Qual é melhor abordagem para respostas escritas e escolha múltipla? (Português-639)

voidlessmind

Simp da Uniarea
Matrícula
6 Junho 2019
Mensagens
3,299
Curso
Ciência Política
Instituição
ISCTE
Vou à segunda fase do exame de português e queria saber se algum de vocês tem dicas de como ter uma abordagem adequada às perguntas. Já tendo feito o exame mais do que duas vezes, penso que, por vezes empolgo-me demasiado e vou com o "flow" e acabo por interpretar as perguntas de uma certa maneira e depois não ser isso o pedido. Acabo por ficar frustrado porque o conteúdo da minha resposta está ""certo"", mas não era o que se havia perguntado. Foi imensamente penalizado na escolha múltipla por conta disso.

Desde já, obrigado!
 

floater3

Membro Dux
Apoiante Uniarea
Matrícula
15 Julho 2018
Mensagens
1,211
Curso
Eng. Informática e Computação
Instituição
FEUP
Olá!

Não fiz exame de português mas os testes da minha professora costumavam ser bastante difíceis e exigentes; acho que posso dar-te algumas sugestões. Antes de mais, é importantíssimo ler os excertos com muita atenção e ir sublinhando coisas que, mesmo antes de saberes aquilo que te é questionado, podem ser importantes. Depois, verifica bem se percebeste tudo aquilo que leste: normalmente eu tentava sintetizar, na minha cabeça, aquilo que li. Por vezes, chegava ao fim da leitura e concluía que afinal não tinha retido nenhuma informação. Nestas situações, é preferível ler mais uma ou duas vezes; pode parecer uma perda de tempo mas não é porque depois vais poupar tempo a responder às questões.

Depois de leres as questões, tira notas rápidas ao lado daquilo que vais ter de falar. Para mim era muito importante fazer isto porque, caso não o fizesse, tinha tendência a esquecer-me enquanto estava a falar de outro tópico e, tal como tu, acabava por me entusiasmar e desenvolvia demasiado em vez de acrescentar outros tópicos igualmente relevantes.

Quanto à escolha múltipla, identifico-me bastante porque também era sempre onde perdia mais pontos. Como me sentia mais confortável com gramática, fazia essas primeiro para ganhar confiança. Depois, costumava ler as outras com muita atenção (mesmo!), ponderava bem (mas sem pensar demasiado profundamente, já que isso leva muitas vezes a indecisão) e escolhia a opção que achava que estaria correta. Desde o 11º ano, NUNCA mudei as respostas de escolha múltipla e comecei a tirar notas bem melhores a português. Isso de mudar a escolha múltipla só deve ser feito quando tens praticamente a certeza. Noutras situações, a primeira escolha (desde que bem ponderada) costuma ser a certa.

Penso que, acima de tudo, é importante manteres-te focado e concentrado. Não facilites durante a leitura das questões: às vezes vamos "lançados" e nem lemos a pergunta devidamente. Espero ter-te ajudado de alguma forma! 🙂
 

voidlessmind

Simp da Uniarea
Matrícula
6 Junho 2019
Mensagens
3,299
Curso
Ciência Política
Instituição
ISCTE
Olá!

Não fiz exame de português mas os testes da minha professora costumavam ser bastante difíceis e exigentes; acho que posso dar-te algumas sugestões. Antes de mais, é importantíssimo ler os excertos com muita atenção e ir sublinhando coisas que, mesmo antes de saberes aquilo que te é questionado, podem ser importantes. Depois, verifica bem se percebeste tudo aquilo que leste: normalmente eu tentava sintetizar, na minha cabeça, aquilo que li. Por vezes, chegava ao fim da leitura e concluía que afinal não tinha retido nenhuma informação. Nestas situações, é preferível ler mais uma ou duas vezes; pode parecer uma perda de tempo mas não é porque depois vais poupar tempo a responder às questões.

Depois de leres as questões, tira notas rápidas ao lado daquilo que vais ter de falar. Para mim era muito importante fazer isto porque, caso não o fizesse, tinha tendência a esquecer-me enquanto estava a falar de outro tópico e, tal como tu, acabava por me entusiasmar e desenvolvia demasiado em vez de acrescentar outros tópicos igualmente relevantes.

Quanto à escolha múltipla, identifico-me bastante porque também era sempre onde perdia mais pontos. Como me sentia mais confortável com gramática, fazia essas primeiro para ganhar confiança. Depois, costumava ler as outras com muita atenção (mesmo!), ponderava bem (mas sem pensar demasiado profundamente, já que isso leva muitas vezes a indecisão) e escolhia a opção que achava que estaria correta. Desde o 11º ano, NUNCA mudei as respostas de escolha múltipla e comecei a tirar notas bem melhores a português. Isso de mudar a escolha múltipla só deve ser feito quando tens praticamente a certeza. Noutras situações, a primeira escolha (desde que bem ponderada) costuma ser a certa.

Penso que, acima de tudo, é importante manteres-te focado e concentrado. Não facilites durante a leitura das questões: às vezes vamos "lançados" e nem lemos a pergunta devidamente. Espero ter-te ajudado de alguma forma! 🙂
Obrigado! Vou ter tudo isso em conta!
 

nesakax

Membro
Matrícula
23 Agosto 2021
Mensagens
13
Vou à segunda fase do exame de português e queria saber se algum de vocês tem dicas de como ter uma abordagem adequada às perguntas. Já tendo feito o exame mais do que duas vezes, penso que, por vezes empolgo-me demasiado e vou com o "flow" e acabo por interpretar as perguntas de uma certa maneira e depois não ser isso o pedido. Acabo por ficar frustrado porque o conteúdo da minha resposta está ""certo"", mas não era o que se havia perguntado. Foi imensamente penalizado na escolha múltipla por conta disso.

Desde já, obrigado!
Ahahahahahaha aconteceu-me isso este ano no exame, tive as escolhas múltiplas todas bem, escrevi 10 páginas e levei só com um 15,7. Tenho a tendência a divagar. Numa das perguntas que me pedia para analisar uma característica comum a duas personagens, analisei as características todas que eram comuns, enfim.
Aconselho-te a veres exames passados e até o deste ano da 1° fase. Fazes os exames e depois comparas com os tópicos que pedia nos critérios de classificação. Assim tens ideia do que é suposto desenvolver e não coisas a mais.
Vais treinando.
Sei que é difícil habituares-te só a focar no que realmente é pedido, eu tenho o mesmo problema. Isso a mim em história e filosofia ajuda-me imenso, mas em português nem tanto. Lê muito bem as perguntas quando estiveres no exame e coloca oque achas realmente necessário.
Deves ficar bem, g-luck <33
 
  • Like
Reactions: voidlessmind

voidlessmind

Simp da Uniarea
Matrícula
6 Junho 2019
Mensagens
3,299
Curso
Ciência Política
Instituição
ISCTE
Ahahahahahaha aconteceu-me isso este ano no exame, tive as escolhas múltiplas todas bem, escrevi 10 páginas e levei só com um 15,7. Tenho a tendência a divagar. Numa das perguntas que me pedia para analisar uma característica comum a duas personagens, analisei as características todas que eram comuns, enfim.
Aconselho-te a veres exames passados e até o deste ano da 1° fase. Fazes os exames e depois comparas com os tópicos que pedia nos critérios de classificação. Assim tens ideia do que é suposto desenvolver e não coisas a mais.
Vais treinando.
Sei que é difícil habituares-te só a focar no que realmente é pedido, eu tenho o mesmo problema. Isso a mim em história e filosofia ajuda-me imenso, mas em português nem tanto. Lê muito bem as perguntas quando estiveres no exame e coloca oque achas realmente necessário.
Deves ficar bem, g-luck <33
A mim, foi o total oposto, tive quase todas ou todas mesmo erradas da escolha múltipla e tive 11... fui bastante penalizado por conta disso, se não conseguiria ter tido acima de 15... Obrigado pelas dicas ^^
 

Porungda

Membro Dux
Apoiante Uniarea
Matrícula
13 Dezembro 2020
Mensagens
770
Curso
Estudos Portugueses
Instituição
FLUP
As dicas que te posso dar são as seguintes.

Lê bem o que te pedem, se te pedem somente uma característica ou duas, lê o excerto, sublinha os casos em que detetes essas ocorrências e introduz com umas 2 linhas a falar sobre o tema. "EX: Nos primeiros versos é explicita a união do sujeito poético com a Natureza."
De seguida, passa para outro parágrafo em que fundamentes a introdução com os exemplos citados do texto, não esquecer o uso de conectores diversificados. "EX: Como podemos verificar no primeiro verso..., por conseguinte..., assim aferimos que...".
No final, outro parágrafo a concluir a resposta curta. "EX: Finalmente, podemos ver que...".
Nunca, mas NUNCA expliques demais ou fales de outros temas. Por vezes, basta a citação e o significado da citação.
As minhas respostas curtas, por exemplo, não passavam das 7 linhas, todas com a devida Introdução - Desenvolvimento - Conclusão, bem delineados em parágrafos distintos, e com conectores apropriados.

Relativamente a escolhas múltiplas, lê bem o texto uma vez, depois lê as escolhas múltiplas, de seguida, revê o texto e sublinha o que te parece importante para cada escolha múltipla e respondes diretamente.
Caso surjam dúvidas, tenta transformar o que sublinhaste sobre o tema da escolha múltipla para "as tuas palavras", podes até se souberes bem Inglês tentar traduzir e pensar no sentido em ambas as línguas, que conexão existe, e assim, aferir a resposta.
Se mesmo assim não der, vai por exclusão de partes e vai eliminando as respostas "absurdas" ao poucos, mantendo sempre o cuidado de reler a secção relevante do texto.

Também aconselho-te a não "ruminares" nas escolhas múltiplas ao rever, muitas vezes podes depois achar que está mal, "corrigires", e acabar por ficar incorreto. Se tiveres MUITAS dúvidas entre uma alínea ou outra, segue o instinto porque aí será mesmo um caso de 50/50.
Post automatically merged:

DISCLAIMER: Não tive assim "alta nota" a Português, até porque falhei nas interpretações em alguns sítios, nem respeitei a estrutura da composição. No entanto, posso-te assegurar, que quanto mais sucinto fores - obviamente relevando tudo de importância - , menor será a probabilidade de surgirem erros ortográficos ou sintácticos nos teus textos.
Post automatically merged:

PPS: Nas escolhas múltiplas, tem atenção a TODAS as palavras presentes tanto na pergunta, como nas alíneas, basta um "com" ao invés de um "além" para te induzir num rumo completamente diferente do esperado.
 
Última edição:

voidlessmind

Simp da Uniarea
Matrícula
6 Junho 2019
Mensagens
3,299
Curso
Ciência Política
Instituição
ISCTE
As dicas que te posso dar são as seguintes.

Lê bem o que te pedem, se te pedem somente uma característica ou duas, lê o excerto, sublinha os casos em que detetes essas ocorrências e introduz com umas 2 linhas a falar sobre o tema. "EX: Nos primeiros versos é explicita a união do sujeito poético com a Natureza."
De seguida, passa para outro parágrafo em que fundamentes a introdução com os exemplos citados do texto, não esquecer o uso de conectores diversificados. "EX: Como podemos verificar no primeiro verso..., por conseguinte..., assim aferimos que...".
No final, outro parágrafo a concluir a resposta curta. "EX: Finalmente, podemos ver que...".
Nunca, mas NUNCA expliques demais ou fales de outros temas. Por vezes, basta a citação e o significado da citação.
As minhas respostas curtas, por exemplo, não passavam das 7 linhas, todas com a devida Introdução - Desenvolvimento - Conclusão, bem delineados em parágrafos distintos, e com conectores apropriados.

Relativamente a escolhas múltiplas, lê bem o texto uma vez, depois lê as escolhas múltiplas, de seguida, revê o texto e sublinha o que te parece importante para cada escolha múltipla e respondes diretamente.
Caso surjam dúvidas, tenta transformar o que sublinhaste sobre o tema da escolha múltipla para "as tuas palavras", podes até se souberes bem Inglês tentar traduzir e pensar no sentido em ambas as línguas, que conexão existe, e assim, aferir a resposta.
Se mesmo assim não der, vai por exclusão de partes e vai eliminando as respostas "absurdas" ao poucos, mantendo sempre o cuidado de reler a secção relevante do texto.

Também aconselho-te a não "ruminares" nas escolhas múltiplas ao rever, muitas vezes podes depois achar que está mal, "corrigires", e acabar por ficar incorreto. Se tiveres MUITAS dúvidas entre uma alínea ou outra, segue o instinto porque aí será mesmo um caso de 50/50.
Post automatically merged:

DISCLAIMER: Não tive assim "alta nota" a Português, até porque falhei nas interpretações em alguns sítios, nem respeitei a estrutura da composição. No entanto, posso-te assegurar, que quanto mais sucinto fores - obviamente relevando tudo de importância - , menor será a probabilidade de surgirem erros ortográficos ou sintácticos nos teus textos.
Post automatically merged:

PPS: Nas escolhas múltiplas, tem atenção a TODAS as palavras presentes tanto na pergunta, como nas alíneas, basta um "com" ao invés de um "além" para te induzir num rumo completamente diferente do esperado.
Obrigado pelas dicas! Vou tê-las em conta! Espero mesmo que desta vez consiga ter a nota que desejo... é a quarta vez que vou fazer este exame. E eu sei a matéria, por isso, sei que não é isso que está a faltar. É só mesmo a má interpretação e este flow que às vezes não impeço e depois acabo por devanear demasiado.
 
  • Like
Reactions: Porungda