Previsão Médias Medicina 2022

nj05

Membro
Matrícula
25 Setembro 2021
Mensagens
23

Essas 30 vagas provavelmente correspondem aos outros contingentes (deficientes, Açores, Madeira, emigrantes, militares, vagas autónomas), que têm um determinado número de vagas (não sei quantas) e que tiveram notas dos últimos colocados mais baixas.
É isso mesmo!

Estive a analisar a lista completa e chego a um total de 246 colocados, sendo que os 31 restantes deverão ter entrado por contingentes especiais.
Por curiosidade coloco aqui a lista com as notas de acesso destes candidatos de contingentes especiais que entraram em medicina na FMUP:

186,8
181,7
181,5
181
176,8
176,7
176,7
176,3
176,2
175,8
175,7
175,3
174,7
174,7
174,5
173,5
172,7
172,5
172,3
172
170,7
169,8
166,7
166,3
164,3
162,7
161,5
151,7
148
147,5
143,5
Post automatically merged:

Já não digo mais, mas pelo menos a nota dos quatro últimos choca, não? Será justo para quem não entrou tendo 187,1?
 
Última edição:

Paula1977

Membro Caloiro
Matrícula
3 Maio 2022
Mensagens
3
A tabela tem alta probabilidade de ser real. O último que modificou a tabela foi um funcionário do Gabinete do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
Post automatically merged:

Se não for real, aí devo estar maluco
Olá Lucas boa tarde!! Obrigada pelo trabalho feito… ajudou muito !!
Agora a última hora ficou uma dúvida … sabes se o pre requisito A tinha prazo para ser feito ou pode ter data até a matrícula?
Post automatically merged:

A tabela tem alta probabilidade de ser real. O último que modificou a tabela foi um funcionário do Gabinete do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
Post automatically merged:

Se não for real, aí devo estar maluco
Post automatically merged:

Boa tarde! O requisito A tinha prazo para ser feito ou pode ser feito até a data da matrícula? Obrigada
Post automatically merged:

Boa tarde! O requisito A tinha prazo para ser feito ou pode ser feito até a data da matrícula? Obrigada
 
Última edição:
Matrícula
27 Dezembro 2021
Mensagens
39
É isso mesmo!

Estive a analisar a lista completa e chego a um total de 246 colocados, sendo que os 31 restantes deverão ter entrado por contingentes especiais.
Por curiosidade coloco aqui a lista com as notas de acesso destes candidatos de contingentes especiais que entraram em medicina na FMUP:

186,8
181,7
181,5
181
176,8
176,7
176,7
176,3
176,2
175,8
175,7
175,3
174,7
174,7
174,5
173,5
172,7
172,5
172,3
172
170,7
169,8
166,7
166,3
164,3
162,7
161,5
151,7
148
147,5
143,5
Post automatically merged:

Já não digo mais, mas pelo menos a nota dos quatro últimos choca, não? Será justo para quem não entrou tendo 187,1?
Olá! Essas vagas são de outros contingentes, mesmo que os últimos 4 não se candidatassem as vagas não iriam para o contingente normal...
 

paulteix

Membro Caloiro
Matrícula
8 Junho 2019
Mensagens
2
Boa noite. Alugo quarto em apartamento T3 (totalmente renovado). O apartamento tem 2 WC's partilhados que tem chuveiros, a cozinha encontra-se equipada com eletrodomésticos novos e à semelhança da sala é partilhada. Não tem maquina de lavar. As despesas como água, luz e gás serão divididas. Fica em Braga, rua dr. Alberto Feio n.º46, a 1.6Km da EMUM e a 1.5km do Braga Parque.
Há preferencia para alugar a estudantes rapazes e que estejam na EMUM.
Para mais informação 960112887.
 

nj05

Membro
Matrícula
25 Setembro 2021
Mensagens
23
Olá! Essas vagas são de outros contingentes, mesmo que os últimos 4 não se candidatassem as vagas não iriam para o contingente normal...
Bom, eu sinceramente pensava que as vagas antecipadamente anunciadas para cada curso eram todas para o regime geral.

Na realidade neste caso específico vemos que das 245 vagas anunciadas apenas 215 foram destinadas ao regime geral. Para mim a questão não são apenas aquelas 4 vagas, embora sejam as que chocam mais... E se não fossem usadas por algum contingente especial não iam para o regime geral? Só entrariam 241 pessoas?

Acho estranho, mas confesso que não estou totalmente a par do regulamento relativo aos contingentes especiais, e de qual a percentagem de vagas que lhes é dedicada. Neste caso é mais de 12%.
É uma percentagem definida antecipadamente, ou é ajustada em função do número de candidatos dos contingentes especiais, em prejuízo dos candidatos do regime geral?
Post automatically merged:

Estive a ver com mais cuidado as percentagens de cada contingente:

- Candidatos dos Açores: 3,5%
- Candidatos da Madeira: 3,5%
- Emigrantes: até 7%
- Deficientes: 2,5%
- Militares: 4%

Temos então que até 20,5% das vagas anunciadas podem ser preenchidas pelos contingentes...
 
Última edição:
  • Like
Reactions: ninaa12

MedFCS-UBI

Membro Dux
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
23 Agosto 2016
Mensagens
533
Curso
Medicina - Médica IFE
Instituição
FCS-UBI
Bom, eu sinceramente pensava que as vagas antecipadamente anunciadas para cada curso eram todas para o regime geral.
Há um determinado nº de vagas para cada contingente especial, mas se ninguém entrar por esse contingente as vagas passam para o contingente geral. Portanto até podem ficar as 245 só para o contingente geral, se ninguém se candidatar pelos outros. Mas as vagas seriam sempre ocupadas (desde que haja candidatos suficientes, que em Medicina é uma questão que não se coloca).

É uma percentagem definida antecipadamente, ou é ajustada em função do número de candidatos dos contingentes especiais, em prejuízo dos candidatos do regime geral?
É um número definido, deve estar escrito algures (não sei onde). Lembro-me que em 2015 (quando entrei), na FCS-UBI eram 5 vagas para os Açores (que não tiveram colocados) e 5 vagas para a Madeira (que foram preenchidas). Não varia em função dos candidatos aos contingentes especiais. Tal como no contingente geral, há um determinado número, se houver mais candidatos para os contingentes especiais do que vagas, eles passam para o contingente geral, e se não houver vaga no contingente geral não entram.

Neste caso é mais de 12%
Não podemos concluir isso, porque nem todas as pessoas que entram pelos contingentes especiais têm nota mais baixa que a nota do último colocado pelo contingente geral (e os 31 é um número a que se chegou contando as pessoas que tinham nota abaixo da do último colocado pelo contingente geral). E nem sempre a nota do último colocado por um determinado contingente é menor que a do último colocado pelo contingente geral.
E mesmo que seja mais de 12%, estamos a falar de 6 contingentes especiais diferentes, não dá assim tantas vagas para cada.
 
  • Like
Reactions: nj05

Lucas Campos

Membro Veterano
Matrícula
30 Outubro 2019
Mensagens
485
Curso
Medicina
Instituição
FMUP
Olá Lucas boa tarde!! Obrigada pelo trabalho feito… ajudou muito !!
Agora a última hora ficou uma dúvida … sabes se o pre requisito A tinha prazo para ser feito ou pode ter data até a matrícula?
Post automatically merged:


Post automatically merged:

Boa tarde! O requisito A tinha prazo para ser feito ou pode ser feito até a data da matrícula? Obrigada
Post automatically merged:

Boa tarde! O requisito A tinha prazo para ser feito ou pode ser feito até a data da matrícula? Obrigada
Até onde sei, a legislação não menciona data limite do pré-requisito. Tens que só apresentar o documento no ato da matrícula
 
  • Like
Reactions: Paula1977

nj05

Membro
Matrícula
25 Setembro 2021
Mensagens
23
Há um determinado nº de vagas para cada contingente especial, mas se ninguém entrar por esse contingente as vagas passam para o contingente geral. Portanto até podem ficar as 245 só para o contingente geral, se ninguém se candidatar pelos outros. Mas as vagas seriam sempre ocupadas (desde que haja candidatos suficientes, que em Medicina é uma questão que não se coloca).


É um número definido, deve estar escrito algures (não sei onde). Lembro-me que em 2015 (quando entrei), na FCS-UBI eram 5 vagas para os Açores (que não tiveram colocados) e 5 vagas para a Madeira (que foram preenchidas). Não varia em função dos candidatos aos contingentes especiais. Tal como no contingente geral, há um determinado número, se houver mais candidatos para os contingentes especiais do que vagas, eles passam para o contingente geral, e se não houver vaga no contingente geral não entram.


Não podemos concluir isso, porque nem todas as pessoas que entram pelos contingentes especiais têm nota mais baixa que a nota do último colocado pelo contingente geral (e os 31 é um número a que se chegou contando as pessoas que tinham nota abaixo da do último colocado pelo contingente geral). E nem sempre a nota do último colocado por um determinado contingente é menor que a do último colocado pelo contingente geral.
E mesmo que seja mais de 12%, estamos a falar de 6 contingentes especiais diferentes, não dá assim tantas vagas para cada.
Já verifiquei o regulamento dos contingentes e coloquei essa informação no post anterior. No total pode ir até 20,5%.

Quanto à questão dos 12%, efectivamente o número de alunos que entraram por contingentes especiais até pode ser superior a isso.
Estes 12% correspondem a alunos que entraram com nota abaixo da nota do último classificado pelo contingente geral.
 
  • Like
Reactions: MedFCS-UBI

severusobi

Membro Caloiro
Matrícula
12 Setembro 2022
Mensagens
1
Curso
EGI & Enfermagem
Força Diana. Vais conseguir. Vais ter a tua história para contar. Olha eu posso dizer-te que quando tinha a vossa idade tentei medicina 2x, depois desisti, fiz um mestrado, trabalhei (e tive algum sucesso), casei, tive filhos, e depois decidi não deixar o sonho morrer, tentei 4x pelo concurso para licenciados, e depois pelo contingente geral: 2020 primeira fase, 2021 primeira e segunda fase e entrei agora em 2022. Já tenho pós graduação na área e só agora vou começar o curso de medicina ahahah. Foi ao contrário. Não há problema. É a nossa história. É só fora da caixa, e um dia vais inspirar alguém a não desistir também. Chorar é normal, mostra que lutaste e que era importante pra ti. Tira um tempo pra curar as feridas e volta a lutar. Tenho a certeza que todos vocês conseguem, mas alguns ainda não descobriram como. A via "normal" nem sempre é o nosso caminho, mas se não desistirem chegam lá!
Ah e já agora vou contar um segredo. Não menosprezem a segunda fase... E nem a terceira. O ano passado houveram vagas sobrantes na terceira fase e eu fui eu das que se arrependeu muito de não ter concorrido 😉 se houver uma hipótese, pode ser a vossa. Não perdem nada em tentar.
Muitos parabéns!!! Ora aqui está um excelente exemplo de inspiração para esta 2f cinzenta! 🙂 Tenho a certeza que serás uma médica fantástica. Nunca podemos desistir dos nossos sonhos... lutar sempre por aquilo que queremos! 🙂
 

MedFCS-UBI

Membro Dux
Especialista
Medicina & Saúde
Matrícula
23 Agosto 2016
Mensagens
533
Curso
Medicina - Médica IFE
Instituição
FCS-UBI
Não sei se não se informam devidamente ou se simplesmente já é apenas hábito de candidato bater na mesma tecla, mas creio que só vão perceber que aumento de vagas não é bom quando efetivamente forem estudantes de medicina e futuros médicos. A FMUC já era a faculdade com o pior rácio tutor/aluno, tendo eu já lido coisas como estágios em que estão 15 alunos para 1 doente, então agora para vocês... E daqui a 7 anos serão ainda mais a competir pelo mesmo número de vagas de especialidade ou até um número inferior. Sei que agora só querem entrar e mais nada, mas o futuro, qualidade e garantia da vossa formação pré e pós-graduada é tão ou mais importante.
Pegando nisto, hoje a Associação Nacional de Estudantes de Medicina e o Conselho de Escolas Médicas Portuguesas publicaram algumas explicações e dados sobre o problema da abertura de novas vagas: Parte 1 e Parte 2.

Btw, sobre a FMUC eu já ouvi histórias de 30 alunos no quarto de um doente, de exames escritos com alunos sentados em escadas e no chão e de aulas em que não deixaram assistir todos os alunos por falta de lugares. Por isso não deixa de ser preocupante que essas vagas sejam na faculdade que já tem o pior rácio-tutor aluno.
 
  • Love
  • Like
Reactions: nj05 and Birdy

Birdy

Membro Catedrático
Especialista
Medicina & Saúde
Apoiante Uniarea
Matrícula
18 Junho 2016
Mensagens
2,206
Curso
Medicina
Instituição
FMUL
Pegando nisto, hoje a Associação Nacional de Estudantes de Medicina e o Conselho de Escolas Médicas Portuguesas publicaram algumas explicações e dados sobre o problema da abertura de novas vagas: Parte 1 e Parte 2.

Btw, sobre a FMUC eu já ouvi histórias de 30 alunos no quarto de um doente, de exames escritos com alunos sentados em escadas e no chão e de aulas em que não deixaram assistir todos os alunos por falta de lugares. Por isso não deixa de ser preocupante que essas vagas sejam na faculdade que já tem o pior rácio-tutor aluno.
Acrescento esta recente publicação em resposta às declarações do PM: @anemmedicina

Como é que estes dados existem e continuam simplesmente a ignorá-los e a produzir um discurso totalmente ao lado…
 
  • Fabulous
Reactions: MedFCS-UBI

tomaspiressss

Membro Veterano
Matrícula
21 Junho 2019
Mensagens
103
Apesar de não ser uma boa notícia, vou compartilhar também que este ano morri na praia e não entrei por 3 centésimas. Acho importante partilhar também os "fracassos" que temos e não só os sucessos para que outros na mesma situação percebam que não é o fim do mundo. Claro que custa sempre, principalmente porque este foi o meu 2°ano a tentar e já chorei bastante (o que também é extremamente normal e saudável). Então a todos os que não entraram, saibam que não estão sozinhos e temos sempre o ano seguinte para lutar e tentar outra vez. Por fim, muitos parabéns a todos os que conseguiram entrar e, entretanto, continuarei a estudar enfermagem na ESSUA que, neste momento, ainda é a minha segunda casa 💚✨
Olá Diana, como tu não entrei pela 2 vez a tentar, e percebo. mesmo a dor que estás a sentir. No ano passado passado fiz um Gap year e estudei também para os exames nacionais de fq e bg, já que matemática era a minha nota mais alta. guess what, passou a ser a mais baixa, mas não chegou. Como tu não entrei por muito pouco e olhando para trás, só penso naquela escolha múltipla que errei, naquela palavra que não escrevi... é muito complicado não desistir, e estar sempre com esta coisa de repetir exames, maé s o nosso sonho. E quando não estivermos nos melhores dias eó s nos apetece desistir (sim, sabemos que à dias que nos fartamos disto, de não ver o esforço recompensado) nos lembremos de todas as histórias que ouvimos aqui e, confiemos que o nosso lugar na medicina está lá. A minha avó diz que deus dá as suas batalhas mais difíceis aos seus soldados mais fortes, o que é uma coisa bonita. Tenho a certeza que o dia em que finalmente entrar em medicina vai ser um dos dias mais felizes da minha vida, por enquanto, vou aproveitar a vida de estudante de engenharia. Muito boa sorte e se precisares, é só mandares mensagem.