Mestrado: matrículas e aulas vs COVID-19

Petrolhead500

Membro
Matrícula
15 Maio 2016
Mensagens
46
Boa noite.
Pondero candidatar-me, na 3ª fase, ao Mestrado em Engenharia Automóvel na ESTG do IPL, por ser a única opção existente no país inteiro na área que pretendo estudar.

No entanto, devido às forces majeures, ou seja, condicionantes geográficas (resido nos Açores), conjuntamente com o estado atual da COVID-19 no país, especialmente em Lisboa (devido à necessidade de recorrer ao seu respetivo aeroporto), não me parece seguro deslocar-me presencialmente para Leiria no período esperado (Outubro).

Assim sendo, tenho duas questões:

-É expectável que esse mestrado possa ser lecionado exclusivamente online no horário já definido (pós-laboral)?
-Caso a resposta seja não: foi me aconselhada a hipótese de "congelar a matrícula" para preservar a vaga. Que condições são necessárias para a realizar e como proceder?

Estou mesmo incapaz de tomar a melhor decisão... o que aconselham? Esperar pelo ano seguinte a ver se a coisa melhora, matricular e congelar ou muito arriscadamente deslocar-me e ter de lidar com o ambiente presencial?
Receio no caso deste último de estar "preso" no continente por causa da evolução da pandemia...
 
Olá @Reventador
-É expectável que esse mestrado possa ser lecionado exclusivamente online no horário já definido (pós-laboral)?
-Caso a resposta seja não: foi me aconselhada a hipótese de "congelar a matrícula" para preservar a vaga. Que condições são necessárias para a realizar e como proceder?
Não, dado que há orientações do MCTES para que se volte, dentro do possível, ao presencial. E porque para o mestrado ser exclusivamente online teria de ter sido desenhado e autorizado dessa forma.

Essa possibilidade que colocas só existe na licenciatura, ou no mestrado quando está incluído num mestrado integrado. Poderias anular a matrícula, mas terias de concorrer novamente no ano seguinte.

Estou mesmo incapaz de tomar a melhor decisão... o que aconselham? Esperar pelo ano seguinte a ver se a coisa melhora, matricular e congelar ou muito arriscadamente deslocar-me e ter de lidar com o ambiente presencial?
Não acho que o atual estado do país no que toca à pandemia, que é possível que piore no regresso às aulas, seja motivo, em si próprio, para parar os estudos. Ainda para mais quando o teu receio se resume ao aeroporto de Lisboa. Sou madeirense a viver em Lisboa, passei pelo aeroporto 2 vezes neste mês de agosto, e não me senti propriamente inseguro. Manténs as distâncias de segurança, tens naturalmente menos pessoas a circular porque há menos voos, tens álcool-gel em praticamente todo o lado (além de que podes levar um contigo), usa uma máscara segura certificada e segue confiante. Sinto-me mais inseguro às compras num supermercado, com pessoas que usam as máscaras de forma incorrecta, e não respeitam as distâncias de segurança, do que propriamente no aeroporto.
 
  • Like
Reactions: BrunaS98