Praxes, Nova Vida.....

GolasH

Membro Caloiro
Matrícula
16 Julho 2018
Mensagens
6
Gostos
17
#1
Hello! Criei este tópico porque preciso de desabafar. Este ano vou ingressar no ensino superior... Vou mudar de casa, de cidade, vou perder as minhas rotinas e também os meus amigos, aqueles que sempre tiveram comigo e nunca mudaram. Sei que todos dizem "Na Universidade vais conhecer novas pessoas.... Tens de ir às praxes para te integrares melhor...." O problema é , que eu conheço-me, eu não tenho paciência para aquelas piadas estúpidas, bocas que vamos ouvir dos que nos praxam , as "ordens" que vamos ter de obedecer... Sinceramente não tenho vontade de ir para as praxes, e sei que fora delas também vai ser díficil arranjar novos amigos, porque simplesmente eu não vou ter vontade de ir falar com alguém, nunca o fiz... Depois há as festas, em que todos ficam bebedos e acham isso um espetáculo, e basicamente eu vou ser o renegado de tudo e não sei se vou aguentar... Eu fiz sempre TUDO com os meus amigos (do secundário... alguns desde o jardim infância...). Gostava de ouvir uma opinião, um conselho... Só vou querer que aqueles 5 anos passem a correr....
 
Matrícula
30 Abril 2016
Mensagens
39
Gostos
48
Curso
Engenharia de Telecomunicações e Informática
Instituição
Algures em Lisboa
#2
Boas!

Pelo que consegui perceber com os meus conhecimentos limitados de psicologia, estás com receio de mudanças, tens uma ideia da praxe e não queres ser submetido a jogos estúpidos e levares com bocas.

Primeiro, existem praxes boas e menos boas. Existem praxes em que não te atiram ketchup e não te mandam bocas. E existem praxes em que te atiram ovos e mandam-te mergulhar em água.

O meu conselho é pesquisares sobre as praxes na tua instituição de ensino. Sabes que o objetivo da praxe é integrar os alunos. Aparentas ser uma pessoa racional, pelo que facilmente irás conseguir distinguir uma "boa" praxe de uma "menos boa".

Quando fores ao primeiro dia de praxe, é muito importante estares psicologicamente preparado. Não vás para lá com receio de ser uma má praxe. Vai antes psicologicamente preparado para te recusares a fazer qualquer coisa que não queiras. Quem sabe, talvez irias assistir a uma "boa" praxe, e portanto não terias de levar com ketchup, bocas ou jogos estúpidos. Não seria maravilhoso? :)

E em relação às festas, nem toda a gente bebe e nem toda a gente gosta de sair à noite, incluindo eu. Tenho quase a certeza que não te vão julgar por causa disso. Se por acaso o fizerem, são pessoas que não irias querer ter uma relação de amizade anyway.

Para uma pessoa tímida é difícil conhecer pessoas novas. No entanto, certamente não irias querer ficar trancado no quarto deprimido porque não tens amigos. O meu conselho é olhares atentamente ao teu redor, e tentares encontrar pessoas que te aparentem ser igualmente tímidas. "Olá, o meu nome é xyz" é tudo o que precisas de dizer. Tenho a certeza que te vão dar uma resposta (positiva) de volta, principalmente no início das aulas em que todos querem conhecer pessoas novas.

Fizeste muito bem em desabafar. É notável a tua perturbação, o que de certa forma me deixa preocupado. Eu sou uma pessoa tímida por natureza, mas estou muito feliz porque espero encontrar pessoas que tenham as mesmas paixões que eu (que no meu caso é a Engenharia Informática). Tens de pensar na Universidade como um local de encontro de novos amigos que têm os mesmos interesses que tu. Já paraste para pensar como fizeste os teus primeiros amigos, quando tinhas 5 aninhos...? ;)
 
Última edição:

TrunkWill0

Membro Veterano
Matrícula
26 Maio 2018
Mensagens
169
Gostos
185
#3
Boas!

Pelo que consegui perceber com os meus conhecimentos limitados de psicologia, estás com receio de mudanças, tens uma ideia da praxe e não queres ser submetido a jogos estúpidos e levares com bocas.

Primeiro, existem praxes boas e menos boas. Existem praxes em que não te atiram ketchup e não te mandam bocas. E existem praxes em que te atiram ovos e mandam-te mergulhar em água.

O meu conselho é pesquisares sobre as praxes na tua instituição de ensino. Sabes que o objetivo da praxe é integrar os alunos. Aparentas ser uma pessoa racional, pelo que facilmente irás conseguir distinguir uma "boa" praxe de uma "menos boa".

Quando fores ao primeiro dia de praxe, é muito importante estares psicologicamente preparado. Não vás para lá com receio de ser uma má praxe. Vai antes psicologicamente preparado para te recusares a fazer qualquer coisa que não queiras. Quem sabe, talvez irias assistir a uma "boa" praxe, e portanto não terias de levar com ketchup, bocas ou jogos estúpidos. Não seria maravilhoso? :)

E em relação às festas, nem toda a gente bebe e nem toda a gente gosta de sair à noite, incluindo eu. Tenho quase a certeza que não te vão julgar por causa disso. Se por acaso o fizerem, são pessoas que não irias querer ter uma relação de amizade anyway.

Para uma pessoa tímida é difícil conhecer pessoas novas. No entanto, certamente não irias querer ficar trancado no quarto deprimido porque não tens amigos. O meu conselho é olhares atentamente ao teu redor, e tentares encontrar pessoas que te aparentem ser igualmente tímidas. "Olá, o meu nome é xyz" é tudo o que precisas de dizer. Tenho a certeza que te vão dar uma resposta (positiva) de volta, principalmente no início das aulas em que todos querem conhecer pessoas novas.

Fizeste muito bem em desabafar. É notável a tua perturbação, o que de certa forma me deixa preocupado. Eu sou uma pessoa tímida por natureza, mas estou muito feliz porque espero encontrar pessoas que tenham as mesmas paixões que eu (que no meu caso é a Engenharia Informática). Tens de pensar na Universidade como um local de encontro de novos amigos que têm os mesmos interesses que tu. Já paraste para pensar como fizeste os teus primeiros amigos, quando tinhas 5 aninhos...? ;)
concordo com tudo o que disseste e para além disso há sempre aqueles mais extrovertidos que ao verem pessoas mais timidas vao ter com elas para as integrar e ajudar no que for preciso... pelo menos eu sempre fui assim. vai correr bem não ha nada a temer, vai ser uma experiencia que te fara crescer imenso enquanto pessoa!
 

GolasH

Membro Caloiro
Matrícula
16 Julho 2018
Mensagens
6
Gostos
17
#4
Obrigado pelos vossos conselhos, mas nem tudo é assim tão linear. Obrigado na mesma
 
Matrícula
4 Agosto 2016
Mensagens
32
Gostos
21
Curso
Medicina Veterinária
Instituição
UTAD
#5
Olá! Já disseram praticamente tudo, mas decidi vir deixar a minha perspetiva.
No início eu também tinha bastante receio da praxe, não sabia como era, nem se me ia ajudar na integração. Mas ajudar que seria importante tirar as minhas próprias conclusões. E assim fiz.
O primeiro dia foi o choque, até chorei, e estava decidida a desistir. Depois do primeiro jantar de praxe, ainda mais. Bebi, assim como quase todos os meus colegas. Não fui obrigada, mas senti aquela pressão de me integrar e ser igual aos outros.
Já tinha decidido desistir no fim da primeira semana. Cheguei à segunda feira da semana seguinte, e escolhi ficar. A partir daí tive dias de praxe divertidos, cansativos, desgastantes. Mas nunca estive sozinha. Porque na praxe tu não vives nada sozinho, não vives nada que os teus colegas não vivam ou que os teus doutores tenham vivido. Mesmo que às vezes me custasse, os doutores falavam com os caloiros, ouviam-nos, apoiavam-nos. E depois tinha os meus colegas que eram praxados tal como eu, que se apoiavam uns aos outros quando a praxe se tornava mais difícil. Às vezes fazíamos coisas estúpidas, sem sentido, mas não havia nenhum momento em que alguém ficasse sozinho. Fazíamos jogos, divertiamo-nos. Nos próximos jantares eu disse não imensas vezes, e ninguém me obrigou a nada. Nunca. E sempre que algo corria menos bem, ou sempre que alguém queria desistir, todos estávamos lá para ajudar.
Fiquei até ao último dia de praxe, fui batizada, julgada. E acredita, no primeiro dia sem praxe, eu passei pela entrada do pólo onde eu já tinha sido praxada, e apercebi-me da falta que a praxe ia fazer. Os dias começaram a parecer mais vazios, como se faltasse alguma coisa. E de facto faltava.
Ainda hoje (não que tenha passado assim tanto tempo, visto que vou para o 2° ano) falo com colegas meus de praxe acerca de imensas coisas que fizemos na praxe, e rimo-nos imenso. Pensamos em como a praxe mudou o nosso ano de caloiros, mesmo tendo sido difícil.
A praxe é daquelas coisas às quais só dás valor quando acaba. A praxe não é humilhação, a praxe é apoio, é companheirismo. Sei de pessoas que saíram da praxe e se arrependem. E se eu tivesse desistido naquela primeira semana de praxe, o meu ano de caloira nunca teria sido tão bom. É na praxe que encontro o sentido para o meu ano de caloira. Foi a praxe que fez de mim uma caloira feliz e orgulhosa por ter ficado até ao fim. E o porquê disso? Eu não estava sozinha. Porque na praxe, ninguém está sozinho. Na praxe existe um só.
Por isso o meu conselho é tirares as tuas próprias conclusões, cada pessoa tem as suas vivências e perspetivas, e esse é um direito de todos os caloiros. Por mais opiniões que vejas na net, essas são muito relativas. E pensa, o ano de caloiro é a tua única oportunidade. Só se é caloiro uma vez, e apesar de todas as dificuldades que te possam surgir, o teu ano de caloiro é o teu ano. Vive-o ao máximo, acima de tudo. E a praxe faz parte.
Espero ter ajudado!
 
Matrícula
17 Junho 2018
Mensagens
23
Gostos
17
Curso
Ciências e Tecnologias
Instituição
ESPAM
#6
Oláa
Acham mesmo que a praxe é assim tão importante/essencial? É que a minha vontade de ir é 0, mesmo...
 
Gostos: MarisaSousa

LordKelvin

O Santo
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
20 Julho 2015
Mensagens
7,644
Gostos
18,069
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
#8
Hello! Criei este tópico porque preciso de desabafar. Este ano vou ingressar no ensino superior... Vou mudar de casa, de cidade, vou perder as minhas rotinas e também os meus amigos, aqueles que sempre tiveram comigo e nunca mudaram. Sei que todos dizem "Na Universidade vais conhecer novas pessoas.... Tens de ir às praxes para te integrares melhor...." O problema é , que eu conheço-me, eu não tenho paciência para aquelas piadas estúpidas, bocas que vamos ouvir dos que nos praxam , as "ordens" que vamos ter de obedecer... Sinceramente não tenho vontade de ir para as praxes, e sei que fora delas também vai ser díficil arranjar novos amigos, porque simplesmente eu não vou ter vontade de ir falar com alguém, nunca o fiz... Depois há as festas, em que todos ficam bebedos e acham isso um espetáculo, e basicamente eu vou ser o renegado de tudo e não sei se vou aguentar... Eu fiz sempre TUDO com os meus amigos (do secundário... alguns desde o jardim infância...). Gostava de ouvir uma opinião, um conselho... Só vou querer que aqueles 5 anos passem a correr....
Olá!
Experimentei a praxe e, apesar de (segundo parece) ser uma das mais civilizadas e tranquilas, não me agradou. Concluí, apesar de já o antever, que o ideal da praxe não se coadunava com a minha personalidade. Desisti e posso garantir-te que não fui marginalizado por não pertencer à praxe (bem pelo contrário). Atualmente, poucos são os cursos em que os alunos são efetivamente excluídos de toda a atividade social com base na sua ausência na praxe. É verdade que é um catalisador para a formação de amizades, mas poderás encontrar muitos outros catalisadores igualmente eficazes fora do ambiente praxístico.
 
Matrícula
4 Agosto 2016
Mensagens
32
Gostos
21
Curso
Medicina Veterinária
Instituição
UTAD
#10
Oláa
Acham mesmo que a praxe é assim tão importante/essencial? É que a minha vontade de ir é 0, mesmo...
Não é essencial nem importante, mas faz parte da vida de todos os caloiros e introduz-te em vivências únicas, que se tornarão em recordações muito boas. Na minha opinião, todos devíamos experimentar pelo menos 1 dia. Mas a decisão é de cada um.
 
Gostos: Beatriz Dias
Matrícula
17 Junho 2018
Mensagens
23
Gostos
17
Curso
Ciências e Tecnologias
Instituição
ESPAM
#11
Olá! Não, a praxe não é essencial na vida académica. No primeiro ano existem muitas pessoas que aderem à praxe, contudo se não pretendes ir, simplemente não vás.
Não é essencial nem importante, mas faz parte da vida de todos os caloiros e introduz-te em vivências únicas, que se tornarão em recordações muito boas. Na minha opinião, todos devíamos experimentar pelo menos 1 dia. Mas a decisão é de cada um.
Obrigada a todos pelas opiniões :)
 

Fábio Morais

Membro Veterano
Matrícula
14 Julho 2015
Mensagens
333
Gostos
318
Curso
MIEEC
Instituição
FEUP
#18
Oláa
Acham mesmo que a praxe é assim tão importante/essencial? É que a minha vontade de ir é 0, mesmo...
Para que universidade vais? Ha zonas do pais em que a faculdade é tao pequena que nao ir à praxe ficam um pouco isolados, a maioria nao fala disso, mas é a verdade