Médias das notas dos Exames Nacionais da 1ª fase 2022

 
Os exames finais nacionais do ensino secundário foram realizados em 661 escolas em Portugal Continental e nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, bem como nas escolas no estrangeiro com currículo português.

Foram registadas 267 108 inscrições na 1.a fase dos exames finais nacionais, tendo sido realizadas 207 057 provas, o que corresponde a cerca de 77,5% das inscrições.

Entre as 24 disciplinas sujeitas a exame nacional, a que registou um maior número de provas realizadas foi a de Biologia e Geologia (702), com 39 138 provas, logo seguida por Português (639), com 35 159 provas, Matemática A (635), com 34 367 provas e Física e Química A (715), com 32 853 provas.

Tendo em consideração os exames finais nacionais com um número de alunos superior a 2500, aqueles que apresentaram uma classificação média mais elevada foram: o Inglês (550), com 148 pontos; o Desenho A, com 141 pontos; a História A (623) e a História da Cultura e das Artes (724), com 123 pontos.

Em termos de variação, há mais descidas que subidas, mas não há uma tendência geral, como aconteceu em 2020 com grandes subidas, ou em 2021 com descidas generalizadas. A diminuição de perguntas opcionais poderá ajudar a explicar a maior tendência para descidas. Nesse sentido, e fazendo o pódio das maiores subidas:
🥇 Espanhol (iniciação), com uma subida de 20 pontos.
🥈 Física e Química A, com uma subida de 19 pontos.
🥉 Literatura Portuguesa fecha o pódio com uma subida de 15 pontos.


No sentido contrário, e fazendo o pódio das maiores descidas:
🥇 Português Língua Não Materna, com uma descida de 42 pontos.
🥈 Mandarim (iniciação), com uma descida de 22 pontos.
🥉 Geometria Descritiva A fecha o pódio com uma descida de 20 pontos.


Se tivessemos excluído exames realizados por poucos alunos, como é o caso dos dois primeiros da última lista (um foi realizado por apenas 10 alunos e outro por apenas 15 alunos), entrariam na lista das maiores descidas:
🎖️ Biologia e Geologia + Matemática B, com descidas de 12 pontos,
🎖️ Português + Filosofia + Alemão, com descidas de 11 pontos.


Exame1º Fase 20221º Fase 2021Variação 2021-20221º Fase 2020
138 Português Língua Segunda115119- 4123
639 Português109120- 11120
839 Português Língua Não Materna115157- 42 🥇 (descidas)162
547 Espanhol (iniciação)159139+ 20 🥇(subidas)160
847 Espanhol (continuação)129135- 6146
517 Francês145149- 4151
714 Filosofia111122- 11130
715 Física e Química A11798+ 19 🥈 (subidas)132
732 Latim A126136- 10118
623 História A123129- 6134
723 História B128116+ 12145
719 Geografia A116107+ 9136
724 História da Cultura e das Artes123126- 3139
635 Matemática A119106+ 13133
735 Matemática B89101- 12 🎖️ (4º descidas)120
835 Matemática Aplic. às Ciências Soc105107- 295
706 Desenho A141138+ 3147
848 Mandarim (iniciação)145167- 22 🥈 (descidas)169
702 Biologia e Geologia108120- 12 🎖️ (4º descidas)140
712 Economia A118122- 4126
501 Alemão147158- 11161
550 Inglês148149- 1150
708 Geometria Descritiva A104124- 20 🥉 (descidas)112
734 Literatura Portuguesa120105+ 15 🥉 (subidas)112

Anexos em baixo:
  • Resultados de Exames da 1a Fase, por disciplina
  • Distribuições de Classificações das Provas Escritas
 

Attachments

  • enes_hmlg2022_F1_resumo.pdf
    99.1 KB · Visitas: 1,006
  • enes_hmlg2022_F1_distrib_escritas.pdf
    167.7 KB · Visitas: 1,159
quero me candidatar ao curso de artes visuais e tecnologias do politecnico de lisboa, ao curso de história da arte na nova e ao curso de historia da arte na FLUL, no entanto a minha média para artes visuais está em 151, e para história da arte está em 143,5 e as notas dos ultimos colocados na primeira fase no ano passado foram 155 no curso do politecnico, 144,5 no da FLUL e 146 no da NOVA, acham que eu tenho chances de entrar em algum desses cursos?
 
Boas
A média de administração publico-privada em coimbra é 162.5
Estou com média de 17
É quase garantido que entro correto?
Garantias não há, mas parece-me que até tens uma margem confortável, embora não discrimines a tua nota de candidatura ao certo. Boa sorte!
Por exemplo, no curso de economia/gestão, sendo que dá para entrar com matemática A ( que teve um aumento de 1.3 valores este ano), com economia A (que teve um decréscimo de 0.4 valores) e português (que teve um decréscimo de 1.1 valores) é prevista um aumento das médias ? É que eu queria entrar no ISEG em economia que no ano passado o último candidato entrou com 15.7 e a minha média de entrada é de 16.2. Será que subiram assim tanto com este aumento nas notas de matemática ou a média até não deve mexer muito devido ao balanceamento dos outros exames ?
O cenário previsto é que exista um aumento, porque apesar dos outros exames terem descido, o ISEG pede várias alternativas de provas em que todas incluem Matemática. Se todas incluem Matemática ou Matemática com conjunto de provas significa que só será aplicado o conjunto de provas nos casos dos alunos cujos dois exames em conjunto aumentam a nota face a concorrerem apenas com Matemática A, uma vez que os alunos concorrem sempre com o melhor conjunto de provas de ingresso possível (no caso de Matemática A sozinha ser melhor que em conjunto com outras provas pedidas, é só utilizada a Matemática). Dito isto e considerando os resultados dos exames, o cenário mais provável é o de aumento. De qualquer das formas, acho sensato colocares esses cursos nas tuas primeiras duas opções, 5 décimas são 5 décimas. Boa sorte!
Boas!
Gostava de Engenharia de Gestão Industrial na FEUP. Como acham que vai ser a média ? O Ano passado foi de 189, 8 e eu estou com 188 ...
Difícil, porque a prova de Matemática A e FQ A subiram. Eu diria que os alunos que tiveram classificações mais baixas em 2021 a FQ A e que querem esse curso, repetiram o exame de FQ A este ano, o que abre caminho para provavelmente terem melhores classificações. Também é o último ano em que as provas de 2020 são válidas, o que encaminha as coisas bastante para que a média não deva descer. Acho que tudo dependerá muito do quão concorrido o curso for, porque quantas mais pessoas quiserem EGI, mais provável será que as médias se mantenham ou subam até. Ainda assim, estás a 1 décima de distância e nunca se sabe quais os interesses dos candidatos, pelo que não deverias desistir de colocar na tua 1ª opção. Boa sorte!
Olá!! Eu estou a pensar em candidatar me em direito e estou com nota de candidatura de 163.5 enquanto que a nota de candidatura do ano passado foi de 162.5. Acham que é impossível entrar, tendo em conta as médias dos exames de português, filosofia e história, deste ano?
Eu não diria que é impossível, dado que a tendência dessas provas de ingresso este ano foi para a descida. Porém, por exemplo as classificações mais altas em História A aumentaram um pouco, mas desceram em Português e Filosofia. Tudo depende das características dos candidatos, porque a verdade é que Direito é um curso pouco previsível porque por norma concorrem com História A os alunos de Humanidades, enquanto que Português e Filosofia já inclui também alunos de outros cursos. 1 décimas não é uma almofada confortável, mas vale sempre a pena colocares na tua primeira opção. Boa sorte!
Malta, qual destas acham mais possível entrar? Para o curso de engenharia e ciência de dados a minha média dá 136.5. O curso que eu preferia entrar seria o de engenharia e ciência de dados, mas eu penso que não vá ser possível entrar uma vez que é um curso novo com tendência para a média subir de forma exponencial. Já engenharia informática, não faço mesmo ideia de como a média se ira portar. Eu prefiro o outro mas não quer dizer que nao goste de engenharia informática. A minha pergunta é também, que curso meter como primeira opção? Eu preferia entrar em engenharia e ciência de dados, mas nao acho muito possível, e se colocar esta em primeira opção, perco a oportunidade de colocar engenharia informática em primeira opção com preferência regional? O que acham? Estou meio perdido, obrigado!
Embora seja um curso com potencial de subir a média, ainda estás umas décimas acima do último colocado do ano passado. Dado que este é o curso que queres mesmo, eu diria para colocá-lo na 1ª opção e na 2ª colocas EI e outros cursos em que aches alcançável entrares, mesmo que percas a preferência regional em EI. Dado que não é impossível entrares no curso que mais queres, talvez compensasse fazeres desse modo a candidatura, desde que nas 6 opções consigas entrar em alguma. Caso não calhes na tua preferência na 1ª fase, tens sempre a 2ª e 3ª fase de candidaturas e se não conseguires, no final do ano lectivo podes tentar mudar de curso.

Mas se não queres arriscar a perda da preferência regional, podes fazer o seguinte: 1ª opção EI com pref. regional e 2ª opção o outro curso. Calhas em EI, mas continuas a preferir o outro curso? Candidatas-te à 2ª fase unicamente ao outro curso. Caso entres, a tua matrícula em EI fica automaticamente anulada. O único risco aqui é se na 2ª fase não tiveres uma média melhor, poderá ser mais difícil concretizar este cenário.

Espero que ajude e boa sorte!
Post automatically merged:

Era 3 decimas e 6 centésima mesmo 😅
Obrigada!
Bem me parecia 🥴 É um pouco incerto, mas não é impossível. Boa sorte!
quero me candidatar ao curso de artes visuais e tecnologias do politecnico de lisboa, ao curso de história da arte na nova e ao curso de historia da arte na FLUL, no entanto a minha média para artes visuais está em 151, e para história da arte está em 143,5 e as notas dos ultimos colocados na primeira fase no ano passado foram 155 no curso do politecnico, 144,5 no da FLUL e 146 no da NOVA, acham que eu tenho chances de entrar em algum desses cursos?
As provas de Desenho A e GDA subiram subiram nas melhores classificações, mas as barras das melhores classificações a Filosofia, HCA e Português tiveram tendência a descer. Eu diria que é um pouco mais improvável que consigas entrar em Artes Visuais e Tecnologias, mas valerá sempre a pena colocares na 1ª opção. História da Arte é um pouco incerto também, porque as classificações em geral baixaram mas há quem esteja a concorrer com provas de HCA e Filosofia do ano passado, o que poderá significar que as médias desses cursos se mantenham pelo mesmo, embora exista uma chance bastante realista de que consigam descer. Dado que num dos cursos só distas 1 décima, é possível que consigas entrar pelo menos nesse. Boa sorte!
 
Última edição:
Garantias não há, mas parece-me que até tens uma margem confortável, embora não discrimines a tua nota de candidatura ao certo. Boa sorte!

O cenário previsto é que exista um aumento, porque apesar dos outros exames terem descido, o ISEG pede várias alternativas de provas em que todas incluem Matemática. Se todas incluem Matemática ou Matemática com conjunto de provas significa que só será aplicado o conjunto de provas nos casos dos alunos cujos dois exames em conjunto aumentam a nota face a concorrerem apenas com Matemática A, uma vez que os alunos concorrem sempre com o melhor conjunto de provas de ingresso possível (no caso de Matemática A sozinha ser melhor que em conjunto com outras provas pedidas, é só utilizada a Matemática). Dito isto e considerando os resultados dos exames, o cenário mais provável é o de aumento. De qualquer das formas, acho sensato colocares esses cursos nas tuas primeiras duas opções, 5 décimas são 5 décimas. Boa sorte!

Difícil, porque a prova de Matemática A e FQ A subiram. Eu diria que os alunos que tiveram classificações mais baixas em 2021 a FQ A e que querem esse curso, repetiram o exame de FQ A este ano, o que abre caminho para provavelmente terem melhores classificações. Também é o último ano em que as provas de 2020 são válidas, o que encaminha as coisas bastante para que a média não deva descer. Acho que tudo dependerá muito do quão concorrido o curso for, porque quantas mais pessoas quiserem EGI, mais provável será que as médias se mantenham ou subam até. Ainda assim, estás a 1 décima de distância e nunca se sabe quais os interesses dos candidatos, pelo que não deverias desistir de colocar na tua 1ª opção. Boa sorte!

Eu não diria que é impossível, dado que a tendência dessas provas de ingresso este ano foi para a descida. Porém, por exemplo as classificações mais altas em História A aumentaram um pouco, mas desceram em Português e Filosofia. Tudo depende das características dos candidatos, porque a verdade é que Direito é um curso pouco previsível porque por norma concorrem com História A os alunos de Humanidades, enquanto que Português e Filosofia já inclui também alunos de outros cursos. 1 décimas não é uma almofada confortável, mas vale sempre a pena colocares na tua primeira opção. Boa sorte!

Embora seja um curso com potencial de subir a média, ainda estás umas décimas acima do último colocado do ano passado. Dado que este é o curso que queres mesmo, eu diria para colocá-lo na 1ª opção e na 2ª colocas EI e outros cursos em que aches alcançável entrares, mesmo que percas a preferência regional em EI. Dado que não é impossível entrares no curso que mais queres, talvez compensasse fazeres desse modo a candidatura, desde que nas 6 opções consigas entrar em alguma. Caso não calhes na tua preferência na 1ª fase, tens sempre a 2ª e 3ª fase de candidaturas e se não conseguires, no final do ano lectivo podes tentar mudar de curso.

Mas se não queres arriscar a perda da preferência regional, podes fazer o seguinte: 1ª opção EI com pref. regional e 2ª opção o outro curso. Calhas em EI, mas continuas a preferir o outro curso? Candidatas-te à 2ª fase unicamente ao outro curso. Caso entres, a tua matrícula em EI fica automaticamente anulada. O único risco aqui é se na 2ª fase não tiveres uma média melhor, poderá ser mais difícil concretizar este cenário.

Espero que ajude e boa sorte!
Post automatically merged:


Bem me parecia 🥴 É um pouco incerto, mas não é impossível. Boa sorte!

As provas de Desenho A e GDA subiram subiram nas melhores classificações, mas as barras das melhores classificações a Filosofia, HCA e Português tiveram tendência a descer. Eu diria que é um pouco mais improvável que consigas entrar em Artes Visuais e Tecnologias, mas valerá sempre a pena colocares na 1ª opção. História da Arte é um pouco incerto também, porque as classificações em geral baixaram mas há quem esteja a concorrer com provas de HCA e Filosofia do ano passado, o que poderá significar que as médias desses cursos se mantenham pelo mesmo, embora exista uma chance bastante realista de que consigam descer. Dado que num dos cursos só distas 1 décima, é possível que consigas entrar pelo menos nesse. Boa sorte!
ariana, achas que um curso que peça geografia, historia e portugues a media possa descer, estou com a mesma media que o ultimo classificado do ultimo ano? Outra questao é referente a um curso que peça geografia portugues e economia, estou com 0.9 centesimos a baixo do ultimo classificado do ano passado, achas possivel estas descer?
 
ariana, achas que um curso que peça geografia, historia e portugues a media possa descer, estou com a mesma media que o ultimo classificado do ultimo ano? Outra questao é referente a um curso que peça geografia portugues e economia, estou com 0.9 centesimos a baixo do ultimo classificado do ano passado, achas possivel estas descer?
Vou interpretar a tua mensagem como:

1) Curso que pede Geografia A, História A, História B ou Português.
Duas provas de 11º e duas de 12º ano. As notas de História A tenderam a descer de 2021 para 2022 e as de Português também. História B aumentou em geral, mas é das provas de ingresso menos utilizadas. As melhores classificações a Geografia A também aumentaram, mas nem todos os alunos que fizeram este exame são candidatos este ano. Eu diria que é possível que este curso mantenha ou desça a nota do último colocado, mas depende muito do interesse dos alunos que vão escolher esse curso como primeira opção. É impossível prever se consegues entrar ou não, mas vale a pena meteres na 1ª opção.

2) Curso que pede Geografia A, Economia A ou Português.
Geografia A com subida, Português com tendência a descer e Economia A com um cenário semelhante em ambos os anos. Mais difícil prever, porque são duas provas de ingresso do 11º e uma de 12º e não é fácil perceber se os candidatos vão usar a prova de PT ou têm os outros exames. Mas, dado o cenário, parece-me que esse curso está no ambiente ideal para manter mais ou menos pelo mesmo, com variação baixa à partida. É mesmo muito difícil perceber se há hipóteses de baixar 9 centésimas, mas diria que é possível sim.
 
Vou interpretar a tua mensagem como:

1) Curso que pede Geografia A, História A, História B ou Português.
Duas provas de 11º e duas de 12º ano. As notas de História A tenderam a descer de 2021 para 2022 e as de Português também. História B aumentou em geral, mas é das provas de ingresso menos utilizadas. As melhores classificações a Geografia A também aumentaram, mas nem todos os alunos que fizeram este exame são candidatos este ano. Eu diria que é possível que este curso mantenha ou desça a nota do último colocado, mas depende muito do interesse dos alunos que vão escolher esse curso como primeira opção. É impossível prever se consegues entrar ou não, mas vale a pena meteres na 1ª opção.

2) Curso que pede Geografia A, Economia A ou Português.
Geografia A com subida, Português com tendência a descer e Economia A com um cenário semelhante em ambos os anos. Mais difícil prever, porque são duas provas de ingresso do 11º e uma de 12º e não é fácil perceber se os candidatos vão usar a prova de PT ou têm os outros exames. Mas, dado o cenário, parece-me que esse curso está no ambiente ideal para manter mais ou menos pelo mesmo, com variação baixa à partida. É mesmo muito difícil perceber se há hipóteses de baixar 9 centésimas, mas diria que é possível sim.
ok obrigado
 
Vou interpretar a tua mensagem como:
Sei que é meio chato estar a fazer futurologia e que é meio chato responder a dezenas de comentários sobre este tópico mas o que achas de Relações Internacionais na FEUC? Pede Economia, História (A ou B) e Português. 174.5 o ano passado, achas que há tendência para baixar? Estou com 3 décimas acima mas mesmo assim... os nervos matam :p
 
Sei que é meio chato estar a fazer futurologia e que é meio chato responder a dezenas de comentários sobre este tópico mas o que achas de Relações Internacionais na FEUC? Pede Economia, História (A ou B) e Português. 174.5 o ano passado, achas que há tendência para baixar? Estou com 3 décimas acima mas mesmo assim... os nervos matam :p
Olá! História A e Português tiveram uma tendência a baixar, pelo que poderá ser significativo para este. Economia manteve-se mais ou menos pelo mesmo e História B teve um aumento. Dado o cenário, eu diria que a tendência do curso será possivelmente para manter ou baixar. No mínimo, espero que as tuas 3 décimas sejam suficientes.

Como me sinto depois de responder às vossas perguntas:

maria-helena-lena.gif
 
Tenho média de 189,5, incluindo exames, acham que tenho hipótese de entregar em engenharia física tecnológica, cuja nota do último colocado no ano passado foi exatamente igual à minha?
 
Tenho média de 189,5, incluindo exames, acham que tenho hipótese de entregar em engenharia física tecnológica, cuja nota do último colocado no ano passado foi exatamente igual à minha?
Difícil de prever, dado que no ano passado existiram piores classificações a FQ A nas notas altas, mas este ano voltou a subir. Matemática A também voltou a subir este ano, então apontaria, no geral para uma variação baixa nesse curso dado que é altamente concorrido. Tenho as minhas dúvidas de que vai descer, mas é uma incógnita se subirá. Como a média já está bastante alta e deverão existir poucas pessoas a concorrer com exames de 2020, estou um pouco incerta se subirá. Infelizmente, vais estar mesmo na corda bamba até saírem os resultados, como imensos candidatos 🥴 Boa sorte!
 
Olá!! Eu estou a pensar em candidatar me em direito e estou com nota de candidatura de 163.5 enquanto que a nota de candidatura do ano passado foi de 162.5. Acham que é impossível entrar, tendo em conta as médias dos exames de português, filosofia e história, deste ano?
Impossível? De modo nenhum. Português, Filosofia e História A desceram. Só História B subiu.
A média até deve descer.
Gostava de Engenharia de Gestão Industrial na FEUP. Como acham que vai ser a média ?
Tanto Matemática A quanto FQ subiram. A média deve subir.
Em princípio, não entras, mas podes tentar.
A Universidade de Aveiro também tem esse curso, e, como tens média acima de 175, davam-te bolsa de mérito (ou seja, pagavam-te as propinas do 1º ano - mas só se for a tua 1ª opção). É uma opção a considerares.
Por exemplo, no curso de economia/gestão, sendo que dá para entrar com matemática A ( que teve um aumento de 1.3 valores este ano), com economia A (que teve um decréscimo de 0.4 valores) e português (que teve um decréscimo de 1.1 valores) é prevista um aumento das médias ?
Entrar em Economia com Português? Em que universidade é que viste isso?
De qualquer modo, Economia deve subir já que maior parte dos candidatos vem de Ciências Socioeconómicas e cerca de quarta parte vem de Ciências e Tecnologias, tendo o exame de Matemática A subido.
Será que subiram assim tanto com este aumento nas notas de matemática
Em princípio, não sobe 5 pontos. Subir sobe, mas acho que não sobe tanto.
É quase garantido que entro correto?
Correcto, é muito difícil uma média subir 7.5 pontos sem uma grande variação na dificuldade dos exames como aconteceu em 2020.
Nunca vi médias a subir menos de 3 ou 4 pontos...
Então não tens visto muito. Estes últimos anos foram irregulares devido ao decréscimo acentuado da dificuldade dos exames em 2020 e acréscimo acentuado de 2020 para 2021.
Olha para este exemplo, de 2018 para 2019: subida de 0.4 pontos
 
se eu entrar na primeira fase num curso do qual não era a minha primeira opção, depois posso concorrer a segunda fase para a minha primeira opção? e caso entre como faço se ja estiver inscrito naquele curso que entrei na primeira fase
?
Outra duvida que tenho é possivel pedir transferencia para outra universidade, supondo que entro em negocios internacionais em santarem, é possivel pedir tranferencia para uma universidade de lisboa, onde o curso é comercio e negocios internacianis? È que eu como jogador em principio irei jogar para a zona de lisboa e fica dificil estar a fazer estas viagens por nao ter entrado na primeira opçao que seria lisboa. pronto seria possivel fazer essa transferencia ou nao?
 
se eu entrar na primeira fase num curso do qual não era a minha primeira opção, depois posso concorrer a segunda fase para a minha primeira opção? e caso entre como faço se ja estiver inscrito naquele curso que entrei na primeira fase
?
Outra duvida que tenho é possivel pedir transferencia para outra universidade, supondo que entro em negocios internacionais em santarem, é possivel pedir tranferencia para uma universidade de lisboa, onde o curso é comercio e negocios internacianis? È que eu como jogador em principio irei jogar para a zona de lisboa e fica dificil estar a fazer estas viagens por nao ter entrado na primeira opçao que seria lisboa. pronto seria possivel fazer essa transferencia ou nao?
Olá! Sim, podes e a matrícula do primeiro curso fica automaticamente anulada. A mudança de instituição é um curso institucional e só poderás fazê-lo no final do primeiro ano, caso não entres na 2a ou 3a fase no curso que queres.
 
  • Like
Reactions: sigis
Olá! Sim, podes e a matrícula do primeiro curso fica automaticamente anulada. A mudança de instituição é um curso institucional e só poderás fazê-lo no final do primeiro ano, caso não entres na 2a ou 3a fase no curso que queres.
fica automaticamente anulada quando receber a informação de que entrei?
hmm ok então teria que aguardar um ano para poder essa mesma transferencia e sabes me dizer depois como a posso pedir? basta chegar a secretaria da escola e dizer ?e podia fazer isso ja no inicio do ano para eles anotarem ja ou nao?
outra coisa falaste agora da terceira fase e eu tinha desconhecimento sobre isso e sendo assim como me candidato a ela, quais sao as medias e em que fase do ano ocorrem?
 
fica automaticamente anulada quando receber a informação de que entrei?
hmm ok então teria que aguardar um ano para poder essa mesma transferencia e sabes me dizer depois como a posso pedir? basta chegar a secretaria da escola e dizer ?e podia fazer isso ja no inicio do ano para eles anotarem ja ou nao?
outra coisa falaste agora da terceira fase e eu tinha desconhecimento sobre isso e sendo assim como me candidato a ela, quais sao as medias e em que fase do ano ocorrem?
Sim, fica e é irreversível. A transferência é um concurso institucional com calendarização própria, pelo que terás de procurar "mudança par instituição/curso + nome da instituição que te interessa" e ficares a perceber as datas habituais e o que é pedido. Não podes fazer isto no início do ano.

Procura por 3a fase DGES e vais encontrar a calendarização. Funciona igual à 2a fase - são as sobras das vagas e só abre para o curso que queres se sobrar alguma vaga. O processo de candidatura é igual aos outros.
 
  • Like
Reactions: sigis
Sim, fica e é irreversível. A transferência é um concurso institucional com calendarização própria, pelo que terás de procurar "mudança par instituição/curso + nome da instituição que te interessa" e ficares a perceber as datas habituais e o que é pedido. Não podes fazer isto no início do ano.

Procura por 3a fase DGES e vais encontrar a calendarização. Funciona igual à 2a fase - são as sobras das vagas e só abre para o curso que queres se sobrar alguma vaga. O processo de candidatura é igual aos outros.
ok, muito obrigado.
mas como assim é possivel eu me candidatar a um curso, nao entrar e depois na terceira fase haver vagas? a partida se nao entrei e pq as vagas foram todas ocupadas ou não? desculpa estar a fazerte estas perguntas é que pronto nao percebo ainda bem destas coisas
 
ok, muito obrigado.
mas como assim é possivel eu me candidatar a um curso, nao entrar e depois na terceira fase haver vagas? a partida se nao entrei e pq as vagas foram todas ocupadas ou não? desculpa estar a fazerte estas perguntas é que pronto nao percebo ainda bem destas coisas
Podes não entrar porque preencheram as vagas, mas isso não é sinónimo de que todos os alunos que entram se matriculam. Quando não se matriculam, essas vagas migram para a 2ª e 3ª fase do concurso.
 
  • Like
Reactions: sigis
Podes não entrar porque preencheram as vagas, mas isso não é sinónimo de que todos os alunos que entram se matriculam. Quando não se matriculam, essas vagas migram para a 2ª e 3ª fase do concurso.
ah ok, ja percebi muito obrigado
so espero entrar na primeira fase, ate setembro vou ficar a sofrer mas pronto vamos ver
 
  • Fabulous
Reactions: Ariana_
Difícil de prever, dado que no ano passado existiram piores classificações a FQ A nas notas altas, mas este ano voltou a subir. Matemática A também voltou a subir este ano, então apontaria, no geral para uma variação baixa nesse curso dado que é altamente concorrido. Tenho as minhas dúvidas de que vai descer, mas é uma incógnita se subirá. Como a média já está bastante alta e deverão existir poucas pessoas a concorrer com exames de 2020, estou um pouco incerta se subirá. Infelizmente, vais estar mesmo na corda bamba até saírem os resultados, como imensos candidatos 🥴 Boa sorte!
Muito obrigado, mas tenho outra questão. Se entrar em segunda opção em física na FCUL, como nos dois cursos o primeiro ano são praticamente as mesmas cadeiras, seria possível fazer transferência para a EFT e também como é que essa transferência funcionaria?
 
Podes não entrar porque preencheram as vagas, mas isso não é sinónimo de que todos os alunos que entram se matriculam. Quando não se matriculam, essas vagas migram para a 2ª e 3ª fase do concurso.
ariana so mais uma duvida, é possivel pedir tranferencia de curso que e gestão do turismo, para outro que é comercio e negocios interncionais?
 
Muito obrigado, mas tenho outra questão. Se entrar em segunda opção em física na FCUL, como nos dois cursos o primeiro ano são praticamente as mesmas cadeiras, seria possível fazer transferência para a EFT e também como é que essa transferência funcionaria?
É possível mudares de curso via mudança par instituição/curso, desde que tenhas as provas de ingresso que o curso pede, o que se verifica no teu caso. No entanto, as vagas são muito poucas quando comparado com o Concurso Nacional de Acesso e mesmo tendo praticamente as mesmas cadeiras, a creditação das mesmas é decidida pelo director de curso de EFT, pelo que não é garantido que as cadeiras, por terem a mesma designação tenham atribuição de equivalência (seria necessário avaliares também os programas das uc's e comparares). Esse concurso é institucional e no final do ano lectivo, por altura do verão. Cada instituição tem calendarização própria e os documentos necessários estão discriminados do site do IST. Dado que tens uma média próxima do último colocado, se não calhares na 1ª opção, eu recomendaria para o ano repetires alguns exames de forma a subires a tua nota de candidatura - além de que podes concorrer a este concurso e ao nacional em simultâneo (creio que o IST tem em conta a média das UC's feitas em licenciatura, então terias de ter o cuidado de tirar bons resultados). Creio também que a mesma instituição costuma colocar os editais da mudança de curso no site, então podes sempre ver mais ou menos qual é a tendência dos alunos que entram por essa via.

Boa sorte!

ariana so mais uma duvida, é possivel pedir tranferencia de curso que e gestão do turismo, para outro que é comercio e negocios interncionais?
Olá! Sim, é possível desde que tenhas feito as provas de ingresso pedidas pelo curso.