Há quatro escolas de negócios portuguesas no ranking do Financial Times

Foto de André Gallego

As formações para executivos de quatro escolas de negócios de universidades portuguesas foram distinguidas no ranking do jornal britânico Financial Times. São elas a Nova SBE, a Católica Lisbon School of Business and Economics, a Porto Business School e o ISCTE Business School

O ranking foi divulgado esta segunda-feira, dia 6 de dezembro, e é liderado pela HEC Paris, em França. Seguem-se a London Business School e a Insead, na segunda e terceira posição, respetivamente. 

A Nova SBE é a universidade portuguesa mais bem posicionada, na 27.ª posição. Segue-se a Católica Lisbon School of Business and Economics (29.ª posição), a Porto Business School (66.º lugar) e o ISCTE Business School (77.º lugar).

Para Daniel Traça, Dean da Nova SBE, “é uma enorme satisfação continuarmos a figurar neste prestigiado ranking como a escola portuguesa mais bem classificada, um reconhecimento à aposta que a escola tem feito no sentido de consolidar a sua oferta académica de mestrados e de formação de executivos, assente num crescimento sustentado, numa cultura de inovação e excelência e na internacionalização nos mestrados e na formação de executivos. Ao mesmo tempo que ocupar esta posição muito nos orgulha, também nos traz uma responsabilidade acrescida de continuarmos a distinguir-nos pela qualidade que entregamos no ensino, investigação e contributo de impacto para uma sociedade cada vez mais sustentável e global.”