artigo 2º do despacho:

"Artigo 2.º

Condições de admissão

1 - Podem requerer a realização de exames finais nacionais para melhoria da classificação final da disciplina apenas para efeitos de acesso ao ensino superior:

a) Na 2.ª fase, os alunos que obtenham aprovação, no presente ano letivo, em disciplinas terminais do 11.º ano ou do 12.º ano sujeitas a exame final nacional;

b) Na 1.ª e 2.ª fases, os alunos que obtiveram aprovação, em anos letivos anteriores, em disciplinas terminais do 11.º ano ou do 12.º ano sujeitas a exame final nacional."

Portanto se te encontras numa destas condições, se te inscreveste nos exames para esse mesmo efeito, estás inscrita para melhoria de nota interna.
Fui à escola e falei sobre esta situação e mostrei-lhes esse artigo e fui reencaminhada para a direção. Aí, verificaram o sistema e tinha sido erro deles, que não tinham selecionado as opções corretamente.
Portanto não só interpretaram mal o email que receberam , induzindo em erro quem se inscreveu para os exames para melhorar a classificação interna, como também se enganaram na seleção no sistema para fazer a ficha ENES.
Felizmente imprimiram-me uma nova ficha ENES com a minha média interna alterada!

Recomendo pedires para falar com alguém da direção ou então ires à secretaria e explicar isto com base no artigo.
 
Olá! Aconteceu me exatamente o mesmo! A pessoa que estava na secretaria entretanto mandou me para casa para ler a Lei n.º 31-A/2021, de 25 de maio e também o Despacho Normativo 14-A/2021 para que eu visse que de facto não há melhoria de nota interna. Qual não foi o meu espanto, quando cheguei a casa e li aquilo e reparei que não há qualquer evidência que me dissesse que não podia melhorar a minha nota interna! Passo a citar o artigo 2º do despacho:

"Artigo 2.º

Condições de admissão

1 - Podem requerer a realização de exames finais nacionais para melhoria da classificação final da disciplina apenas para efeitos de acesso ao ensino superior:

a) Na 2.ª fase, os alunos que obtenham aprovação, no presente ano letivo, em disciplinas terminais do 11.º ano ou do 12.º ano sujeitas a exame final nacional;

b) Na 1.ª e 2.ª fases, os alunos que obtiveram aprovação, em anos letivos anteriores, em disciplinas terminais do 11.º ano ou do 12.º ano sujeitas a exame final nacional."

Portanto se te encontras numa destas condições, se te inscreveste nos exames para esse mesmo efeito, estás inscrita para melhoria de nota interna.
Fui à escola e falei sobre esta situação e mostrei-lhes esse artigo e fui reencaminhada para a direção. Aí, verificaram o sistema e tinha sido erro deles, que não tinham selecionado as opções corretamente.
Portanto não só interpretaram mal o email que receberam , induzindo em erro quem se inscreveu para os exames para melhorar a classificação interna, como também se enganaram na seleção no sistema para fazer a ficha ENES.
Felizmente imprimiram-me uma nova ficha ENES com a minha média interna alterada!

Recomendo pedires para falar com alguém da direção ou então ires à secretaria e explicar isto com base no artigo.
Olá eu fiz o exame de geometria que consegui passar de um 13 para um 17 e o desenho que passei de um 14 para um 15, eu falei com a direção da escola e eles disseram que eram essas as regras que tinham, esses exames que fiz dão para subir a média não dão? É que quando eu fiz a inscrição nos exames pus lá que eram para melhoria da nota da disciplina
Post automatically merged:

Mas essa estruturação não causa uma subida de pontos nos exames dos alunos, impede é uma descida maior. Ainda assim, os exames têm um número muito significativo de questões obrigatórias - basta os alunos falharem bastante nessas que as perguntas opcionais acabam por não ter um impacto decisivo. Particularmente no caso de FQ, os alunos tinham 16 questões obrigatórias, a valerem 160 pontos. Depois tinham 8 questões, das quais teriam que responder a 4/seriam cotadas as 4 melhores, a valerem 10 pontos cada - sendo que destas questões todas elas eram escolha múltipla, o que é muito relevante porque deixa apenas a opção de que o aluno ou tem 10 pontos ou tem 0. Basta que o alunos falhe 5 escolhas múltiplas e já perdeu 1 valor dos 4 que conseguiria obter das opcionais.

Aliás, esta tendência dos exames nacionais optarem por um significativo número de questões de escolha múltipla a valerem mais do que em anos anteriores só tem vindo a confirmar que pode causar bastante instabilidade nas notas dos alunos consoante os anos. Se a escolha múltipla for relativamente fácil, isso facilmente poderá traduzir-se em subidas de notas. Se calharem escolhas múltiplas mais difíceis, as notas facilmente caem. Na minha humilde opinião, não é o melhor equilíbrio na avaliação dos alunos e acho que o peso final é que prejudicam mais do que ajudam, na maioria dos casos, porque em questões com vários passos/alíneas de avaliação, os alunos mais raramente têm a classificação de 0 pontos.

Olá, Marta! A melhoria para efeitos de acesso ao ensino superior existiu efectivamente este ano, mas tens que ter em atenção que tinha que ser feita em disciplinas que mantivessem o mesmo programa e código de exame. Se calhar o exame que foste fazer foi um destes casos, ou o programa mudou ou foste fazer exame de Inglês e Inglês é uma bienal que só podes melhorar até ao ano a seguir à sua conclusão. Findo esse ano, não consegues mais alterar essa nota. De qualquer das formas, mesmo que pertenças a um destes casos não acho que foi em vão de todo o tempo que investiste no exame: mesmo que não tenha impacto na tua média interna (na verdade, apesar de teres subido imenso, se esta foi a única nota a alterar, ias subir 2 décimas), o verdadeiro impacto que podes ter neste momento é esse 17 de prova de ingresso.

Boa sorte!
Olá, como sei se os exames das disciplinas que fiz mantiveram o mesmo programa e código de exame? Eu fiz de geometria e desenho e consegui subir a nota nos dois, desenho acabei o ano passado, mas a minha nota da disciplina manteve-se a mesma do ano passado e não melhorou, o de geometria acabei à dois anos e também não melhorou, eu sei que só podemos melhorar notas no ano de conclusão da disciplina ou no ano a seguir, mas o ano passado não dava para melhorar as notas das disciplinas então acho muito injusto não dar para melhorar as notas este ano, é que o ano passado não me inscrevi neste exame porque não dava pra melhorar a nota interna, ainda era um bocadinho porque ia conseguir subir a minha média interna de um 154 pra um 161, e era o suficiente pra conseguir entrar, agora assim não sei
 
Última edição:
Boa noite! Tenho uma questão relativamente ao cálculo da média da classificação dos exames nacionais. O valor que obtenho quando faço a média destes é arredondado às décimas ou centésimas? É que, dependendo do arredondamento que adotar, a média final de candidatura terá uma diferença de 2 centésimas. Obrigada!
 
Boa noite! Tenho uma questão relativamente ao cálculo da média da classificação dos exames nacionais. O valor que obtenho quando faço a média destes é arredondado às décimas ou centésimas? É que, dependendo do arredondamento que adotar, a média final de candidatura terá uma diferença de 2 centésimas. Obrigada!
Penso que é às décimas, mas tenta fazer por pontos, sem arredondamentos. Por exemplo, se tiveste 17,3 num exame, faz o cálculo com 173 pontos. Assim dá número certo no fim.
 
tenho uma dúvida tenho equiv
Os exames finais nacionais do ensino secundário foram realizados em 647 escolas em Portugal Continental e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, bem como nas escolas no estrangeiro com currículo português.

Foram registadas 248 136 inscrições na 1.a fase dos exames finais nacionais, tendo sido realizadas 204 368 provas, o que corresponde a cerca de 82,4% das inscrições.

Entre as 24 disciplinas sujeitas a exame nacional, a que registou um maior número de provas realizadas foi a de Biologia e Geologia (702), com 36 517 provas, logo seguida por Português (639), com 34 318 provas, Matemática A (635), com 34 124 provas e Física e Química A (715), com 32 802 provas.

Tendo em consideração as disciplinas com um número de alunos superior a 2500, aquelas que apresentaram uma classificação média mais elevada foram: o Inglês (550), com 149 pontos; o Desenho A, com 138 pontos; e a História A (623), com 129 pontos.

Em termos de variação, a tendência geral foi para descidas, contrariando as grandes subidas do ano 2020. Nesse sentido, e fazendo o pódio das maiores descidas:
🥇 Física e Química A, com uma grande descida de 34 pontos.
🥈 Geografia A e História B empatam com uma descida de 29 pontos.
🥉 Matemática A fecha o pódio com uma descida de 27 pontos.




Exame1º Fase 20211º Fase 2020Variação 2020-20211ª Fase 2019
138 Português Língua Segunda119123- 4128 / 95
639 Português120120=118 / 87
839 Português Língua Não Materna157162- 5153 / 129
547 Espanhol (iniciação)139160- 21136 / 121
847 Espanhol (continuação)135146- 11-
517 Francês149151- 2 113 / 108
714 Filosofia122130- 8 98 / 83
715 Física e Química A98132- 34 🥇 100 / 85
732 Latim A136118+ 18107 / 83
623 História A129134- 5104 / 80
723 História B116145- 29 🥈125 / 96
719 Geografia A107136- 29 🥈103 / 86
724 História da Cultura e das Artes126139- 13119 / 100
635 Matemática A106133- 27 🥉115 / 66
735 Matemática B101120- 19146 / 98
835 Matemática Aplic. às Ciências Soc10795+ 12110 / 81
706 Desenho A138147- 9138 / 128
848 Mandarim (iniciação)167169- 2-
702 Biologia e Geologia120140- 20 107 / 87
712 Economia A122126- 4120 / 95
501 Alemão158161- 3 129 / 134
550 Inglês149150- 1123 / 135
708 Geometria Descritiva A124112+ 12135 / 87
734 Literatura Portuguesa105112- 7108 / 88

Anexos em baixo:
  • Resultados de Exames da 1a Fase, por disciplina
  • Distribuições de Classificações das Provas Escritas
al
ê
Post automatically merged:

Os exames finais nacionais do ensino secundário foram realizados em 647 escolas em Portugal Continental e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, bem como nas escolas no estrangeiro com currículo português.

Foram registadas 248 136 inscrições na 1.a fase dos exames finais nacionais, tendo sido realizadas 204 368 provas, o que corresponde a cerca de 82,4% das inscrições.

Entre as 24 disciplinas sujeitas a exame nacional, a que registou um maior número de provas realizadas foi a de Biologia e Geologia (702), com 36 517 provas, logo seguida por Português (639), com 34 318 provas, Matemática A (635), com 34 124 provas e Física e Química A (715), com 32 802 provas.

Tendo em consideração as disciplinas com um número de alunos superior a 2500, aquelas que apresentaram uma classificação média mais elevada foram: o Inglês (550), com 149 pontos; o Desenho A, com 138 pontos; e a História A (623), com 129 pontos.

Em termos de variação, a tendência geral foi para descidas, contrariando as grandes subidas do ano 2020. Nesse sentido, e fazendo o pódio das maiores descidas:
🥇 Física e Química A, com uma grande descida de 34 pontos.
🥈 Geografia A e História B empatam com uma descida de 29 pontos.
🥉 Matemática A fecha o pódio com uma descida de 27 pontos.




Exame1º Fase 20211º Fase 2020Variação 2020-20211ª Fase 2019
138 Português Língua Segunda119123- 4128 / 95
639 Português120120=118 / 87
839 Português Língua Não Materna157162- 5153 / 129
547 Espanhol (iniciação)139160- 21136 / 121
847 Espanhol (continuação)135146- 11-
517 Francês149151- 2 113 / 108
714 Filosofia122130- 8 98 / 83
715 Física e Química A98132- 34 🥇 100 / 85
732 Latim A136118+ 18107 / 83
623 História A129134- 5104 / 80
723 História B116145- 29 🥈125 / 96
719 Geografia A107136- 29 🥈103 / 86
724 História da Cultura e das Artes126139- 13119 / 100
635 Matemática A106133- 27 🥉115 / 66
735 Matemática B101120- 19146 / 98
835 Matemática Aplic. às Ciências Soc10795+ 12110 / 81
706 Desenho A138147- 9138 / 128
848 Mandarim (iniciação)167169- 2-
702 Biologia e Geologia120140- 20 107 / 87
712 Economia A122126- 4120 / 95
501 Alemão158161- 3 129 / 134
550 Inglês149150- 1123 / 135
708 Geometria Descritiva A124112+ 12135 / 87
734 Literatura Portuguesa105112- 7108 / 88

Anexos em baixo:
  • Resultados de Exames da 1a Fase, por disciplina
  • Distribuições de Classificações das Provas Escritas
A média da Nova SBE parece-me um pouco alta demais para 151.5 ser suficiente. Mas nunca se sabe

Tenho uma duvida se faz favor ; minha media é 15.8 numa (equivalência estrageira) de secundário e nota de exame é 103. É possível ter hipóteses num curso com media 65% secundário e 35% nota de exame, o ultimo colocado ano passado 2020 com nota de candidatura de 135.5 no curso de comercio e negócios internacionais em lisboa e 140 no mesmo curso em Coimbra ?
Se possível poderiam me informar qual minha nota de candidatura para estes cursos.
obrigado
 
Última edição:
Olá @marialuizabrito206@gmail.
Tenho uma duvida se faz favor ; minha media é 15.8 numa (equivalência estrageira) de secundário e nota de exame é 103. É possível ter hipóteses num curso com media 65% secundário e 35% nota de exame, o ultimo colocado ano passado 2020 com nota de candidatura de 135.5 no curso de comercio e negócios internacionais em lisboa e 140 no mesmo curso em Coimbra ?
Se possível poderiam me informar qual minha nota de candidatura para estes cursos.
obrigado
É fazeres 65% de 158 + 35% de 103 e tens a nota de candidatura.
 
olá, acabei o secundário em 2018. Se para o ano (2022) repetir exame de fqa e tiver, vamos imaginar, um 16, fico com 16 de prova de ingresso e também de média interna da disciplina certo? é como se tivesse tido 16 a fqa no 10e11anos..?
 
olá, acabei o secundário em 2018. Se para o ano (2022) repetir exame de fqa e tiver, vamos imaginar, um 16, fico com 16 de prova de ingresso e também de média interna da disciplina certo? é como se tivesse tido 16 a fqa no 10e11anos..?
Olá, não. Apenas como prova de ingresso. As melhorias de nota interna só podem ser feitas no próprio ano e no ano a seguir.
 
Olá, não. Apenas como prova de ingresso. As melhorias de nota interna só podem ser feitas no próprio ano e no ano a seguir.
obrigada! Alguém sabe se em 2022 se vai manter o mesmo que em 2020 e 2021, de serem retirados da média interna os exames que fizessem descer a média de secundário??
 
olá, acabei o secundário em 2018. Se para o ano (2022) repetir exame de fqa e tiver, vamos imaginar, um 16, fico com 16 de prova de ingresso e também de média interna da disciplina certo? é como se tivesse tido 16 a fqa no 10e11anos..?

Olá, não. Apenas como prova de ingresso. As melhorias de nota interna só podem ser feitas no próprio ano e no ano a seguir.
Podes fazer melhoria da nota interna, sim, mas apenas para efeitos de acesso. Sugiro a leitura deste artigo:
 
Boa tarde, já tenho conhecimento de que possivelmente os exames nacionais poderão contar na nota interna, porém uma vez que já acabei o secundário e pretendo apenas ingressar para o ano na faculdade para melhoria de exames e entrar naquilo que desejava, o que faço? Isto porque os exames nacionais agora contam na nota interna…Poderei fazer exame como externo?
 
Podes fazer melhoria da nota interna, sim, mas apenas para efeitos de acesso. Sugiro a leitura deste artigo:
Só são válidas as melhorias realizadas com provas de disciplinas do mesmo programa e código/disciplina em que obtiveste a primeira aprovação;

Como podemos saber se o programa foi alterado? Desculpem se a pergunta é parva mas já saí do secundário há mais de dez anos 😅

Outra questão, a minha prima fez o exame de BG em 2019 e para o ano quer ir fazer melhorias porque não conseguiu o curso que queria, se tiver melhores notas então aí aumenta a nota interna de certeza, certo? FAlo de BG e FQA.
 
Boa tarde, já tenho conhecimento de que possivelmente os exames nacionais poderão contar na nota interna, porém uma vez que já acabei o secundário e pretendo apenas ingressar para o ano na faculdade para melhoria de exames e entrar naquilo que desejava, o que faço? Isto porque os exames nacionais agora contam na nota interna…Poderei fazer exame como externo?
Fazes os exames como externa para melhoria:
Só são válidas as melhorias realizadas com provas de disciplinas do mesmo programa e código/disciplina em que obtiveste a primeira aprovação;

Como podemos saber se o programa foi alterado? Desculpem se a pergunta é parva mas já saí do secundário há mais de dez anos 😅
Se o código for o mesmo tudo indica que consegues fazer melhoria.
Outra questão, a minha prima fez o exame de BG em 2019 e para o ano quer ir fazer melhorias porque não conseguiu o curso que queria, se tiver melhores notas então aí aumenta a nota interna de certeza, certo? FAlo de BG e FQA.
Certo.
 
  • Like
Reactions: asdfgg
Fazes os exames como externa para melhoria:

Se o código for o mesmo tudo indica que consegues fazer melhoria.

Certo.
Muito obrigada pelos esclarecimentos! Pelo que estive a ver BG continua a ser o 702 :)
 
  • Like
Reactions: davis
Podes fazer melhoria da nota interna, sim, mas apenas para efeitos de acesso. Sugiro a leitura deste artigo:
então nesse caso, poderia colocar na calculadora da média de acesso ao ensino superior o tal 16 a fqa, tanto no 10ano como no 11 ano como no exame, certo? obrigada!
 
então nesse caso, poderia colocar na calculadora da média de acesso ao ensino superior o tal 16 a fqa, tanto no 10ano como no 11 ano como no exame, certo? obrigada!
Certo.
 
Obrigada pela ajuda! só mais uma coisa: resumidamente, eu acabei o secundário em 2018 e em 2020 repeti exames de fqa e biogeo para mudar de curso, a biogeo tive 17,7. Há alguma forma de eu prolongar a validade desse exame para lá do ano 2022? Por exemplo inscrevendo-me em 2022 para repetir o exame como PI e Melhoria e tirando 0, consigo manter o 17,7 por mais 3 anos?

Para além disso, em 2020 retiraram da média interna os exames que faziam descer a nota do secundário, por exemplo, eu em 2018 tinha média de secundário de 15,7 e em 2020 consegui média de secundário de 16,2 graças a isso. Este ano vai continuar assim? Ou é suposto contar à partida (e sem pensar em melhorias) com uma média de secundário novamente de 15,7?

Muito obrigada!
 
Obrigada pela ajuda! só mais uma coisa: resumidamente, eu acabei o secundário em 2018 e em 2020 repeti exames de fqa e biogeo para mudar de curso, a biogeo tive 17,7. Há alguma forma de eu prolongar a validade desse exame para lá do ano 2022? Por exemplo inscrevendo-me em 2022 para repetir o exame como PI e Melhoria e tirando 0, consigo manter o 17,7 por mais 3 anos?
Não há. Terias de repetir o exame.
Para além disso, em 2020 retiraram da média interna os exames que faziam descer a nota do secundário, por exemplo, eu em 2018 tinha média de secundário de 15,7 e em 2020 consegui média de secundário de 16,2 graças a isso. Este ano vai continuar assim? Ou é suposto contar à partida (e sem pensar em melhorias) com uma média de secundário novamente de 15,7?
Essas medidas foram excepcionais para 2020 e 2021. Até novas medidas excepcionais voltam as regras habituais de avaliação e de acesso.
 
Boa tarde!
Eu tenho uma dúvida sobre as melhorias. As melhorias, através de exame nacional, após 1 ano da disciplina ser concluída (no meu caso quero fazer melhoria de uma disciplina de 11 ano no 12) conta 30% ou contam 100%? Já vi em muita informação sobre isso e fiquei confusa.