Psicologia

lauF

Membro
Matrícula
23 Julho 2017
Mensagens
41
Olá, existe aqui alguém que tenha trabalhado, ou que trabalhe, na área da deficiência intelectual? Desde já, obrigada :)
 

laurapinto

Membro Caloiro
Matrícula
14 Março 2021
Mensagens
9
Boa tarde a todos!
Venho aqui pedir alguns conselhos relativamente ao curso de Psicologia.
Vou dar algum contexto do meu percurso curricular: frequentei o ensino secúndário em Línguas e Humanidades e ingressei este ano no Ensino Superior na àrea das Linguas.
Desde cedo que quis seguir a àrea da Psicologia, mas acabei por ouvir tantas opiniões diferentes, e nenhuma delas boa, que acabei por tentar encontrar outra àrea que fosse mais abrangente e me pudesse dar mais opções no futuro a nível profissional. O problema é que, apesar de não estar a "desgostar" do curso onde estou atualmente, não sinto que esteja a criar um percurso que realmente gosto e com o qual me vou sentir bem no futuro.
O meu principal interesse na àrea da Psicologia seria a investigação e, por isso, vem a minha primeira questão, visto que tenho pouca informação de como esta funciona em Portugal, se alguém me conseguissse dar algum contexto/informação sobre esta àrea e como esta funciona em Portugal, ou até mesmo noutros países da Europa, ficara muito agradecida!
Outra questão que também tenho é a dificuldade que alguém vindo de LH possa sentir num curso ligada à saúde, visto que existem cadeiras ligadas às ciências e à matemática e essas não são àreas de LH. É possível ter um bom desempenho vindo de outra àrea e não tendo "formação"/ligação com as ciências?
Por fim, a minha última questão é sobre as condições de acesso e as médias. Realizei no 11º ano o exame de MACS, no entanto, não tive o melhor desempenho no mesmo e acabei por não o repetir no ano seguinte, uam vez que, na altura, não o ia utilizar. E realizei o exame de Português onde obtive uma nota de 145. Utilizando o exame de Português ficaria com uma média de acesso de 155 que não seria suficiente para entrar. No entanto, considerei a opção de mudanção de curso/instituição, visto que me encontro a frequentar o Ensino Superior neste momento, mas não tenho a certeza como isso iria funcionar e o quão difícil é entrar pela mudança de curso. Acredito que, por aquilo que vi, a FPUL não aceita transferências de curso (posso estar errada ou ter visto alguma informação mal), mas, por exemplo, o ISCTE aceita. Não sei se existe alguém que me saiba esclarecer sobre isto e se existiria alguma possibilidade de entrar por mudanção de curso/instituição, tendo em conta que planeio completar o 60 ECTS deste ano no curso atual, uma vez que, por enquanto, estou apenas a colocar as minhas opções em cima da mesa.
Mais uma vez, agradeço desde já a quem conseguir responder às minhas questões!

P.s.: Não descarto a opção de repetir algum dos exames de prova de ingresso, apenas não o referi pelo o facto de ter de esperar +1 ano para os repetir.
 

Ana Noronha

👸 das Citações
Especialista
Psicologia & Música
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
23 Junho 2016
Mensagens
5,770
Curso
Psicologia
Instituição
Iscte
Outra questão que também tenho é a dificuldade que alguém vindo de LH possa sentir num curso ligada à saúde, visto que existem cadeiras ligadas às ciências e à matemática e essas não são àreas de LH. É possível ter um bom desempenho vindo de outra àrea e não tendo "formação"/ligação com as ciências?
Alôô!!!
Referes-te a Psicologia nesse aspecto?
 
  • Like
Reactions: laurapinto

laurapinto

Membro Caloiro
Matrícula
14 Março 2021
Mensagens
9
Alôô!!!
Referes-te a Psicologia nesse aspecto?
Hey, refiro-me ao curso de Psicologia no geral, nomeadamente o do ISCTE. Pelo o que vi, existem algumas cadeiras relacionadas com Matemática e/ou Biologia, disciplinas que eu não tive durante o secundário e tenho algum receio de ter de saber já alguns conceitos que eu não irei saber ahah
 
  • Like
Reactions: Ana Noronha

Cristiana Matos

Membro Dux
Especialista
Matemática & Ensino Superior
Matrícula
28 Agosto 2019
Mensagens
510
Curso
Matemática
Instituição
Fcup
Hey, refiro-me ao curso de Psicologia no geral, nomeadamente o do ISCTE. Pelo o que vi, existem algumas cadeiras relacionadas com Matemática e/ou Biologia, disciplinas que eu não tive durante o secundário e tenho algum receio de ter de saber já alguns conceitos que eu não irei saber ahah
Olá. Em relação as cadeiras na area da matemática n tens de ter grandes preocupações. No iscte n pede grandes conhecimentos de matemática A. Em outras instituições como a um podes ter mais problemas por causa de cálculo. :)
E se não te sentes realizada no curso que estás acho que deverias apostar no que queres seguir. Boa sorte
 
  • Like
Reactions: laurapinto

Ana Noronha

👸 das Citações
Especialista
Psicologia & Música
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
23 Junho 2016
Mensagens
5,770
Curso
Psicologia
Instituição
Iscte
Hey, refiro-me ao curso de Psicologia no geral, nomeadamente o do ISCTE. Pelo o que vi, existem algumas cadeiras relacionadas com Matemática e/ou Biologia, disciplinas que eu não tive durante o secundário e tenho algum receio de ter de saber já alguns conceitos que eu não irei saber ahah
Estudo lá e, bem, eu só queria fazer notar que... Eu fui de CT no secundário XD não que isso signifique algo, mas pronto.
É assim, atendendo o que tive até agora, em Estatística dás alguns conceitos que eu pelo menos lembro-me de ter falado no 9º ano... Depois há uma parte que é probabilidades e uma que é nova, mas não acho que seja motivo de grande preocupação, digo eu.
Sobre as cadeiras mais ligadas a Biologia (a que tive até agora foi Psicofisiologia e Genética), talvez no início possa custar um bocado, atendendo o feedback de alguns colegas meus, mas depois disso, acho que foi okay no geral.
 
  • Like
Reactions: laurapinto

laurapinto

Membro Caloiro
Matrícula
14 Março 2021
Mensagens
9
Olá. Em relação as cadeiras na area da matemática n tens de ter grandes preocupações. No iscte n pede grandes conhecimentos de matemática A. Em outras instituições como a um podes ter mais problemas por causa de cálculo. :)
E se não te sentes realizada no curso que estás acho que deverias apostar no que queres seguir. Boa sorte
Obrigada pela tua resposta e ajuda!
Estudo lá e, bem, eu só queria fazer notar que... Eu fui de CT no secundário XD não que isso signifique algo, mas pronto.
É assim, atendendo o que tive até agora, em Estatística dás alguns conceitos que eu pelo menos lembro-me de ter falado no 9º ano... Depois há uma parte que é probabilidades e uma que é nova, mas não acho que seja motivo de grande preocupação, digo eu.
Sobre as cadeiras mais ligadas a Biologia (a que tive até agora foi Psicofisiologia e Genética), talvez no início possa custar um bocado, atendendo o feedback de alguns colegas meus, mas depois disso, acho que foi okay no geral.
Eu tive durante 2 anos MACS no secundário, embora já tinha sido há 2 anos e é essencialmente estatisticas e probabilidades. Mas obrigada pelo teu feedback!
Estás a gostar do curso no geral? Ou sentes que poderias estar "melhor" noutra instituição? Talvez sejam perguntas mais pessoais e caso não queiras responder não tem problema, mas tens alguma projeção do que gostavas de fazer após a licenciatura/mestrado?
E gostas da instituição em si? colegas, professores, ambiente, etc..?
Obrigada pela tua resposta!
 

Ana Noronha

👸 das Citações
Especialista
Psicologia & Música
Colaborador Editorial
Apoiante Uniarea
Matrícula
23 Junho 2016
Mensagens
5,770
Curso
Psicologia
Instituição
Iscte
Estás a gostar do curso no geral? Ou sentes que poderias estar "melhor" noutra instituição?
Sim, estou a gostar de estar no curso aqui! :) A possível alternativa que poderia ter seria a FPUL, mas acho que pelo menos para a licenciatura estou bem onde estou :p
mas tens alguma projeção do que gostavas de fazer após a licenciatura/mestrado?
Bom, sobre isso... Quero fazer mestrado, disso tenho a certeza. Ainda exploro a quais é que quero concorrer e assim. Por enquanto é a preoupação que tenho e logo se vê.
E gostas da instituição em si? colegas, professores, ambiente, etc..?
Sim, gosto muito! Apesar de tudo, acho que sempre nos mostrámos abertos a ajudar e a falar uns com os outros. Fora do curso, há várias coisas a acontecer, vários grupos a que nos podemos juntar... Acho que torna tudo mais interessante estudar aqui.

Mais alguma questão diz ou manda mp :)
 
  • Love
Reactions: laurapinto

Beatriz

Membro Caloiro
Matrícula
6 Março 2015
Mensagens
6
Olá! Eu não sei se já abriram um tópico sobre psicologia (estive a pesquisar e não encontrei), se já houver um parecido peço desculpa!
Estou a pensar em candidatar me a psicologia no ISCTE o ano letivo que vem e gostava de fazer algumas perguntinhas a alguém que frequente o curso/já tenha frequentado:

  • Como é a relação entre os colegas, se há entreajuda ou se é mais cada um por si?
  • Como são as praxes? Há muita distinção entre quem vai e quem prefere não fazer parte? Como têm sido as praxes face à situação que estamos a viver?
  • As aulas são muito teóricas?
  • Eu vi que o curso segue muito a área das organizações, no entanto, gostava de saber se também abrange outras áreas de igual forma.
Sei que são algumas perguntas mas agradecia muito a quem tirar um pouquinho do seu tempo para me ajudar!
 

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,495
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
Olá! Eu não sei se já abriram um tópico sobre psicologia (estive a pesquisar e não encontrei), se já houver um parecido peço desculpa!
Estou a pensar em candidatar me a psicologia no ISCTE o ano letivo que vem e gostava de fazer algumas perguntinhas a alguém que frequente o curso/já tenha frequentado:

  • Como é a relação entre os colegas, se há entreajuda ou se é mais cada um por si?
  • Como são as praxes? Há muita distinção entre quem vai e quem prefere não fazer parte? Como têm sido as praxes face à situação que estamos a viver?
  • As aulas são muito teóricas?
  • Eu vi que o curso segue muito a área das organizações, no entanto, gostava de saber se também abrange outras áreas de igual forma.
Sei que são algumas perguntas mas agradecia muito a quem tirar um pouquinho do seu tempo para me ajudar!
Olá, Beatriz! Acho útil pelo menos mencionar-te este tópico: Psicologia Uma das intervenientes nesse tópico estuda no ISCTE e és capaz de encontrar algumas dessas respostas ao longo dos posts dela 🤗 Vou mover os posts para lá!
 
  • Love
Reactions: Beatriz

Akiani

Membro Veterano
Matrícula
14 Julho 2019
Mensagens
141
Curso
Psicologia
Instituição
FPIE - UL
Boa tarde a todos!
Venho aqui pedir alguns conselhos relativamente ao curso de Psicologia.
Vou dar algum contexto do meu percurso curricular: frequentei o ensino secúndário em Línguas e Humanidades e ingressei este ano no Ensino Superior na àrea das Linguas.
Desde cedo que quis seguir a àrea da Psicologia, mas acabei por ouvir tantas opiniões diferentes, e nenhuma delas boa, que acabei por tentar encontrar outra àrea que fosse mais abrangente e me pudesse dar mais opções no futuro a nível profissional. O problema é que, apesar de não estar a "desgostar" do curso onde estou atualmente, não sinto que esteja a criar um percurso que realmente gosto e com o qual me vou sentir bem no futuro.
O meu principal interesse na àrea da Psicologia seria a investigação e, por isso, vem a minha primeira questão, visto que tenho pouca informação de como esta funciona em Portugal, se alguém me conseguissse dar algum contexto/informação sobre esta àrea e como esta funciona em Portugal, ou até mesmo noutros países da Europa, ficara muito agradecida!
Outra questão que também tenho é a dificuldade que alguém vindo de LH possa sentir num curso ligada à saúde, visto que existem cadeiras ligadas às ciências e à matemática e essas não são àreas de LH. É possível ter um bom desempenho vindo de outra àrea e não tendo "formação"/ligação com as ciências?
Por fim, a minha última questão é sobre as condições de acesso e as médias. Realizei no 11º ano o exame de MACS, no entanto, não tive o melhor desempenho no mesmo e acabei por não o repetir no ano seguinte, uam vez que, na altura, não o ia utilizar. E realizei o exame de Português onde obtive uma nota de 145. Utilizando o exame de Português ficaria com uma média de acesso de 155 que não seria suficiente para entrar. No entanto, considerei a opção de mudanção de curso/instituição, visto que me encontro a frequentar o Ensino Superior neste momento, mas não tenho a certeza como isso iria funcionar e o quão difícil é entrar pela mudança de curso. Acredito que, por aquilo que vi, a FPUL não aceita transferências de curso (posso estar errada ou ter visto alguma informação mal), mas, por exemplo, o ISCTE aceita. Não sei se existe alguém que me saiba esclarecer sobre isto e se existiria alguma possibilidade de entrar por mudanção de curso/instituição, tendo em conta que planeio completar o 60 ECTS deste ano no curso atual, uma vez que, por enquanto, estou apenas a colocar as minhas opções em cima da mesa.
Mais uma vez, agradeço desde já a quem conseguir responder às minhas questões!

P.s.: Não descarto a opção de repetir algum dos exames de prova de ingresso, apenas não o referi pelo o facto de ter de esperar +1 ano para os repetir.

Olá!

Estou na FPUL e acho que te posso responder a algumas questões 😊
Então, também vim de LH, também tive MACS e também não tive as melhores notas a MACS (muitas coisas em comum, não?). Para começar, a Psicologia é super, hiper, mega abrangente. Tens, literalmente, psicologia de tudo e mais alguma coisa! Tens clínica, educacional, organizacional, dos animais, da publicidade e consumidor, do ambiente, da comunicação, enfim, do que tu te lembrares, existe psicologia disso!
Em relação à investigação, eu conheço melhor da realidade portuguesa de Psicologia. Pode ser um mundo difícil, nomeadamente, se quiseres viver só da investigação. Há muitxs investigadores em Portugal e dentro da área da Psicologia, mas a maioria faz investigação e mais outra atividade. A investigação não te garante estabilidade financeira, ou seja, não tens garantia de receber dinheiro todos os meses, tens sempre de concorrer a bolsas para novas investigações e por isso a maioria dxs investigadores junta a investigação a mais alguma coisa: pode ser a docência universitária, pode ser a prática (clínica, educacional, empresas, do que tu quiseres), para ter mais estabilidade. Mas sim, é perfeitamente possível ser-se investigadorx em Psicologia em Portugal! Para isso, geralmente faz-se licenciatura + mestrado + doutoramento para se depois ter bolsas em investigação e continuar a investigar. Podes fazer investigação nas universidades, ou arranjar parcerias com câmaras e outras instituições que te possam pagar a investigação. Todxs xs meus e minhas storxs são investigadores, já agora ;) e é possível começares a dares passinhos na investigação logo na licenciatura, eu comecei a participar na investigação logo no 1º ano (entretanto o covid atrasou tudo, mas isso é outra história).
Em relação a vires de LH, da minha parte, a Estatística foi acessível. A 1ª-2ª aula foram tudo coisas que demos em MACS, o que te ajuda a perceber melhor os conteúdos iniciais (e sim, tive colegas de matemática A a aprenderem MACS nessas aulas), depois, é ires acompanhando, prestar atenção ao que as professoras (no nosso caso são professoras) ensinam e fazer os exercícios delas. Fui acompanhando as aulas a pouco e pouco, fazendo os exercícios, tirando as dúvidas e acabei com 15 no 1o semestre e 17 no 2o (a nossa estatística de 2o semestre é bem mais fácil que a do 1o) e por isso, acho que a parte de Estatística, com atenção e a fazer os exercícios, se faz bem ;) as profs também começam mesmo do início, como se não soubesses nada de Estatística: a minha 1a aula foi sobre média, moda e mediana.
Sobre as cadeiras mais ligadas à Biologia, Genética e cérebro, bom, eu também tinha algum receio por não ter bases de ciências naturais, mas sabia que já gostava muito do corpo humano. E olha, acabei a cadeira do cérebro a adorar saber mais do cérebro! Pensei que ia ter imensas dificuldades, nada! Fui sempre acompanhando semanalmente, e hoje em dia, adoro saber as bases do cérebro para qualquer processo psicológico! Acho mesmo interessante, e saber como ocorrem as lesões, o que falha, gosto mesmo muito disso! Mas, mesmo que não gostes, acho que lá está, se fores seguindo semanalmente, vais conseguir entender e passar. É tudo uma questão de persistência e tirar as dúvidas, sempre que as tiveres ;) Sobre Biologia e Genética, na minha faculdade o nosso stor é stor de Biologia e dá-nos demasiada Biologia para o nosso curso, a ideia dele é pôr-nos a par do 1º ano de Biologia, mas nós estamos em Psicologia 🤷‍♀️ enfim, essa cadeira é que, neste momento, devido ao stor, é bastante difícil, até para pessoal de CTs, mas enfim, temos sebentas, várias sebentas e há vários colegas sempre dispostos a responder a dúvidas! E como o exame é de escolha múltipla, podes ter sorte e conseguir passar, e espero sinceramente que o programa vá mudando com os anos. Essa cadeira, na minha faculdade, devido puramente ao stor é que sim, é mais difícil, mas acho que se consegue passar à mesma, acho que dá para o 9,5. Também tens um trabalho que ajuda a que o exame não valha tempo, e as sebentas também te ajudam a entender a matéria dele. Nunca tive aulas presenciais com ele, não sei se as aulas ajudam muito.
Sobre as condições de acesso, bom, do CNAES podes ver no site da DGES e aqui no uniarea, e para a nossa faculdade, de facto a tua média pode ser um pouco baixinha, até porque nós pedimos dois exames. Mas, tens a transferência! Sim, podes fazer transferência para a nossa faculdade, não conheço as condições, acho que pedem os teus exames, possivelmente pedem nº de ECTs, mas não sei bem, mas podes fazer. Tenho duas amigas que entraram por essa transferência ;) por isso, acho que podes consultar o regulamento e, se puderes, tentar! Tentar não custa. E seja qual for o curso e a faculdade que escolheres, se puderes, faz sempre CNAES + transferência, podes não entrar por um e entrar por outro. E não faz mal aumentares um pouco o teu leque de opções. Uma das minhas melhores amigas não entrou pelo CNAES e entrou pela transferência. Por isso, se puderes, tenta ;)
Se precisares de mais alguma coisa, é só dizer, aqui ou no privado!
Beijinhos.
 
  • Love
Reactions: laurapinto

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
11,495
Curso
Estudos de Teatro
Instituição
FLUL
@laurapinto Tens aqui um link muito útil com toda a informação que precisas saber sobre a mudança par instituição/curso (as pessoas costumam chamar isto de transferência e depois quando procuram informação, sentem dificuldades; com este conceito, arranjas facilmente a info que procuras: https://www.psicologia.ulisboa.pt/e...-par-instituicao/#1513960981571-5cb33fdc-4770 O site está ainda com as datas do concurso do ano passado, mas ficas já com uma ideia de prazos, documentação que precisas, quais são os critérios de seriação e valor da candidatura (tentar custa, uma vez que o concurso de mudança par instituição/curso tem emolumentos. Neste caso, são 60 euros). Como te disseram, podes concorrer em simultâneo por esse concurso e pelo CNAES.

Boa sorte! 🤗
 
  • Love
Reactions: laurapinto

Ant19

Membro
Matrícula
8 Janeiro 2021
Mensagens
13
Olá! Gostaria de saber se algum de vocês que tirou psicologia no 12º me pode dar uma ideia do que é vamos aprender lá já que estou a pensar ter essa disciplina.
 
Matrícula
25 Março 2019
Mensagens
12
Olá @Ant19.
Na disciplina de Psicologia B, irás abordar vários temas- Tema 1: Antes de mim (genética, o cérebro e a cultura) ; Tema 2: Eu (Cognição, emoção, conação, e a mente), Tema 3: Eu com os outros (As relações precoces; As relações interpessoais), Tema 4: O modelo ecológico do desenvolvimento, Tema 5: Problemas conceitos teóricos estruturadores da psicologia (os grandes autores da história da psicologia), Tema 6: A psicologia aplicada em Portugal (Os trabalhos dos psicólogos em Portugal).
Espero que tenha esclarecido a tua dúvida. 😜
 

Ant19

Membro
Matrícula
8 Janeiro 2021
Mensagens
13
Olá @Ant19.
Na disciplina de Psicologia B, irás abordar vários temas- Tema 1: Antes de mim (genética, o cérebro e a cultura) ; Tema 2: Eu (Cognição, emoção, conação, e a mente), Tema 3: Eu com os outros (As relações precoces; As relações interpessoais), Tema 4: O modelo ecológico do desenvolvimento, Tema 5: Problemas conceitos teóricos estruturadores da psicologia (os grandes autores da história da psicologia), Tema 6: A psicologia aplicada em Portugal (Os trabalhos dos psicólogos em Portugal).
Espero que tenha esclarecido a tua dúvida. 😜
Obrigado pelo esclarecimento!
 

laurapinto

Membro Caloiro
Matrícula
14 Março 2021
Mensagens
9
Olá!

Estou na FPUL e acho que te posso responder a algumas questões 😊
Então, também vim de LH, também tive MACS e também não tive as melhores notas a MACS (muitas coisas em comum, não?). Para começar, a Psicologia é super, hiper, mega abrangente. Tens, literalmente, psicologia de tudo e mais alguma coisa! Tens clínica, educacional, organizacional, dos animais, da publicidade e consumidor, do ambiente, da comunicação, enfim, do que tu te lembrares, existe psicologia disso!
Em relação à investigação, eu conheço melhor da realidade portuguesa de Psicologia. Pode ser um mundo difícil, nomeadamente, se quiseres viver só da investigação. Há muitxs investigadores em Portugal e dentro da área da Psicologia, mas a maioria faz investigação e mais outra atividade. A investigação não te garante estabilidade financeira, ou seja, não tens garantia de receber dinheiro todos os meses, tens sempre de concorrer a bolsas para novas investigações e por isso a maioria dxs investigadores junta a investigação a mais alguma coisa: pode ser a docência universitária, pode ser a prática (clínica, educacional, empresas, do que tu quiseres), para ter mais estabilidade. Mas sim, é perfeitamente possível ser-se investigadorx em Psicologia em Portugal! Para isso, geralmente faz-se licenciatura + mestrado + doutoramento para se depois ter bolsas em investigação e continuar a investigar. Podes fazer investigação nas universidades, ou arranjar parcerias com câmaras e outras instituições que te possam pagar a investigação. Todxs xs meus e minhas storxs são investigadores, já agora ;) e é possível começares a dares passinhos na investigação logo na licenciatura, eu comecei a participar na investigação logo no 1º ano (entretanto o covid atrasou tudo, mas isso é outra história).
Em relação a vires de LH, da minha parte, a Estatística foi acessível. A 1ª-2ª aula foram tudo coisas que demos em MACS, o que te ajuda a perceber melhor os conteúdos iniciais (e sim, tive colegas de matemática A a aprenderem MACS nessas aulas), depois, é ires acompanhando, prestar atenção ao que as professoras (no nosso caso são professoras) ensinam e fazer os exercícios delas. Fui acompanhando as aulas a pouco e pouco, fazendo os exercícios, tirando as dúvidas e acabei com 15 no 1o semestre e 17 no 2o (a nossa estatística de 2o semestre é bem mais fácil que a do 1o) e por isso, acho que a parte de Estatística, com atenção e a fazer os exercícios, se faz bem ;) as profs também começam mesmo do início, como se não soubesses nada de Estatística: a minha 1a aula foi sobre média, moda e mediana.
Sobre as cadeiras mais ligadas à Biologia, Genética e cérebro, bom, eu também tinha algum receio por não ter bases de ciências naturais, mas sabia que já gostava muito do corpo humano. E olha, acabei a cadeira do cérebro a adorar saber mais do cérebro! Pensei que ia ter imensas dificuldades, nada! Fui sempre acompanhando semanalmente, e hoje em dia, adoro saber as bases do cérebro para qualquer processo psicológico! Acho mesmo interessante, e saber como ocorrem as lesões, o que falha, gosto mesmo muito disso! Mas, mesmo que não gostes, acho que lá está, se fores seguindo semanalmente, vais conseguir entender e passar. É tudo uma questão de persistência e tirar as dúvidas, sempre que as tiveres ;) Sobre Biologia e Genética, na minha faculdade o nosso stor é stor de Biologia e dá-nos demasiada Biologia para o nosso curso, a ideia dele é pôr-nos a par do 1º ano de Biologia, mas nós estamos em Psicologia 🤷‍♀️ enfim, essa cadeira é que, neste momento, devido ao stor, é bastante difícil, até para pessoal de CTs, mas enfim, temos sebentas, várias sebentas e há vários colegas sempre dispostos a responder a dúvidas! E como o exame é de escolha múltipla, podes ter sorte e conseguir passar, e espero sinceramente que o programa vá mudando com os anos. Essa cadeira, na minha faculdade, devido puramente ao stor é que sim, é mais difícil, mas acho que se consegue passar à mesma, acho que dá para o 9,5. Também tens um trabalho que ajuda a que o exame não valha tempo, e as sebentas também te ajudam a entender a matéria dele. Nunca tive aulas presenciais com ele, não sei se as aulas ajudam muito.
Sobre as condições de acesso, bom, do CNAES podes ver no site da DGES e aqui no uniarea, e para a nossa faculdade, de facto a tua média pode ser um pouco baixinha, até porque nós pedimos dois exames. Mas, tens a transferência! Sim, podes fazer transferência para a nossa faculdade, não conheço as condições, acho que pedem os teus exames, possivelmente pedem nº de ECTs, mas não sei bem, mas podes fazer. Tenho duas amigas que entraram por essa transferência ;) por isso, acho que podes consultar o regulamento e, se puderes, tentar! Tentar não custa. E seja qual for o curso e a faculdade que escolheres, se puderes, faz sempre CNAES + transferência, podes não entrar por um e entrar por outro. E não faz mal aumentares um pouco o teu leque de opções. Uma das minhas melhores amigas não entrou pelo CNAES e entrou pela transferência. Por isso, se puderes, tenta ;)
Se precisares de mais alguma coisa, é só dizer, aqui ou no privado!
Beijinhos.
Antes de mais, muito obrigada pela tua resposta! Peço desculpa pela demora da minha!
Ajudou imenso ter a teu perspetica também. No caso da investigação, tinha alguma noção do que disseste. Iria sempre fazer algo para além disso! E obrigada pelo teu feedback das cadeiras mais ligadas às ciências, é sempre bom ter uma noção de como as coisas funcionam antes de tomar uma decisão ahah
@laurapinto Tens aqui um link muito útil com toda a informação que precisas saber sobre a mudança par instituição/curso (as pessoas costumam chamar isto de transferência e depois quando procuram informação, sentem dificuldades; com este conceito, arranjas facilmente a info que procuras: https://www.psicologia.ulisboa.pt/e...-par-instituicao/#1513960981571-5cb33fdc-4770 O site está ainda com as datas do concurso do ano passado, mas ficas já com uma ideia de prazos, documentação que precisas, quais são os critérios de seriação e valor da candidatura (tentar custa, uma vez que o concurso de mudança par instituição/curso tem emolumentos. Neste caso, são 60 euros). Como te disseram, podes concorrer em simultâneo por esse concurso e pelo CNAES.

Boa sorte! 🤗
Muito obrigada Ariana! De facto, procurei por transferência e não obti nenhum resultado!
Obrigada!
 

mariaferreiraa12

Membro Caloiro
Matrícula
9 Abril 2021
Mensagens
3
Olá!

Estou na FPUL e acho que te posso responder a algumas questões 😊
Então, também vim de LH, também tive MACS e também não tive as melhores notas a MACS (muitas coisas em comum, não?). Para começar, a Psicologia é super, hiper, mega abrangente. Tens, literalmente, psicologia de tudo e mais alguma coisa! Tens clínica, educacional, organizacional, dos animais, da publicidade e consumidor, do ambiente, da comunicação, enfim, do que tu te lembrares, existe psicologia disso!
Em relação à investigação, eu conheço melhor da realidade portuguesa de Psicologia. Pode ser um mundo difícil, nomeadamente, se quiseres viver só da investigação. Há muitxs investigadores em Portugal e dentro da área da Psicologia, mas a maioria faz investigação e mais outra atividade. A investigação não te garante estabilidade financeira, ou seja, não tens garantia de receber dinheiro todos os meses, tens sempre de concorrer a bolsas para novas investigações e por isso a maioria dxs investigadores junta a investigação a mais alguma coisa: pode ser a docência universitária, pode ser a prática (clínica, educacional, empresas, do que tu quiseres), para ter mais estabilidade. Mas sim, é perfeitamente possível ser-se investigadorx em Psicologia em Portugal! Para isso, geralmente faz-se licenciatura + mestrado + doutoramento para se depois ter bolsas em investigação e continuar a investigar. Podes fazer investigação nas universidades, ou arranjar parcerias com câmaras e outras instituições que te possam pagar a investigação. Todxs xs meus e minhas storxs são investigadores, já agora ;) e é possível começares a dares passinhos na investigação logo na licenciatura, eu comecei a participar na investigação logo no 1º ano (entretanto o covid atrasou tudo, mas isso é outra história).
Em relação a vires de LH, da minha parte, a Estatística foi acessível. A 1ª-2ª aula foram tudo coisas que demos em MACS, o que te ajuda a perceber melhor os conteúdos iniciais (e sim, tive colegas de matemática A a aprenderem MACS nessas aulas), depois, é ires acompanhando, prestar atenção ao que as professoras (no nosso caso são professoras) ensinam e fazer os exercícios delas. Fui acompanhando as aulas a pouco e pouco, fazendo os exercícios, tirando as dúvidas e acabei com 15 no 1o semestre e 17 no 2o (a nossa estatística de 2o semestre é bem mais fácil que a do 1o) e por isso, acho que a parte de Estatística, com atenção e a fazer os exercícios, se faz bem ;) as profs também começam mesmo do início, como se não soubesses nada de Estatística: a minha 1a aula foi sobre média, moda e mediana.
Sobre as cadeiras mais ligadas à Biologia, Genética e cérebro, bom, eu também tinha algum receio por não ter bases de ciências naturais, mas sabia que já gostava muito do corpo humano. E olha, acabei a cadeira do cérebro a adorar saber mais do cérebro! Pensei que ia ter imensas dificuldades, nada! Fui sempre acompanhando semanalmente, e hoje em dia, adoro saber as bases do cérebro para qualquer processo psicológico! Acho mesmo interessante, e saber como ocorrem as lesões, o que falha, gosto mesmo muito disso! Mas, mesmo que não gostes, acho que lá está, se fores seguindo semanalmente, vais conseguir entender e passar. É tudo uma questão de persistência e tirar as dúvidas, sempre que as tiveres ;) Sobre Biologia e Genética, na minha faculdade o nosso stor é stor de Biologia e dá-nos demasiada Biologia para o nosso curso, a ideia dele é pôr-nos a par do 1º ano de Biologia, mas nós estamos em Psicologia 🤷‍♀️ enfim, essa cadeira é que, neste momento, devido ao stor, é bastante difícil, até para pessoal de CTs, mas enfim, temos sebentas, várias sebentas e há vários colegas sempre dispostos a responder a dúvidas! E como o exame é de escolha múltipla, podes ter sorte e conseguir passar, e espero sinceramente que o programa vá mudando com os anos. Essa cadeira, na minha faculdade, devido puramente ao stor é que sim, é mais difícil, mas acho que se consegue passar à mesma, acho que dá para o 9,5. Também tens um trabalho que ajuda a que o exame não valha tempo, e as sebentas também te ajudam a entender a matéria dele. Nunca tive aulas presenciais com ele, não sei se as aulas ajudam muito.
Sobre as condições de acesso, bom, do CNAES podes ver no site da DGES e aqui no uniarea, e para a nossa faculdade, de facto a tua média pode ser um pouco baixinha, até porque nós pedimos dois exames. Mas, tens a transferência! Sim, podes fazer transferência para a nossa faculdade, não conheço as condições, acho que pedem os teus exames, possivelmente pedem nº de ECTs, mas não sei bem, mas podes fazer. Tenho duas amigas que entraram por essa transferência ;) por isso, acho que podes consultar o regulamento e, se puderes, tentar! Tentar não custa. E seja qual for o curso e a faculdade que escolheres, se puderes, faz sempre CNAES + transferência, podes não entrar por um e entrar por outro. E não faz mal aumentares um pouco o teu leque de opções. Uma das minhas melhores amigas não entrou pelo CNAES e entrou pela transferência. Por isso, se puderes, tenta ;)
Se precisares de mais alguma coisa, é só dizer, aqui ou no privado!
Beijinhos.
Olá! O teu testemunho deixou-me bastante motivada... No entanto continuo um pouco receosa. Estou a terminar o 12ºano e estou indecisa entre o curso de LLC e Psicologia (eu sei, bem diferentes um do outro!). Adoro psicologia e adoro saber sobre o corpo humano, por isso acho que me ia dar minimamente bem com as cadeiras relacionadas com biologia. O que me deixa mais preocupada, é o facto de eu ser de Línguas e Humanidades e não ter tido MACS no 10º e no 11º ano. Além disso, sempre fui um zero à esquerda a matemática no básico, por isso tenho bastante medo de não conseguir aguentar estatística. Não sei mesmo o que fazer!
 

Akiani

Membro Veterano
Matrícula
14 Julho 2019
Mensagens
141
Curso
Psicologia
Instituição
FPIE - UL
Olá! O teu testemunho deixou-me bastante motivada... No entanto continuo um pouco receosa. Estou a terminar o 12ºano e estou indecisa entre o curso de LLC e Psicologia (eu sei, bem diferentes um do outro!). Adoro psicologia e adoro saber sobre o corpo humano, por isso acho que me ia dar minimamente bem com as cadeiras relacionadas com biologia. O que me deixa mais preocupada, é o facto de eu ser de Línguas e Humanidades e não ter tido MACS no 10º e no 11º ano. Além disso, sempre fui um zero à esquerda a matemática no básico, por isso tenho bastante medo de não conseguir aguentar estatística. Não sei mesmo o que fazer!
Olá!

Olha, como acho que já disse algures, a nossa estatística, apesar da do 1o semestre ser um pouco puxadita, as storas começam com o básico: média, moda e mediana. Tão simples como isto. E seguem a partir daí, para coisas mais complexas. O que aconselho, e dá muito jeito, é ir às aulas, acompanhar a matéria em casa,ir fazendo exercícios, tirar todas as dúvidas, esforçar por perceber a lógica, e assim se consegue passar bem ao exame. O exame é com consulta, o que facilita em parte, e por isso não tens de decorar os cálculos nem as fórmulas, mas é fundamental que percebas a lógica por de trás dos cálculos e o porquê de escolheres uma coisa e não outra (as storas explicam tudo isto ao longo do semestre).
Em relação à tua decisão, muitas vezes ajuda a ir aos dias abertos das faculdades, ajuda a saber o que é que queres mesmo e o que é que é um mero interesse. De qualquer das maneiras, seja qual for o curso que escolhas, podes sempre continuar a desenvolver as tuas paixões fora do curso. Por exemplo, se vieres para Psicologia, podes aprender uma 2a língua nalgum curso, nós na Universidade de Lisboa, na Faculdade de Letras temos cursos de línguas para quem quer desenvolver alguma língua. Tenho duas amigas que vão lá aprender chinês. Se for ao contrário, ou seja, se seguires LLC, podes continuar a ler livros sobre Psicologia, a procurar cursos fixes na net para aprenderes mais e desenvolveres a tua paixão. Seja o que for que sigas, acho que é sempre possível desenvolveres essas e mais paixões, não só ao longo do curso como ao longo da vida.
Entretanto, não sei se sabes mas tens 6 opções na candidatura, podes preenchê-las todas ou não, da ordem que quiseres, tendo em conta que te vão tentar pôr na 1a opção, se não der, põem-te na 2 e por aí adiante. Por isso, não tens de escolher apenas um dos cursos, podes candidatar-te aos dois, mas só vais entrar num e vai depender da ordem das tuas opções.
A mim ter-me-ia ajudado saber isto ao longo do secundário. Espero que ajude 😊
Mais alguma dúvida, dispõe!

Beijinhos 😘
 

mariaferreiraa12

Membro Caloiro
Matrícula
9 Abril 2021
Mensagens
3
Olá!

Olha, como acho que já disse algures, a nossa estatística, apesar da do 1o semestre ser um pouco puxadita, as storas começam com o básico: média, moda e mediana. Tão simples como isto. E seguem a partir daí, para coisas mais complexas. O que aconselho, e dá muito jeito, é ir às aulas, acompanhar a matéria em casa,ir fazendo exercícios, tirar todas as dúvidas, esforçar por perceber a lógica, e assim se consegue passar bem ao exame. O exame é com consulta, o que facilita em parte, e por isso não tens de decorar os cálculos nem as fórmulas, mas é fundamental que percebas a lógica por de trás dos cálculos e o porquê de escolheres uma coisa e não outra (as storas explicam tudo isto ao longo do semestre).
Em relação à tua decisão, muitas vezes ajuda a ir aos dias abertos das faculdades, ajuda a saber o que é que queres mesmo e o que é que é um mero interesse. De qualquer das maneiras, seja qual for o curso que escolhas, podes sempre continuar a desenvolver as tuas paixões fora do curso. Por exemplo, se vieres para Psicologia, podes aprender uma 2a língua nalgum curso, nós na Universidade de Lisboa, na Faculdade de Letras temos cursos de línguas para quem quer desenvolver alguma língua. Tenho duas amigas que vão lá aprender chinês. Se for ao contrário, ou seja, se seguires LLC, podes continuar a ler livros sobre Psicologia, a procurar cursos fixes na net para aprenderes mais e desenvolveres a tua paixão. Seja o que for que sigas, acho que é sempre possível desenvolveres essas e mais paixões, não só ao longo do curso como ao longo da vida.
Entretanto, não sei se sabes mas tens 6 opções na candidatura, podes preenchê-las todas ou não, da ordem que quiseres, tendo em conta que te vão tentar pôr na 1a opção, se não der, põem-te na 2 e por aí adiante. Por isso, não tens de escolher apenas um dos cursos, podes candidatar-te aos dois, mas só vais entrar num e vai depender da ordem das tuas opções.
A mim ter-me-ia ajudado saber isto ao longo do secundário. Espero que ajude 😊
Mais alguma dúvida, dispõe!

Beijinhos 😘
muito obrigada!!