Medicina ou matemática (ligada ao ensino)?

mariaaa777

Membro Caloiro
Matrícula
10 Outubro 2018
Mensagens
7
Olá, eu sou uma aluna do 12º ano e não sei que curso vou seguir. Estou bastante indecisa entre medicina e matemática, por várias razões.

Matemática sempre foi das minhas disciplinas preferidas na escola, não só por ter mais facilidade mas também por gostar de resolver exercícios e desafios, como por exemplo as olimpíadas. Muitas vezes os meus colegas pedem-me ajuda com exercícios, e é bastante satisfatório/gratificante quando eles não percebem alguma coisa e depois de eu explicar passarem a perceber. Este ano comecei a dar inclusivamente explicações de matemática a um aluno do 10º e sinto essa mesma gratificação.
Desde pequena que me lembro de querer ser professora, e essa vontade não desapareceu.

Por causa disto, a licenciatura em matemática (estava a pensar na FCT) é uma das minhas hipóteses, e provavelmente depois faria um mestrado em ensino da matemática no 3º ciclo e ensino secundário.

Por outro lado, medicina é algo que sempre tive em mente, também.
Biologia nunca foi das minhas disciplinas favoritas, nunca gostei muito do estudo dos animais/plantas e não “adorei” o estudo das células, síntese proteica, etc no 10º e 11º, mas apesar disso, gosto bastante do corpo humano.

No que toca a facilidade/aptidão, sou boa aluna a biologia (tive 18 na nota final de 10º e 11º), mas sempre tive mais facilidade a matemática (sou aluna de 20), porque acho que tenho um raciocínio mais lógico-racional do que propriamente abstrato. Mas também tenho muito boa memória, algo que seria uma mais valia para medicina.

Já li vários testemunhos de alunos de medicina na internet e falei com alguns e é possível fazer-se o curso de medicina sem se “adorar” toda a biologia e/ou bioquímica, por exemplo. Aliás, em qualquer curso vão sempre haver cadeiras que se gosta menos, e como tenho bastante força de vontade, sei que seria capaz de fazer os primeiros três anos que são mais teóricos e baseados em cadeiras de biologia celular e molecular, bioquímica, etc, que não gosto tanto. Porque apesar de tudo gosto bastante de fisiologia e patologia, e imagino-me a ser médica, tendo consciência dos anos de estudo necessários, dos turnos de 24h e das condições que hoje em dia não são tão boas como todos pensam. É uma profissão que requer bastante contacto com pessoas, tal como ensino da matemática, algo que eu gosto bastante, e o facto de ajudar pessoas também é muito gratificante, para além de que fazer diagnósticos fascina-me.

No que toca a condições de vida, ambos têm vantagens e desvantagens. À partida em medicina a empregabilidade é maior, mas também dizem que vai haver uma grande reforma de professores, pelo que devem abrir várias vagas nos próximos anos.

O salário de professor é mais baixo, mas dando explicações sempre ajuda um bocado, e apesar de um salário maior ser melhor, para mim o critério mais importante é ser feliz e sentir-me realizada, independentemente do salário. Apenas não consigo “prever” se serei mais feliz como médica ou como professora de matemática...

No que toca a conciliar a vida profissional com a vida familiar, um professor tem um bom horário, chega a casa cedo e tem mais férias que um médico, no geral. Claro que tem que fazer trabalho extra-aulas para corrigir coisas e preparar aulas, por exemplo, mas pode sempre fazer isso num café ou em casa ao pé da família. Algumas desvantagens são que se pode tornar um pouco repetitivo e eventualmente pouco desafiante ensinar sempre a mesma matéria, para além de ter que lidar com alunos mal-educados (eu não sou muito assertiva, mas também isso é algo que se treina).

Por outro lado, um médico tem maior estatuto, é mais respeitado e a profissão não é tão “repetitiva”, mas pode ser mais difícil de conciliar com a vida familiar. A menos que escolha uma especialidade como medicina familiar, por exemplo, que até tem um horário bom, devo ter que fazer turnos e trabalhar mais que um professor, no geral.

Por todas estas razões, estou bastante indecisa entre seguir matemática ou medicina, e tenho que escolher rapidamente, porque se for matemática eu entro facilmente, mas se for medicina tenho que fazer melhoria do exame de biologia e nesse caso tenho que começar já a estudar, porque o exame é em julho.

Muito obrigada a quem leu até aqui, e agradeço opiniões/testemunhos de qualquer um que me possam ajudar a clarificar esta escolha!
 
  • Fabulous
Reactions: perceptions

MedFCS-UBI

Membro Veterano
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
23 Agosto 2016
Mensagens
441
Curso
Medicina - 6º ano
Instituição
FCS-UBI
Mas também tenho muito boa memória, algo que seria uma mais valia para medicina.
Discordo. Mais do que memória acho que tens de perceber bem as coisas para depois teres raciocínio clínico. Se perceberes e raciocionares acabas por chegar às "respostas". Claro que há sempre algumas coisas que tens de memorizar porque não dá para saber de outra forma, mas acho que essa visão do estudante de Medicina como alguém que é espetacular a decorar não é muito correta.

é possível fazer-se o curso de medicina sem se “adorar” toda a biologia e/ou bioquímica, por exemplo
Verdade. Claro que ajuda que gostes das cadeiras, mas mais importante do que gostares daqueles 6 anos é gostares do que vais fazer o resto da vida.

Aliás, em qualquer curso vão sempre haver cadeiras que se gosta menos, e como tenho bastante força de vontade, sei que seria capaz de fazer os primeiros três anos que são mais teóricos e baseados em cadeiras de biologia celular e molecular, bioquímica, etc, que não gosto tanto
É isso.

Claro que tem que fazer trabalho extra-aulas para corrigir coisas e preparar aulas
Na Medicina também trabalhas muito em casa, a estudar/manter-te atualizado, preparar trabalhos/apresentações/artigos, etc.

lidar com alunos mal-educados
Isso é verdade, mas como disseste são ambas profissões que lidam com pessoas, e lidar com pessoas implica lidar com as que são mal-educadas. Se calhar não acontece tanto como numa escola, mas na Medicina também aturas algumas pessoas que preferias não aturar 😅

tem maior estatuto, é mais respeitado
Não acho que seja bem assim, e sinto que há alguma falta de respeito relativamente aos médicos e uma ideia geral por vezes negativa. Acredita, já vi utentes a serem bastante indelicados. Pessoas que pensam que mandam mail ao médico de família/entregam algo no centro de saúde e têm de ter resposta no próprio dia porque com a COVID-19 não há consultas e estão lá todos a olhar para o teto. Pessoas que ficam chateadas por ver o profissional de saúde a parar para comer ou ir ao WC, porque acham que não estão a fazer o seu trabalho e nunca mais os chamam. Enfim, às vezes é precisa muita paciência. Não escolhas o curso pelo estatuto/respeito.

Mas parece-me que estás a fazer um bom raciocínio de ambas as hipóteses para ti. No fundo a decisão depende de ti.
 
Última edição:

cherry97

Membro
Matrícula
2 Setembro 2015
Mensagens
15
Olá! Identifico-me bastante contigo porque apesar de ser estudante de medicina, sempre adorei matemática e tal como tu também tinha um gosto enorme em resolver exercícios e desde pequena também dizia que queria ser professora. Esse gosto não desapareceu, simplesmente está adormecido, porque em medicina não tens cadeiras de matemática nenhumas (assim a que estou a ver mais, talvez epidemiologia e mesmo assim não fazes contas quase nenhumas). Quando acabei o secundário também estava num dilema porque gostava de ambas as áreas. Sou sincera, no meu caso pessoal, tive medo da empregabilidade em matemática porque eu também só iria para a via do ensino. Sei que há mais vias, mas não tinha interesse. Toda a gente me dizia que ser-se professor era muito complicado e difícil de arranjar trabalho, e vendo o caso da minha escola, o grande bolo dos meus professores ja tinha mais de 50 anos. Desencorajou-me muito. Até podia nao ser totalmente verdade, mas eu fiquei receosa. Tal como tu, a quantia do salário não é o mais importante, acho que se uma pessoa tiver o suficiente para viver com conforto e estar feliz é ótimo. Fui para medicina e gosto bastante, é um curso incrível, aprendes imenso e sobre várias areas de conhecimento, apesar de achar que em comparação com muitos colegas meus não tenho tanta aptidão natural para certas matérias e acabo por ter de estudar muito para compensar isso, mas é como já disseste, com muita força de vontade consegues tudo, mesmo o que tens mais dificuldades. No meu caso, como não me decidia, pensei tentar Medicina porque era mais difícil de entrar e se não gostasse mudava então para Matemática, porque Matemática conseguiria sempre, caso me arrependesse. O contrário se calhar não poderia porque a minha média quando acabei o secundário era boa mas não dava para todas as faculdades. Nao me arrependi. Adoro ir aos estágios, muitas vezes nem dou conta do tempo a passar. Pessoalmente adorava um dia ter o privilégio de dar aulas de uma cadeira de medicina na faculdade, e é um dos meus sonhos porque o bicho de professora continua muito presente em mim. No teu caso, como estás indecisa, se calhar inscrevia-me para o exame de bg e tentava, no de matemática de certeza que consegues boa nota. Percebo a tua indecisão, eu mesma também ainda não descartei a hipótese de voltar à matemática um dia 😊 às vezes ainda vejo uns videos e umas páginas no facebook para matar as saudades. E acredita, é muito normal as pessoas terem interesses por áreas diferentes! Aconselho-te a pensares bem, com calma, os argumentos que dás nas tuas mensagens fazem-me perceber que realmente gostas bastante das duas e tens as motivações certas. Acredito que agora a empregabilidade em matemática esteja melhor, eu tb já estou na faculdade há quase 6 anos, acredito que há aspetos que mudam neste espaço de tempo. Quero é dar-te força, pelo que percebi nas msgs gostas bastante de estudar e isso é muito bom mesmo! Se tiveres dúvidas sobre Medicina posso tentar ajudar 😊
 
Última edição:
  • Like
Reactions: mariaaa777

mariaaa777

Membro Caloiro
Matrícula
10 Outubro 2018
Mensagens
7
Discordo. Mais do que memória acho que tens de perceber bem as coisas para depois teres raciocínio clínico. Se perceberes e raciocionares acabas por chegar às "respostas". Claro que há sempre algumas coisas que tens de memorizar porque não dá para saber de outra forma, mas acho que essa visão do estudante de Medicina como alguém que é espetacular a decorar não é muito correta.



Verdade. Claro que ajuda que gostes das cadeiras, mas mais importante do que gostares daqueles 6 anos é gostares do que vais fazer o resto da vida.



É isso.



Na Medicina também trabalhas muito em casa, a estudar/manter-te atualizado, preparar trabalhos/apresentações/artigos, etc.



Isso é verdade, mas como disseste são ambas profissões que lidam com pessoas, e lidar com pessoas implica lidar com as que são mal-educadas. Se calhar não acontece tanto como numa escola, mas na Medicina também aturas algumas pessoas que preferias não aturar 😅



Não acho que seja bem assim, e sinto que há alguma falta de respeito relativamente aos médicos e uma ideia geral por vezes negativa. Acredita, já vi utentes a serem bastante indelicados. Pessoas que pensam que mandam mail ao médico de família/entregam algo no centro de saúde e têm de ter resposta no próprio dia porque com a COVID-19 não há consultas e estão lá todos a olhar para o teto. Pessoas que ficam chateadas por ver o profissional de saúde a parar para comer ou ir ao WC, porque acham que não estão a fazer o seu trabalho e nunca mais os chamam. Enfim, às vezes é precisa muita paciência. Não escolhas o curso pelo estatuto/respeito.

Mas parece-me que estás a fazer um bom raciocínio de ambas as hipóteses para ti. No fundo a decisão depende de ti.
Certo, muito obrigada! :)
Mensagem fundida automaticamente:

Olá! Identifico-me bastante contigo porque apesar de ser estudante de medicina, sempre adorei matemática e tal como tu também tinha um gosto enorme em resolver exercícios e desde pequena também dizia que queria ser professora. Esse gosto não desapareceu, simplesmente está adormecido, porque em medicina não tens cadeiras de matemática nenhumas (assim a que estou a ver mais, talvez epidemiologia e mesmo assim não fazes contas quase nenhumas). Quando acabei o secundário também estava num dilema porque gostava de ambas as áreas. Sou sincera, no meu caso pessoal, tive medo da empregabilidade em matemática porque eu também só iria para a via do ensino. Sei que há mais vias, mas não tinha interesse. Toda a gente me dizia que ser-se professor era muito complicado e difícil de arranjar trabalho, e vendo o caso da minha escola, o grande bolo dos meus professores ja tinha mais de 50 anos. Desencorajou-me muito. Até podia nao ser totalmente verdade, mas eu fiquei receosa. Tal como tu, a quantia do salário não é o mais importante, acho que se uma pessoa tiver o suficiente para viver com conforto e estar feliz é ótimo. Fui para medicina e gosto bastante, é um curso incrível, aprendes imenso e sobre várias areas de conhecimento, apesar de achar que em comparação com muitos colegas meus não tenho tanta aptidão natural para certas matérias e acabo por ter de estudar muito para compensar isso, mas é como já disseste, com muita força de vontade consegues tudo, mesmo o que tens mais dificuldades. No meu caso, como não me decidia, pensei tentar Medicina porque era mais difícil de entrar e se não gostasse mudava então para Matemática, porque Matemática conseguiria sempre, caso me arrependesse. O contrário se calhar não poderia porque a minha média quando acabei o secundário era boa mas não dava para todas as faculdades. Nao me arrependi. No teu caso, como estás indecisa, se calhar inscrevia-me para o exame de bg e tentava, no de matemática de certeza que consegues boa nota. Percebo a tua indecisão, eu mesma também ainda não descartei a hipótese de voltar à matemática um dia 😊 às vezes ainda vejo uns videos e umas páginas no facebook para matar as saudades. E acredita, é muito normal as pessoas terem interesses por áreas diferentes! Aconselho-te a pensares bem, com calma, os argumentos que dás nas tuas mensagens fazem-me perceber que realmente gostas bastante das duas e tens as motivações certas. Acredito que agora a empregabilidade em matemática esteja melhor, eu tb já estou na faculdade há quase 6 anos, acredito que há aspetos que mudam neste espaço de tempo. Quero é dar-te força, pelo que percebi nas msgs gostas bastante de estudar e isso é muito bom mesmo! Se tiveres dúvidas sobre Medicina posso tentar ajudar 😊
Muito obrigada! Por acaso já tinha pensado nisso, que é muito mais fácil mudar para matemática estando em medicina do que o contrário, o que é algo a considerar...
Quanto às colocações de professores, pelo que tenho lido de facto as coisas mudaram bastante, dizem há e vai haver cada vez mais falta de professores de matemática (e não só) devido a uma grande reforma que está/vai haver de professores.
Mais uma vez, muito obrigada pela ajuda! :)
 
Última edição:
  • Like
Reactions: MedFCS-UBI

zorro

Membro
Matrícula
12 Maio 2017
Mensagens
15
Olá! Não sei se já pensaste em faculdades, mas, por exemplo, na FMUC tens no primeiro ano Biomatemática e Biofísica (isto varia, conforme podes ler no testemunho da cherry97... mas ainda fazemos umas contas 😂) e lembro-me que a regente da cadeira de Biofísica era (é?) médica. Isto para te dizer que pelo facto de ires para Medicina podes tentar ficar ligada ao ensino, nomeadamente das ciências básicas, podendo, teoricamente, trabalhar em várias áreas dependendo do que queres.

Agora, do que expuseste, parece-me que matemática ganha a medicina. 🙂
 
  • Like
Reactions: mariaaa777

Cristiana Matos

Membro Veterano
Matrícula
28 Agosto 2019
Mensagens
363
Curso
Matemática
Instituição
Fcup
Olá, eu sou uma aluna do 12º ano e não sei que curso vou seguir. Estou bastante indecisa entre medicina e matemática, por várias razões.

Matemática sempre foi das minhas disciplinas preferidas na escola, não só por ter mais facilidade mas também por gostar de resolver exercícios e desafios, como por exemplo as olimpíadas. Muitas vezes os meus colegas pedem-me ajuda com exercícios, e é bastante satisfatório/gratificante quando eles não percebem alguma coisa e depois de eu explicar passarem a perceber. Este ano comecei a dar inclusivamente explicações de matemática a um aluno do 10º e sinto essa mesma gratificação.
Desde pequena que me lembro de querer ser professora, e essa vontade não desapareceu.

Por causa disto, a licenciatura em matemática (estava a pensar na FCT) é uma das minhas hipóteses, e provavelmente depois faria um mestrado em ensino da matemática no 3º ciclo e ensino secundário.

Por outro lado, medicina é algo que sempre tive em mente, também.
Biologia nunca foi das minhas disciplinas favoritas, nunca gostei muito do estudo dos animais/plantas e não “adorei” o estudo das células, síntese proteica, etc no 10º e 11º, mas apesar disso, gosto bastante do corpo humano.

No que toca a facilidade/aptidão, sou boa aluna a biologia (tive 18 na nota final de 10º e 11º), mas sempre tive mais facilidade a matemática (sou aluna de 20), porque acho que tenho um raciocínio mais lógico-racional do que propriamente abstrato. Mas também tenho muito boa memória, algo que seria uma mais valia para medicina.

Já li vários testemunhos de alunos de medicina na internet e falei com alguns e é possível fazer-se o curso de medicina sem se “adorar” toda a biologia e/ou bioquímica, por exemplo. Aliás, em qualquer curso vão sempre haver cadeiras que se gosta menos, e como tenho bastante força de vontade, sei que seria capaz de fazer os primeiros três anos que são mais teóricos e baseados em cadeiras de biologia celular e molecular, bioquímica, etc, que não gosto tanto. Porque apesar de tudo gosto bastante de fisiologia e patologia, e imagino-me a ser médica, tendo consciência dos anos de estudo necessários, dos turnos de 24h e das condições que hoje em dia não são tão boas como todos pensam. É uma profissão que requer bastante contacto com pessoas, tal como ensino da matemática, algo que eu gosto bastante, e o facto de ajudar pessoas também é muito gratificante, para além de que fazer diagnósticos fascina-me.

No que toca a condições de vida, ambos têm vantagens e desvantagens. À partida em medicina a empregabilidade é maior, mas também dizem que vai haver uma grande reforma de professores, pelo que devem abrir várias vagas nos próximos anos.

O salário de professor é mais baixo, mas dando explicações sempre ajuda um bocado, e apesar de um salário maior ser melhor, para mim o critério mais importante é ser feliz e sentir-me realizada, independentemente do salário. Apenas não consigo “prever” se serei mais feliz como médica ou como professora de matemática...

No que toca a conciliar a vida profissional com a vida familiar, um professor tem um bom horário, chega a casa cedo e tem mais férias que um médico, no geral. Claro que tem que fazer trabalho extra-aulas para corrigir coisas e preparar aulas, por exemplo, mas pode sempre fazer isso num café ou em casa ao pé da família. Algumas desvantagens são que se pode tornar um pouco repetitivo e eventualmente pouco desafiante ensinar sempre a mesma matéria, para além de ter que lidar com alunos mal-educados (eu não sou muito assertiva, mas também isso é algo que se treina).

Por outro lado, um médico tem maior estatuto, é mais respeitado e a profissão não é tão “repetitiva”, mas pode ser mais difícil de conciliar com a vida familiar. A menos que escolha uma especialidade como medicina familiar, por exemplo, que até tem um horário bom, devo ter que fazer turnos e trabalhar mais que um professor, no geral.

Por todas estas razões, estou bastante indecisa entre seguir matemática ou medicina, e tenho que escolher rapidamente, porque se for matemática eu entro facilmente, mas se for medicina tenho que fazer melhoria do exame de biologia e nesse caso tenho que começar já a estudar, porque o exame é em julho.

Muito obrigada a quem leu até aqui, e agradeço opiniões/testemunhos de qualquer um que me possam ajudar a clarificar esta escolha!
Olá,
vi que ninguém de matemática te respondeu por isso decidi dar o meu ponto de vista ao que escreveste.
Eu cheguei a estar indecisa entre medicina veterinária, enfermagem ou matemática no final do 12o ano.Eu não tinha tanto gosto como tu a matemática, só comecei a gostar no 12o ano e por isso as outras duas opções sempre estiveram à frente [e muito menos era aluna de 20, até na universidade obtive notas melhores do que no secundário ahah]. Após pesquisar sobre os cursos, descobri lados da matemática que eu desconhecia e que fiquei com vontade de conhecer. Considerei bastante se devia seguir esse "bichinho". Acabei por seguir, e foi a melhor escolha possível. É um curso muito rico mas bastante teórico e tem umas coisinhas difíceis.
Pelo que descreveste, parece muito obvio que matemática está bem melhor posicionada do que medicina, mas concordo com o ponto de vista de tentares entrar em medicina primeiro por ser mais difícil de entrar e se não gostares mudar.
Eu só vou discordar de algo que disseste "mas sempre tive mais facilidade a matemática (sou aluna de 20), porque acho que tenho um raciocínio mais lógico-racional do que propriamente abstrato". Um matemático precisa de um pensamento bastante abstrato. No secundário e no primeiro semestre do curso podes ter essa impressão mas é errada. Mas esse tipo de pensamento é adquirido ao longo do curso, pelo que não é razão para preocupação.
Aconselho-te sinceramente a pesquisar mais sobre ambos cursos. Podes-me fazer as perguntas que quiseres sobre o curso de matemática ( mesmo eu sendo aluna da FCUP).
Boa sorte :)
 

mariaaa777

Membro Caloiro
Matrícula
10 Outubro 2018
Mensagens
7
Olá! Não sei se já pensaste em faculdades, mas, por exemplo, na FMUC tens no primeiro ano Biomatemática e Biofísica (isto varia, conforme podes ler no testemunho da cherry97... mas ainda fazemos umas contas 😂) e lembro-me que a regente da cadeira de Biofísica era (é?) médica. Isto para te dizer que pelo facto de ires para Medicina podes tentar ficar ligada ao ensino, nomeadamente das ciências básicas, podendo, teoricamente, trabalhar em várias áreas dependendo do que queres.

Agora, do que expuseste, parece-me que matemática ganha a medicina. 🙂
Muito obrigada! :)
Sim, também existe essa hipótese!
Quanto às faculdades, estava a pensar na Nova (Faculdade de Ciências Médicas), uma vez que tem clínicas logo no terceiro ano e na Clássica as clínicas só começam no quarto (ou final do terceiro).
Mensagem fundida automaticamente:

Olá,
vi que ninguém de matemática te respondeu por isso decidi dar o meu ponto de vista ao que escreveste.
Eu cheguei a estar indecisa entre medicina veterinária, enfermagem ou matemática no final do 12o ano.Eu não tinha tanto gosto como tu a matemática, só comecei a gostar no 12o ano e por isso as outras duas opções sempre estiveram à frente [e muito menos era aluna de 20, até na universidade obtive notas melhores do que no secundário ahah]. Após pesquisar sobre os cursos, descobri lados da matemática que eu desconhecia e que fiquei com vontade de conhecer. Considerei bastante se devia seguir esse "bichinho". Acabei por seguir, e foi a melhor escolha possível. É um curso muito rico mas bastante teórico e tem umas coisinhas difíceis.
Pelo que descreveste, parece muito obvio que matemática está bem melhor posicionada do que medicina, mas concordo com o ponto de vista de tentares entrar em medicina primeiro por ser mais difícil de entrar e se não gostares mudar.
Eu só vou discordar de algo que disseste "mas sempre tive mais facilidade a matemática (sou aluna de 20), porque acho que tenho um raciocínio mais lógico-racional do que propriamente abstrato". Um matemático precisa de um pensamento bastante abstrato. No secundário e no primeiro semestre do curso podes ter essa impressão mas é errada. Mas esse tipo de pensamento é adquirido ao longo do curso, pelo que não é razão para preocupação.
Aconselho-te sinceramente a pesquisar mais sobre ambos cursos. Podes-me fazer as perguntas que quiseres sobre o curso de matemática ( mesmo eu sendo aluna da FCUP).
Boa sorte :)
Muito obrigada! :)
Pois, pelo que percebi das pessoas com quem falei e do que li de testemunhos de alunos e ex-alunos, a matemática da faculdade é muito diferente da do liceu, bastante mais teórica e abstrata e cheia de definições, e muitas vezes até com mais letras do que números, o que confesso que me deixa um pouco receosa 😅😅...
Mas pronto, acho que apesar de ser difícil faz-se. E de certa forma, matemática e medicina são ambos cursos difíceis à sua maneira, medicina acho que é menos difícil mas mais trabalhoso, enquanto matemática pode não ser tão trabalhoso como medicina mas é mais difícil e desafiante intelectualmente, de certa forma.
 
Última edição:

Cristiana Matos

Membro Veterano
Matrícula
28 Agosto 2019
Mensagens
363
Curso
Matemática
Instituição
Fcup
Muito obrigada! :)
Sim, também existe essa hipótese!
Quanto às faculdades, estava a pensar na Nova (Faculdade de Ciências Médicas), uma vez que tem clínicas logo no terceiro ano e na Clássica as clínicas só começam no quarto (ou final do terceiro).
Mensagem fundida automaticamente:


Muito obrigada! :)
Pois, pelo que percebi das pessoas com quem falei e do que li de testemunhos de alunos e ex-alunos, a matemática da faculdade é muito diferente da do liceu, bastante mais teórica e abstrata e cheia de definições, e muitas vezes até com mais letras do que números, o que confesso que me deixa um pouco receosa 😅😅...
Mas pronto, acho que apesar de ser difícil faz-se. E de certa forma, matemática e medicina são ambos cursos difíceis à sua maneira, medicina acho que é menos difícil mas mais trabalhoso, enquanto matemática pode não ser tão trabalhoso como medicina mas é mais difícil e desafiante intelectualmente, de certa forma.
O problema não está em ser básicamente letras. A dificuldade está no raciocínio. No secundário o raciocínio necessário é quase 0. Os exercícios são mt do mesmo. E nem todas as cadeiras são assim. Normalmente são as cadeiras de matemática pura. Cadeiras como modelação matemática, estatistica, probabilidades, algebra,... são mais mecânicas.
E não te deixes enganar. O curso é muito trabalhoso, tens de fazer vários exercícios para ganhares um à-vontade com a teoria. Não consegues fazer exercícios de grau de dificuldade médio/ alto sem fazer os fáceis.
Se fores para matemática vais ouvir muito durante o curso "A matemática é feita de 99% de dedicação e trabalho e 1% de inspiração". Mas se referes que medicina é mais trabalhoso por serem mais anos (isto pq é um MI e ainda tens a especialização) e por darem mais teoria em menos tempo, sim tens razão :)
Mas não são cursos nada comparáveis, então o melhor é pesquisares o máximo que conseguires e escolher o que mais combina ctg :)
 
Última edição:

mariaaa777

Membro Caloiro
Matrícula
10 Outubro 2018
Mensagens
7
O problema não está em ser básicamente letras. A dificuldade está no raciocínio. No secundário o raciocínio necessário é quase 0. Os exercícios são mt do mesmo. E nem todas as cadeiras são assim. Normalmente são as cadeiras de matemática pura. Cadeiras como modelação matemática, estatistica, probabilidades, algebra,... são mais mecânicas.
E não te deixes enganar. O curso é muito trabalhoso, tens de fazer vários exercícios para ganhares um à-vontade com a teoria. Não consegues fazer exercícios de grau de dificuldade médio/ alto sem fazer os fáceis.
Se fores para matemática vais ouvir muito durante o curso "A matemática é feita de 99% de dedicação e trabalho e 1% de inspiração". Mas se referes que medicina é mais trabalhoso por serem mais anos (isto pq é um MI e ainda tens a especialização) e por darem mais teoria em menos tempo, sim tens razão :)
Mas não são cursos nada comparáveis, então o melhor é pesquisares o máximo que conseguires e escolher o que mais combina ctg :)
Certo, muito obrigada! :)
 
  • Fabulous
Reactions: Cristiana Matos
Tópicos Semelhantes
Thread starter Título Fórum Respostas Dia
Miguel Marcelino Matemática vs medicina Ciências 9
M Medicina: PI de BG, FQ e Matemática para quem é da reforma antiga Exames Nacionais e Provas de Ingresso 6
Sunsetvint Como posso entrar em medicina com média de 17? Saúde 4
Jishin Entrar em medicina com curso profissional Saúde 9
M Enfermagem para Medicina Dentária Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 1
L Medicina Dentária sem bases de CT Exames Nacionais e Provas de Ingresso 3
M Medicina Dentária - Privadas Saúde 0
M Medicina Dentária : CESPU, UFP ou Católica Saúde 0
daisy21 Enfermagem vs Medicina Saúde 4
M De Ciências da Nutrição para Medicina / Medicina Veterinária Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 1
R Curso de medicina ou engenharia biomédica? E carta de motivação? Concurso Nacional e Locais - Público 1
M Entrar em medicina pelo concurso Concursos e Regimes Especiais 1
H Pessoal de Medicina - o que mudariam sobre o vosso passado como aluno/a? Saúde 2
M Concurso de Acesso a licenciados - medicina Concursos e Regimes Especiais 0
G Que cursos escolher para ter equivalências a Medicina? Concurso Nacional e Locais - Público 1
pedroalex02 Médias para medicina Concurso Nacional e Locais - Público 3
B Aumento das médias Medicina Concurso Nacional e Locais - Público 6
J Medicina veterinária na Espanha Estudar no Estrangeiro e Programas de Mobilidade 0
U Medicina na Católica (2021/2022) Saúde 62
inesar03 Previsão de Médias de Acesso 2021/2022 - Medicina Concurso Nacional e Locais - Público 10
G Mudança de curso para medicina Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 2
xstassx Quero Medicina mas não sei se consigo entrar. Ensino Superior - Geral 2
D Seguir medicina Saúde 1
M Entrar em medicina mas sem média Ensino Superior - Geral 2
M Preciso de ajuda 🙏 Aumentar médias para entrar em medicina pelo ensino recorrente Ensino Superior - Geral 6
Tiz Dúvidas sobre Medicina Veterinária - Podcast VetScape Recursos Naturais 4
A Melhores cursos para equivalências com medicina em lisboa Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 1
I Medicina Veterinária-Equivalências e Alternativas Recursos Naturais 2
S Estudante de Medicina (já com licenciatura noutra área) que quer fazer transferência para Med na UBI Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 7
I Equivalências Medicina Veterinária para Medicina Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 5
A Sou de Direito e quero Medicina Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 2
M Entrar em medicina pelo ensino recorrente, é possível? Concurso Nacional e Locais - Público 1
V Discord Estudantes de Medicina Saúde 0
M Será medicina o que realmente quero? Saúde 2
H Uso e abuso de drogas entre alunos de medicina Saúde 9
C Medicina veterinária, Qual universidade? Recursos Naturais 2
C Medicina Dentária para Medicina Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 2
M Exercer Medicina Saúde 17
Bruna Roque Medicina ou Medicina Veterinária Ensino Superior - Geral 0
T Alternativa Medicina pela Força Aérea Saúde 1
Goncalocoelho03 Medicina vs Engenharia Ensino Superior - Geral 11
M Mudar de Medicina para Ciências da Nutrição Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 1
T Medicina Veterinária. Qual Faculdade? Recursos Naturais 1
casinia Ciobanu Quero medicina, mas acho que não consigo entrar. Que outras opções tenho? Ensino Superior - Geral 6
Daniela Caleira Medicina em Lisboa: NMS ou FMUL? Ensino Secundário 0
P Entrar em Medicina Concurso Nacional e Locais - Público 4
L Medicina para licenciados Saúde 1
N Fazer 2ª licenciatura em Medicina Veterinária - vale a pena? Ensino Superior - Geral 3
M Católica Alguém me sabe informar acerca do valor das propinas de Medicina Dentária na Católica? Universidade Católica Portuguesa 0
Miguel Côrte-Real Ensino Superior de Medicina Veterinária Recursos Naturais 3

Tópicos Semelhantes