Palpites para o exame de Economia A - 2017

  • Thread starter Deleted member 5277
  • Data de Início
Tenho quase a certeza de que saia pelo menos uma questão sobre a União Europeia, possivelmente com um gráfico para análise. De resto, é muito imprevisível... :D
 
Lembrem-se que as escolhas múltiplas seguem praticamente sempre o mesmo modelo, por isso treinem-nas bem e terão sucesso nessa parte :)
 
  • Like
Reactions: idledelilah
Fiz o exame de Economia A há 4 anos. Recomendo muita atenção nas EM's e ler tudo muito bem, pode ser aí que fazem a nota.
Nas perguntas dos gráficos digam tudo que o gráfico vos diz, podem ter tudo se espremerem o máximo nessas perguntas. Nas restantes sejam diretos, não inventem! Boa sorte para todos que vão fazer!
Se precisarem de ajuda digam!
 
Última edição:
  • Like
Reactions: BrunaS98
Fiz o exame de Economia A há 4 anos. Recomendo muita atenção nas EM's e ler tudo muito bem, pode ser aí que fazem a nota.
Nas perguntas dos gráficos digam tudo que o gráfico vos diz, podem ter tudo se espremerem o máximo nessas perguntas. Nas restantes sejam diretos, não inventem! Boa sorte para todos que vão fazer!
Se precisarem de ajuda digam!

Olá! Obrigado pelas dicas. Quanto tiveste no exame, só por curiosidade? Vou com 19 a exame e tenho de tirar 17.5, pelo menos, para manter a nota, o que me deixa um pouco apreensivo. Antes de começar a estudar a matéria para o exame fiz todas as EM's a partir de 2013 e errei sempre só 2, portanto não estou muito preocupado, até porque agora já estou recordado da maior parte das coisas. O 10º ano estuda-se facilmente; o problema é a unidade do Estado do 11º, que não é difícil mas é um pouco exaustiva, tal como a da União Europeia. Não sei é se hei de perder muito tempo com partes mais teóricas (comércio, moeda, aquelas partes que são mais à base de noções)...
 
  • Like
Reactions: BrunaS98
Olá! Obrigado pelas dicas. Quanto tiveste no exame, só por curiosidade? Vou com 19 a exame e tenho de tirar 17.5, pelo menos, para manter a nota, o que me deixa um pouco apreensivo. Antes de começar a estudar a matéria para o exame fiz todas as EM's a partir de 2013 e errei sempre só 2, portanto não estou muito preocupado, até porque agora já estou recordado da maior parte das coisas. O 10º ano estuda-se facilmente; o problema é a unidade do Estado do 11º, que não é difícil mas é um pouco exaustiva, tal como a da União Europeia. Não sei é se hei de perder muito tempo com partes mais teóricas (comércio, moeda, aquelas partes que são mais à base de noções)...
Depois de ser reapreciado (2x, long story) fiquei com 19 - ia com 19, tal como tu. Já não estou por dentro da matéria de exame, mas, se não me engano, essas partes não saíam muito - e quando saíam, não eram muito complexas.
 
  • Like
Reactions: idledelilah
Depois de ser reapreciado (2x, long story) fiquei com 19 - ia com 19, tal como tu. Já não estou por dentro da matéria de exame, mas, se não me engano, essas partes não saíam muito - e quando saíam, não eram muito complexas.

19 no exame é excelente, parabéns! Sinto-me confiante para as escolhas múltiplas e, em especial, para as perguntas que requerem análise de gráficos (é o meu forte); o problema é se sai algum conteúdo mais específico que não saiba tão bem. É esse desconhecimento que estou agora a tentar evitar, até domingo... :)
 
19 no exame é excelente, parabéns! Sinto-me confiante para as escolhas múltiplas e, em especial, para as perguntas que requerem análise de gráficos (é o meu forte); o problema é se sai algum conteúdo mais específico que não saiba tão bem. É esse desconhecimento que estou agora a tentar evitar, até domingo... :)
O exame de Economia não é nenhum bicho papão, relaxa! ;) Aposta muito no domínio das definições e tenta organizar as várias matérias na tua cabeça por tópicos, é o essencial.
 
  • Like
Reactions: Ruben Bento
Olá! Obrigado pelas dicas. Quanto tiveste no exame, só por curiosidade? Vou com 19 a exame e tenho de tirar 17.5, pelo menos, para manter a nota, o que me deixa um pouco apreensivo. Antes de começar a estudar a matéria para o exame fiz todas as EM's a partir de 2013 e errei sempre só 2, portanto não estou muito preocupado, até porque agora já estou recordado da maior parte das coisas. O 10º ano estuda-se facilmente; o problema é a unidade do Estado do 11º, que não é difícil mas é um pouco exaustiva, tal como a da União Europeia. Não sei é se hei de perder muito tempo com partes mais teóricas (comércio, moeda, aquelas partes que são mais à base de noções)...

Tive 19.2 na 1a fase! Errei uma escolha múltipla e ia com 18 a exame. Sobre as partes mais teoricas dá uma pequena visão porque nunca se sabe se sai algo nas EM's com certos conceitos sobre isso, mas nada de profundo! Fizeste muito bem em treinar as EM's, com pessoal de notas elevadas como tu podes estar aí o segredo para a nota. Boa sorte nisso, vais ver que consegues!
 
Pessoalmente estou muito mais à vontade com a matéria de 10º ano, mas só vou agora começar a resolver exames de anos anteriores. Pode ser que domine melhor o 11º do que acho.
Já fiz algumas escolhas múltiplas e geralmente acaba por ser uma questão de lógica, costumo errar 1 ou 2. De resto há sempre a parte de os documentos darem algumas pistas, mas vamos ver...

Vou fazer exame como externa, para PI, sem ter tido Economia no secundário (só tive uma cadeira na faculdade em que dei basicamente a matéria dos 2 anos lol). Não preciso de uma nota extraordinária para entrar, visto que tenho média de secundário de 17 e a PI vale 35%, portanto a pressão não é assim tanta, mas ainda assim :/
 
Pessoal, preciso de ajuda numa pergunta que encontrei num documento online.

5.Se o Produto de 2001, a preços de 2000, for de 1 323, enquanto o Produto do ano anterior, aos mesmos preços, foi de 1 200 e o IPC de 5%, isso significa que:

a) A evolução real do produto foi positiva, tendo crescido 5%.

b) A evolução real do produto foi positiva, na ordem dos 6%.

c) A evolução real do produto foi negativa, na ordem dos 4%.

Honestamente, o enunciado parece-me confuso. O facto de ambos os produtos estarem calculados em relação ao ano base de 2000, ou seja, a preços constantes, não eliminaria o efeito da inflação imediatamente? É por isso que trabalhar com o IPC nesta questão me parece estranho. Se alguém souber resolver, agradecia!

Alguém tem ideia do que sairá nas perguntas de 1/1.5 valores? São essas que os critérios me lixam quase sempre.

São as de resposta restrita, certo? O conteúdo é imprevisível, mas costumam incidir sobre partes mais teóricas do programa; por vezes acompanhadas de documentos. Já pediram para explicar flutuações hipotéticas nos mercados de concorrência perfeita (explicar como fator x afetaria a oferta ou a procura), explicitar falhas de mercado, falar sobre a redistribuição dos rendimentos ou coisas relacionadas com a UE (o ano passado, salvo erro, a última pergunta solicitava a definição da coesão económica e social). Por isso é que é proveitoso rever as partes mais teóricas, pelo menos é o que tenho feito.
 
Pessoal, preciso de ajuda numa pergunta que encontrei num documento online.



Honestamente, o enunciado parece-me confuso. O facto de ambos os produtos estarem calculados em relação ao ano base de 2000, ou seja, a preços constantes, não eliminaria o efeito da inflação imediatamente? É por isso que trabalhar com o IPC nesta questão me parece estranho. Se alguém souber resolver, agradecia!

Parece-me um dos casos em que dão informação a mais no enunciado só para baralhar. Penso que só tens mesmo de ver qual foi a variação do produto.
 
Parece-me um dos casos em que dão informação a mais no enunciado só para baralhar. Penso que só tens mesmo de ver qual foi a variação do produto.

O problema é que calculando a variação do produto a solução não corresponde a nenhuma das opções propostas. Por esse processo, chego a uma taxa de variação de 10.25%.
 
O problema é que calculando a variação do produto a solução não corresponde a nenhuma das opções propostas. Por esse processo, chego a uma taxa de variação de 10.25%.
Pois, eu a seguir tentei e também me deu esse resultado... Também acho estranho o IPC ser indicado em percentagem, isso corresponderia mais a uma variação do que ao IPC em si.
 
  • Like
Reactions: idledelilah
Exato. A pergunta deve estar mal formulada... Obrigado!
Pode ser que outra pessoa consiga perceber, eu já pensei em várias hipóteses mas não chego mesmo a conclusão nenhuma. O que vale é que as perguntas do exame costumam ser mais perceptíveis.