Português - dúvidas e apontamentos

Nesta estrofe á uma crítica ao clero , aos marginais ou aos inquisidores da igreja?
Creio que é uma crítica mais ao clero em geral, o inquisidor trata-se da imaginação do poeta enquanto pensa nos aspectos negativos 😅 Se estás a fazer questões de escolha múltipla, tenta reler várias vezes as perguntas e várias vezes o poema, uma das hipóteses vai sempre encaixar melhor que as outras se fizeres um esforço.
 
Creio que é uma crítica mais ao clero em geral, o inquisidor trata-se da imaginação do poeta enquanto pensa nos aspectos negativos 😅 Se estás a fazer questões de escolha múltipla, tenta reler várias vezes as perguntas e várias vezes o poema, uma das hipóteses vai sempre encaixar melhor que as outras se fizeres um esforço.
"O Sentimento dum Ocidental"



destaca as manifestações da consciência do sujeito poético devido à degradação da cidade.

destaca as manifestações da consciência do sujeito poético

mostra um sujeito poético que não cabe em casa, nem cabe em si, e sai de casa e de si, deparando, fora, com um cenário humano preocupante e desolador, colocando em contraste a vitalidade do campo com a decadência urbana.

mostra um sujeito poético que não cabe em casa, nem cabe em si, e sai de casa e de si, deparando, fora, com um cenário humano preocupante e desolador, causa principal do mal estar que o aflige e de que ele vai tomando (e revelando) consciência passo a passo.

a primeira hipótese está correta?
 
Olá. No Fernando Pessoa ortónimo tenho dificuldade em perceber o fingimento artístico a dor de pensar. Já li alguns resumos, mas continuo com dificuldade. Será que alguém me podia explicar, por favor. Obrigado.
 
"O Sentimento dum Ocidental"



destaca as manifestações da consciência do sujeito poético devido à degradação da cidade.

destaca as manifestações da consciência do sujeito poético

mostra um sujeito poético que não cabe em casa, nem cabe em si, e sai de casa e de si, deparando, fora, com um cenário humano preocupante e desolador, colocando em contraste a vitalidade do campo com a decadência urbana.

mostra um sujeito poético que não cabe em casa, nem cabe em si, e sai de casa e de si, deparando, fora, com um cenário humano preocupante e desolador, causa principal do mal estar que o aflige e de que ele vai tomando (e revelando) consciência passo a passo.

a primeira hipótese está correta?
Creio que a última opção é mais demonstrativa do que é descrito no poema.
Olá. No Fernando Pessoa ortónimo tenho dificuldade em perceber o fingimento artístico a dor de pensar. Já li alguns resumos, mas continuo com dificuldade. Será que alguém me podia explicar, por favor. Obrigado.
E sabes especificar qual é a dificuldade em si? O meu conselho é leres os resumos e leres com calma os poemas, várias vezes, até compreenderes como se relaciona o que lês nos resumos. Essencialmente, ambos os temas são preocupações intelectuais de Fernando Pessoa - por um lado, a necessidade do fingimento artístico (uma certa hiperbolização dos acontecimentos, dos sentimentos) como fonte de inspiração para a arte poética e, por outro lado, o reconhecimento de um sofrimento causado pela ultra-consciência, por um modo de estar mais introspectivo que quase causa um sentimento de repulsa pelo acto de pensar (por causar a tal 'dor').
 
Creio que a última opção é mais demonstrativa do que é descrito no poema.

E sabes especificar qual é a dificuldade em si? O meu conselho é leres os resumos e leres com calma os poemas, várias vezes, até compreenderes como se relaciona o que lês nos resumos. Essencialmente, ambos os temas são preocupações intelectuais de Fernando Pessoa - por um lado, a necessidade do fingimento artístico (uma certa hiperbolização dos acontecimentos, dos sentimentos) como fonte de inspiração para a arte poética e, por outro lado, o reconhecimento de um sofrimento causado pela ultra-consciência, por um modo de estar mais introspectivo que quase causa um sentimento de repulsa pelo acto de pensar (por causar a tal 'dor').
eu escolhi os marginais
está correta?
Post automatically merged:

eu escolhi os marginais
está correta?
Muito obrigado pela ajuda!!
Post automatically merged:

eu escolhi os marginais
está correta?
Post automatically merged:


Muito obrigado pela ajuda!!
No verso "Reluz, viscoso, o rio, apressam-se as obreiras;" está presente


uma sinestesia e uma metáfora.
uma sinestesia e uma adjetivação.
uma sensação visual.
uma metáfora e uma sensação visual.

é a segunda opção certo?
 

Attachments

  • tmp_1591464508979.jpg
    tmp_1591464508979.jpg
    41.8 KB · Visitas: 13
Última edição:
  • Like
Reactions: Ariana_
Alguém já analisou o poema " inspiração " de ana Luísa amaral e me consegue ajudar ?
Não estou entender nada
Se poderem , agradeciaaa
 
Última edição:
Boa noite. Alguém me consegue arranjar o livro de preparação para o exame da Porto editora em PDF? Ou algum resumo bem completo com exemplos e tudo pra estudar pois já fiz vários exames e a matéria não está bem incutida.
Outra pergunta que tenho é se sabem quais contos podem sair.. Obrigada desde já
 
Olá!
Ando a fazer exercícios de gramática, mas não entendi este exercício. Alguém sabe a resposta?

" Todos nós dependemos, na nossa vida quotidiana, de listas, que nos permitem vivermos um pouco mais organizadamente."

Qual é a função sintática de "que"? As soluções dizem sujeito. Alguém sabe explicar?

Muito Obrigada ☺️
 
Olá!
Ando a fazer exercícios de gramática, mas não entendi este exercício. Alguém sabe a resposta?

" Todos nós dependemos, na nossa vida quotidiana, de listas, que nos permitem vivermos um pouco mais organizadamente."

Qual é a função sintática de "que"? As soluções dizem sujeito. Alguém sabe explicar?

Muito Obrigada ☺
Olá!
Acho que isso tem que ver com o facto de podermos separar essa frase em duas. Ficaria: Todos nós dependemos, na nossa vida quotidiana, de listas. As listas permitem-nos viver um pouco mais organizadamente. Assim fica claro e é fácil de ver que na segunda frase "As listas" é o sujeito, logo na frase original, a função sintática de "que" é sujeito.
 
Alguém poderia ajudar-me a começar pf?
 

Attachments

  • IMG_20200624_163204.jpg
    IMG_20200624_163204.jpg
    182.4 KB · Visitas: 22
Malta por algum motivo tou a ter um mental breakdown e tou com uma dúvida tão básica.
Quais são as obras que se sublinham ao escrever, por exemplo, Os Maias. E quais as que levam aspas, como o "Sermão de Santo António".
Como distinguir?

Obrigado!
 
Malta por algum motivo tou a ter um mental breakdown e tou com uma dúvida tão básica.
Quais são as obras que se sublinham ao escrever, por exemplo, Os Maias. E quais as que levam aspas, como o "Sermão de Santo António".
Como distinguir?

Obrigado!
Não costumam existir grandes stresses quanto a isso, não te preocupes! Normalmente, todas as obras levam o sublinhado (que serve para substituir o itálico) e apenas se colocam em aspas os títulos de poemas ou contos, por exemplo.
 
  • Like
Reactions: voidlessmind
Não costumam existir grandes stresses quanto a isso, não te preocupes! Normalmente, todas as obras levam o sublinhado (que serve para substituir o itálico) e apenas se colocam em aspas os títulos de poemas ou contos, por exemplo.
Ainda bem que sim, agradeço-te!
 
Olá, alguém me poderia explicar qual o papel da Natureza na poesia de Ricardo Reis?
E também qual é a diferença entre o valor habitual e o valor iterativo?
Obrigada :)
 
Boas, alguém tem resumo sobre as intertextualidades entre as várias obras que podem sair no exame de português? Obrigadoo 🤓