Há mais alunos inscritos nos exames nacionais do ensino secundário deste ano

Foto de pressmaster | Depositphotos.com

Há mais de 156 mil alunos inscritos para a 1ª fase de exames do ensino secundário, o que representa um aumento de cerca de 4,6% face aos 149.689, de acordo com os dados do Júri Nacional de Exames, divulgados esta segunda-feira pelo Ministério da Educação.

Dos 156.667 inscritos para a 1ª fase dos exames nacionais87.386 são do sexo feminino (56% do total) e 69.281 do sexo masculino (44%). Estes alunos, no seu conjunto, vão realizar 288.227 exames nacionais.

No entanto, apesar de o número de inscritos ter crescido mais 4,6% face ao ano passado — quando se inscreveram nestas provas 149.686 alunos —, a percentagem dos que pretendem candidatar-se ao ensino superior desce ligeiramente. No ano passado, 59% dos alunos (88.436) revelava querer ir para a universidade; neste ano, 89.715 diz querer fazê-lo, representando 57% do total de inscritos.

Dos mais de 156 mil alunos inscritos, 54.195 vai a exame apenas com o objetivo de se candidatar ao ensino superior, ou seja, 35% do total, e em média cada aluno realiza mais de um exame. Há ainda 35.933 alunos que pretendem realizar, pelo menos, um exame de melhoria.

À semelhança dos anos anteriores, Português (44.421), Biologia e Geologia (43.281), Física e Química A (40.290) e Matemática A (38.732) são as provas com maior número de inscritos.

Já no que toca ao curso de inscrição, os cursos científico-humanísticos, como habitualmente, representam a grande maioria das inscrições (86%), havendo 9% de inscritos com origem nos cursos profissionais.

Este ano letivo, entram em vigor faseadamente as novas regras para o acesso ao ensino superior. O diploma foi aprovado no ano passado pelo anterior Governo socialista e na prática, os alunos terão que realizar três exames para concluir o ensino secundário, sendo que o de Português é obrigatório.