Tirar mais que uma licenciatura. Já o fizeram. Se não, gostariam?

ruben.bat1sta

Membro Caloiro
Matrícula
9 Setembro 2022
Mensagens
4
Boas malta,

Venho-me questionando sobre a possibilidade de fazer duas licenciaturas. Neste caso, acharia interessante, depois do mestrado, ao ir para doutoramento (se correr bem, com bolsa), fazer outra licenciatura em simultâneo numa área que enriqueça a minha bolha de interesses.

Eu fiz Filosofia na UMinho e tenho boas expectativas para o mestrado. Gostaria de fazer algo como Economia ou Psicologia, provavelmente pela mesma universidade durante o Doutoramento.

Já fizeram algo semelhante ou conhecem alguém que o tenha feito? Sabem se há algum tipo de limitações para isto, seja pela UM seja por outras universidades?
 

nohardfeelings

Membro Veterano
Matrícula
31 Julho 2022
Mensagens
127
Eu penso que conciliar doutoramento e licenciatura seria talvez bastante pesado. Uma licenciatura por si só pode ser bastante pesada. Quanto mais com um ciclo de estudos que pressupõe bastante investigação do estudante.
Por acaso, eu sou licenciada já na área das humanidades. Parei um ano para pensar melhor no que quero para o futuro após chegar à conclusão de que talvez tirei o curso errado e vou agora ingressar para uma segunda licenciatura por isso ainda não consigo dar nenhum feedback sobre a situação.
 
  • Like
Reactions: PassingBy

ruben.bat1sta

Membro Caloiro
Matrícula
9 Setembro 2022
Mensagens
4
Eu penso que conciliar doutoramento e licenciatura seria talvez bastante pesado. Uma licenciatura por si só pode ser bastante pesada. Quanto mais com um ciclo de estudos que pressupõe bastante investigação do estudante.
Por acaso, eu sou licenciada já na área das humanidades. Parei um ano para pensar melhor no que quero para o futuro após chegar à conclusão de que talvez tirei o curso errado e vou agora ingressar para uma segunda licenciatura por isso ainda não consigo dar nenhum feedback sobre a situação.
Pois, também me questionei se seria pesado. Acho que vai tudo depender de organização pessoal. Já agora, vais ingressar noutro curso de humanidades ou vais mudar de área? E como é o processo? Tens de voltar a fazer os exames nacionais? Na UMinho podes fazer um programa para maiores de 23 anos, mas não sei como funciona noutras universidades...
 

nohardfeelings

Membro Veterano
Matrícula
31 Julho 2022
Mensagens
127
Pois, também me questionei se seria pesado. Acho que vai tudo depender de organização pessoal. Já agora, vais ingressar noutro curso de humanidades ou vais mudar de área? E como é o processo? Tens de voltar a fazer os exames nacionais? Na UMinho podes fazer um programa para maiores de 23 anos, mas não sei como funciona noutras universidades...
Sim, tudo depende da organização e do empenho também. Mas se calhar era preferível fazer doutoramento apenas e talvez fazer cadeiras isoladas ou, se quiseres mesmo a licenciatura, fazer em modo parcial para a carga ser menos intensa.
Vou mudar de área. Eu preferi aproveitar para refazer os exames nacionais dado que já estava um ano parada e achava mais certo. Poderia ter recorrido ao concurso especial para titulares de outros cursos superiores, mas as vagas são poucas e preferi não correr o risco de não entrar por causa disso.
Penso que o concurso titular para maiores de 23 anos seja somente para pessoas que nunca ingressaram na universidade até à data ou se sim, não terminaram o ciclo de estudos. Mas não sei se funciona assim em todas.
 
  • Like
Reactions: ruben.bat1sta

PassingBy

Membro Caloiro
Matrícula
9 Fevereiro 2021
Mensagens
10
Olá! A minha situação foi idêntica à do(a) nohardfeelings há uns anos atrás - licenciei-me, cheguei a ingressar no Mestrado mas pouco depois desisti, parei 1 ano e refiz os exames nacionais. Vou agora para o 3º ano de uma 2ª licenciatura.
Concordo com o que nohardfeelings disse - só fazer uma licenciatura já é pesado, fazer em simultâneo com um doutoramento imagino que exija uma grande dedicação e força de vontade, assim como alguns sacrifícios. Se é impossível? Claro que não, mas honestamente, fico um pouco reticente quando a tua razão para tal é "fazer outra licenciatura em simultâneo numa área que enriqueça a minha bolha de interesses". A não ser que fosses para uma licenciatura dentro da mesma área que a primeira (e, como tal, te desse várias equivalências e fosse algo relativamente rápido de concretizar), vais queimar muitas pestanas a fazer as 2 coisas em simultâneo. Pensa bem se todo o esforço realmente compensa ou se não será melhor pensar noutras alternativas.

By the way, penso que possas concorrer a M23. Na altura, também andei a pesquisar as várias formas de ingresso e, da ideia com que fiquei, só não podes é ter exames nacionais válidos para o curso que queres. Ou seja, ou concorres pelo CNA ou concorrer pelos M23, não dá pelos 2 em simultâneo. No entanto, aconselho a confirmar.
 
  • Like
Reactions: ruben.bat1sta

ruben.bat1sta

Membro Caloiro
Matrícula
9 Setembro 2022
Mensagens
4
Sim, tudo depende da organização e do empenho também. Mas se calhar era preferível fazer doutoramento apenas e talvez fazer cadeiras isoladas ou, se quiseres mesmo a licenciatura, fazer em modo parcial para a carga ser menos intensa.
Vou mudar de área. Eu preferi aproveitar para refazer os exames nacionais dado que já estava um ano parada e achava mais certo. Poderia ter recorrido ao concurso especial para titulares de outros cursos superiores, mas as vagas são poucas e preferi não correr o risco de não entrar por causa disso.
Penso que o concurso titular para maiores de 23 anos seja somente para pessoas que nunca ingressaram na universidade até à data ou se sim, não terminaram o ciclo de estudos. Mas não sei se funciona assim em todas.
Sim, tenho de rever as alternativas. Quanto ao teres refeito os exames nacionais... acho que foi uma boa escolha, no entanto, se fosse comigo provavelmente ficaria preocupado com fazer os exames mais complicados como o de matemática; nesse caso, voltar atrás para estudar a disciplina, tendo eu acabado agora num curso de humanidades, poderia ser um verdadeiro desafio.
Post automatically merged:

Olá! A minha situação foi idêntica à do(a) nohardfeelings há uns anos atrás - licenciei-me, cheguei a ingressar no Mestrado mas pouco depois desisti, parei 1 ano e refiz os exames nacionais. Vou agora para o 3º ano de uma 2ª licenciatura.
Concordo com o que nohardfeelings disse - só fazer uma licenciatura já é pesado, fazer em simultâneo com um doutoramento imagino que exija uma grande dedicação e força de vontade, assim como alguns sacrifícios. Se é impossível? Claro que não, mas honestamente, fico um pouco reticente quando a tua razão para tal é "fazer outra licenciatura em simultâneo numa área que enriqueça a minha bolha de interesses". A não ser que fosses para uma licenciatura dentro da mesma área que a primeira (e, como tal, te desse várias equivalências e fosse algo relativamente rápido de concretizar), vais queimar muitas pestanas a fazer as 2 coisas em simultâneo. Pensa bem se todo o esforço realmente compensa ou se não será melhor pensar noutras alternativas.

By the way, penso que possas concorrer a M23. Na altura, também andei a pesquisar as várias formas de ingresso e, da ideia com que fiquei, só não podes é ter exames nacionais válidos para o curso que queres. Ou seja, ou concorres pelo CNA ou concorrer pelos M23, não dá pelos 2 em simultâneo. No entanto, aconselho a confirmar.
Sim, eu pensei nas dificuldades evidentes em conciliar um doutoramento com uma licenciatura, mas não me preocupei muito porque gosto bastante de queimar o cérebro xddd. Mas, falando a sério, provavelmente será sim algo excessivamente cansativo. Provavelmente não será suficiente para me fazer desistir da ideia, mas é algo sobre o qual tenho de refletir. Quando usei "enriquecer a minha bolha de interesses" foi de forma talvez demasiado vaga. Na verdade também gosto da ideia de ter um backup académico até a nível profissional. Ter um curso com maior saída, caso no futuro queira mudar o meu rumo profissional dá sempre jeito, mas com isto provavelmente já estarei a pensar demasiado. Já dei um salto de fé ao entrar no meu curso original, e não me arrependo da escolha até agora, portanto provavelmente deveria focar-me em desenvolver-me nessa área por agora... Basicamente, isto foi tudo uma ideia que surgiu porque eu realmente gosto de estudar e de pertencer ao mundo académico. Acho que é uma questão de procurar mais experiências de outras pessoas que já tiraram mais do que um curso integralmente e procurar alternativas, também; isto é, rumos que não envolvam ter de fazer licenciaturas inteiras só para obter classificações noutras áreas...
 
Última edição: