Não sei o que seguir e não tenho boa média

maya222

Membro
Matrícula
26 Outubro 2019
Mensagens
16
Olá, vim recorrer a este site para desabafar esperar que vossa ajuda seja útil.
Entrei em ciências no 10ano, realmente escolhi porque os meus pais acharam melhor e também não sabia o que escolher. Foi um ano muito complicado para mim e tabem estranho e assim comecei mal e quando tentei já não conseguia acompanhar as matérias. Não sabia o que seguir também e estava na ideia que não era curso para mim mas mesmo assim mantive-me. Acabei com uma média horrível de 10 mas comecei a pensar em o que seguir para ter objetivos, assim decidi ficar no curso também porque os meus pais não me deixavam “repetir”. Comecei o 11ano a pensar que podia ter média de 17 para melhorar bastante a minha média mas já tive um teste em que estudei muito e nao correu nada bem. Estou a desesperar muito por não entender as matérias e ter que estudar e mesmo assim errar no teste. Não sei o que fazer pois tenho medo de nao conseguir entrar em nenhuma faculdade nem ter boa nota no exame.
Sinto me perdida e sem saber o que sou boa apesar que sempre me disseram que posso ser boa no que pratico mas não vejo ser capaz de ser aluno de 17 a ciências. Não sei como alguém possa ajudar me mas pelo menos já disse
 

Gonçalo Santos Silva

Politécnicos Advocate
Matrícula
4 Junho 2016
Mensagens
12,010
Curso
Farmácia
Instituição
ESS-IPP
Olá, vim recorrer a este site para desabafar esperar que vossa ajuda seja útil.
Entrei em ciências no 10ano, realmente escolhi porque os meus pais acharam melhor e também não sabia o que escolher. Foi um ano muito complicado para mim e tabem estranho e assim comecei mal e quando tentei já não conseguia acompanhar as matérias. Não sabia o que seguir também e estava na ideia que não era curso para mim mas mesmo assim mantive-me. Acabei com uma média horrível de 10 mas comecei a pensar em o que seguir para ter objetivos, assim decidi ficar no curso também porque os meus pais não me deixavam “repetir”. Comecei o 11ano a pensar que podia ter média de 17 para melhorar bastante a minha média mas já tive um teste em que estudei muito e nao correu nada bem. Estou a desesperar muito por não entender as matérias e ter que estudar e mesmo assim errar no teste. Não sei o que fazer pois tenho medo de nao conseguir entrar em nenhuma faculdade nem ter boa nota no exame.
Sinto me perdida e sem saber o que sou boa apesar que sempre me disseram que posso ser boa no que pratico mas não vejo ser capaz de ser aluno de 17 a ciências. Não sei como alguém possa ajudar me mas pelo menos já disse

A primeira pergunta que faço aqui é: CT é de facto o que te desperta mais interesse?
 

AngelCunha

Membro Caloiro
Matrícula
19 Setembro 2019
Mensagens
6
Eu acho que vale mais a pena recomeçar no 10º Ano noutro curso e construir uma boa média apartir daí do que terminar o 12º em CT com média de 10-12
 

Gonçalo Santos Silva

Politécnicos Advocate
Matrícula
4 Junho 2016
Mensagens
12,010
Curso
Farmácia
Instituição
ESS-IPP
Realmente acho que não

Então mais vale teres essa conversa com os teus pais e mudar de curso, peço desculpa pelo palavreado mas é apenas uma ideia super ridícula a de que só quem vai para CT que tem futuro, se há mais cursos tanto no ensino regular como no ensino profissional é porque eles são úteis para algo.
 

maya222

Membro
Matrícula
26 Outubro 2019
Mensagens
16
Então mais vale teres essa conversa com os teus pais e mudar de curso, peço desculpa pelo palavreado mas é apenas uma ideia super ridícula a de que só quem vai para CT que tem futuro, se há mais cursos tanto no ensino regular como no ensino profissional é porque eles são úteis para algo.
Eu só continuei no 11ano porque tive a ideia de querer ser fisioterapeuta que até é um curso que me interessava e interessa apesar de agora já estar confusa outra vez, mas acho as disciplinas tão complicadas principalmente fq que não consigo pensar que sou capaz de ter uma boa média no final.
Post automatically merged:

Eu só continuei no 11ano porque tive a ideia de querer ser fisioterapeuta que até é um curso que me interessava e interessa apesar de agora já estar confusa outra vez, mas acho as disciplinas tão complicadas principalmente fq que não consigo pensar que sou capaz de ter uma boa média no final.
Tambem entrei porque nessa altura gostava de ciências mas também acho tão complicado os testes apesar de saber os conceitos
 

Estudante96

Membro Veterano
Matrícula
9 Novembro 2018
Mensagens
427
Curso
Matemática
Instituição
FCUP
Olá, vim recorrer a este site para desabafar esperar que vossa ajuda seja útil.
Entrei em ciências no 10ano, realmente escolhi porque os meus pais acharam melhor e também não sabia o que escolher. Foi um ano muito complicado para mim e tabem estranho e assim comecei mal e quando tentei já não conseguia acompanhar as matérias. Não sabia o que seguir também e estava na ideia que não era curso para mim mas mesmo assim mantive-me. Acabei com uma média horrível de 10 mas comecei a pensar em o que seguir para ter objetivos, assim decidi ficar no curso também porque os meus pais não me deixavam “repetir”. Comecei o 11ano a pensar que podia ter média de 17 para melhorar bastante a minha média mas já tive um teste em que estudei muito e nao correu nada bem. Estou a desesperar muito por não entender as matérias e ter que estudar e mesmo assim errar no teste. Não sei o que fazer pois tenho medo de nao conseguir entrar em nenhuma faculdade nem ter boa nota no exame.
Sinto me perdida e sem saber o que sou boa apesar que sempre me disseram que posso ser boa no que pratico mas não vejo ser capaz de ser aluno de 17 a ciências. Não sei como alguém possa ajudar me mas pelo menos já disse
Olá!
A primeira coisa, como já foram dizendo, é perceberes o que realmente gostas. E, frequentemente, aquilo que idealizamos que vamos gostar pode não ser exatamente assim, pois aquilo que achamos que sabemos de cada profissão é muito pouco para o que essa profissão realmente é e é também muito pouco no que diz respeito a termos uma ideia do caminho para lá chegar. Imagina que idealizas uma profissão qualquer, mas o curso para lá chegar é cheio de matérias que não te cativam particularmente, o exercício intelectual associado a essas matérias não é, de longe, o exercício que gostas de fazer, não é aquilo que mais gostas no estudo... Isso podem ser indicadores que talvez não sejas feliz nesse caminho e, eventualmente, na profissão (não digo que fisioterapia seja o caso, estou apenas a tentar dar-te a minha humilde visão das coisas e de como acho que as vezes podemos focarmo-nos tanto no objetivo final que nos esquecemos que tudo o resto não nos fará felizes porque não perdemos o tempo necessário a refletir sobre isso e, muitas vezes, talvez nem o objetivo final acabe por fazê-lo). Com isto, acho que devias pensar e se achares que ciências e tecnologias não é o teu caminho fala com os teus pais e explica-lhes isso: explica-lhes que 1 ou 2 anos não é nada no resto da tua vida, que 1 ou 2 anos agora vão fazer diferença na tua felicidade, que se continuares neste caminho, caso acabes por concluir que não é o teu caminho, não vais estar no local que te deixaria mais feliz e isso pode, inclusivamente, levar-te a, mais tarde, teres de perder na mesma um ano por causa de exames por exemplo, pois a tua motivação não estará como devia estar (não estou a dizer que vá acontecer, nada disso, mas mostrares todas estas possibilidades aos teus pais pode ajudá-los a perceber a tua situação).
Espero que tenha ajudado de alguma forma e que quando tomares uma decisão os teus pais te apoiem e percebam a tua posição :)
 
Última edição:
  • Like
Reactions: Karla M

maya222

Membro
Matrícula
26 Outubro 2019
Mensagens
16
Olá!
A primeira coisa, como já foram dizendo, é perceberes o que realmente gostas. E, frequentemente, aquilo que idealizamos que vamos gostar pode não ser exatamente assim, pois aquilo que achamos que sabemos de cada profissão é muito pouco para o que essa profissão realmente é e é também muito pouco no que diz respeito a termos uma ideia do caminho para lá chegar. Imagina que idealizas uma profissão qualquer, mas o curso para lá chegar é cheio de matérias que não te cativam particularmente, o exercício intelectual associado a essas matérias não é, de longe, o exercício que gostas de fazer, não é aquilo que mais gostas no estudo... Isso podem ser indicadores que talvez não sejas feliz nesse caminho e, eventualmente, na profissão (não digo que fisioterapia seja o caso, estou apenas a tentar dar-te a minha humilde visão das coisas e de como acho que as vezes podemos focarmo-nos tanto no objetivo final que nos esquecemos que tudo o resto não nos fará felizes porque não perdemos o tempo necessário a refletir sobre isso e, muitas vezes, talvez nem o objetivo final acabe por fazê-lo). Com isto, acho que devias pensar e se achares que ciências e tecnologias não é o teu caminho fala com os teus pais e explica-lhes isso: explica-lhes que 1 ou 2 anos não é nada no resto da tua vida, que 1 ou 2 anos agora vão fazer diferença na tua felicidade, que se continuares neste caminho, caso acabes por concluir que não é o teu caminho, não vais estar no local que te deixaria mais feliz e isso pode, inclusivamente, levar-te a, mais tarde, teres de perder na mesma um ano por causa de exames por exemplo, pois a tua motivação não estará como devia estar (não estou a dizer que vá acontecer, nada disso, mas mostrares todas estas possibilidades aos teus pais pode ajudá-los a perceber a tua situação).
Espero que tenha ajudado de alguma forma e que quando tomares uma decisão os teus pais te apoiem e percebam a tua posição :)
Ola, obrigada por teres lido e comentado, e depois de ter pensado sobre o assunto vou esforçar me este ano e ver no que dá porque comecei a stressar me com um teste que correu mal. Apesar de ter dificuldades vou tentar e não desistir logo. Porque sinto me que estou a desistir porque to a achar muito complicado. E apesar de não ter facilidade nas matérias, vou me esforçar e talvez se não ter uma boa média mas razoável e se continuar posso contar com as notas dos exames não é? Ou então fazer um exame que me deixe num curso relacionado a economia ou humanidades, ou tudo depende mesmo da média? Não há alguma forma no final aumentar as notas do 10ano?
 

Gonçalo Santos Silva

Politécnicos Advocate
Matrícula
4 Junho 2016
Mensagens
12,010
Curso
Farmácia
Instituição
ESS-IPP
Ola, obrigada por teres lido e comentado, e depois de ter pensado sobre o assunto vou esforçar me este ano e ver no que dá porque comecei a stressar me com um teste que correu mal. Apesar de ter dificuldades vou tentar e não desistir logo. Porque sinto me que estou a desistir porque to a achar muito complicado. E apesar de não ter facilidade nas matérias, vou me esforçar e talvez se não ter uma boa média mas razoável e se continuar posso contar com as notas dos exames não é? Ou então fazer um exame que me deixe num curso relacionado a economia ou humanidades, ou tudo depende mesmo da média? Não há alguma forma no final aumentar as notas do 10ano?

A forma de aumentar notas é pelos exames nacionais (No caso de PT, as disciplinas bienais especificas + Filosofia, e a trienal específica) ou por equivalência a frequência (No caso de Ed.Física, Língua Estrangeira (que não seja específica de LH) e as disciplinas anuais do 12º ano)
 

Estudante96

Membro Veterano
Matrícula
9 Novembro 2018
Mensagens
427
Curso
Matemática
Instituição
FCUP
Ola, obrigada por teres lido e comentado, e depois de ter pensado sobre o assunto vou esforçar me este ano e ver no que dá porque comecei a stressar me com um teste que correu mal. Apesar de ter dificuldades vou tentar e não desistir logo. Porque sinto me que estou a desistir porque to a achar muito complicado. E apesar de não ter facilidade nas matérias, vou me esforçar e talvez se não ter uma boa média mas razoável e se continuar posso contar com as notas dos exames não é? Ou então fazer um exame que me deixe num curso relacionado a economia ou humanidades, ou tudo depende mesmo da média? Não há alguma forma no final aumentar as notas do 10ano?
Às vezes é fácil desanimarmos por pequenas coisas... antes de alguma decisão definitiva e de grande mudança tens de certificar-te que qualquer decisão é tomada pelos motivos certos. Algo ser "complicado", na minha opinião, não é um motivo, pois, com trabalho e dedicação, e se realmente gostarmos de uma área a motivação para isso vai existir, conseguimos perceber as diferentes matérias e ser bem sucedidos.
E não aches que não tens facilidade como se isso fosse algo inato... a facilidade nas coisas trabalha-se e, ao fim de algum tempo, novos temas ficam mais fáceis de dominar!
Acho que se sentes que gostas de físico-química e de todas as restantes disciplinas, simplesmente estás a ter alguma dificuldade, tens de combater isso e esforçar-te por perceber, mais cedo ou mais tarde isso terá frutos. Pessoalmente, considero os livros do IAVE bastante bons para consolidar a matéria e tomar contacto com uma série de exercícios típicos cuja resolução às vezes é muito útil para perceber certos raciocínios. Tenta estudar regularmente e tirar as dúvidas à medida que elas surjam (é um conselho bastante elementar, mas pronto, funciona x) )
O peso da média de secundário e dos exames depende do curso a que te candidatas, mas a média interna tem sempre um peso muito grande. Devo alertar que, em relação aos exames, pelo que fui vendo, a esmagadora maioria das pessoas não sobe as notas nestes (claro que há exceções e cada caso é um caso, mas a regra geral que observei foi essa). Em relação aos aspetos mais burocráticos e formas de poder aumentar notas de anos anteriores, não te posso ajudar, haverá pessoas mais informadas no fórum para te responder a isso :p Já agora, saliento algo que disseste, o facto de estares em CT não te impede de, na faculdade, seguires um curso que não seja propriamente desta área.
 

Gonçalo Santos Silva

Politécnicos Advocate
Matrícula
4 Junho 2016
Mensagens
12,010
Curso
Farmácia
Instituição
ESS-IPP
a esmagadora maioria das pessoas não sobe as notas nestes (claro que há exceções e cada caso é um caso, mas a regra geral que observei foi essa).

Check, fui com 16 a BG e não cheguei nem ao 14 tanto no 11º como quando repeti no 12º 😅 😅
 
  • Like
Reactions: Estudante96

Estudante96

Membro Veterano
Matrícula
9 Novembro 2018
Mensagens
427
Curso
Matemática
Instituição
FCUP
Check, fui com 16 a BG e não cheguei nem ao 14 tanto no 11º como quando repeti no 12º 😅 😅
A minha prof. de BG costumava dizer que, além de sabermos as coisas e estarmos preparados, volta e meia é preciso ter, e cito, uma "estrelinha" (alguma sorte, vá :p) para realmente tirarmos a grande nota que queremos x)
(Meu Deus, agora a nostalgia bateu 😢 ahah)
 

Gonçalo Santos Silva

Politécnicos Advocate
Matrícula
4 Junho 2016
Mensagens
12,010
Curso
Farmácia
Instituição
ESS-IPP
A minha prof. de BG costumava dizer que, além de sabermos as coisas e estarmos preparados, volta e meia é preciso ter, e cito, "a estrelinha" para realmente tirarmos a grande nota que queremos x)

A minha estrelinha ajudou-me a não errar nenhuma sequência mas acho que acabou o combustível na hora das perguntas de desenvolvimento 😂 😂
 
  • Fabulous
Reactions: Estudante96

Estudante96

Membro Veterano
Matrícula
9 Novembro 2018
Mensagens
427
Curso
Matemática
Instituição
FCUP

maya222

Membro
Matrícula
26 Outubro 2019
Mensagens
16
Às vezes é fácil desanimarmos por pequenas coisas... antes de alguma decisão definitiva e de grande mudança tens de certificar-te que qualquer decisão é tomada pelos motivos certos. Algo ser "complicado", na minha opinião, não é um motivo, pois, com trabalho e dedicação, e se realmente gostarmos de uma área a motivação para isso vai existir, conseguimos perceber as diferentes matérias e ser bem sucedidos.
E não aches que não tens facilidade como se isso fosse algo inato... a facilidade nas coisas trabalha-se e, ao fim de algum tempo, novos temas ficam mais fáceis de dominar!
Acho que se sentes que gostas de físico-química e de todas as restantes disciplinas, simplesmente estás a ter alguma dificuldade, tens de combater isso e esforçar-te por perceber, mais cedo ou mais tarde isso terá frutos. Pessoalmente, considero os livros do IAVE bastante bons para consolidar a matéria e tomar contacto com uma série de exercícios típicos cuja resolução às vezes é muito útil para perceber certos raciocínios. Tenta estudar regularmente e tirar as dúvidas à medida que elas surjam (é um conselho bastante elementar, mas pronto, funciona x) )
O peso da média de secundário e dos exames depende do curso a que te candidatas, mas a média interna tem sempre um peso muito grande. Devo alertar que, em relação aos exames, pelo que fui vendo, a esmagadora maioria das pessoas não sobe as notas nestes (claro que há exceções e cada caso é um caso, mas a regra geral que observei foi essa). Em relação aos aspetos mais burocráticos e formas de poder aumentar notas de anos anteriores, não te posso ajudar, haverá pessoas mais informadas no fórum para te responder a isso :p Já agora, saliento algo que disseste, o facto de estares em CT não te impede de, na faculdade, seguires um curso que não seja propriamente desta área.
Obrigada pelo teu comentário realmente deu me alguma esperança e motivação, vou tentar esforçar me ao máximo este ano e assim espero eu conseguir aumentar a média do ano passado pois também assusta me a ideia de ficar mais 3 anos no secundário. E talvez se tiver uma média de 14 pelo menos este ano consiga aumentar e ter uma média mais razoável. A verdade apesar de não gostar muito vou me esforçar e não pensar sempre na consequências pois isso é que desanima me. Não percebo porque já me disseram em não me preocupar com a média, sendo que deve ser o mais importante é o que mais me preocupa. Se não tivermos a média no curso que queremos o podemos fazer? Voltar a repetir o secundário todo? Ou então entrar com 23 na faculdade? Desculpa as perguntas todas mas é que pouca gente da informação sobre estes tópicos
 

Estudante96

Membro Veterano
Matrícula
9 Novembro 2018
Mensagens
427
Curso
Matemática
Instituição
FCUP
Obrigada pelo teu comentário realmente deu me alguma esperança e motivação, vou tentar esforçar me ao máximo este ano e assim espero eu conseguir aumentar a média do ano passado pois também assusta me a ideia de ficar mais 3 anos no secundário. E talvez se tiver uma média de 14 pelo menos este ano consiga aumentar e ter uma média mais razoável. A verdade apesar de não gostar muito vou me esforçar e não pensar sempre na consequências pois isso é que desanima me. Não percebo porque já me disseram em não me preocupar com a média, sendo que deve ser o mais importante é o que mais me preocupa. Se não tivermos a média no curso que queremos o podemos fazer? Voltar a repetir o secundário todo? Ou então entrar com 23 na faculdade? Desculpa as perguntas todas mas é que pouca gente da informação sobre estes tópicos
Não adianta nada sofrer por antecipação, eu sei bem que isto é fácil de dizer, mas muito difícil de colocar em prática, mas a verdade é essa. Tenta ter brio no que fazes, esforça-te e faz o teu melhor para aprender e ter bons resultados. Se, eventualmente, uma coisa ou outra correr mal, faz parte... fizeste o que estava ao teu alcance e, nesse sentido, tens a "consciência tranquila". Já agora, para além dos livros do IAVE, conheces o canal do professor Jorge Penalva no youtube? Ele tem vídeos sobre matemática, os quais podem ser bastante úteis, e tenho ideia que também tem de físico-química, embora nunca tenha visto nenhum, mas, se forem como os de matemática, podem ser uma boa ajuda... pode ser um bom complemento para o teu estudo!
Eu não sou mesmo a melhor pessoa para te informar dessas possibilidades que estão um bocado mais ligadas ao lado "burocrático"... nem sei bem se repetir o secundário depois dele estar feito é uma opção...
Post automatically merged:

Já agora, lembro-me perfeitamente de, quando estava a estudar um dado tema de FQ no 11º ano, ter tido, inicialmente, a sensação que não percebia nadinha daquilo, era um tema da química (prefiro muito mais física :p) e ter demorado mais do que era habitual a dominar o tema "Ácidos e Bases", mas, com alguma insistência e tempo, lá percebi e as ideias maturaram e, para ilustrar o que te tenho vindo a dizer, depois de ter percebido esse tema, quando dei o tema relativo à Solubilidade ele quase que se explicou sozinho, nomeadamente no que diz respeito aos raciocínios envolvidos em questões de caráter mais "analítico". Às vezes é só mesmo o trabalho de conseguir entrar no esquema geral de raciocínio de uma determinada área e, depois, as coisas ficam muito mais evidentes. Portanto... there is hope! :)
 
Última edição:

maya222

Membro
Matrícula
26 Outubro 2019
Mensagens
16
Só para clarificar que isto não é nada escandaloso muito menos fora do comum, acontece bastante e até mais velhos.
Sim, mas nem todos os cursos disponíveis ou faculdades são aceites para maiores de 23? Provavelmente penso que a escolha não será muita, duvido que seja possivel para entrar em medicina com 23 anos por exemplo
 

Blasty

Moderadora
Equipa Uniarea
Moderador
Matrícula
29 Abril 2016
Mensagens
6,608
Curso
Medicina
Sim, mas nem todos os cursos disponíveis ou faculdades são aceites para maiores de 23? Provavelmente penso que a escolha não será muita, duvido que seja possivel para entrar em medicina com 23 anos por exemplo
Há imensa gente bem mais velha que isso a entrar em medicina, mas nesse caso é sobretudo pelo concurso especial de acesso para licenciados (já que não há concurso M23).
 

Gonçalo Santos Silva

Politécnicos Advocate
Matrícula
4 Junho 2016
Mensagens
12,010
Curso
Farmácia
Instituição
ESS-IPP
Sim, mas nem todos os cursos disponíveis ou faculdades são aceites para maiores de 23? Provavelmente penso que a escolha não será muita, duvido que seja possivel para entrar em medicina com 23 anos por exemplo

Uma coisa é o concurso M23 outra é entrar com mais de 23 anos pelo concurso nacional, sobre o primeiro não te sei responder tho.