Mestrado - qual a melhor escolha para uma licenciada em bioquímica?

Carlarodrigues

Membro Caloiro
Matrícula
18 Fevereiro 2019
Mensagens
4
Curso
Bioquímica
Instituição
UTAD
Bom dia, sou licenciada em bioquímica e estou em busca do melhor mestrado a nível de saídas profissionais para este curso.
Gosto muito do mestrado em análises clínica na universidade farmácia do Porto, mas será a melhor escolha ?
Ou será melhor seguir outra vertente ?
 

Snarky_Puppy

Membro Veterano
Matrícula
29 Junho 2015
Mensagens
313
Curso
Ciências Biomédicas
Instituição
Universidade de Aveiro
Olá. A escolha depende do que estás interessada em fazer no futuro. Quais são os teus planos/ambições?

Eu não percebo muito de análises clínicas, acho que a @Emptyrooms percebe mais dessas coisas e pode ajudar especificamente sobre esse mestrado
 

Carlarodrigues

Membro Caloiro
Matrícula
18 Fevereiro 2019
Mensagens
4
Curso
Bioquímica
Instituição
UTAD
Olá. A escolha depende do que estás interessada em fazer no futuro. Quais são os teus planos/ambições?

Eu não percebo muito de análises clínicas, acho que a @Emptyrooms percebe mais dessas coisas e pode ajudar especificamente sobre esse mestrado
Eu gostava muito duma parte mais laboratorial, que fugisse á investigação... uma coisa mais pratica entendes. Mas não sei até que ponto análises clínicas seja o melhor pra complementar o meu curso...
 

Emptyrooms

Membro
Matrícula
4 Outubro 2018
Mensagens
85
Qual é a área laboratorial que mais gostas? Clínica? Bromatologia? Hidrologia?

O trabalho em Análises é prático, mas pode tornar-se muito repetitivo. Acho que investigação, nesse aspecto, é mais "versátil".
 

Carlarodrigues

Membro Caloiro
Matrícula
18 Fevereiro 2019
Mensagens
4
Curso
Bioquímica
Instituição
UTAD
Gosto da parte clínica, eu gostava de ir trabalhar para um hospital.
 

Emptyrooms

Membro
Matrícula
4 Outubro 2018
Mensagens
85
Eu não sou especalista neste assunto, mas pelo o que sei os bioquímicos podem aceder às especialidades da Ordem dos Biólogos (Análises Clínicas, Genética, Embriologia/Reprodução...) se estiverem afectos ao colégio respectivo ( o acesso à OB resulta de um protocolo). Por acaso nunca vi bioquímicos em laboratórios de análises ou no serviço de patologia clínica do hospital em que estive. A minha experiência nesta área é diminuta e já se passaram alguns anos, atenção. Entretanto outros cursos foram criados e algumas coisas podem ter mudado. No entanto, é seguramente mais fácil encontrar bioquímicos em laboratórios de águas, qualidade alimentar, indústria farmacêutica do que no sector clínico.
Nos tempos em que ainda considerei análises, apenas trabalhei com TSDT, biólogos, farmacêuticos e médicos, sendo que um dos meus melhores tutores é biólogo, responsável pelo sector da Quimica Clínica e Controlo de Qualidade. Se, presentemente, os biólogos aparentam ter mais hipótese de entrar no laboratório que um farmacêutico não especialista em virtude das suas competências em citogenética, embriologia e afins, imagino que para um bioquímico a sorte não seja muito maior. Concursos públicos nem vê-los. Contrariamente ao que é publicitado em muita pagina de curso, o mercado nesta área não está, de todo, carente. Em 2007/2008, altura da reestruturação das licenciaturas bi-etápicas (3 anos/bacharelato + 1 ano/licenciatura), já era das áreas TSDT mais entupidas de sempre.

Eu gosto dos mestrados em Análises das Faculdades de Farmácia, porque acabam por ser bastante completos, abrangendo diferentes valências. Para a especialidade da OB (e esta será mais crítica para ti, tendo em conta a tua formação base), precisas de experiência tutelada nas 4 áreas core: bioquímica, imunologia, hematologia e microbiologia. A prática em flebotomia está contemplada no programa da especialidade, mas não sei se é obrigatória para bioquímicos ou biólogos. A verdade é que nunca vi biólogos em fase pré-analítica. Em ambiente hospitalar também não terias que te preocupar muito com essa parte.
Referir que, sendo a formação em saúde o teu ponto mais fraco, há funções que apenas podem ser desempenhadas por médicos ou farmacêuticos especialistas em Patologia Clínica ou Análises Clínicas, respectivamente.

Não te prendas a um tipo de laboratório. Existem tantos diferentes. Eu adorei águas, por exemplo (a recolha de amostras pode ser muito interessante ;)). Tens também o LEF, onde se trabalha com fármacos/formas farmacêuticas (estudos de estabilidade química, ensaios de controlo qualidade comprimidos, pomadas...).
 

Carlarodrigues

Membro Caloiro
Matrícula
18 Fevereiro 2019
Mensagens
4
Curso
Bioquímica
Instituição
UTAD
Eu não sou especalista neste assunto, mas pelo o que sei os bioquímicos podem aceder às especialidades da Ordem dos Biólogos (Análises Clínicas, Genética, Embriologia/Reprodução...) se estiverem afectos ao colégio respectivo ( o acesso à OB resulta de um protocolo). Por acaso nunca vi bioquímicos em laboratórios de análises ou no serviço de patologia clínica do hospital em que estive. A minha experiência nesta área é diminuta e já se passaram alguns anos, atenção. Entretanto outros cursos foram criados e algumas coisas podem ter mudado. No entanto, é seguramente mais fácil encontrar bioquímicos em laboratórios de águas, qualidade alimentar, indústria farmacêutica do que no sector clínico.
Nos tempos em que ainda considerei análises, apenas trabalhei com TSDT, biólogos, farmacêuticos e médicos, sendo que um dos meus melhores tutores é biólogo, responsável pelo sector da Quimica Clínica e Controlo de Qualidade. Se, presentemente, os biólogos aparentam ter mais hipótese de entrar no laboratório que um farmacêutico não especialista em virtude das suas competências em citogenética, embriologia e afins, imagino que para um bioquímico a sorte não seja muito maior. Concursos públicos nem vê-los. Contrariamente ao que é publicitado em muita pagina de curso, o mercado nesta área não está, de todo, carente. Em 2007/2008, altura da reestruturação das licenciaturas bi-etápicas (3 anos/bacharelato + 1 ano/licenciatura), já era das áreas TSDT mais entupidas de sempre.

Eu gosto dos mestrados em Análises das Faculdades de Farmácia, porque acabam por ser bastante completos, abrangendo diferentes valências. Para a especialidade da OB (e esta será mais crítica para ti, tendo em conta a tua formação base), precisas de experiência tutelada nas 4 áreas core: bioquímica, imunologia, hematologia e microbiologia. A prática em flebotomia está contemplada no programa da especialidade, mas não sei se é obrigatória para bioquímicos ou biólogos. A verdade é que nunca vi biólogos em fase pré-analítica. Em ambiente hospitalar também não terias que te preocupar muito com essa parte.
Referir que, sendo a formação em saúde o teu ponto mais fraco, há funções que apenas podem ser desempenhadas por médicos ou farmacêuticos especialistas em Patologia Clínica ou Análises Clínicas, respectivamente.

Não te prendas a um tipo de laboratório. Existem tantos diferentes. Eu adorei águas, por exemplo (a recolha de amostras pode ser muito interessante ;)). Tens também o LEF, onde se trabalha com fármacos/formas farmacêuticas (estudos de estabilidade química, ensaios de controlo qualidade comprimidos, pomadas...).
Então que mestrado achas mais adequado para um bioquímico ?
 

Emptyrooms

Membro
Matrícula
4 Outubro 2018
Mensagens
85
Então que mestrado achas mais adequado para um bioquímico ?
Atendendo à tua formação base em bioquímica, se quiseres análises clínicas, o mestrado que referiste constitui uma boa opção e permite-te fazer estágio. Na mesma área existem outros mestrados mais específicos (parasitologia, microbiologia ou biologia molecular, por exemplo) com uma inclinacão mais "académica". Analisa bem os diferentes planos de estudos.

Tens ainda os mestrados mais direccionados para bromatologia (qualidade alimentar/tecnologia e ciência alimentar, entre outros) controlo de qualidade (na FFUP), genética ou toxicologia. O mestrado em Análises Clínicas das FFarmácia já dá algumas luzes em algumas destas áreas (a base das técnicas é semelhante), mas incide essencialmente na parte clínica.
Na tua situação, eu optaria por um curso abrangente, com alguma formação em patologia e que incluísse um estágio profissionalizante.

Não consigo recomendar-te outro tipo de mestrados, porque, muito sinceramente, não conheço muito bem as atribuições dos bioquímicos para além da investigação. Esta foi a única área em que trabalhei directamente com eles e os que conheço têm mestrado em bioquímica, biotecnologia, biologia molecular e terapias celulares (são bolseiros).
 
  • Like
Reactions: Rafael.

madalenahelga

Membro
Matrícula
25 Fevereiro 2018
Mensagens
13
Curso
Biologia
Instituição
FCUP
Eu penso que Bioquímica te dá bases excelentes para algo relacionado com analises forenses, mas isso depende muito do tipo de coisas que gostas, falo por mim que quero seguir forenses e embora nao seja a area com maior saída aqui em Portugal, é super interessante. De qualquer modo, o que quer que escolhas, desejo te muita sorte e sucesso! 😊
 

Zirtaeb

Membro
Matrícula
20 Maio 2017
Mensagens
28
Curso
Bioquímica
Instituição
FCUP
Olá! Alguém aqui frequenta ou frequentou o mestrado de toxicologia analítica clínica e forense na ffup? Ou sabe de alguém que tenha tirado um curso semelhante?
Gostava de saber mais sobre esse curso e as suas saídas.
Obrigada
 

AndreiaSilva

Membro Caloiro
Matrícula
26 Setembro 2019
Mensagens
1
Olá,

Malta preciso de conselhos :)
Possuo uma Lic. em Bioquímica e um Mestrado em Bioquímica aplicada pela UM.
Iniciei o mercado de trabalho num laboratório de análises de águas no departamento de microbiologia (entretanto fechou e tive de iniciar a procura).
Actualmente estou num laboratório de análises de resíduos (controlo dos reactores por digestão anaeróbia de orgânicos)...
Como vêem o meu percurso seguiu um pouco a vertente ambiental, devido à escassez de empregabilidade no mercado, nas áreas em que gostaria mais de trabalhar.. Tenho tentado mudar mas sem sucesso... As entrevistas para que sou chamada recaem sempre sobre a área ambiental...
O que vos pergunto é o que me sugeririam? Sempre gostei da área das Ciências farmacêuticas, produção, controlo de qualidade ou de análises clínicas...
Para fugir ao ramo ambiental que tipo de pós-graduação poderia fazer para fugir um bocadinho à experiência profissional que já possuo?
 

Emptyrooms

Membro
Matrícula
4 Outubro 2018
Mensagens
85
Olá!

Queria apenas tecer um breve comentário.

Em análises, independentemente das formações que fizeres, irás competir com um rol de cursos diferentes. Creio que a vantagem de farmácia seja o facto de algumas funções estarem "protegidas" e apenas poderem ser exercidas por farmacêuticos (vamos ignorar por um momento a triste realidade dos hospitais públicos). Perante a escassez de oportunidades em análises, há sempre a indústria ou farmácias a recrutar, sendo que para farmácia comunitária as exigências são cada vez mais baixas.

De qualquer das formas, as áreas que referes não são exclusivas de farmácia. Quando referes qualidade, referes-te a análises ou indústria; à parte burocrática/trabalho escritório ou aos testes realizados em processo, matérias-primas e produto acabado?
Um dos meus orientadores no laboratório de patologia clínica, responsável pela qualidade, era biólogo especialista. Penso que seja acessível a todos os profissionais da carreira do ramo laboratório. Foi uma área que eu também achei muito interessante. Tens ainda a segurança e higiene do trabalho (saúde ocupacional) que naquele hospital em particular era algo negligenciada.
Por outro lado, garantia em indústria não costuma ser muito apetecível, no meu meio pelo menos (um pouco chato e pouco trabalho no terreno) e a minha pequena amostra de farmacêuticos que conheço ou não sabe muito bem quais são as suas funções ou pretende sair. Mas há gostos para tudo. Não conheço ninguém que trabalhe diretamente em Unidades de Produção.

Ir para o estrangeiro é uma possibilidade? Com o teu background em biotecnologia parece-me algo a explorar, caso gostes da área, naturalmente.

Se pretendes seguir análises clínicas, o percurso envolverá inevitavelmente a especialidade e um mestrado nas áreas clínicas do laboratório com estágio curricular (desconheço os conteúdos do mestrado de bioquímica). O mais procurado é sem dúvida o de análises clínicas, dada sua abrangência, mas tenho uma colega que se dedicou à parasitologia e doenças tropicais (IHMT), trabalhando por isso numa área muito específica. Não fez a especialidade e, de momento, está mais dedicada à parte académica (doutoramento/docência/investigação).
Podes sempre tentar fazer um estágio voluntário num laboratório de patologia de um hospital para adquirires a alguma experiência clínica e enriqueceres o currículo. A grande desvantagem destes estágios é que, contrariamente aos curriculares, normalmente ficas alocada uma área específica, não tens uma visão global do laboratório e tens de ser muito proactiva para te deixarem fazer alguma coisa...
 

Gonçalo Santos Silva

Spammer Profissional
Matrícula
4 Junho 2016
Mensagens
9,211
Curso
Farmácia
Instituição
ESS-IPP
Creio que a vantagem de farmácia seja o facto de algumas funções estarem "protegidas" e apenas poderem ser exercidas por farmacêuticos
Quem está melhor protegido são os de Ciências Farmacêuticas, há certas coisas que só eles podem fazer que, por mais ridículo que pareça, nem um Doutorado em Farmácia pode.
 

Emptyrooms

Membro
Matrícula
4 Outubro 2018
Mensagens
85
Ridículo, não será. Estás a comparar ciclos com objectivos diferentes. Um doutoramento prepara para investigação e dá-te competências para liderar os teus próprios projetos de forma autónoma. Em teoria, qualquer mestre ou licenciado com currículo adequado pode ingressar no doutoramento em farmácia, mas tal não lhe permite fazer validação e aditivação de bolsas no hospital, por exemplo. Da mesma forma que um doutoramento em ciências médicas não me permite prescrever, porque eu sou farmacêutica e não médica.

No post anterior referia-me naturalmente às funções constantes no ato farmacêutico exclusivas dos farmacêuticos e protegidas pela Ordem (quando esta se mexe...). A licenciatura em farmácia no contexto das análises nem faria sentido, dada a existência de CBL, mas peço desculpa pela confusão gerada.
 
  • Like
Reactions: Mymelo