Medicina na Católica (2021/2022)

Birdy

Membro Catedrático
Especialista
Medicina & Saúde
Apoiante Uniarea
Matrícula
18 Junho 2016
Mensagens
2,161
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Para não falar que a acreditação que a A3ES deu é condicional, a qualquer momento, pode não ser acreditado e esses alunos andaram a pagar 1625 euros mensais para terem de ser reintegrados no ensino público, sendo que as públicas não queriam aumentar vagas, por diversos motivos.
Naquele caso de Aveiro, reintegraram os alunos noutras faculdades ou tiveram mesmo que abandonar o curso e concorrer de novo, como se nunca tivessem entrado??
 

MedFCS-UBI

Membro Veterano
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
23 Agosto 2016
Mensagens
483
Curso
A estudar para a PNA (Medicina)
Instituição
FCS-UBI
porque não se sabe até que ponto depois esses alunos não acharão que têm mais algum direito que os outros, porque são uma primeira geração de médicos do ensino privado e porque literalmente fizeram um investimento gigantesco na sua formação
Epá, não. Espero que não comecem com essas cenas, não são mais que os outros. Fizeram um investimento gigantesco porque quiseram, o ensino superior público aceita "toda a gente" (dentro das vagas, claro) com as mesmas regras, podiam ter feito o curso no público.
Post automatically merged:

Naquele caso de Aveiro, reintegraram os alunos noutras faculdades ou tiveram mesmo que abandonar o curso e concorrer de novo, como se nunca tivessem entrado??
Acho que reintegraram, mas é sempre chato para os estudantes e para as outras faculdades.
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,462
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Naquele caso de Aveiro, reintegraram os alunos noutras faculdades ou tiveram mesmo que abandonar o curso e concorrer de novo, como se nunca tivessem entrado??
Por acaso, não tenho informações muito concretas sobre isso. O bastonário da Ordem dos Médicos falou na reintegração noutras universidades, mas não falaram mais nisso, nem para que instituições esses alunos foram. Mas, para quem tenha curiosidade com o relatório da A3ES: Medicina | A3ES
 
  • Like
Reactions: Birdy

Birdy

Membro Catedrático
Especialista
Medicina & Saúde
Apoiante Uniarea
Matrícula
18 Junho 2016
Mensagens
2,161
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Epá, não. Espero que não comecem com essas cenas, não são mais que os outros. Fizeram um investimento gigantesco porque quiseram, o ensino superior público aceita "toda a gente" (dentro das vagas, claro) com as mesmas regras, podiam ter feito o curso no público.
Exato, aliás o ensino público aceita “toda a gente”, dentro das vagas, por menos requisitos até (sendo um deles em comum e que influencia imenso a entrada, os exames nacionais)! 😂 É somente uma questão de preferência e terem papel pra abancar esse balúrdio. Também os que vão para a República Checa já sabem que, se quiserem entrar na especialidade cá, vão ter que se sujeitar à PNA e tudo mais, tal como nós cá. Aliás, não chega a ser mais barata a propina da RC? Não sei o valor de cor.
 
Última edição:
  • Like
Reactions: Edgar H and Ariana_

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,462
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Exato, aliás o ensino público aceita “toda a gente”, dentro das vagas, por menos requisitos até (sendo um deles em comum e que influencia imenso a entrada, os exames nacionais)! 😂 É somente uma questão de preferência e terem papel pra abancar com esse balúrdio. Também os que vão para a República Checa já sabem que, se quiserem entrar na especialidade cá, vão ter que se sujeitar à PNA e tudo mais, tal como nós cá. Aliás, não chega a ser mais barata a propina da RC? Não sei o valor de cor.
O que a mim me parece é que a Católica não quis sequer competir com universidades estrangeiras, porque muitas delas até saem mais baratas que o curso da Católica. Acho que eles querem mesmo rentabilizar a ideia de "pagar por ficar no conforto de Portugal". Não sei se foi esta a estratégia, mas parece.

Também me custa a crer que há pessoas com praticamente 100.000 euros para dar por um curso e que não têm notas minimamente próximas para concorrer à pública 🤔 É que, vamos lá ver as coisas, os alunos que têm esse dinheiro, provavelmente tiveram dinheiro para andarem em boas escolas e provavelmente tinham dinheiro para investir numa grande preparação para os exames nacionais. Não sei até que ponto algumas das vagas do curso não vão ser preenchidas por grandes empresários e pessoas mais velhas, que não têm propriamente notas internas comparáveis às de hoje em dia.
 

undisclosed

Membro Veterano
Matrícula
18 Fevereiro 2021
Mensagens
275
Curso
Engenharia Mecânica
Instituição
Técnico Lisboa
Estamos chocados com o preço mas em certos países com universidades prestigiadissimas paga-se isso ou mais e fica-se endividado e ou é assim ou não se estuda, estilo EUA e Reino Unido.

Em relação ao dinheiro, ter dinheiro não significa ter as notas para entrar em Medicina, é que não basta ter uma boa média e nota de candidatura, é preciso ter praticamente mais de 18 a tudo.
 
  • Like
Reactions: davis

fsantos02

Membro Veterano
Matrícula
10 Setembro 2019
Mensagens
197
Curso
Eng. Informática
Instituição
FCT-UNL
Novo filtro de relacionamento: estudar Medicina na Católica 🤣
Post automatically merged:

Estamos chocados com o preço mas em certos países com universidades prestigiadissimas paga-se isso ou mais e fica-se endividado e ou é assim ou não se estuda, estilo EUA e Reino Unido.

Em relação ao dinheiro, ter dinheiro não significa ter as notas para entrar em Medicina, é que não basta ter uma boa média e nota de candidatura, é preciso ter praticamente mais de 18 a tudo.
Paga-se o mesmo, mas ganha-se muito mais no estrangeiro, pelo que não é um valor assim tão chocante para os outros países
 
  • Haha
Reactions: Birdy and Ariana_

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,462
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Estamos chocados com o preço mas em certos países com universidades prestigiadissimas paga-se isso ou mais e fica-se endividado e ou é assim ou não se estuda, estilo EUA e Reino Unido.

Em relação ao dinheiro, ter dinheiro não significa ter as notas para entrar em Medicina, é que não basta ter uma boa média e nota de candidatura, é preciso ter praticamente mais de 18 a tudo.
Certo e vais-me dizer que quem tem milhares de euros para investir num curso não tem capacidade de investir numa escola em que obtenha esses resultados/prepare exames nacionais? Porque, tendo o curso apenas 50 vagas e os requisitos mínimos de candidatura, o único factor realmente dissuador das candidaturas (e, por consequência, o que pode baixar a média) parece-me ser o custo do curso, e, mesmo assim, visto que a Católica diz que procura mecenas para financiarem o curso, não me admiraria que vários alunos se candidatassem, com notas relativamente próximas das públicas (pelo menos as internas que vale 60% da nota 😇 ).

E estamos chocados, tal como também choca o sistema do R.U e dos EUA; isso é transformar a Educação num negócio em que quem beneficia são as instituições, porque os alunos ficam o resto da vida com uma dívida 😅
 

Edgar H

Mod Decretos
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
1 Outubro 2018
Mensagens
7,233
Em relação ao dinheiro, ter dinheiro não significa ter as notas para entrar em Medicina, é que não basta ter uma boa média e nota de candidatura, é preciso ter praticamente mais de 18 a tudo.
Tu achas que as médias de ingresso da Católica vão manter o mesmo nível de classificações do ensino público? Não é obrigatório teres 18 ou 17 para entrares em Medicina, inclusive pelos contingentes entram alunos com notas bem inferiores. Não me faz sentido que se mantenham parecidas às das IES públicas com esses valores de propina.
 
  • Like
Reactions: Ariana_ and Birdy

Birdy

Membro Catedrático
Especialista
Medicina & Saúde
Apoiante Uniarea
Matrícula
18 Junho 2016
Mensagens
2,161
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Estamos chocados com o preço mas em certos países com universidades prestigiadissimas paga-se isso ou mais e fica-se endividado e ou é assim ou não se estuda, estilo EUA e Reino Unido.

Em relação ao dinheiro, ter dinheiro não significa ter as notas para entrar em Medicina, é que não basta ter uma boa média e nota de candidatura, é preciso ter praticamente mais de 18 a tudo.
O problema é que aquele programa inicial tinha tudo menos prestígio.
E a questão é, nos EUA, não se pode sequer escolher, como disseste, eles endividam-se com tudo: saúde, ensino superior, etc... também para compensar, ganha-se muito mais lá fora. Acho que a nossa reação também parte muito do facto de sabermos o quão bom é o sistema público, nesse sentido, está ao alcance de praticamente todos, não ficamos endividados e tudo mais. Comparar os 4000 e tal € vs quase 100 mil€ resume tudo. Para não falar que, mesmo com estes valores totalmente díspares, atualmente, o programa curricular do ensino médico público está em clara vantagem sobre esse provisório, a vários níveis... só espero mesmo que o melhorem...
 
Última edição:

undisclosed

Membro Veterano
Matrícula
18 Fevereiro 2021
Mensagens
275
Curso
Engenharia Mecânica
Instituição
Técnico Lisboa
Pode ter capacidade para andar em explicações e numa escola "boa" mas pode não ter capacidade para ter 18, 19 ou 20 nesta ou naquela disciplina, lol.

Acho que a nota do último colocado poderá ser inferior pelo efeito do preço mas não deve ser inferior por muito, o que não faltam são candidatos com boas notas (mas que não entraram no ensino público) e com dinheiro (próprio, dos pais, emprestado, sei lá) para pagar.
 
  • Like
Reactions: Birdy

a fish

reformei-me de ser aluna de Medicina em 2019
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
16 Janeiro 2015
Mensagens
2,395
Curso
Medicina
Instituição
FMUC
Estamos chocados com o preço mas em certos países com universidades prestigiadissimas paga-se isso ou mais e fica-se endividado e ou é assim ou não se estuda, estilo EUA e Reino Unido.
[/QUOTE]
Muito bem, agora vai comparar o salário de um médico nos EUA, seja interno (e a especialidade é em geral mais curta do que cá!) ou especialista...
 

Birdy

Membro Catedrático
Especialista
Medicina & Saúde
Apoiante Uniarea
Matrícula
18 Junho 2016
Mensagens
2,161
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Pode ter capacidade para andar em explicações e numa escola "boa" mas pode não ter capacidade para ter 18, 19 ou 20 nesta ou naquela disciplina, lol.
Mas, na realidade, não é bem isso que se vê naqueles colégios mais notórios... sai imensa gente de lá com brutas médias para Medicina e a parte que não consegue, por pouco, provavelmente vai direta para a católica e conseguem entrar.
Acho que a nota do último colocado poderá ser inferior pelo efeito do preço mas não deve ser inferior por muito, o que não faltam são candidatos com boas notas (mas que não entraram no ensino público) e com dinheiro (próprio, dos pais, emprestado, sei lá) para pagar.
Também acho que as médias devem ser parecidas, ainda mais tendo só 50 vagas.
 
  • Like
Reactions: doctorwho

Miguel2004

Membro Dux
Matrícula
14 Junho 2020
Mensagens
505
Curso
Ciências e Tecnologias
Pode ter capacidade para andar em explicações e numa escola "boa" mas pode não ter capacidade para ter 18, 19 ou 20 nesta ou naquela disciplina, lol.
Bem, isso é bastante debatível.

Primeiramente, tirar 18, 19 e 20 na disciplina X ou Y é improvável, não impossível. O esforço necessário para se chegar lá depende obviamente das capacidades de cada um de nós, mas também de determinação e estudo, que variam de pessoa para pessoa. Com isto quero dizer que, sim, é possível tirar essas notas.

Acrescentando ainda o facto de: se realmente os meus pais conseguissem pagar-me o curso na Católica, cria-se aqui um paradoxo: se os meu pais me tivessem posto num colégio bruto, exigente, mas que dá notas altíssimas de qualquer maneira, e acima disso, me tivessem inscrito em explicações, então seria ainda mais fácil conseguir uma média mais que boa para entrar numa faculdade pública. Ou seja, não seria necessário candidatar-me à Católica.

Por todos estes motivos, a nota do último colocado vai ser, sim, obviamente inferior há do último colocado de uma outra faculdade de medicina. No final das contas, a abertura deste curso só veio aumentar as desigualdades sociais na Educação cá em Portugal: quem dá o litro e mesmo assim ainda corre o risco de não entrar, e quem, com todos os meios possíveis para o ajudar, ainda faz o mínimo dos mínimos porque já tem a entrada quase que garantida.
 

undisclosed

Membro Veterano
Matrícula
18 Fevereiro 2021
Mensagens
275
Curso
Engenharia Mecânica
Instituição
Técnico Lisboa
A questão vai ser o quão inferior a nota do último colocado vai ser. Eu creio que não muito inferior porque entre os milhares que ficam de fora de Medicina com notas altíssimas há também muita gente com capacidades financeiras e por isso dispostas a ir para a Católica. E entre quem teve 18,1, não entrou no público e não pode ir para a Católica e quem teve 17,9, não entrou no público e pode ir para a Católica acho que não há muita diferença de “litros” e não fez o mínimo dos mínimos.
 

Miguel2004

Membro Dux
Matrícula
14 Junho 2020
Mensagens
505
Curso
Ciências e Tecnologias
A questão vai ser o quão inferior a nota do último colocado vai ser. Eu creio que não muito inferior porque entre os milhares que ficam de fora de Medicina com notas altíssimas há também muita gente com capacidades financeiras e por isso dispostas a ir para a Católica. E entre quem teve 18,1, não entrou no público e não pode ir para a Católica e quem teve 17,9, não entrou no público e pode ir para a Católica acho que não há muita diferença de “litros” e não fez o mínimo dos mínimos.
The thing is, a maioria das pessoas que não entrou em Medicina não tem a capacidade de pagar o curso.

Se tivessem essa chance: Quem não entrou por questão de décimas pode muito bem ir a melhorias durante um ano para evitar pagar 100000 euros, enquanto que para quem tem médias mais baixas a primeira opção pode já não resultar. Daí eu achat qu a nota do último colocado vai ser mais acentuada do que o que achas.

Nem cheguei a falar numa outra opção, o concurso para licenciados; também é comum entrar em Medicina através dele.
 

davis

Administrador
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
13 Outubro 2014
Mensagens
23,485
Curso
MEAer + MEGIE
Instituição
Técnico - ULisboa
Não querendo fazer de advogado do diabo, mas fazendo, porque no que toca a este curso acho que se está a fazer uma análise demasiado limitada:
Gostava de saber como é que 97.500 euros é o custo médio da formação de um médico em Portugal 🧐 Enganaram-se e queriam dizer que é praticamente o preço de uma casa? 🤣
A Católica é uma universidade que não sendo totalmente privada, funciona como privada. Nesse sentido, não tem de cobrar o preço de custo pelo curso (da mesma forma que não é dessa forma que se faz o pricing dos mestrados em algumas instituições públicas, se querem entrar por aí...), tem de cobrar, sim, o que o mercado está disponível para pagar, alinhado com os valores que outros cursos similares têm.
Exato, isto é só propinas. É mesmo preciso ter essa disponibilidade financeira, e não há retorno assim tão rapidamente, dado que o salário bruto de um IFG é menor que a propina mensal, e o salário bruto de um IFE não é muito maior. Com impostos e despesas, demora-se muito tempo a pagar a despesa do curso.
Espera, então são 97500 euros para fazer o curso todo, só em propinas vs 697€ x 6 anos = 4074€ no ensino público português... 😳 ya, estou um bocado chocada com a diferença ahahah e o cenário terrível que me vem à cabeça é a quantidade de gente que poderá largar este dinheiro todo, mais os 90€ na PNA e depois nem vaga têm na especialidade.
Isso parte do princípio que quem quer fazer medicina da Católica quer/vai trabalhar em Portugal. O que não diria que é o que vai acontecer com uma parte considerável dos alunos. O que me leva a:
A única coisa boa que vejo em estudar med na católica é ser dada em inglês, a preparar-se já para ser indiferenciado e emigrar 🙏
E não poderia ser de outra forma. O curso está feito para receber alunos internacionais, da mesma forma que algumas escolas de medicina da República Checa foram criadas com cursos em inglês para receber alunos estrangeiros.
Certo e vais-me dizer que quem tem milhares de euros para investir num curso não tem capacidade de investir numa escola em que obtenha esses resultados/prepare exames nacionais?
Isso continua a não garantir uma vaga em medicina no público. Há umas ~1000 vagas para medicina no ensino superior público. Portugal tinha em 2019 399.386 alunos no secundário, dos quais ~21% no ensino privado = 84 mil. Para simplificar vamos admitir que um terço está no 12º = 28 mil. Vamos admitir que só 70% segue para o superior = 20 mil. Mesmo que só 10% dos alunos tenha interesse na área da saúde e em medicina, continua a haver muito aluno a ficar de fora. Além disso, o número de colégios internacionais está a crescer a cada ano em Portugal, não há ano em que não abra um novo colégio, e diria que a Católica também irá apontar nessa direção. A maioria dessas escolas são em inglês também, e com muitos alunos estrangeiros, sendo que algumas delas chegam aos 25 mil euros por ano no secundário. Estudar Medicina na Católica depois de frequentar um colégio destes até fica em conta.
Porque, tendo o curso apenas 50 vagas e os requisitos mínimos de candidatura, o único factor realmente dissuador das candidaturas (e, por consequência, o que pode baixar a média) parece-me ser o custo do curso, e, mesmo assim, visto que a Católica diz que procura mecenas para financiarem o curso, não me admiraria que vários alunos se candidatassem, com notas relativamente próximas das públicas (pelo menos as internas que vale 60% da nota 😇 ).
O facto de ter poucas vagas só incentiva a que o preço das propinas seja ainda mais alto. Ao contrário do que parece ser a ideia geral aqui no fórum, não me parece que a Católica tenha dificuldades em preencher estas 50 vagas com esta propina apenas nessa fase de candidaturas se fizer a promoção adequada. Eventualmente, mete aqui uma parceria com uma entidade bancária para pagar o curso às prestações depois de acabar, e se vir que o valor começa a ser um obstáculo adiciona um qualquer esquema de descontos (p.e. quem pagar o ano todo tem 20% de desconto).

Imagino que eles queiram começar com o maior preço que conseguirem, e depois de tiverem necessidade descem, do que estar a fazer um preço abaixo e depois até conseguirem preencher as vagas em 10 dias, podendo ter cobrado um valor acima. Além disso, deverá ainda encaixar um valor considerável em taxas de candidatura/reserva, de quem ainda não sabe se conseguirá entrar no ensino público. As universidades públicas fazem o mesmo nos concursos especiais.

Pelo menos a Católica vai receber mesmo os 50 alunos, não é como certas faculdades que abrem vagas em concursos especiais e depois só aceitam 3 alunos, deixando o resto das vagas sem ser atribuídas e recebendo indiscriminadamente dezenas de taxas de candidaturas. 💅

Tu achas que as médias de ingresso da Católica vão manter o mesmo nível de classificações do ensino público? Não é obrigatório teres 18 ou 17 para entrares em Medicina, inclusive pelos contingentes entram alunos com notas bem inferiores. Não me faz sentido que se mantenham parecidas às das IES públicas com esses valores de propina.
Nem acho que isso seja um dado relevante para ser discutido. O mesmo acontece nos cursos das outras áreas que existem no ensino superior privado. Até diria que a discrepância público-privado será menor em medicina do que acontece nas outras.

Disclaimer: ninguém da Universidade Católica me pagou para fazer esta defesa.

Mas estou disponível para ser pago caso alguém da Católica esteja a ler isto. 😆
 
Última edição:

doctorwho

Membro Catedrático
Especialista
Medicina & Saúde
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
22 Abril 2019
Mensagens
2,831
Curso
Medicina
Instituição
FCS-UBI
Pelo menos a Católica vai receber mesmo os 50 alunos, não é como certas faculdades que abrem vagas em concursos especiais e depois só aceitam 3 alunos, deixando o resto das vagas sem ser atribuídas e recebendo indiscriminadamente dezenas de taxas de candidaturas. 💅
 

MedFCS-UBI

Membro Veterano
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
23 Agosto 2016
Mensagens
483
Curso
A estudar para a PNA (Medicina)
Instituição
FCS-UBI
A Católica é uma universidade que não sendo totalmente privada, funciona como privada. Nesse sentido, não tem de cobrar o preço de custo pelo curso (da mesma forma que não é dessa forma que se faz o pricing dos mestrados em algumas instituições públicas, se querem entrar por aí...), tem de cobrar, sim, o que o mercado está disponível para pagar, alinhado com os valores que outros cursos similares têm.

Da minha parte, quando referi que acho que 97 500 euros é superior ao custo de formar um médico em Portugal, foi porque no site dizem "O valor das propinas refletirá o custo real estimado da formação de um médico em Portugal.". Obviamente que eles vão querem ganhar dinheiro com o curso.

Há umas ~1000 vagas para medicina no ensino superior público.

Por acaso, das contas que fiz no ano passado para um trabalho, são >1780 vagas (1517 pelo CNAES, 265 licenciados (assumindo que preechem as vagas 🙄) e ainda um número que desconheço de estudantes PALOP).