Serio;nao sei onde questionar:formacoes melhores para um deficiente ter emprego seguro para a vida,mesmo sem vocacao

Kensington

Membro Veterano
Matrícula
22 Março 2016
Mensagens
123
Curso
Ciência de Dados
Instituição
ISCTE
Não se percebe o que queres perguntar, além de que não dás informação.
Que tipo de deficiência?
Formações em que área?
De que forma é que achas que a saúde de uma pessoa com deficiência pode ser posta em causa num trabalho?
Que tipo de barreiras é que estás a pensar?
 
  • Like
Reactions: Mf35

Mf35

Membro
Matrícula
13 Março 2017
Mensagens
19
É sabido que. A maioria das entidades empregadoras nao tem capacidade de conjugar as suas necessidades, com as especiais de um deficiente sensorial,fisico,motor.(ou nao existiriam as ajudas estatais de 1 ano para se integrarem).
Eu teria interesse numa area ligada ao ambiente,natureza,florestas.
Apesar de a partir da minha licenciatura na area das cienciais sociais,me restringir continuar para a area da natureza.
Bem sei que a maioria das pessoas nao pode ter o trabalho que gosta. Mas preferia isso e seguranca, nem que fosse com o rendimento minimo.
 

Kensington

Membro Veterano
Matrícula
22 Março 2016
Mensagens
123
Curso
Ciência de Dados
Instituição
ISCTE
Talvez seja melhor procurares informação junto do IEFP. Uma pesquisa rápida no site deles indica a possibilidade de uma pessoa com deficiência ou incapacidade integrar apoios ao emprego protegido ou ao emprego em mercado aberto. Estou a falar de estágios de inserção ou contratos de trabalho apoiados.
Agora, a elegibilidade depende também do grau de incapacidade que é determinado pelo IEFP, ou seja, o IEFP abre um processo de avaliação para determinar em que tipo de apoios será mais benéfico enquadrar o candidato.
Post automatically merged:

O IEFP em parceria com alguns centros de reabilitação e formação profissional podem também direcionar o candidato para cursos de especialização tecnológica, por exemplo.
Deixo o link para os cursos profissionais que integram o Cátologo Nacional de Qualificações no ano 2019/2020

 
Última edição:
  • Like
Reactions: Mf35

Mf35

Membro
Matrícula
13 Março 2017
Mensagens
19
Talvez seja melhor procurares informação junto do IEFP. Uma pesquisa rápida no site deles indica a possibilidade de uma pessoa com deficiência ou incapacidade integrar apoios ao emprego protegido ou ao emprego em mercado aberto. Estou a falar de estágios de inserção ou contratos de trabalho apoiados.
Agora, a elegibilidade depende também do grau de incapacidade que é determinado pelo IEFP, ou seja, o IEFP abre um processo de avaliação para determinar em que tipo de apoios será mais benéfico enquadrar o candidato.
Ja me disseram outros beneficiarios e entidades, que o estado logicamente so preve ajuda de curta duracao. Sendo que se o trabalhador por mwlhor que seja na formacao que obteve, nao pode ficar efectivo, se a incapacidade fisica for um encargo extra. Nao conheco deficientes bem sucedidos e realizados no trabalho que tenham ficado efectivos num trabalho que se formaram esforçadamente;porque o fisico deu encargo ao empregador publico ou privado
 

Kensington

Membro Veterano
Matrícula
22 Março 2016
Mensagens
123
Curso
Ciência de Dados
Instituição
ISCTE
Ja me disseram outros beneficiarios e entidades, que o estado logicamente so preve ajuda de curta duracao. Sendo que se o trabalhador por mwlhor que seja na formacao que obteve, nao pode ficar efectivo, se a incapacidade fisica for um encargo extra. Nao conheco deficientes bem sucedidos e realizados no trabalho que tenham ficado efectivos num trabalho que se formaram esforçadamente;porque o fisico deu encargo ao empregador publico ou privado

Nada como te tentares informar junto do IEFP.
O IEFP atua em parceria com os chamados centros de recursos, que são instituições viradas para a avaliação, qualificação, orientação e acompanhamento de pessoas com deficiência. Como é óbvio, é preciso o candidato ser elegível para os apoios e isso é determinado por uma equipa de técnicos (assistentes sociais, psicólogos, médicos de família) que reportam a avaliação ao IEFP..
Os candidatos podem ser acompanhados posteriormente por uma equipa técnica de um centro de recursos na procura de emprego e acompanhamento em contexto de trabalho (por norma, é trabalho de assistentes sociais, psicólogos e educadores sociais).
Se se celebrar algum estágio ou contrato emprego-inserção, pode haver acompanhamento pós-colocação em que técnicos desse centro de recursos se deslocam à entidade empregadora e verificam se o local é acessível ou se existem barreiras físicas que impedem o desempenho das funções.
E, ainda, as entidades empregadoras que tenham celebrado contratos de trabalho com ou sem termo por 1 ano com algum funcionário com deficiência (ou que promovam estágios de inserção) podem solicitar ao IEFP apoio na remoção ou adaptação de barreiras físicas.

Nos estágios de inserção, existem ainda alguns apoios financeiros, em que, por exemplo, o valor da bolsa de estágio equivale a 1,65 do (IAS) Indexante dos Apoios Sociais para um licenciado, o que é cerca de 724,04 euros, sendo que este valor é coberto pelo Fundo Social Europeu, sem demais encargos para a entidade empregadora.

A principal razão para te informares junto do IEFP prende-se com o seguinte: existem apoios e é possível tirar partido deles mas existe muita desinformação e há mesmo técnicos de apoio ao emprego que podem ajudar a perceber que apoios a legislação concede.
 
  • Like
Reactions: Mf35