Mestrado - Tese ou Estágio ?

Ruben M

Membro
Matrícula
1 Junho 2015
Mensagens
11
Curso
Biotecnologia
Olá a todos,

Encontro-me no primeiro ano de Mestrado de Ciências Biomédicas, ainda tenho mais um semestre pela frente e já me questionam o que desejo fazer para o ano, em que área desejo fazer a minha Tese, com quem pretendo trabalhar etc etc . Mas confesso-vos umas coisa, apesar de estar em ciências biomédicas nunca ansiei muito por fazer investigação num tema, e estar a trabalhar naquilo não só para a Tese mas como para o resto da minha vida ... Contudo, surgiu a ideia de fazer estágio em empresa invés de tese. Penso que teria mais oportunidade de estar em contato com a realidade de trabalhar numa empresa de biotecnologia ou outra do género, numa perspetiva muito positiva, se realizasse bem o meu papel até poderia ficar na empresa. Contudo ainda ando à procura de ideias, gostaria da vossa opinião ou se aluém ja passou pelo mesmo, os prós e os contras, ou alguma sugestão de empresas de biotecnologia ou biomédicas .

Obrigado
 

Alexandra S.

Moderador
Equipa Uniarea
Moderador
Colaborador Editorial
Matrícula
10 Março 2015
Mensagens
4,199
Curso
Mestrado CCTI
Instituição
Iscte
Olá, @Ruben M! Tal como tu, também me encontro no primeiro ano de Mestrado - embora numa área diferente da tua. Honestamente, acho que quando existe possibilidade de fazer estágio, devemos aproveitar. Nomeadamente, quando não tivemos ainda qualquer contacto com a área em questão, acredito que o estágio possa servir como rampa de lançamento para o mundo profissional.
 
  • Like
Reactions: Ruben M and Rafael.

Snarky_Puppy

Membro Veterano
Especialista
Apoiante Uniarea
Ciências & Indústria Farmacêutica
Matrícula
29 Junho 2015
Mensagens
456
Curso
Ciências Biomédicas
Instituição
Universidade de Aveiro
Olá

Eu passei por uma situação semelhante à tua. Quando fazia o meu mestrado tive 2 opções: dissertação e via académica ou estágio na indústria/CRO. Optei por fazer estágio e não me arrependo nada, porque foi assim que pus o pé na porta. Quando terminei o mestrado já tinha emprego assegurado. Nesta área, é complicado entrar de outra forma, porque a maior parte das empresas pede experiência prévia e os estágios permitem não só adquirir essa experiência, como também certas competências que na vida real são consideradas "básicas" mas que não aprendes na faculdade, tornando-te logo muito mais fácil de empregar. Se a indústria for algo que tu queres, então é uma opção que faz todo o sentido, porque o mais difícil é realmente entrar.

Se não for indiscrição, quais são as área onde queres/podes estagiar? Que possibilidades são oferecidas pelo teu mestrado e quais as que gostarias de explorar? A minha área é na investigação clínica, não conheço muito para além disso.
 
Última edição:
  • Like
Reactions: Ruben M and Rafael.

Rafael.

Membro Dux
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
18 Fevereiro 2016
Mensagens
891
Curso
Bioinformática Clínica
Instituição
U. Aveiro
Olá a todos,

Encontro-me no primeiro ano de Mestrado de Ciências Biomédicas, ainda tenho mais um semestre pela frente e já me questionam o que desejo fazer para o ano, em que área desejo fazer a minha Tese, com quem pretendo trabalhar etc etc . Mas confesso-vos umas coisa, apesar de estar em ciências biomédicas nunca ansiei muito por fazer investigação num tema, e estar a trabalhar naquilo não só para a Tese mas como para o resto da minha vida ... Contudo, surgiu a ideia de fazer estágio em empresa invés de tese. Penso que teria mais oportunidade de estar em contato com a realidade de trabalhar numa empresa de biotecnologia ou outra do género, numa perspetiva muito positiva, se realizasse bem o meu papel até poderia ficar na empresa. Contudo ainda ando à procura de ideias, gostaria da vossa opinião ou se aluém ja passou pelo mesmo, os prós e os contras, ou alguma sugestão de empresas de biotecnologia ou biomédicas .

Obrigado

Olá, Ruben

Venho apenas dar enfase ao que ja foi dito - se tens essa oportunidade de fazer estágio acho que deves aproveitar! O estágio dá-te realmente experiencia que é muito pedida na industria farmaceutica/biotecnologia e, assim, consegues familiarizar-te com a "cultura" da empresa e começas a entender as diferenças entre academia vs industria. Tal como tu também "exclui" a investigação académica das minhas opções e, felizmente, o mestrado a que vou concorrer este ano ( biomedicina molecular ) dá a possibilidade de realizar um estágio em vez da tese.

Se entretando decidires seguir o ramo da investigação académica consegues adquirir as competências que te faltam durante o doutoramento. Na investigação académica o principal objetivo ( relativamente a empregabilidade ) é mesmo conseguir o tal "tenure track" ( certamente que deves ter professores que sao investigadores principais ou auxiliares e, ao mesmo tempo, dão aulas ), mas são cargos cada vez mais dificeis de conseguir e muitos investigadores ficam de fora e a viver de bolsas apesar dos "esforços" que o estado tem criado como o Concurso Estimulo ao Emprego Cientifico ou querer terminar com pos-doutoramentos ( ou reduzir o tempo de 6 para 3 anos ) e passar a contratos de trabalho - ainda há muito para fazer e, infelizmente, este é o panorama presente não só em portugal. Nesta área da investigação podes ainda tentar criar uma spin-off com a universidade para projetos de R&D. Aqui a universidade de coimbra tem fortes relaçoes com empresas ( tens o Biocant, por exemplo ) ou a UPorto com o UPTEC e até doutoramento em ciencias farmaceuticas em ambiente empresarial ( a ver se vão continuar com as ediçoes deste doutoramento! )

Abraço e maior dos sucessos!
 
Última edição:
  • Like
Reactions: Ruben M

Ruben M

Membro
Matrícula
1 Junho 2015
Mensagens
11
Curso
Biotecnologia
Olá Snarky_Puppy

Estou totalmente de acordo contigo... Já agora se nao for muito incómodo podes partilhar a tua experiência de estágio?
Na minha universidade, a maior parte das pessoas segue para tese - investigação, como já disse anteriormente não é o que tenciono fazer, de certa forma sou quase "pioneiro" neste caminho e não tenho qualquer tipo de bases ou historias de outras pessoas que tenham tomado este caminho.

Onde realizas-te estágio ?
Para já a minha "obrigação" é fornecer uma lista ao meu diretor de curso, de possíveis empresas para estabelecer ligação e aprovação de estágio.
De momento recordo-me apenas de industrias farmacêuticas, mas a área que mais me atrai é mais genética, ideal seria laboratórios forenses, mas parece-me um pouco impossível ... Por isso agradecia se pudesses partilhar algumas que te recordes

Obrigado :)
Post automatically merged:

Olá Rafael,

Dado que também tencionas fazer estágio, relativamente a biomedicina molecular, já sabes ou tens ideia de empresas onde pretendas estagiar?
 
Última edição:

Snarky_Puppy

Membro Veterano
Especialista
Apoiante Uniarea
Ciências & Indústria Farmacêutica
Matrícula
29 Junho 2015
Mensagens
456
Curso
Ciências Biomédicas
Instituição
Universidade de Aveiro
Olá Snarky_Puppy

Estou totalmente de acordo contigo... Já agora se nao for muito incómodo podes partilhar a tua experiência de estágio?
Na minha universidade, a maior parte das pessoas segue para tese - investigação, como já disse anteriormente não é o que tenciono fazer, de certa forma sou quase "pioneiro" neste caminho e não tenho qualquer tipo de bases ou historias de outras pessoas que tenham tomado este caminho.

Onde realizas-te estágio ?
Para já a minha "obrigação" é fornecer uma lista ao meu diretor de curso, de possíveis empresas para estabelecer ligação e aprovação de estágio.
De momento recordo-me apenas de industrias farmacêuticas, mas a área que mais me atrai é mais genética, ideal seria laboratórios forenses, mas parece-me um pouco impossível ... Por isso agradecia se pudesses partilhar algumas que te recordes

Obrigado :)

O mestrado onde eu entrei (biomedicina farmacêutica, o mais semelhante que existe atualmente é o mestrado em gestão da investigação clínica pela UA e FCM-UNL) tinha um programa de estágios bem porreiro. Nós éramos poucos então a cada um de nós foi oferecida a alternativa de dissertação, projeto ou estágio. Quem quis estágio, teve apoio da universidade para arranjar entrevistas com empresas, dentro do trabalho de interesse. Eu escolhi uma CRO (contract research organization) nacional (envio-te o nome por mensagem privada). Fi-lo porque tinha uma vaga na minha área de interesse (bioestatística) e porque o ambiente de CRO permite exposição a muitas indústrias farmacêuticas e áreas terapêuticas, é um excelente campo de treino para quem quer trabalhar em investigação clínica.

Foi uma ótima experiência. Teve uma componente generalista onde passei um tempo pré-determinado por vários departamentos e perceber como tudo funciona e como interagem e outra especializada na área em que escolhi e onde fui desenvolvendo a maior parte das minhas atividades. Para tese, escrevi um relatório de estágio, com uma descrição das minhas atividades e algumas bases teóricas que fui aprendendo e aplicando. Importante manter registos pormenorizados de tudo o que foste fazendo e também é importante teres espírito de iniciativa envolveres-te em atividades e propores ações para enriquecer o teu relatório (participação em apresentações, trabalhos internos, ações de formação [dar e receber] etc). Sobre o trabalho em si, tanto eu como colegas que foram para empresas deste tipo, indústria ou Infarmed não tivemos razão de queixa. A história de passar os dias a ir buscar cafés aos patrões não existiu, fomos envolvidos desde cedo no trabalho do dia a dia. A possível desvantagem é que tivemos de trabalhar mesmo muito para acompanhar.

O estágio no início assustou-me. Podes aprender muita coisa na universidade, mas quando começas a trabalhar vês que tens ainda muito que aprender e que no início é bem possível que andes desamparado e que te sintas desajustado. É normal, existe uma curva de aprendizagem. Procura aproveitar o máximo para aprenderes, mas encarando sempre com a seriedade de uma profissão. Acabei por ficar sob contrato depois de realizar o mestrado, e a grande maioria dos meus colegas também. Isto é outra vantagem do estágio, é que depois de o realizares já adquires competências práticas essenciais e as empresas não querem perder esse investimento.

Eu escrevo demasiado... Desculpa. Espero que esta salgalhada ajude alguma coisa.
 
  • Like
Reactions: Blasty and Rafael.

Rafael.

Membro Dux
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
18 Fevereiro 2016
Mensagens
891
Curso
Bioinformática Clínica
Instituição
U. Aveiro
Olá Snarky_Puppy

Estou totalmente de acordo contigo... Já agora se nao for muito incómodo podes partilhar a tua experiência de estágio?
Na minha universidade, a maior parte das pessoas segue para tese - investigação, como já disse anteriormente não é o que tenciono fazer, de certa forma sou quase "pioneiro" neste caminho e não tenho qualquer tipo de bases ou historias de outras pessoas que tenham tomado este caminho.

Onde realizas-te estágio ?
Para já a minha "obrigação" é fornecer uma lista ao meu diretor de curso, de possíveis empresas para estabelecer ligação e aprovação de estágio.
De momento recordo-me apenas de industrias farmacêuticas, mas a área que mais me atrai é mais genética, ideal seria laboratórios forenses, mas parece-me um pouco impossível ... Por isso agradecia se pudesses partilhar algumas que te recordes

Obrigado :)
Post automatically merged:

Olá Rafael,

Dado que também tencionas fazer estágio, relativamente a biomedicina molecular, já sabes ou tens ideia de empresas onde pretendas estagiar?
Pretendo seguir o ramo da investigação clínica ( como Clinical Research Associate, medical affairs, etc ) e tenho andado a ver na Sanofi, Hikma, Takeda ou Bluepharma ( esta última costuma fazer parceria com a Universidade de Coimbra ). Por enquanto o objetivo é entrar na industria mesmo ahah Ir acostumando com a cultura, oportunidades dentro da industria, etc

O mestrado em biotecnologia farmaceutica ( em coimbra ) também me parece ser bastante interessante, mas é em regime pos-laboral :/ E como a Universidade de Coimbra tem parcerias com empresas farmaceuticas ( bluepharma, hovione, basi, grupo tecnimede... ) parece-me que seria uma boa escolha - pelo menos que facilitasse o contacto com essas empresas, mas ainda faltam uns 4-5 meses até me candidatar ao mestrado 😂
 

Daniel Gaspar Pereira

Membro Caloiro
Matrícula
12 Fevereiro 2020
Mensagens
1
Curso
Engenharia e Gestão Industrial
Instituição
Instituto Superior Técnico
Olá a todos!
tou um bocado confuso com a tese também... Sou aluno de Engenharia e Gestão Industrial e gostava de fazer tese baseada num estágio... porque estágio só por si não posso fazer
Alguém sabe como posso fazer? existem empresas dispostas a apresentar-me um plano de estágio só para daqui a um ano, visto que tou no 4º ano?
Sou da zona de Leiria... alguém de cá conhece empresas que customam fazer este tipo de estágios na área de gestão industrial?
É possivel esperar e apresentar o tema de tese a um orientador mais perto da data de começo? tenho medo de depois não ter um bom orientador... os melhores já estarem "ocupados", porque não sei bem como, também isso funciona.
Obrigado por toda a ajuda que puderem dar :)
 

Snarky_Puppy

Membro Veterano
Especialista
Apoiante Uniarea
Ciências & Indústria Farmacêutica
Matrícula
29 Junho 2015
Mensagens
456
Curso
Ciências Biomédicas
Instituição
Universidade de Aveiro
Não sou dessa área em específico, pelo que não posso ajudar muito... Mas no meu caso eu falei com o Diretor de curso que me ajudou a contactar com as empresas da área e a estabelecer um plano de estágio e contactos para orientador/co-orientador, etc. Já procuraste ajuda dentro do teu curso?