Mestrado em Medicina Legal

 
É possível fazer um mestrado de Medicina Legal com uma licenciatura em ciências laboratoriais forenses?
suponho que sim. mas não ficas médica legista ;) isso só com um MI em Medicina antes
 
Vais aos critérios de admissão ao mestrado de medicina legal e lá diz-te quem é que se pode candidatar.
 
Alguém me consegue dizer com que cursos posso fazer um mestrado em medicina legal para além de medicina?
"Medicina, Medicina Dentária, Direito, Psicologia, Ciências Sociais, Química, Bioquímica, Engenharia Química, Farmácia, Ciências Farmacêuticas, Biologia, Antropologia, Ciências Criminais e Ciências Policiais, ou outras licenciaturas afins"

Mas percebe que um médico legista é isso mesmo: médico. É preciso fazer em Medicina.
 
Boa Tarde.
Andei à procura de mestrados na área da medicina legal, forense... E encontrei o mestrado de Medicina Legal no ICBAS e percebi que o acesso não é só para médicos. Adorei o mestrado, as cadeiras, etc... No entanto, a minha formação base é genética, biologia, biotecnologia, pelo que gostava de trabalhar em laboratório nessa parte da medicina legal.
Mas as dúvidas instalaram-se. Será que alguém me pode falar sobre o mestrado?
Não sendo eu de Medicina, quais as saídas possíveis depois de se ter este mestrado?
No fundo, para quem não é médico, o que se pode fazer com este mestrado? É uma boa escolha para quem tem formação noutra área que não medicina?
Muito Obrigado!
 
Boa noite,
Estou com algumas dúvidas acerca deste assunto e não me consigo esclarecer pela pesquisa que fiz.
Sempre quis algo relacionado com a investigação e com saúde e, portanto, o que mais queria era medicina legal. Sei que para isso tenho de entrar em medicina e só depois fazer mestrado em Medicina Legal mas, segundo a minha pesquisa, podemos fazer esse mestrado com os cursos de Medicina, Medicina Dentária, Direito, Psicologia, Ciências Sociais, Química, Bioquímica, Engenharia Química, Farmácia, Ciências Farmacêuticas, Biologia, Antropologia, Ciências Criminais e Ciências Policiais, ou outras licenciaturas afins. Assim, ponderava escolher Ciências Farmacêuticas porque mesmo que mais tarde não escolhesse fazer mestrado, seria licenciada em algo que gosto e que posso de alguma forma "investigar" (corrijam-me se estiver errada ahah). mas a minha grande dúvida é: com estes cursos, sem ser medicina, não podemos ser médicos legistas certo? Ou seja com a licenciatura em Ciências farmacêuticas não poderia fazer o que os médicos legistas fazem não é? Se assim for, alguém me pode esclarecer o que se faz com essa licenciatura no mestrado em medicina legal? Há empregabilidade? Obrigadaa :)
 
Olá, @mica_santos06

Podes ficar com a licenciatura em Ciências Básicas Farmacêuticas ( uma vez que Ciências Farmacêuticas é um mestrado integrado ), no entanto, seria melhor entrar em contacto com alguns diretores do mestrado em medicina legal e ciências forenses para ter a certeza se essa licenciatura te permite entrar nesse mestrado, mas sendo uma área relacionada não deve haver problema.

Tive um professor de Biologia Molecular que trabalhou durante 9 anos na área da medicina legal e ciências forenses, no entanto, a exercer funçoes de genética, biologia forense, toxicologia, e, portanto, algo mais laboratorial, por exemplo, no Laboratório de Polícia Científica da Polícia Judiciária. Ele de facto referiu que as autópsias médico-legais são realizadas por um médico perito coadjuvado por um auxiliar de perícias tanatológicas.
Tens ainda os exames e perícias no âmbito da psiquiatria e psicologia forenses.

Empregabilidade seria melhor se falarmos de um médico perito, mas se é uma área que realmente gostas, força! Acho que fazes bem em ter esse plano B) da ciências farmacêuticas - é realmente uma área cheia de oportunidades :)

Boa sorte!
 
Muito obrigada pela tua resposta! Efetivamente ainda tenho algumas dúvidas nesse sentido mas irei tentar informar-me melhor! De qualquer forma é sempre bom saber outras opiniões e por isso agradeço imenso a resposta! tudo de bom :)
 
Sei que para isso tenho de entrar em medicina e só depois fazer mestrado em Medicina Legal
Corrigindo, se queres ser médica especialista em Medicina Legal, tens que terminar o Mestrado Integrado em Medicina (6 anos), fazer o ano comum (1 ano) e tirar a especialidade de Medicina Legal (4 anos). Ou seja, não é bem um mestrado, mas sim uma especialização depois de já seres Mestre em Medicina. Portanto, só podes ser mesmo médica legista, depois deste percurso todo feito. Não há outra maneira.
Conheço uma rapariga que, se não me engano, tirou a Licenciatura em Biologia, depois Mestrado em Medicina Legal e Ciências Forenses em Coimbra. Devem haver várias diferenças entre o que ela faz e o que um médico legista faz, mas trabalham em conjunto para um objetivo comum. Como acontece frequentemente, se tiveres uma Licenciatura que se encaixa nos requisitos do regulamento desse Mestrado, podes concorrer com vários cursos, sem ser especificamente Medicina.
 
Obrigada!! :) Já agora, o que é o ano comum?
atualmente chama-se internato de formação geral e não ano comum, por acaso :) é um ano em que, já médico (e já com salário) trabalhas em áreas mais gerais no hospital/centro de saúde, para que se tenha uma boa experiência geral quando se começr a especialidade. é o primeiro ano a trabalhar como médico, basicamente.
 
  • Like
Reactions: mica_santos06
Olá, esse tópico já é um pouco antigo mas não encontro nenhum outro mais recente com respostas.
Estive a ver as licenciaturas que permitem entrar nesse mestrado e não encontrei nenhuma informação sobre Ciências Biomédicas Laboratoriais. Acham que com essa licenciatura eu poderia entrar no mestrado de Medicina Legal, se sim, seria considerada auxiliar de perícias tanatológicas e poderia participar das autópsias?
Também gostava de saber se existe outro caminho para um licenciado em CBL seguir para a área forense.