Subir média de Português para 19/20

Olaaqueromelhorar

Membro Caloiro
Matrícula
7 Fevereiro 2021
Mensagens
2
Boa noite, venho por este meio perguntar se algum de vocês têm alguma sugestão para melhoria de notas nos testes de português.
Sou aluno do 12o e estou a ter bastantes dificuldades em tirar mais do que 17 nos testes de educação literária e escrita... E precisava mesmo de tirar mais de 18 valores (a nota que tenho atualmente) no pouco tempo que resta para conseguir mais uma décima na minha média final.
Eu tenho andado a estudar mais este ano mas mesmo assim as minhas notas continuam iguais. :(
Alguém tem alguma ideia ou método de estudo que funcione ?
Muito obrigado pela ajuda desde já!
 

Alexandra S.

Moderador
Equipa Uniarea
Moderador
Colaborador Editorial
Matrícula
10 Março 2015
Mensagens
3,721
Curso
Mestrado CCTI
Instituição
Iscte
Boa noite, venho por este meio perguntar se algum de vocês têm alguma sugestão para melhoria de notas nos testes de português.
Sou aluno do 12o e estou a ter bastantes dificuldades em tirar mais do que 17 nos testes de educação literária e escrita... E precisava mesmo de tirar mais de 18 valores (a nota que tenho atualmente) no pouco tempo que resta para conseguir mais uma décima na minha média final.
Eu tenho andado a estudar mais este ano mas mesmo assim as minhas notas continuam iguais. :(
Alguém tem alguma ideia ou método de estudo que funcione ?
Muito obrigado pela ajuda desde já!
Olá!

Em primeiro lugar, deixa-me dar-te os parabéns porque 17/ 18 por si só, já são resultados muito bons. Existe alguma área em específico onde tenhas maiores dificuldades? Interpretação de texto, gramática, expressão escrita... Se for um caso de gramática experimenta variar os tipos de exercícios que fazes e tenta esclarecer todas as tuas dúvidas. Procura por PDF's ou algum amigo que tenha livros de preparação para o Exame Nacional que te possa emprestar - independentemente das normas que saírem este ano para os exames, os livros de apoio e preparação costumam ser muito úteis.
Também podes praticar o desenvolvimento da tua escrita. Pensa em temas que gostes ou atuais e tenta desenvolver um texto segundo os critérios dos testes que fazes. Procura desenvolver o máximo possível e usar argumentos sólidos para consolidar o que estás a escrever.

Espero ter ajudado um bocadinho. Boa sorte 😊
 
  • Fabulous
Reactions: Olaaqueromelhorar

Ariana_

Mod Bolinhos
Equipa Uniarea
Moderador
Apoiante Uniarea
Matrícula
26 Junho 2017
Mensagens
10,787
Curso
Estudos Artísticos
Instituição
FLUL
Boa noite, venho por este meio perguntar se algum de vocês têm alguma sugestão para melhoria de notas nos testes de português.
Sou aluno do 12o e estou a ter bastantes dificuldades em tirar mais do que 17 nos testes de educação literária e escrita... E precisava mesmo de tirar mais de 18 valores (a nota que tenho atualmente) no pouco tempo que resta para conseguir mais uma décima na minha média final.
Eu tenho andado a estudar mais este ano mas mesmo assim as minhas notas continuam iguais. :(
Alguém tem alguma ideia ou método de estudo que funcione ?
Muito obrigado pela ajuda desde já!
Olá!

Tal como tu, também fui um caso em que comecei com notas a Português que chegaram a um ponto em que não satisfaziam os meus objectivos para a disciplina. A primeira coisa que fiz foi tentar identificar as coisas que normalmente me faziam perder pontos, sem descartar uma "avaliação" de todos os parâmetros. Peguei nos meus testes antigos e fui procurando reparar em quantos pontos perdi e onde é que se concentravam esses pontos. Ora, no meu caso, era bastante óbvio que costumava perder mais pontos na gramática, a nível de composição estava bem e na educação literária também podia fazer algumas melhorias, especialmente quando se tratava de interpretar poesia. Ao ficar ciente do que normalmente me fazia perder pontos, comecei a ficar mais atenta a essas questões: peguei nos exercícios de gramática das aulas e revia antes dos testes, para me lembrar da lógica por detrás dos exercícios e quanto à educação literária, também passei a fazer esse exercício de reflexão sobre os textos que lemos em aula: tentar lembrar-me do que foi dito em aula e reler o texto ao mesmo tempo que pensava nesses aspectos.

Acho que se as tuas dificuldades residem na educação literária, parte muito de uma questão de leres mais (relê os textos das aulas, procura novos textos dos mesmos autores e perde um bocadinho do teu tempo só nisto; podes fazer isso antes de ires dormir, por exemplo). No que toca à escrita, acho que uma forma simples de treinares essa parte é pegares em exercícios que envolvam escrever: podem ser tirados dos exames nacionais de anos anteriores, mas recomendaria também procurares os exercícios do teu manual e caderno de actividades. Digo isto porque, normalmente, os manuais apresentam uma maior variedade de tipologia de texto: expositivo, argumentativo, de opinião (...). Um bom exercício é ires ver o que é que "pede" cada um destes textos e tentares enquadrar o teu texto dentro dessas pequenas "regras". Uma coisa que deves sempre tentar é fazer-te ser claro e isso deve reflectir-se na tua estrutura do texto: o que escreves na introdução tem de ser uma boa "ponte" para aquilo que vais desenvolver nos parágrafos seguintes e a tua conclusão deve estar aliada a esse desenvolvimento. Nunca concluas com algo que não mencionaste sequer no teu texto. Não faças uma introdução excessivamente longa ou isso vai comprometer o número de palavras que depois tens para o desenvolvimento. A nível de parágrafo, sempre que vais apresentar um novo "tema", ponto, argumento, deves fazê-lo num parágrafo diferente. Este tipo de "regras" são coisas que vêm com o tempo e quanto mais te habituares a fazer uma exposição de ideias, melhores maneiras encontrarás de como responder adequadamente a um exercício.

Costumo pensar que, normalmente, quem produz uma boa composição, desenrasca-se bem na parte da interpretação do texto. Se já souberes como podes dar uma resposta clara, é meio caminho andado para comunicares uma ideia com clareza e isso é sempre bom e dá-te alguns pontinhos. Claro, depois deves fazer a interpretação adequada ou fazer o que o exercício está a pedir. Neste aspecto, recomendo que observes sempre qual é o verbo utilizado na questão (deixo-te um link sobre o assunto: http://centrorecursos.movimentoesco..._essenicalizacao_informacao_II_arodrigues.pdf). Compreender a lógica da questão é uma forma de, pelo menos, saberes o que querem que faças. A parte do efectivamente fazer devo dizer-te que, em Português, existe sempre uma margem para as classificações dos profs, apesar de existirem critérios para as perguntas, nem sempre um prof vai avaliar-te da mesma maneira, portanto, não acho que exista um manual de regrinhas que façam um aluno ficar objectivamente um aluno de "18 ou 19 valores", pelo que não é fácil perceber como melhorarmos. Penso, no entanto, que tens pelo menos aqui algumas dicas para pensares sobre o assunto.

Não desistas, de todo, em 2018 eu fui a exame e o primeiro professor classificador deu-me uma nota 3 valores abaixo do que eu esperava. Pedi reapreciação, precisamente porque baixava-me a média uma décima e subi esses mesmos 3 valores (lá está, professores diferentes podem avaliar de forma diferente, por vezes). Comecei a disciplina com 17 no final do 10º ano e acabei o 12º com 19, sempre com o mesmo prof e acho que fazer um esforço por melhorar pode dar bons resultados. Se não der, não fiques excessivamente vidrado na diferença de 1 décima, porque não vale a pena - o esforço que fizeste até lá será, no mínimo, algo útil para levares para o futuro.

Não recomendo propriamente comprares manuais de apoio ao exame, mas isto é uma opinião absolutamente pessoal minha: no meu caso, tive acesso a um livro de colegas e estive um bom tempo a olhar para o livro e achei que o mesmo não valia a pena gastar quase 30 euros porque repetia a matéria que eu já tinha nos meus manuais (e que nos manuais até tinha sempre um capítulo de resumo, pelo que o manual do exame estava só a repetir matéria exaustivamente) e a nível de exercícios, não achei melhor que os que tinha por resolver nos meus cadernos de actividades. Quanto a provas-modelo e a exames nacionais, costumam ter provas-modelo aqui no Uniarea (e foi sem dúvida uma ferramenta útil no meu estudo), tens aqui a nossa secção de Apontamentos: Português Recomendo também que experimentes ver a secção de Literatura Portuguesa, uma vez que o programa é muito parecido com Português e normalmente dão-se os mesmos autores, pelo que podes, por exemplo, encontrar mais textos e mais exercícios a nível de escrita (Literatura é quase o programa de Português, mas com algumas obras diferentes, dos mesmos autores e sem gramática). A nível de exames, encontras tudo no site do IAVE, pelo que não sei até que ponto "compensa" comprares simplesmente um manual de exame, mas reforço que isto é uma opinião minha (e da minha carteira, que gosta sempre de poupar quando pode 💰 ).

Boa sorte! 🤗
 
  • Fabulous
Reactions: Olaaqueromelhorar

Cristiana Matos

Membro Veterano
Matrícula
28 Agosto 2019
Mensagens
270
Curso
Matemática
Instituição
Fcup
Olá!

Tal como tu, também fui um caso em que comecei com notas a Português que chegaram a um ponto em que não satisfaziam os meus objectivos para a disciplina. A primeira coisa que fiz foi tentar identificar as coisas que normalmente me faziam perder pontos, sem descartar uma "avaliação" de todos os parâmetros. Peguei nos meus testes antigos e fui procurando reparar em quantos pontos perdi e onde é que se concentravam esses pontos. Ora, no meu caso, era bastante óbvio que costumava perder mais pontos na gramática, a nível de composição estava bem e na educação literária também podia fazer algumas melhorias, especialmente quando se tratava de interpretar poesia. Ao ficar ciente do que normalmente me fazia perder pontos, comecei a ficar mais atenta a essas questões: peguei nos exercícios de gramática das aulas e revia antes dos testes, para me lembrar da lógica por detrás dos exercícios e quanto à educação literária, também passei a fazer esse exercício de reflexão sobre os textos que lemos em aula: tentar lembrar-me do que foi dito em aula e reler o texto ao mesmo tempo que pensava nesses aspectos.

Acho que se as tuas dificuldades residem na educação literária, parte muito de uma questão de leres mais (relê os textos das aulas, procura novos textos dos mesmos autores e perde um bocadinho do teu tempo só nisto; podes fazer isso antes de ires dormir, por exemplo). No que toca à escrita, acho que uma forma simples de treinares essa parte é pegares em exercícios que envolvam escrever: podem ser tirados dos exames nacionais de anos anteriores, mas recomendaria também procurares os exercícios do teu manual e caderno de actividades. Digo isto porque, normalmente, os manuais apresentam uma maior variedade de tipologia de texto: expositivo, argumentativo, de opinião (...). Um bom exercício é ires ver o que é que "pede" cada um destes textos e tentares enquadrar o teu texto dentro dessas pequenas "regras". Uma coisa que deves sempre tentar é fazer-te ser claro e isso deve reflectir-se na tua estrutura do texto: o que escreves na introdução tem de ser uma boa "ponte" para aquilo que vais desenvolver nos parágrafos seguintes e a tua conclusão deve estar aliada a esse desenvolvimento. Nunca concluas com algo que não mencionaste sequer no teu texto. Não faças uma introdução excessivamente longa ou isso vai comprometer o número de palavras que depois tens para o desenvolvimento. A nível de parágrafo, sempre que vais apresentar um novo "tema", ponto, argumento, deves fazê-lo num parágrafo diferente. Este tipo de "regras" são coisas que vêm com o tempo e quanto mais te habituares a fazer uma exposição de ideias, melhores maneiras encontrarás de como responder adequadamente a um exercício.

Costumo pensar que, normalmente, quem produz uma boa composição, desenrasca-se bem na parte da interpretação do texto. Se já souberes como podes dar uma resposta clara, é meio caminho andado para comunicares uma ideia com clareza e isso é sempre bom e dá-te alguns pontinhos. Claro, depois deves fazer a interpretação adequada ou fazer o que o exercício está a pedir. Neste aspecto, recomendo que observes sempre qual é o verbo utilizado na questão (deixo-te um link sobre o assunto: http://centrorecursos.movimentoesco..._essenicalizacao_informacao_II_arodrigues.pdf). Compreender a lógica da questão é uma forma de, pelo menos, saberes o que querem que faças. A parte do efectivamente fazer devo dizer-te que, em Português, existe sempre uma margem para as classificações dos profs, apesar de existirem critérios para as perguntas, nem sempre um prof vai avaliar-te da mesma maneira, portanto, não acho que exista um manual de regrinhas que façam um aluno ficar objectivamente um aluno de "18 ou 19 valores", pelo que não é fácil perceber como melhorarmos. Penso, no entanto, que tens pelo menos aqui algumas dicas para pensares sobre o assunto.

Não desistas, de todo, em 2018 eu fui a exame e o primeiro professor classificador deu-me uma nota 3 valores abaixo do que eu esperava. Pedi reapreciação, precisamente porque baixava-me a média uma décima e subi esses mesmos 3 valores (lá está, professores diferentes podem avaliar de forma diferente, por vezes). Comecei a disciplina com 17 no final do 10º ano e acabei o 12º com 19, sempre com o mesmo prof e acho que fazer um esforço por melhorar pode dar bons resultados. Se não der, não fiques excessivamente vidrado na diferença de 1 décima, porque não vale a pena - o esforço que fizeste até lá será, no mínimo, algo útil para levares para o futuro.

Não recomendo propriamente comprares manuais de apoio ao exame, mas isto é uma opinião absolutamente pessoal minha: no meu caso, tive acesso a um livro de colegas e estive um bom tempo a olhar para o livro e achei que o mesmo não valia a pena gastar quase 30 euros porque repetia a matéria que eu já tinha nos meus manuais (e que nos manuais até tinha sempre um capítulo de resumo, pelo que o manual do exame estava só a repetir matéria exaustivamente) e a nível de exercícios, não achei melhor que os que tinha por resolver nos meus cadernos de actividades. Quanto a provas-modelo e a exames nacionais, costumam ter provas-modelo aqui no Uniarea (e foi sem dúvida uma ferramenta útil no meu estudo), tens aqui a nossa secção de Apontamentos: Português Recomendo também que experimentes ver a secção de Literatura Portuguesa, uma vez que o programa é muito parecido com Português e normalmente dão-se os mesmos autores, pelo que podes, por exemplo, encontrar mais textos e mais exercícios a nível de escrita (Literatura é quase o programa de Português, mas com algumas obras diferentes, dos mesmos autores e sem gramática). A nível de exames, encontras tudo no site do IAVE, pelo que não sei até que ponto "compensa" comprares simplesmente um manual de exame, mas reforço que isto é uma opinião minha (e da minha carteira, que gosta sempre de poupar quando pode 💰 ).

Boa sorte! 🤗
Acho que melhores conselhos impossível. Eu só acrescentaria que, para a composição, deves saber um pouco sobre o que se passa no mundo e leres algumas obras fora do contexto sala de aula. Isso dá-te uma maior capacidade de relacionar o que estás a escrever com o que se passa ao redor, ajudando-te a reforçar os teus argumentos e a dar exemplos viáveis :)
 

Olaaqueromelhorar

Membro Caloiro
Matrícula
7 Fevereiro 2021
Mensagens
2
Acho que melhores conselhos impossível. Eu só acrescentaria que, para a composição, deves saber um pouco sobre o que se passa no mundo e leres algumas obras fora do contexto sala de aula. Isso dá-te uma maior capacidade de relacionar o que estás a escrever com o que se passa ao redor, ajudando-te a reforçar os teus argumentos e a dar exemplos viáveis :)
Olá!

Tal como tu, também fui um caso em que comecei com notas a Português que chegaram a um ponto em que não satisfaziam os meus objectivos para a disciplina. A primeira coisa que fiz foi tentar identificar as coisas que normalmente me faziam perder pontos, sem descartar uma "avaliação" de todos os parâmetros. Peguei nos meus testes antigos e fui procurando reparar em quantos pontos perdi e onde é que se concentravam esses pontos. Ora, no meu caso, era bastante óbvio que costumava perder mais pontos na gramática, a nível de composição estava bem e na educação literária também podia fazer algumas melhorias, especialmente quando se tratava de interpretar poesia. Ao ficar ciente do que normalmente me fazia perder pontos, comecei a ficar mais atenta a essas questões: peguei nos exercícios de gramática das aulas e revia antes dos testes, para me lembrar da lógica por detrás dos exercícios e quanto à educação literária, também passei a fazer esse exercício de reflexão sobre os textos que lemos em aula: tentar lembrar-me do que foi dito em aula e reler o texto ao mesmo tempo que pensava nesses aspectos.

Acho que se as tuas dificuldades residem na educação literária, parte muito de uma questão de leres mais (relê os textos das aulas, procura novos textos dos mesmos autores e perde um bocadinho do teu tempo só nisto; podes fazer isso antes de ires dormir, por exemplo). No que toca à escrita, acho que uma forma simples de treinares essa parte é pegares em exercícios que envolvam escrever: podem ser tirados dos exames nacionais de anos anteriores, mas recomendaria também procurares os exercícios do teu manual e caderno de actividades. Digo isto porque, normalmente, os manuais apresentam uma maior variedade de tipologia de texto: expositivo, argumentativo, de opinião (...). Um bom exercício é ires ver o que é que "pede" cada um destes textos e tentares enquadrar o teu texto dentro dessas pequenas "regras". Uma coisa que deves sempre tentar é fazer-te ser claro e isso deve reflectir-se na tua estrutura do texto: o que escreves na introdução tem de ser uma boa "ponte" para aquilo que vais desenvolver nos parágrafos seguintes e a tua conclusão deve estar aliada a esse desenvolvimento. Nunca concluas com algo que não mencionaste sequer no teu texto. Não faças uma introdução excessivamente longa ou isso vai comprometer o número de palavras que depois tens para o desenvolvimento. A nível de parágrafo, sempre que vais apresentar um novo "tema", ponto, argumento, deves fazê-lo num parágrafo diferente. Este tipo de "regras" são coisas que vêm com o tempo e quanto mais te habituares a fazer uma exposição de ideias, melhores maneiras encontrarás de como responder adequadamente a um exercício.

Costumo pensar que, normalmente, quem produz uma boa composição, desenrasca-se bem na parte da interpretação do texto. Se já souberes como podes dar uma resposta clara, é meio caminho andado para comunicares uma ideia com clareza e isso é sempre bom e dá-te alguns pontinhos. Claro, depois deves fazer a interpretação adequada ou fazer o que o exercício está a pedir. Neste aspecto, recomendo que observes sempre qual é o verbo utilizado na questão (deixo-te um link sobre o assunto: http://centrorecursos.movimentoesco..._essenicalizacao_informacao_II_arodrigues.pdf). Compreender a lógica da questão é uma forma de, pelo menos, saberes o que querem que faças. A parte do efectivamente fazer devo dizer-te que, em Português, existe sempre uma margem para as classificações dos profs, apesar de existirem critérios para as perguntas, nem sempre um prof vai avaliar-te da mesma maneira, portanto, não acho que exista um manual de regrinhas que façam um aluno ficar objectivamente um aluno de "18 ou 19 valores", pelo que não é fácil perceber como melhorarmos. Penso, no entanto, que tens pelo menos aqui algumas dicas para pensares sobre o assunto.

Não desistas, de todo, em 2018 eu fui a exame e o primeiro professor classificador deu-me uma nota 3 valores abaixo do que eu esperava. Pedi reapreciação, precisamente porque baixava-me a média uma décima e subi esses mesmos 3 valores (lá está, professores diferentes podem avaliar de forma diferente, por vezes). Comecei a disciplina com 17 no final do 10º ano e acabei o 12º com 19, sempre com o mesmo prof e acho que fazer um esforço por melhorar pode dar bons resultados. Se não der, não fiques excessivamente vidrado na diferença de 1 décima, porque não vale a pena - o esforço que fizeste até lá será, no mínimo, algo útil para levares para o futuro.

Não recomendo propriamente comprares manuais de apoio ao exame, mas isto é uma opinião absolutamente pessoal minha: no meu caso, tive acesso a um livro de colegas e estive um bom tempo a olhar para o livro e achei que o mesmo não valia a pena gastar quase 30 euros porque repetia a matéria que eu já tinha nos meus manuais (e que nos manuais até tinha sempre um capítulo de resumo, pelo que o manual do exame estava só a repetir matéria exaustivamente) e a nível de exercícios, não achei melhor que os que tinha por resolver nos meus cadernos de actividades. Quanto a provas-modelo e a exames nacionais, costumam ter provas-modelo aqui no Uniarea (e foi sem dúvida uma ferramenta útil no meu estudo), tens aqui a nossa secção de Apontamentos: Português Recomendo também que experimentes ver a secção de Literatura Portuguesa, uma vez que o programa é muito parecido com Português e normalmente dão-se os mesmos autores, pelo que podes, por exemplo, encontrar mais textos e mais exercícios a nível de escrita (Literatura é quase o programa de Português, mas com algumas obras diferentes, dos mesmos autores e sem gramática). A nível de exames, encontras tudo no site do IAVE, pelo que não sei até que ponto "compensa" comprares simplesmente um manual de exame, mas reforço que isto é uma opinião minha (e da minha carteira, que gosta sempre de poupar quando pode 💰 ).

Boa sorte! 🤗
Olá!

Em primeiro lugar, deixa-me dar-te os parabéns porque 17/ 18 por si só, já são resultados muito bons. Existe alguma área em específico onde tenhas maiores dificuldades? Interpretação de texto, gramática, expressão escrita... Se for um caso de gramática experimenta variar os tipos de exercícios que fazes e tenta esclarecer todas as tuas dúvidas. Procura por PDF's ou algum amigo que tenha livros de preparação para o Exame Nacional que te possa emprestar - independentemente das normas que saírem este ano para os exames, os livros de apoio e preparação costumam ser muito úteis.
Também podes praticar o desenvolvimento da tua escrita. Pensa em temas que gostes ou atuais e tenta desenvolver um texto segundo os critérios dos testes que fazes. Procura desenvolver o máximo possível e usar argumentos sólidos para consolidar o que estás a escrever.

Espero ter ajudado um bocadinho. Boa sorte 😊
Muitíssimo obrigado pelos ótimos conselhos!! 😁
 
Tópicos Semelhantes
Thread starter Título Fórum Respostas Dia
T Subir a média Ensino Secundário 1
tscmc00 Como subir drasticamente a média. Ensino Secundário 10
I Acham que dá para subir a média no 2º semestre do 11º ano? Ensino Secundário 4
Valentina Guedes ESCS Jornalismo (ESCS) - quanto irá subir a média? Instituto Politécnico de Lisboa 0
cotonete É possível subir a média no 12º ano? Ensino Secundário 15
neescola Diminuí a média drasticamente no primeiro período do 11º ano. Ainda consigo subir ? Ensino Secundário 1
neescola É possível subir a média no 11ºano ? Ensino Secundário 7
T Conselhos para alguém que quer subir drasticamente a média Ensino Secundário 61
J Subir as notas no 3º Período(10ºano) Ensino Secundário 3
A Subir a nota sem repetir um ano Exames Nacionais e Provas de Ingresso 35
Luis Garcez Quanto deverão subir as médias? Candidatos 2020/2021 - Discussão Geral 2
J Medias podem subir até 1 valor? Candidatos 2020/2021 - Discussão Geral 3
O Disciplinas para subir as notas no 12º ano Ensino Secundário 5
B Subir nota de inglês Ensino Secundário 15
DarkDroid Que exames repetir para subir media Exames Nacionais e Provas de Ingresso 2
A Média secundário como autoproposto Ensino Secundário 1
S Cálculo da média Ensino Secundário 1
M Média Concurso Nacional e Locais - Público 3
M Média do secundário em ensino profissional Concurso Nacional e Locais - Público 1
R Qual é a vossa média interna? 2020/2021 Concurso Nacional e Locais - Público 1
A Média insuficiente Ensino Superior - Geral 1
R Média para Psicologia na Católica de Lisboa Ciências Sociais e Serviços 1
G A minha média será suficiente para o curso que quero? Ensino Secundário 3
D Melhorar a média interna depois de um ano na faculdade Concurso Nacional e Locais - Público 1
M SE FIZER EXAME CONTA PARA A MÉDIA INTERNA DA DISCIPLINA? 2021 Exames Nacionais e Provas de Ingresso 2
M Entrar em medicina mas sem média Ensino Superior - Geral 2
L Candidatura e média Concursos e Regimes Especiais 1
jdiniscardoso Até que média consigo entrar numa universidade privada? Ensino Superior - Geral 3
CarlaSR Média de exames nacionais Exames Nacionais e Provas de Ingresso 4
A Média Psicológia Concurso Nacional e Locais - Público 1
howlingmad2001 Será a minha média calculada com um método “diferente”? Ensino Secundário 2
F Importância da frequência/média na mudança de curso Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 3
SciencesInês Média EDF Ensino Secundário 0
1 Como calcular a média de secundário Ensino Secundário 2
C Exames 2020 e média da disciplina Ensino Secundário 1
C Média Insuficiente Ensino Secundário 2
A Mudança de curso e de universidade sem média do secundário Mudança de Curso, Transferência e Reingresso 2
Masses Melhoria de média de 2007/2008 Ensino Secundário 22
D Cálculo de média final de licenciatura Ensino Superior - Geral 1
Porungda Dúvida sobre média final do curso. Ensino Secundário 7
A Opiniões na média de secundário Ensino Secundário 21
G Média final da licenciatura Ensino Superior - Geral 1
F Qual é a média para entrar na faculdade de direito? Quais médias preciso ter no 10º e 11º ano? Concurso Nacional e Locais - Público 1
A Como fazer a média de secundário? Ensino Superior - Geral 1
DiogoMREV Média de disciplina trienal Ensino Secundário 1
O O que acontece à média se repetir o ano? Ensino Secundário 2
Ângela0104 Como melhorar a minha média e entrar em Educação Básica Ensino Secundário 8
Fabiano Faria Disciplina a estragar a média geral Ensino Secundário 9
B Melhoria da Média Exames Nacionais e Provas de Ingresso 5
Ângela0104 Qual a diferença entre a média do secundario e a media de acesso ao ensino superior? Ensino Secundário 2

Tópicos Semelhantes