Matemática

Posso dizer-te o seguinte: se tens facilidade com Matemática e tiveres vontade de te esforçar, então a dedicação e a paixão são suficientes para te levarem bastante longe. Matemática é um curso intelectualmente exigente, como imaginas. Requer mais estudo e dedicação que a Matemática do secundário. Mas isso é verdade sobre qualquer curso superior.

Uma licenciatura em Matemática tem várias vantagens, em termos de empregabilidade, por exemplo, caso decidas que afinal não queres seguir investigação. É claro que Física é mais apropriado caso de facto prefiras Física. Como disse, uma possível forma de combinar estes interesses é seguir Matemática e tentar aproximar-te da Física. Mas eu, sendo de Matemática, posso ser um pouco parcial...

Já vi muitos planos de estudos e o que me chamou mais a atenção foi o da FCUP, pois posso escolher ter bastantes cadeiras de física que são semelhantes às da licenciatura em física da FCUP e acho que acaba por ser melhor para a escolha de, eventualmente, um mestrado focado em física ou matemática
 
  • Like
Reactions: Alfa
Já vi muitos planos de estudos e o que me chamou mais a atenção foi o da FCUP, pois posso escolher ter bastantes cadeiras de física que são semelhantes às da licenciatura em física da FCUP e acho que acaba por ser melhor para a escolha de, eventualmente, um mestrado focado em física ou matemática

As licenciaturas em Matemática são, muitas vezes, bastante semelhantes entre si. Para quem tem interesse em Matemática (pura) e quer vir a fazer investigação, recomendo especialmente os cursos de Matemática da FCUL, FCUP, FCTUC e FCT-UNL. Na FCUL, pelo menos (e na FCUP também, tanto quanto sei), podes optar por substituir algumas disciplinas do terceiro ano por disciplinas de Física, caso desejes complementar a tua formação matemática com mais Física.
 
Boa noite,
Sou aluno do 12º ano com aproximação ao ensino superior e sou muito interessado por matemática e física. Sinceramente, eu acho que seria mais vantajoso tirar o curso de matemática com formação complementar em física mas gostava de ler diversas opiniões. Sabendo que gostava de seguir o ramo da investigação , será que matemática é o curso certo ? Em que áreas é possível trabalhar?ou será preferível física ?
obrigado :)

Olá! :)

Sou aluno de Matemática na FCUP, portanto se quiseres alguma informação relativamente ao funcionamento do curso, professores, ambiente, etc. posso ajudar-te com isso.
Relativamente à tua dúvida, na FCUP tens a possibilidade de escolheres minors (a.k.a formações complementares) em áreas distintas à área central da licenciatura que escolheres, nomeadamente em Física e Matemática. Da forma como as novas licenciaturas funcionam na FCUP, se escolheres um minor tens de realizar 48 créditos em cadeiras dessa área (isto dá mais ou menos 8 cadeiras). Todavia, se escolheres um minor isso naturalmente significa que não terás tantas cadeiras relacionadas com a área da tua licenciatura.
Posto isto, e se o novo programa curricular da licenciatura em Física não mudar significativamente, isto significa que terás 2 opções UP (que te permitem estudar qualquer cadeira de qualquer licenciatura ou mestrado integrado, salvo erro, da UP) no 2° ano que poderás usar para, como uma boa quantidade de pessoal faz, estudares cadeiras do plano de estudos de Matemática.

E sim, o plano de estudos da licenciatura em Física vai mudar para o ano, mas eles devem atualizar a página com o novo programa atempadamente.

Em resumo, na FCUP, escolhas que curso escolheres, tens sempre flexibilidade suficiente para poderes estudar outras áreas com detalhe razoável.

Contudo, acho que também iria gostar de física mas o que me deixa na dúvida é pensar que é melhor ter bons conhecimentos matemáticos e só depois focar-me na física do que ir diretamente para a licenciatura em física

Honestamente, acho que não é bem assim. Em Física aprendes todo o material matemático necessário para seres competente na maioria das áreas de formação básica. Se eventualmente prosseguires para mestrado, certamente te apresentarão todo ou quase todo o material matemático que precises de saber para estudar disciplinas mais avançadas.
Na minha opinião, trata-se de tentares perceber se de facto acreditas que precisas de ter esses conhecimentos matemáticos todos (que não precisas para Física :P) ou se gostavas de ter esses conhecimentos. Talvez isso te ajude a perceber melhor o que gostarias de estudar. ;)
 
Em Física aprendes todo o material matemático necessário para seres competente na maioria das áreas de formação básica. Se eventualmente prosseguires para mestrado, certamente te apresentarão todo ou quase todo o material matemático que precises de saber para estudar disciplinas mais avançadas.

Quero apenas salientar o seguinte: a linguagem da Matemática e a linguagem da Física são muito diferentes, embora estejam relacionadas. É verdade que os físicos, especialmente os físicos teóricos, utilizam noções matemáticas, mas fazem-no na sua linguagem e de forma adaptada aos seus objectivos.

Um mestrado em Física típico terá certamente alguma componente matemática, mas essa componente não é assim tão desenvolvida. Estou a falar do que se passa com os cursos em Portugal; noutros países certamente existem cursos de Física teórica com uma componente matemática bastante mais desenvolvida.

Em Portugal, a forma mais eficaz, a meu ver, de fazer investigação em Física com o máximo de Matemática envolvida é enveredando por Matemática e fazendo uma especialização (a nível de mestrado e doutoramento) em Física Matemática.
 
Oh I want in!
Just kidding, não tenho nada a acrescentar. Boa sorte no teu curso @Samuel neves , seja ele qual for!

Só uma coisinha pequena...
Olá Samuel!

Se queres trabalhar em investigação e gostas de Matemática e de Física, então qualquer uma destas duas opções é aceitável como curso superior. Uma vez que a Matemática e a Física têm algumas relações, é possível (até certo ponto) aproximares-te de uma das áreas estudando a outra.

Por exemplo, se tirares um curso de Matemática, podes vir a fazer investigação em Física Matemática, que envolve os aspectos mais teóricos e matemáticos da Física. É um pouco mais difícil "entrar" no mundo da investigação em Matemática se a tua formação for exclusivamente em Física, na minha opinião.

Há alguma destas duas áreas na qual tenhas mais interesse?


São demasiados os professores (e investigadores) que conheci vindos de áreas bastante distintas para concordar com isto, especialmente da Física. Acho que depende bastante da área de investigação I guess, quanto mais "pura", mais difícil será...
 
  • Like
Reactions: Alfa
São demasiados os professores (e investigadores) que conheci vindos de áreas bastante distintas para concordar com isto, especialmente da Física. Acho que depende bastante da área de investigação I guess, quanto mais "pura", mais difícil será...

Tens razão. Eu tinha em mente alguém que tivesse uma formação maioritariamente em Física, a nível de mestrado (por exemplo), e quisesse depois fazer um doutoramento em Matemática, numa área sem grande relação com Física. É possível, mas complicado, penso eu.
 
  • Like
Reactions: Gonçalo Matos
Posso dizer-te o seguinte: se tens facilidade com Matemática e tiveres vontade de te esforçar, então a dedicação e a paixão são suficientes para te levarem bastante longe. Matemática é um curso intelectualmente exigente, como imaginas. Requer mais estudo e dedicação que a Matemática do secundário. Mas isso é verdade sobre qualquer curso superior.

Uma licenciatura em Matemática tem várias vantagens, em termos de empregabilidade, por exemplo, caso decidas que afinal não queres seguir investigação. É claro que Física é mais apropriado caso de facto prefiras Física. Como disse, uma possível forma de combinar estes interesses é seguir Matemática e tentar aproximar-te da Física. Mas eu, sendo de Matemática, posso ser um pouco parcial...

Não é que eu queira mesmo fazer investigação e exclua todas as outras hipóteses de emprego mas eu sou muito leigo quanto ao tipo de matemática ( se me conseguisse esclarecer quais as saídas profissionais de matemática agradecia ). Não gosto de me focar só numa saída mas sim, gostava mesmo muito de fazer investigação quer em matemática quer em física .
--- Post atualizado ---
Olá! :)

Sou aluno de Matemática na FCUP, portanto se quiseres alguma informação relativamente ao funcionamento do curso, professores, ambiente, etc. posso ajudar-te com isso.
Relativamente à tua dúvida, na FCUP tens a possibilidade de escolheres minors (a.k.a formações complementares) em áreas distintas à área central da licenciatura que escolheres, nomeadamente em Física e Matemática. Da forma como as novas licenciaturas funcionam na FCUP, se escolheres um minor tens de realizar 48 créditos em cadeiras dessa área (isto dá mais ou menos 8 cadeiras). Todavia, se escolheres um minor isso naturalmente significa que não terás tantas cadeiras relacionadas com a área da tua licenciatura.
Posto isto, e se o novo programa curricular da licenciatura em Física não mudar significativamente, isto significa que terás 2 opções UP (que te permitem estudar qualquer cadeira de qualquer licenciatura ou mestrado integrado, salvo erro, da UP) no 2° ano que poderás usar para, como uma boa quantidade de pessoal faz, estudares cadeiras do plano de estudos de Matemática.

E sim, o plano de estudos da licenciatura em Física vai mudar para o ano, mas eles devem atualizar a página com o novo programa atempadamente.

Em resumo, na FCUP, escolhas que curso escolheres, tens sempre flexibilidade suficiente para poderes estudar outras áreas com detalhe razoável.



Honestamente, acho que não é bem assim. Em Física aprendes todo o material matemático necessário para seres competente na maioria das áreas de formação básica. Se eventualmente prosseguires para mestrado, certamente te apresentarão todo ou quase todo o material matemático que precises de saber para estudar disciplinas mais avançadas.
Na minha opinião, trata-se de tentares perceber se de facto acreditas que precisas de ter esses conhecimentos matemáticos todos (que não precisas para Física :p) ou se gostavas de ter esses conhecimentos. Talvez isso te ajude a perceber melhor o que gostarias de estudar. ;)

Gostava de saber como são os professores e também o ambiente e se é um curso onde os alunos se ajudam entre sim ou não.
Pode-me dizer quando sai o novo plano de estudos de física ,na FCUP? será que vai mudar muito ou apenas moldar ?
De facto, o meu problema em decidir qual dos dois escolher é que não consigo perceber o que gosto mais. Sei que gostei de tudo o que me ensinaram a matemática e procurei saber o máximo possível e que quero saber mais sobre matemática mas depois vem a física onde que eu gosto muito também, mas sei que não me esforço tanto quanto para matemática . É complicado
--- Post atualizado ---
Quero apenas salientar o seguinte: a linguagem da Matemática e a linguagem da Física são muito diferentes, embora estejam relacionadas. É verdade que os físicos, especialmente os físicos teóricos, utilizam noções matemáticas, mas fazem-no na sua linguagem e de forma adaptada aos seus objectivos.

Um mestrado em Física típico terá certamente alguma componente matemática, mas essa componente não é assim tão desenvolvida. Estou a falar do que se passa com os cursos em Portugal; noutros países certamente existem cursos de Física teórica com uma componente matemática bastante mais desenvolvida.

Em Portugal, a forma mais eficaz, a meu ver, de fazer investigação em Física com o máximo de Matemática envolvida é enveredando por Matemática e fazendo uma especialização (a nível de mestrado e doutoramento) em Física Matemática.
Isso também me deixa muito indeciso . o facto de a linguagem matemática ser diferente da linguagem física e não saber qual escolher porque ambas são cativantes. É uma decisão difícil. Enfim ...
--- Post atualizado ---
Oh I want in!
Just kidding, não tenho nada a acrescentar. Boa sorte no teu curso @Samuel neves , seja ele qual for!

Só uma coisinha pequena...



São demasiados os professores (e investigadores) que conheci vindos de áreas bastante distintas para concordar com isto, especialmente da Física. Acho que depende bastante da área de investigação I guess, quanto mais "pura", mais difícil será...
Muito obrigado :) bem vou precisar .
 
  • Like
Reactions: Gonçalo Matos
Não é que eu queira mesmo fazer investigação e exclua todas as outras hipóteses de emprego mas eu sou muito leigo quanto ao tipo de matemática

Não é fácil explicar quais são os diversos "tipos de Matemática" que existem e nos quais se pode fazer investigação. A Matemática é uma área muito vasta, com diversos assuntos interligados. Não te preocupes com isto por agora. Se vieres a seguir um curso de Matemática e quiseres fazer investigação, o meu conselho é tentares aprender o máximo possível das diversas áreas que te forem apresentadas. Mais tarde vais acabar por perceber em que consistem as várias áreas de investigação em Matemática.

( se me conseguisse esclarecer quais as saídas profissionais de matemática agradecia )

Podes fazer investigação e/ou dar aulas numa universidade (estas duas normalmente vêm juntas), dar aulas no ensino básico e secundário (neste caso terás de fazer um mestrado específico em Ensino da Matemática) ou trabalhar num dos vários tipos de empresa/instituição que costumam empregar pessoas com formação em Matemática (banca, seguros, finanças, actuariado, ...).

Sei que gostei de tudo o que me ensinaram a matemática e procurei saber o máximo possível e que quero saber mais sobre matemática mas depois vem a física onde que eu gosto muito também, mas sei que não me esforço tanto quanto para matemática . É complicado

Porque é que não te esforças tanto? Achas que gostas mais de Matemática ou tens mais facilidade com Matemática?
 
  • Like
Reactions: Alterado
De facto, o meu problema em decidir qual dos dois escolher é que não consigo perceber o que gosto mais. Sei que gostei de tudo o que me ensinaram a matemática e procurei saber o máximo possível e que quero saber mais sobre matemática mas depois vem a física onde que eu gosto muito também, mas sei que não me esforço tanto quanto para matemática . É complicado
Um pequeno aparte: se fores para Física, não escolhas Engenharia Física. Sem qualquer tipo de detrimento pela engenharia, não me parece ser isso que procuras, e existe normalmente muita confusão entre as duas.

Isso também me deixa muito indeciso . o facto de a linguagem matemática ser diferente da linguagem física e não saber qual escolher porque ambas são cativantes. É uma decisão difícil. Enfim ...
Nunca vais ter o melhor dos dois mundos, quer escolhas um ou outro. Ao escolheres Matemática, estás a abdicar estudar algumas matérias mais aprofundadas de Física e vice versa.
No entanto, há áreas de grande convergência, mesmo longe das coisas menos convencionais. Aqui mais para os meus lados de estudo (Matemática Financeira), estudas a fundo processos estocásticos/equações diferenciais estocásticas, que são a peça base da Dinâmica de Fluidos. So there's that bridge. Ainda na minha área, a Teoria da Probabilidade é estudada com alguma profundidade por qualquer pessoa que se dedique a mecânica quântica. Yet another bridge. Pesquisando um pouco mais sobre física quântica, existem certas estruturas nesta área que têm uma ligação profundíssima com áreas mais puras da matemática (eu estudei-as sem saber puto de física). Oh look, a bridge!
Existem mais exemplos mais (e menos) simples.
Com isto o que eu quero dizer-te é que, embora realmente as linguagens sejam diferentes, e os conteúdos possam ser bastante distintos, existem (bastantes) pontes entre os dois campos, por isso não encares isto como uma escolha preto ou branco (é mais cinzento claro/cinzento escuro): se seguires Física e quiseres vir a estudar coisas mais abstractas e com maior rigor matemático, ou seguires matemática e pretenderes aplicar conhecimentos em física, essas portas não são totalmente fechadas.
Por isso vai para Matemática!! :grin::grin::grin:


A Wikipédia está forte nesta resposta. Damn.
 
Não é fácil explicar quais são os diversos "tipos de Matemática" que existem e nos quais se pode fazer investigação. A Matemática é uma área muito vasta, com diversos assuntos interligados. Não te preocupes com isto por agora. Se vieres a seguir um curso de Matemática e quiseres fazer investigação, o meu conselho é tentares aprender o máximo possível das diversas áreas que te forem apresentadas. Mais tarde vais acabar por perceber em que consistem as várias áreas de investigação em Matemática.



Podes fazer investigação e/ou dar aulas numa universidade (estas duas normalmente vêm juntas), dar aulas no ensino básico e secundário (neste caso terás de fazer um mestrado específico em Ensino da Matemática) ou trabalhar num dos vários tipos de empresa/instituição que costumam empregar pessoas com formação em Matemática (banca, seguros, finanças, actuariado, ...).



Porque é que não te esforças tanto? Achas que gostas mais de Matemática ou tens mais facilidade com Matemática?
Acho que tenho mais facilidade a Matemática só que penso que isso não deverá afetar na escolha do curso pois será uma matemática diferente do secundário (estarei errado ?) .Em termos de gosto, não consigo mesmo decidir qual gosto mais .
Muito obrigado por me dizer as saídas :)
--- Post atualizado ---
Um pequeno aparte: se fores para Física, não escolhas Engenharia Física. Sem qualquer tipo de detrimento pela engenharia, não me parece ser isso que procuras, e existe normalmente muita confusão entre as duas.


Nunca vais ter o melhor dos dois mundos, quer escolhas um ou outro. Ao escolheres Matemática, estás a abdicar estudar algumas matérias mais aprofundadas de Física e vice versa.
No entanto, há áreas de grande convergência, mesmo longe das coisas menos convencionais. Aqui mais para os meus lados de estudo (Matemática Financeira), estudas a fundo processos estocásticos/equações diferenciais estocásticas, que são a peça base da Dinâmica de Fluidos. So there's that bridge. Ainda na minha área, a Teoria da Probabilidade é estudada com alguma profundidade por qualquer pessoa que se dedique a mecânica quântica. Yet another bridge. Pesquisando um pouco mais sobre física quântica, existem certas estruturas nesta área que têm uma ligação profundíssima com áreas mais puras da matemática (eu estudei-as sem saber puto de física). Oh look, a bridge!
Existem mais exemplos mais (e menos) simples.
Com isto o que eu quero dizer-te é que, embora realmente as linguagens sejam diferentes, e os conteúdos possam ser bastante distintos, existem (bastantes) pontes entre os dois campos, por isso não encares isto como uma escolha preto ou branco (é mais cinzento claro/cinzento escuro): se seguires Física e quiseres vir a estudar coisas mais abstractas e com maior rigor matemático, ou seguires matemática e pretenderes aplicar conhecimentos em física, essas portas não são totalmente fechadas.
Por isso vai para Matemática!! :grin::grin::grin:


A Wikipédia está forte nesta resposta. Damn.
Sim , é verdade, não procuro nenhuma engenharia e não tenho como objetivo ir para uma engenharia. Queria um curso teórico mas também prático e acho que tanto matemática ou física se encaixam . Eu sinto que é melhor ir para matemática e ter algumas cadeiras de física.

Obrigado por tudo :)
 
  • Like
Reactions: Gonçalo Matos
Acho que tenho mais facilidade a Matemática só que penso que isso não deverá afetar na escolha do curso pois será uma matemática diferente do secundário (estarei errado ?)

Não estás errado. Há grandes diferenças entre a Matemática do secundário e a Matemática do superior. A Matemática na universidade é mais teórica, foca-se mais no "porque é que funciona" do que no "como é que que se faz" e envolve mais demonstrações. Isto significa que tens de estudar mais a teoria do que acontecia no secundário e fazer, possivelmente, algum esforço adicional.

Se gostas de Matemática e tiveste facilidade até aqui, no entanto, eu diria que não é nada que não se supere com alguma dedicação e trabalho ;)
 
  • Like
Reactions: Deleted member 2018
Não estás errado. Há grandes diferenças entre a Matemática do secundário e a Matemática do superior. A Matemática na universidade é mais teórica, foca-se mais no "porque é que funciona" do que no "como é que que se faz" e envolve mais demonstrações. Isto significa que tens de estudar mais a teoria do que acontecia no secundário e fazer, possivelmente, algum esforço adicional.

Se gostas de Matemática e tiveste facilidade até aqui, no entanto, eu diria que não é nada que não se supere com alguma dedicação e trabalho ;)

Ainda tenho de ponderar mas em princípio está escolhido ahah . Obrigado pela disponibilidade e pela ajuda :)
 
  • Like
Reactions: Alfa
Ainda tenho de ponderar mas em princípio está escolhido ahah . Obrigado pela disponibilidade e pela ajuda :)

Não tens de agradecer! Se tiveres mais alguma questão pergunta ;)
 
  • Like
Reactions: Samuel neves
Gostava de ter o vosso entusiasmo pela Matemática. Acredito que é uma área do conhecimento que disciplina o raciocínio e explora muito a nossa capacidade dedutiva e ver além do óbvio. Tenho pena que nunca tenha sido transmitido essa paixão, culpo-me a mim e ao sistema de ensino, que exercita pouco a mente e obriga muito pouco a pensar.

Acho fascinante a dedução de equações, a sua formalização e como tudo se explica por equações, por letras e números. Tenho tido a curiosidade de perceber como se aplica a Matemática à vida real. Como olhar para acontecimentos e ver uma equação e vice-versa, acredito que vendo tudo isso, a Matemática passa a ser mais divertida e interiorizada com mais facilidade.

Tem tanto de fantástico, como de aterrador. Ou se odeia ou se ama. Estou no meio, mas reconheço que me faltam conhecimentos para odiar ou para amar. :sweatsmile: Com boas bases em matemática e ainda me aventurava a seguir um curso do género. Mais não fosse, para criar uma qualquer fórmula para diminuir imenso a conceito de aleatório do sorteio do EuroMilhões, por exemplo. :smile:
 
Gostava de ter o vosso entusiasmo pela Matemática. Acredito que é uma área do conhecimento que disciplina o raciocínio e explora muito a nossa capacidade dedutiva e ver além do óbvio. Tenho pena que nunca tenha sido transmitido essa paixão, culpo-me a mim e ao sistema de ensino, que exercita pouco a mente e obriga muito pouco a pensar.

Acho fascinante a dedução de equações, a sua formalização e como tudo se explica por equações, por letras e números. Tenho tido a curiosidade de perceber como se aplica a Matemática à vida real. Como olhar para acontecimentos e ver uma equação e vice-versa, acredito que vendo tudo isso, a Matemática passa a ser mais divertida e interiorizada com mais facilidade.

Tem tanto de fantástico, como de aterrador. Ou se odeia ou se ama. Estou no meio, mas reconheço que me faltam conhecimentos para odiar ou para amar. :sweatsmile: Com boas bases em matemática e ainda me aventurava a seguir um curso do género. Mais não fosse, para criar uma qualquer fórmula para diminuir imenso a conceito de aleatório do sorteio do EuroMilhões, por exemplo. :smile:

Euromilhões -> quando a lei dos grandes números não serve de nada.
 
Olá! Ler este fórum tem sido bastante elucidativo, por isso aqui vai uma pergunta:

Estou agora a terminar uma licenciatura em Economia, com uma média alta e algumas propostas de emprego. No entanto, as cadeiras que mais gostei no meu curso foram as cadeiras de álgebra, cálculo e estatística, seguidas de mercados financeiros/macroeconomia. Tive recentemente a oportunidade de estudar processos estocásticos e simulação mais a fundo, e depois de aprender coisas tão belas é difícil sentir-me motivada na minha área. No entanto, tornou-se evidente que a minha preparação insuficiente em áreas como a análise matemática, principalmente teoria da medida etc, fazem-me ter bastantes dificuldades.

O que eu gostaria de vos perguntar é se acham uma loucura fazer, agora, uma licenciatura em Matemática pura. A motivação e o interesse não será um problema, dado que este curso me parece absolutamente fascinante e dar-me-ia o que preciso para melhorar na área de estatística e/ou matemática financeira. Interrogo-me, no entanto, se acham que poderia seguir uma carreira séria nestas áreas sem ter que optar por esta via. Não fui aceite em vários mestrados de matemática pura aos quais me candidatei com a esperança de depois seguir para doutoramento na área da estatística; mas penso que poderia ser aceite num mestrado de matemática financeira. Porém, o @Gonçalo Matos já disse num post anterior que o pessoal de Economia do mestrado dele tinha inevitavelmente mais dificuldades em perceber alguns conceitos, pelo que receio prolongar o meu conhecimento supérfluo destas áreas se enveredar por esta via...

Muito obrigada e desculpem o tamanho do post!! :/
 
Última edição:
Olá! Ler este fórum tem sido bastante elucidativo, por isso aqui vai uma pergunta:

Estou agora a terminar uma licenciatura em Economia, com uma média alta e algumas propostas de emprego. No entanto, as cadeiras que mais gostei no meu curso foram as cadeiras de álgebra, cálculo e estatística, seguidas de mercados financeiros/macroeconomia. Tive recentemente a oportunidade de estudar processos estocásticos e simulação mais a fundo, e depois de aprender coisas tão belas é difícil sentir-me motivada na minha área. No entanto, tornou-se evidente que a minha preparação insuficiente em áreas como a análise matemática, principalmente teoria da medida etc, fazem-me ter bastantes dificuldades.

O que eu gostaria de vos perguntar é se acham uma loucura fazer, agora, uma licenciatura em Matemática pura. A motivação e o interesse não será um problema, dado que este curso me parece absolutamente fascinante e dar-me-ia o que preciso para melhorar na área de estatística e/ou matemática financeira. Interrogo-me, no entanto, se acham que poderia seguir uma carreira séria nestas áreas sem ter que optar por esta via. Não fui aceite em vários mestrados de matemática pura aos quais me candidatei com a esperança de depois seguir para doutoramento na área da estatística; mas penso que poderia ser aceite num mestrado de matemática financeira. Porém, o @Gonçalo Matos já disse num post anterior que o pessoal de Economia do mestrado dele tinha inevitavelmente mais dificuldades em perceber alguns conceitos, pelo que receio prolongar o meu conhecimento supérfluo destas áreas se enveredar por esta via...

Muito obrigada e desculpem o tamanho do post!! :/
Bom dia!

Nao precisas de uma licenciatura em matemática, é simplesmente demais. Sim, vais passar um bocado mal com alguns conceitos, mas who doesn't?
Muito sinceramente, acho que uma segunda licenciatura nesta área não é assim grande ideia, a menos que a tua ideia seja envergar pela carreira académica. E um mestrado em matemática pura seria 1000x mais exigente do que isso!

Mete-te num mestrado em matemática financeira ou ciências atuariais (que tem mais estatística), não te sintas presa pelo handicap da matemática, não é nada insuperável. No meu mestrado, 50% ou mais são de economia, têm "a mesma escola" que tu e acabam por se safar bem!
 
Boa noite a todos!
Aqui jaz um ex-bioquímico que entrará em Doutoramento em Matemática Aplicada na UP em Setembro.
Eu gostava de saber se alguém que seja da FCUP me podia dizer quais são as áreas de investigação mais proeminentes do departamento.
Para além disso, o que acham ser essencial eu trabalhar mais (vindo vir de Bioquímica), tendo em conta o vosso insight nas cadeiras que tiveram na licenciatura e mestrado.

Obrigado :grimacing:
 
Boa Tarde. Andei um ano em engenharia química em Coimbra mas não era de todo o que queria e então estou seriamente em pensar a mudar para matemática. Gostava de saber entre Coimbra e Aveiro qual é a melhor para estudar matemática?
Obrigada
 
  • Like
Reactions: Bia Domingues