Medicina - Equivalências e Alternativas

Madalenaaaaaaa1718482718

Membro Caloiro
Matrícula
9 Março 2021
Mensagens
2
Boa noite, para o ano vou ter que tomar uma decisão em relação ao curso que vou seguir na faculdade. Desde sempre o meu sonho é medicina mas não tenho notas suficientes para tal. Com média interna de 17,14 e nota do exame de biologia 15,4 para onde acham que conseguiria ir? Talvez medicina dentária?
 

Birdy

Membro Catedrático
Especialista
Medicina & Saúde
Apoiante Uniarea
Matrícula
18 Junho 2016
Mensagens
2,166
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Boa noite, para o ano vou ter que tomar uma decisão em relação ao curso que vou seguir na faculdade. Desde sempre o meu sonho é medicina mas não tenho notas suficientes para tal. Com média interna de 17,14 e nota do exame de biologia 15,4 para onde acham que conseguiria ir? Talvez medicina dentária?
Olá!!

Em relação a Medicina Dentária, recomendo-te que vejas as médias de anos anteriores e as provas de ingresso que pedem (varia um bocado entre faculdades e entre o ensino público e privado) aqui: Acesso ao Ensino Superior 2021 - Índices de Cursos (por curso e instituição) - Medicina Dentária
No ensino público (universidades de Lisboa, Porto e Coimbra), as médias também costumam ser altas, não muito longe das médias de Medicina, com a diferença de, em vez de pedirem as 3 provas de ingresso que pedem a Medicina, só pedem 2 dessas 3 (a combinação varia). Para entrar com Biologia apenas, só dá no ensino privado.

Tens alguma preferência de faculdade, em relação a Medicina? Isso também pode ajudar a selecionar alternativas, se mais tarde quiseres obter equivalências nas cadeiras de Medicina.
Tenta pesquisar mais sobre algumas áreas alternativas que te poderão interessar (enfermagem, ciências da nutrição, ciências biomédicas, ciências farmacêuticas, imagem médica, fisiologia clínica, fisioterapia, engenharia biomédica, medicina veterinária, entre muitas outras, dentro do mundo da saúde, ou até mesmo cursos fora desse âmbito), porque isso também é importante, gostares do que estás a estudar, já que a entrada em Medicina mais tardia, seja a repetir exames, seja pelo concurso de licenciados, não é garantida.
 

nj05

Membro Caloiro
Matrícula
25 Setembro 2021
Mensagens
4
Bom dia a todos, e desde já parabéns a todos os que conseguiram cumprir o sonho de entrar nos cursos que queriam!

Sou pai de uma aluna que entrou em medicina na UBI com média de 183,5.
Esta média de acesso acabou por ser bastante prejudicada pelo exame de matemática onde ela só teve 161. Foi depois à segunda fase e teve 200.
A questão é que a expectativa inicial dela era sempre entrar na FMUP ou então na FMUC, e apesar de tudo acabou bastante frustrada com o resultado. Já todos lhe dissemos que o resultado foi excelente e o mais importante foi ter conseguido o objetivo de entrar no curso que queria, mas não está a ser fácil...
A média dela para a segunda fase é 190,6 e ela está convencida que consegue entrar na FMUP ou FMUC mas eu sinceramente tenho bastantes dúvidas. De qualquer forma concordo totalmente que ela o tente.
O problema é que ela está tão inconformada com a ida para a Covilhã que diz que quer colocar como terceira opção medicina dentária ou outro curso de saúde no Porto ou Coimbra que lhe permita fazer cadeiras para ter algumas equivalências. Está convencida que no próximo ano consegue melhorar o exame de matemática da primeira fase e entrar facilmente novamente em medicina agora no Porto ou em Coimbra.

Como devem compreender esta possibilidade deixa-nos bastante angustiados. Já lhe dissemos que pode ser o maior erro da vida dela abdicar da entrada em medicina que ela já conseguiu. Obviamente acreditamos que ela tem capacidade de efectivamente tirar 200 ou perto disso no exame de matemática do próximo ano, mas as incertezas são tantas até porque as regras de acesso podem mudar significativamente no próximo ano, que nos parece absurda a hipótese que ela coloca.

O meu conselho foi que ela efectivamente tente a segunda fase no porto ou coimbra (só!). Caso não entre faz o primeiro ano na UBI e então no próximo tenta melhorar matemática e candidatar-se novamente para onde quer.

Relativamente às equivalências, é expectável que as cadeiras que ela faça em medicina na UBI possam ter equivalência na FMUP ou FMUC, correcto? Acredito que mais facilmente consiga equivalências aqui do que se entrasse na segunda fase no Porto ou Coimbra em qualquer outro curso de saúde que não medicina...

Pelo que vi, a média de entrada em medicina dentária no porto por exemplo foi estratosférica, pelo que a possibilidade de entrar aí na segunda fase seria remota julgo eu. De qualquer forma tal como disse eu não gostaria que ela colocasse outras opções na segunda fase que não fossem medicina.

Peço desculpa pelo texto longo, mas é difícil para nós como pais entendermos e aceitarmos aquilo que ela considera fazer.
Será que podem dar-nos a vossa opinião?

Obrigado desde já!
 
  • Like
Reactions: Sérgio Miguel

Sérgio Miguel

Membro Veterano
Matrícula
11 Junho 2019
Mensagens
131
Bom dia a todos, e desde já parabéns a todos os que conseguiram cumprir o sonho de entrar nos cursos que queriam!

Sou pai de uma aluna que entrou em medicina na UBI com média de 183,5.
Esta média de acesso acabou por ser bastante prejudicada pelo exame de matemática onde ela só teve 161. Foi depois à segunda fase e teve 200.
A questão é que a expectativa inicial dela era sempre entrar na FMUP ou então na FMUC, e apesar de tudo acabou bastante frustrada com o resultado. Já todos lhe dissemos que o resultado foi excelente e o mais importante foi ter conseguido o objetivo de entrar no curso que queria, mas não está a ser fácil...
A média dela para a segunda fase é 190,6 e ela está convencida que consegue entrar na FMUP ou FMUC mas eu sinceramente tenho bastantes dúvidas. De qualquer forma concordo totalmente que ela o tente.
O problema é que ela está tão inconformada com a ida para a Covilhã que diz que quer colocar como terceira opção medicina dentária ou outro curso de saúde no Porto ou Coimbra que lhe permita fazer cadeiras para ter algumas equivalências. Está convencida que no próximo ano consegue melhorar o exame de matemática da primeira fase e entrar facilmente novamente em medicina agora no Porto ou em Coimbra.

Como devem compreender esta possibilidade deixa-nos bastante angustiados. Já lhe dissemos que pode ser o maior erro da vida dela abdicar da entrada em medicina que ela já conseguiu. Obviamente acreditamos que ela tem capacidade de efectivamente tirar 200 ou perto disso no exame de matemática do próximo ano, mas as incertezas são tantas até porque as regras de acesso podem mudar significativamente no próximo ano, que nos parece absurda a hipótese que ela coloca.

O meu conselho foi que ela efectivamente tente a segunda fase no porto ou coimbra (só!). Caso não entre faz o primeiro ano na UBI e então no próximo tenta melhorar matemática e candidatar-se novamente para onde quer.

Relativamente às equivalências, é expectável que as cadeiras que ela faça em medicina na UBI possam ter equivalência na FMUP ou FMUC, correcto? Acredito que mais facilmente consiga equivalências aqui do que se entrasse na segunda fase no Porto ou Coimbra em qualquer outro curso de saúde que não medicina...

Pelo que vi, a média de entrada em medicina dentária no porto por exemplo foi estratosférica, pelo que a possibilidade de entrar aí na segunda fase seria remota julgo eu. De qualquer forma tal como disse eu não gostaria que ela colocasse outras opções na segunda fase que não fossem medicina.

Peço desculpa pelo texto longo, mas é difícil para nós como pais entendermos e aceitarmos aquilo que ela considera fazer.
Será que podem dar-nos a vossa opinião?

Obrigado desde já!
Bom Dia,

Antes de mais, dizer que vou dar apenas a minha opinião racional, apesar de que no final qualquer decisão será tomada de acordo com as expectativas da sua filha. Em termos racionais, o que diz, seria o mais "seguro". Ir à segunda fase (e colocar as faculdades de medicina que ela quer) mas garantir a matricula na Covilhã.

Na Covilhã, ela pode matricular-se e depois congelar a matricula este ano (futuramente tem sempre a oportunidade de entrar por reingresso) ou increver-se em tempo parcial e fazer (por exemplo) 1 ou duas diciplinas no primeiro semestre e não se candidatar a nenhuma no segundo semestre (para se focar apenas nos exames nacionais).

Outra opção, é garantir a Matricula na Covilhã, e tentar frequentar Unidades Curriculares Isoladas noutra Universidade/Curso que ela escolha. Ela pode estar matriculada na Covilhã, e estar no Porto por exemplo a fazer disciplinas de Med Dentária que ache que vá ter equivalências (ou até mesmo da FMUP ou ICBAS, é uma questão de tentar).

Não duvido que ela no próximo ano não consiga entrar nas universidades que queira, contudo pode ter uma menor pressão se saber que pelo menos Medicina na Covilhã está garantido. E faça-a entender que, uma vez que o sonho dela é medicina, aquilo que ela está a viver agora não foi um "contratempo" e sim uma situação de desenvolvimento pessoal. Este tipo de situações e frustações são algo que a vão acompnahar a partir deste momento.

Felicidades e espero que tudo se resolva pelo melhor!
 
  • Like
Reactions: bbarbosa7 and nj05

MedFCS-UBI

Membro Veterano
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
23 Agosto 2016
Mensagens
487
Curso
Medicina - IFG
Instituição
FCS-UBI
Bom dia a todos, e desde já parabéns a todos os que conseguiram cumprir o sonho de entrar nos cursos que queriam!

Sou pai de uma aluna que entrou em medicina na UBI com média de 183,5.
Esta média de acesso acabou por ser bastante prejudicada pelo exame de matemática onde ela só teve 161. Foi depois à segunda fase e teve 200.
A questão é que a expectativa inicial dela era sempre entrar na FMUP ou então na FMUC, e apesar de tudo acabou bastante frustrada com o resultado. Já todos lhe dissemos que o resultado foi excelente e o mais importante foi ter conseguido o objetivo de entrar no curso que queria, mas não está a ser fácil...
A média dela para a segunda fase é 190,6 e ela está convencida que consegue entrar na FMUP ou FMUC mas eu sinceramente tenho bastantes dúvidas. De qualquer forma concordo totalmente que ela o tente.
O problema é que ela está tão inconformada com a ida para a Covilhã que diz que quer colocar como terceira opção medicina dentária ou outro curso de saúde no Porto ou Coimbra que lhe permita fazer cadeiras para ter algumas equivalências. Está convencida que no próximo ano consegue melhorar o exame de matemática da primeira fase e entrar facilmente novamente em medicina agora no Porto ou em Coimbra.

Como devem compreender esta possibilidade deixa-nos bastante angustiados. Já lhe dissemos que pode ser o maior erro da vida dela abdicar da entrada em medicina que ela já conseguiu. Obviamente acreditamos que ela tem capacidade de efectivamente tirar 200 ou perto disso no exame de matemática do próximo ano, mas as incertezas são tantas até porque as regras de acesso podem mudar significativamente no próximo ano, que nos parece absurda a hipótese que ela coloca.

O meu conselho foi que ela efectivamente tente a segunda fase no porto ou coimbra (só!). Caso não entre faz o primeiro ano na UBI e então no próximo tenta melhorar matemática e candidatar-se novamente para onde quer.

Relativamente às equivalências, é expectável que as cadeiras que ela faça em medicina na UBI possam ter equivalência na FMUP ou FMUC, correcto? Acredito que mais facilmente consiga equivalências aqui do que se entrasse na segunda fase no Porto ou Coimbra em qualquer outro curso de saúde que não medicina...

Pelo que vi, a média de entrada em medicina dentária no porto por exemplo foi estratosférica, pelo que a possibilidade de entrar aí na segunda fase seria remota julgo eu. De qualquer forma tal como disse eu não gostaria que ela colocasse outras opções na segunda fase que não fossem medicina.

Peço desculpa pelo texto longo, mas é difícil para nós como pais entendermos e aceitarmos aquilo que ela considera fazer.
Será que podem dar-nos a vossa opinião?

Obrigado desde já!

E faça-a entender que, uma vez que o sonho dela é medicina, aquilo que ela está a viver agora não foi um "contratempo" e sim uma situação de desenvolvimento pessoal. Este tipo de situações e frustações são algo que a vão acompnahar a partir deste momento.

⬆️ Isto.

Quando entrei na Covilhã há 6 anos, não era a minha 1ª opção e foi agridoce porque tinha entrado em Medicina mas não onde queria (e tinha algumas ideias erradas sobre o curso na FCS-UBI). Mas decidi ir de mente aberta e hoje acho que fiquei melhor na FCS-UBI do que na minha 1ª opção. Foi um "contratempo" que se revelou positivo. Infelizmente alguns colegas que entraram contrariados não tiveram uma experiência menos positiva, havendo mesmo alguns que se isolaram um pouco e por isso não tiveram uma integração tão boa.
Acho que o melhor é ir de mente aberta, confiante de que vai ser uma boa experiência, e efetivamente dar uma oportunidade à Covilhã. Se no próximo ano continuar a querer trocar de faculdade, há sempre a possibilidade de se candidatar novamente pelo concurso nacional de acesso.
E se calhar também seria importante perceber quais as razões pelas quais a sua filha não quer ir para a Covilhã, até porque existe muita desinformação sobre o curso de Medicina na FCS-UBI e infelizmente algumas pessoas ficam apreensivas por ouvirem coisas que não são verdade.
 

nj05

Membro Caloiro
Matrícula
25 Setembro 2021
Mensagens
4
Outra opção, é garantir a Matricula na Covilhã, e tentar frequentar Unidades Curriculares Isoladas noutra Universidade/Curso que ela escolha. Ela pode estar matriculada na Covilhã, e estar no Porto por exemplo a fazer disciplinas de Med Dentária que ache que vá ter equivalências (ou até mesmo da FMUP ou ICBAS, é uma questão de tentar).

Muito obrigado pelas respostas!

Não sabia que estando matriculada numa universidade ela podia frequentar unidades curriculares de outras universidades... Como se processa isto e se pode fazer a inscrição?

Mas de qualquer modo é expectável que grande parte as cadeiras que possa fazer na UBI tenham equivalência na FMUP ou FMUC, correcto?
 

tita :))

Membro
Matrícula
3 Agosto 2021
Mensagens
29
olá! Eu tenho uma dúvida: se uma pessoa entrar em enfermagem, pode pedir transferência para medicina dentária? Ou isso só se aplica se a pessoa estiver a fazer medicina numa faculdade e quiser mudar-se para outra. O caso específico seria em coimbra. Será que alguém me pode esclarecer? É através disto? Candidaturas à UC
se sim, quais as condições? Obrigada!!!!!!!!!!!
 

cherry97

Membro
Matrícula
2 Setembro 2015
Mensagens
21
Bom dia a todos, e desde já parabéns a todos os que conseguiram cumprir o sonho de entrar nos cursos que queriam!

Sou pai de uma aluna que entrou em medicina na UBI com média de 183,5.
Esta média de acesso acabou por ser bastante prejudicada pelo exame de matemática onde ela só teve 161. Foi depois à segunda fase e teve 200.
A questão é que a expectativa inicial dela era sempre entrar na FMUP ou então na FMUC, e apesar de tudo acabou bastante frustrada com o resultado. Já todos lhe dissemos que o resultado foi excelente e o mais importante foi ter conseguido o objetivo de entrar no curso que queria, mas não está a ser fácil...
A média dela para a segunda fase é 190,6 e ela está convencida que consegue entrar na FMUP ou FMUC mas eu sinceramente tenho bastantes dúvidas. De qualquer forma concordo totalmente que ela o tente.
O problema é que ela está tão inconformada com a ida para a Covilhã que diz que quer colocar como terceira opção medicina dentária ou outro curso de saúde no Porto ou Coimbra que lhe permita fazer cadeiras para ter algumas equivalências. Está convencida que no próximo ano consegue melhorar o exame de matemática da primeira fase e entrar facilmente novamente em medicina agora no Porto ou em Coimbra.

Como devem compreender esta possibilidade deixa-nos bastante angustiados. Já lhe dissemos que pode ser o maior erro da vida dela abdicar da entrada em medicina que ela já conseguiu. Obviamente acreditamos que ela tem capacidade de efectivamente tirar 200 ou perto disso no exame de matemática do próximo ano, mas as incertezas são tantas até porque as regras de acesso podem mudar significativamente no próximo ano, que nos parece absurda a hipótese que ela coloca.

O meu conselho foi que ela efectivamente tente a segunda fase no porto ou coimbra (só!). Caso não entre faz o primeiro ano na UBI e então no próximo tenta melhorar matemática e candidatar-se novamente para onde quer.

Relativamente às equivalências, é expectável que as cadeiras que ela faça em medicina na UBI possam ter equivalência na FMUP ou FMUC, correcto? Acredito que mais facilmente consiga equivalências aqui do que se entrasse na segunda fase no Porto ou Coimbra em qualquer outro curso de saúde que não medicina...

Pelo que vi, a média de entrada em medicina dentária no porto por exemplo foi estratosférica, pelo que a possibilidade de entrar aí na segunda fase seria remota julgo eu. De qualquer forma tal como disse eu não gostaria que ela colocasse outras opções na segunda fase que não fossem medicina.

Peço desculpa pelo texto longo, mas é difícil para nós como pais entendermos e aceitarmos aquilo que ela considera fazer.
Será que podem dar-nos a vossa opinião?

Obrigado desde já!
Boa noite!! Já vi que lhe deram muito bons conselhos aqui no fórum mas queria deixar aqui uma palavra de incentivo também. Acabei o curso de Medicina na Covilhã este ano. Tenho consciência do trabalho que a sua filha teve para entrar no curso e, efetivamente, o que é mais difícil ela já conseguiu. Infelizmente, entrar no curso continua a ser difícil e não há garantia nenhuma de que essa tendência se desvaneça nos próximos anos. Por muito que a sua filha seja ótima aluna, há sempre fatores externos que não conseguimos controlar quando vamos para um exame, pelo que não consegue ter 100% certeza que o seu desempenho vai ser melhor. Se ela se matricular e fizer o 1ºano na UBI, acredito que com organização é bastante possível intercalar o estudo das cadeiras da faculdade com o estudo do exame de matemática. As bases já estão adquiridas, é só repetir mais uma vez. Outro ponto positivo é que ao saber que está em Medicina a pressão que vai ter para estudar para este exame vai ser muito menor, o que aumentará bastante as probabilidades de sucesso da mudança de faculdade. Em relação às equivalências, não o consigo ajudar efetivamente, porque nunca comparei a fundo o plano curricular da minha faculdade com o plano das outras faculdades.
E isto é a minha resposta à eventualidade da sua filha mudar de faculdade.
No entanto, gostaria de deixar aqui uma opinião que acho que muitos estudantes de medicina vão concordar comigo. Mais importante do que a faculdade de Medicina em si, são as características pessoais da pessoa, o empenho, a dedicação, os valores humanos e a vontade de aprender mais que vão ditar o sucesso a longo prazo. Medicina é um curso longo, trabalhoso, em que é necessário estudar no fim para um exame de acesso à especialidade. Este exame de acesso (PNA) é igual para todas as faculdades, não faz distinção entre alunos absolutamente nenhuma, o facto de ela andar na UBI não a prejudica em nada. A partir do momento em que os estudantes vão para a PNA todos estão em pé de igualdade.
Pessoalmente, lembro-me de que a UBI não foi a minha primeira opção, principalmente por fatores de localização geográfica e também pelo facto de ser uma faculdade mais recente do que as outras. No entanto, tentei manter um pensamento positivo e dar o meu melhor para me adaptar. Acho que isto é o mais importante, experimentar e perceber se efetivamente gostamos ou não. Conheço muitas pessoas (eu incluída) cuja perceção foi melhorando substancialmente ao longo do tempo.
Só queria dar os parabéns à sua filha e desejar-lhe muito sucesso nesta nova etapa.
 
Matrícula
24 Junho 2019
Mensagens
15
Olá pessoal, estive em Medicina Dentária na FMDUP há 2 anos (2019/2020) e concluí quase todas as UCs de lá.
Este ano finalmente entrei em Medicina na FMUC e gostaria de saber quais são as cadeiras às quais a faculdade costuma dar mais equivalências.
Posso sempre pedir a todas, que é o mais simples, mas cada UC leva a um pedido e cada um sai a 20€, o que ainda é caro!
O que é que me recomendam?
Obrigado!
 

Sérgio Miguel

Membro Veterano
Matrícula
11 Junho 2019
Mensagens
131
Muito obrigado pelas respostas!

Não sabia que estando matriculada numa universidade ela podia frequentar unidades curriculares de outras universidades... Como se processa isto e se pode fazer a inscrição?

Mas de qualquer modo é expectável que grande parte as cadeiras que possa fazer na UBI tenham equivalência na FMUP ou FMUC, correcto?
As UC isoladas é só uma opção caso ela realmente prefira não ir para Covilhã e ficar noutro local (talvez até numa faculdade mais perto dela). Basicamente as Universidades permitem que qualquer pessoa se candidate às UC que eles dispõem como estudante externo. Os valores são diferentes (vão pagar mais) mas depois em termos de equivalências é o mesmo. Como disse em cima, ela até se pode candidatar a UC de medicina, mesmo não estando no curso.
De certo modo, o processo de inscrição é: no inicio de cada semestre, o estudante externo envia um requerendo ao diretor da faculdade a solicitar a inscrição nas UC que queira. Depois, o regente da cadeira aceita ou não. Antes do Covid, estava a ser mais fácil os regentes aceitarem, mas estes ultimos dois anos alguns têm recusado por causa das novas normas (mais estudantes prejudica a gestão de espaço). De qualquer forma, é uma questão de procurar a informação de cada faculdade sobre "Unidades Curriculares Isoladas" ou até mesmo ligar para elas.
 
  • Like
Reactions: nj05

Miguel F. Castro

Membro Caloiro
Matrícula
9 Outubro 2021
Mensagens
2
Olá, estou em medicina dentária no 1º ano. Fiz o ano passado algumas cadeiras do 1º ano de farmácia. Concorri à 2ª Fase de Medicina este ano e devo tentar entrar em medicina novamente no próximo ano se a 2ª Fase não der. Se eu pedir as equivalências para o 1º ano de medicina dentária com sucesso, poderei pedi-las também para medicina, se entrar? Vale a pena fazer equivalência de certas cadeiras de farmácia para dentárias sabendo que medicina dentária terá mais equivalências para medicina? Por exemplo, em farmácia fiz biologia celular e queria tentar pedir equivalência. Em Medicina dentária e em Medicina tenho Biologia celular e molecular. Talvez se fizesse em Medicina dentária a cadeira de BMC estivesse melhor servido, não?
 

Susana<3

Membro
Matrícula
20 Julho 2020
Mensagens
41
Curso
Ciências e tecnologia
Olá, estou em medicina dentária no 1º ano. Fiz o ano passado algumas cadeiras do 1º ano de farmácia. Concorri à 2ª Fase de Medicina este ano e devo tentar entrar em medicina novamente no próximo ano se a 2ª Fase não der. Se eu pedir as equivalências para o 1º ano de medicina dentária com sucesso, poderei pedi-las também para medicina, se entrar? Vale a pena fazer equivalência de certas cadeiras de farmácia para dentárias sabendo que medicina dentária terá mais equivalências para medicina? Por exemplo, em farmácia fiz biologia celular e queria tentar pedir equivalência. Em Medicina dentária e em Medicina tenho Biologia celular e molecular. Talvez se fizesse em Medicina dentária a cadeira de BMC estivesse melhor servido, não?
Fizeste o primeiro ano em ciências farmacêuticas?
Eu estou no primeiro ano de medicina dentaria na FMDUP, a minha primeira opção também era medicina (fiquei a uma centésima de entrar nas ilhas) e escolhi o curso MD pelas equivalências.
Sei que já vou um bocadinho tarde mas na minha opinião fazer BCM talvez não é má ideia, e digo isto por 2 motivos, 1º tens maior probabilidade de conseguir equivalência a BCM do que a BC e em 2º porque considero que não será uma cadeira difícil para ti visto que já tens uma certa experiencia na matéria. Caso tenhas equivalências ficas com menos trabalho agora.
Já em cadeiras como bioquímica penso que faz todo o sentido pedir equivalências, até porque esta cadeira é muito mais aprofundada em ciências farmacêuticas do que propriamente em MD
 
  • Like
Reactions: Miguel F. Castro

Miguel F. Castro

Membro Caloiro
Matrícula
9 Outubro 2021
Mensagens
2
Fizeste o primeiro ano em ciências farmacêuticas?
Eu estou no primeiro ano de medicina dentaria na FMDUP, a minha primeira opção também era medicina (fiquei a uma centésima de entrar nas ilhas) e escolhi o curso MD pelas equivalências.
Sei que já vou um bocadinho tarde mas na minha opinião fazer BCM talvez não é má ideia, e digo isto por 2 motivos, 1º tens maior probabilidade de conseguir equivalência a BCM do que a BC e em 2º porque considero que não será uma cadeira difícil para ti visto que já tens uma certa experiencia na matéria. Caso tenhas equivalências ficas com menos trabalho agora.
Já em cadeiras como bioquímica penso que faz todo o sentido pedir equivalências, até porque esta cadeira é muito mais aprofundada em ciências farmacêuticas do que propriamente em MD
Obrigado! Concordo, dar-me-ão Bioquímica I porque é detalhada. Estou agora no processo de pedir o máximo de equivalências porque acho que é vantajoso. Se quiser melhorar a nota assisto a umas aulitas, estudo e faço o exame, e também fico com a cadeira feita na própria faculdade de Medicina Dentária. De qualquer das formas fico com a cadeira assegurada. E com os créditos que ficam livres do semestre posso depois se quiser inscrever-me nalguma cadeira de segundo ano. A propósito disto, por acaso sabes se alguma cadeira do segundo ano da FMDUL tem equivalência? Não sei se o que estou a dizer acima está correto, mas pareceu-me ser assim.
 

Susana<3

Membro
Matrícula
20 Julho 2020
Mensagens
41
Curso
Ciências e tecnologia
Em relação a isso também não sei muito bem, mas acho que depende de faculdade para faculdade
Obrigado! Concordo, dar-me-ão Bioquímica I porque é detalhada. Estou agora no processo de pedir o máximo de equivalências porque acho que é vantajoso. Se quiser melhorar a nota assisto a umas aulitas, estudo e faço o exame, e também fico com a cadeira feita na própria faculdade de Medicina Dentária. De qualquer das formas fico com a cadeira assegurada. E com os créditos que ficam livres do semestre posso depois se quiser inscrever-me nalguma cadeira de segundo ano. A propósito disto, por acaso sabes se alguma cadeira do segundo ano da FMDUL tem equivalência? Não sei se o que estou a dizer acima está correto, mas pareceu-me ser assim.
 

Elsa Faria

Membro Caloiro
Matrícula
26 Setembro 2021
Mensagens
1
Boa noite. Preciso de ajuda para tentar perceber a questão das equivalências.
O ano passado fiz o primeiro ano de medicina dentária na FMDUL. Este ano fiquei colocado em medicina na FCM | NMS. Já pedi a certidão de aproveitamento e os conteúdos de todas as UC, o que ficou um pouco caro. Agora terei que pedir equivalência às UC de medicina mas não sei a quais devo pedir. A questão é que eu pago, independentemente da equivalência ser atribuída ou não. Já sei que dá para pedir a TCM. A minha dúvida é se Anatomia 1 e 2 de MD fazem equivalência a Anatomia de Medicina. Alguém pediu? (esta ou outras, precisava de saber as respostas que tiveram).
Tenho prazos apertados para me decidir. Obrigado a quem tenha passado pelo processo de equivalências e possa ajudar.
 

Luísa Abegão

Membro Caloiro
Matrícula
29 Janeiro 2020
Mensagens
6
Antes de mais, muitos parabéns pelo teu percurso! Um pequeno percalço não invalida tudo de bom que fizeste até agora.
Eu terminei agora mesmo o 6ºano de Medicina no ICBAS mas no 1ºano entrei na FMUL por não ter média para o Porto, Fiz o 1ºano lá, voltei a candidatar-me, entrei no ICBAS e pedi equivalências a tudo o que tinha feito em Lisboa. Em relação a exames nacionais, no meu 12ºano fiz os 4 exames nacionais, voltei a repetir FQ e biologia em 2ª fase, e no 1ºano de faculdade voltei a repetir biologia.
Vale sempre a pena iniciar um curso que te dê equivalências e, acima de tudo, que te ajude na transição escola-faculdade, que nem sempre é fácil. Se tiveres essa possibilidade, acredito que poderá ser a melhor opção.
Em relação a ficar um ano "parada" a preparar os exames nacionais, não tive essa experiência mas tenho uma amiga que o fez por 2 anos seguidos e que não recomenda de todo. Perdeu o foco e o ritmo de estudo, sentiu-se perdida, e por fim não conseguiu atingir as notas que pretendia para entrar em Medicina.
Isto é só uma opinião, vale o que vale. O importante é fazeres uma avaliação da tua situação, motivação e métodos de trabalho, para veres se achas mais vantajoso estudar para os exames enquanto adiantas umas cadeiras na faculdade, ou se preferes estar 100% focada nos exames.

Boa sorte e muita força! :D
Boa noite! Desculpa estar a incomodar passado tanto tempo, mas estava pelo fórum à procura de pessoas que me pudessem ajudar e a tua história é semelhante ao que penso fazer para o ano. Entrei na FMUL e estou agora a frequentar o 1.º ano. No entanto, continuo com a ideia de mudar para a FMUC no próximo ano através do concurso nacional. A minha questão é como se procederia caso entrasse. Tiveste facilmente equivalência às cadeiras? “Saltaste” para o 2.º ano ou ficaste um ano a fazer as cadeiras que te faltavam do 1.ºano? E a nível de adaptação, sentiste-te um bocado deslocada por teres mudado de instituição? Isto é quase um inquérito ahahah mas se me conseguisses dar algum feedback, ficava muito agradecia.
 

MarianaCBV

Membro
Matrícula
19 Junho 2021
Mensagens
31
Olá! Venho de Humanidades e então estou com 2 situações: ou vou para enfermagem e candidato-me pelo concurso de licenciados ou vou para fora (a melhor opção até agora é Itália). Digo isto porque custa-me um pouco gastar 4 anos noutro curso (atenção que admiro imenso a enfermagem, mas não me vai servir para nada), ainda por cima para um concurso que está cada vez mais saturado e sabe-se lá como vai estar daqui a uns anos. Por outro lado, em ir para fora, além das óbvias razões familiares e tudo, acho que o ensino que temos em Portugal é incomparável, e gostava de aprender medicina em Português, até porque não sei qual será o grau de dificuldade que será aprender em Inglês (para ter média de curso elevada) e depois conseguir traduzir 6 anos mentalmente para a PNA (ainda por cima sou apaixonada por cirurgia, que por acaso tem das médias mais altas).
AJUDAAA! Uma opinião ou dica por favor, ou tua ou de alguém que esteja/tenha passado pelo assunto. Estou desesperada e o tempo diminui cada vez mais, nem sei se com o pouco tempo que falta teria a mínima hipótese no exame para Itália sequer, mas pronto, queria uma opinião antes de decidir alguma coisa.
 

MarianaCBV

Membro
Matrícula
19 Junho 2021
Mensagens
31
Olá Andreia! Estou no segundo ano de Medicina, e posso dizer-te que tive colegas que no 11.º tiveram notas tipo 14 nos exames, no 12.º melhoram-nas muito e entraram à primeira! E muitos, muitos colegas que, repetindo exames ou não, entraram à segunda ou à terceira tentativa... para além, claro, daqueles que até tiraram uma licenciatura (ou mesmo mestrado) antes de entrar em Medicina, via concurso especial de licenciados. Se Medicina é mesmo o que queres (embora estejas certa quando dizes que por vezes temos ideias erradas sobre um curso), hás de conseguir :)

As equivalências funcionam assim: entras num certo curso onde fazes certas cadeiras, e depois de entrares em Medicina, pedes equivalência a eventuais cadeiras de Medicina que são semelhantes a cadeiras que fizeste no tal curso anterior. É um processo algo caro, moroso (pelo menos na UC...), mas ter menos uma ou duas ou três cadeiras de um semestre dá jeito :p
O melhor curso para equivalências a Medicina é Medicina Dentária - à exceção do ICBAS, em que é Medicina Veterinária no ICBAS. Ciências Farmacêuticas ou Ciências da Nutrição (FCNAUP) também foram opções que já vi darem umas equivalências jeitosas :p
Olá! Eu venho de Humanidades e este ano estou a trabalhar porque tentava pensar num plano de ação para Medicina (e sim, é isso mesmo que quero há muito tempo, mas escolhi mal no secundário) e por isso pensei no concurso de licenciados em enfermagem, só que custa me mandar mais 4 anos embora para depois entrar... e por isso tenho ponderado medicina no estrangeiro, só que o sitio que eu teria mais oportunidades seria em Itália, conhecida pela fraca componente prática (super desfavorável para quem quer cirurgia) e em inglês, que não sei até que ponto poderá prejudicar na PNA...

Vou para fora ou pelo concurso? Não consigo decidir....
 

doctorwho

Membro Catedrático
Especialista
Medicina & Saúde
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
22 Abril 2019
Mensagens
2,854
Curso
Medicina
Instituição
FCS-UBI
Olá! Eu venho de Humanidades e este ano estou a trabalhar porque tentava pensar num plano de ação para Medicina (e sim, é isso mesmo que quero há muito tempo, mas escolhi mal no secundário) e por isso pensei no concurso de licenciados em enfermagem, só que custa me mandar mais 4 anos embora para depois entrar... e por isso tenho ponderado medicina no estrangeiro, só que o sitio que eu teria mais oportunidades seria em Itália, conhecida pela fraca componente prática (super desfavorável para quem quer cirurgia) e em inglês, que não sei até que ponto poderá prejudicar na PNA...

Vou para fora ou pelo concurso? Não consigo decidir....
Olá! Entrei em Medicina pelo concurso de licenciados, tendo sido Enfermagem o meu curso anterior. Tens de ponderar bem quanto às opções que tens. Se tiveres uma boa média de secundário, podes repetir exames nacionais (FQ, Biologia e Geologia e Matemática) e tentares entrar pelo concurso nacional de acesso, ou, tal como disseste, tens a opção de ingressares através do concurso de acesso a Medicina para licenciados ou tirares o curso de Medicina no estrangeiro.

Quero só referir que, a entrada em Medicina, pelo concurso de acesso para licenciados, não é algo garantido. Apesar de haver pessoas que entram há primeira tentativa, há muitas que só entram à terceira, quarta e outras que continuam a tentar. Claro que, quem corre por gosto não cansa ☺️ nestes casos, o que sugiro, é que o curso que tirares (para concorrer ao concurso de licenciados) seja algo que te imagines a fazer, minimamente, no futuro. Algo como que um plano B. Se algo que te preocupa é também o tempo do curso, que no caso de Enfermagem são os 4 anos, podes sempre tirar cursos alternativos, como Ciências Biomédicas que já são 3 anos. No caso da UBI, tenho colegas que vieram desse curso e que têm tido algumas equivalências 😊
Quanto ao concurso de acesso a medicina para licenciados, sugiro que passes por esta página Acesso a Medicina para Licenciados


Espero ter ajudado de alguma forma 🤗
 
  • Like
Reactions: davis