(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Um ranking das 200 melhores universidades e faculdades europeias de 2016, divulgado na passada semana pela Times Higher Education, conta com apenas uma instituição portuguesa. No topo da lista, dominada por países como o Reino Unido e a Alemanha, ficou a famosa Oxford University, em Inglaterra. São, aliás, universidades deste país que ocupam as três primeiras posições do ranking, com a Cambridge University e o Imperial College London a preencherem o segundo e terceiro lugares, respetivamente. O Instituto Superior Técnico, em Lisboa, está na posição 181.

Em quarto lugar, à seguir ao Imperial College London, surge a ETH Zurich, na Suíça. O quinto lugar é ocupado por outra universidade britânica, a University College London. A seguir ao Reino Unido, que ocupa quase um quarto das posições, é a Alemanha que têm o maior número de instituições representadas. Ao todo, são 36, sendo que cerca de um terço se encontra no top 50. A faculdade alemã que ficou mais bem colocada foi a Ludwig-Maximilians-Universität (LMU), em Munique (décimo lugar).

De um modo geral, os países nórdicos também ficaram bem colocados, com a Suécia e a Finlândia a ocuparem 11 e seis lugares, respetivamente. A instituição sueca que ficou mais bem posicionada foi o Karolinska Institutet (9º lugar), na cidade de Solna. Na Finlândia, foi a University of Helsinki (28º lugar). A Dinamarca e a Irlanda também estão bem representadas, com seis universidades cada uma.

Nos últimos lugares do ranking ficaram, sobretudo, universidades do leste e do sul da Europa. A Rússia conseguiu colocar apenas cinco universidades no top 200, o que significa que é o país com pior avaliação tendo em conta a sua população e o seu Produto Interno Bruto (PIB). A seguir à Rússia, foi a Espanha que ficou mais mal colocada em relação ao PIB, com também cinco instituições de ensino representadas.

A universidade ibérica que conseguiu alcançar a melhor posição foi a Universidade Autónoma de Barcelona (70º lugar). Em Portugal, a única instituição que conseguiu entrar para o ranking foi o Instituto Superior Técnico, de Lisboa. A universidade ocupa a 181ª posição.

Para entrarem para a lista, as instituições tiveram de ser avaliadas em cinco áreas distintas — ambiente de ensino, ambiente de investigação, influência em termos de investigação, rendimentos e prestígio internacional. No total, encontram-se representados 22 países, de diferentes zonas da Europa. Eis dez as universidades e faculdades mais bem colocadas:

  1. University of Oxford, Inglaterra (Reino Unido)
  2. University of Cambridge, Inglaterra (Reino Unido)
  3. Imperial College London, Inglaterra (Reino Unido)
  4. Eidgenössische Technische Hochschule (ETH) Zürich, Suíça
  5. University College London, Inglaterra (Reino Unido)
  6. London School of Economics and Political Science, Inglaterra (Reino Unido)
  7. University of Edinburgh, Escócia (Reino Unido)
  8. King’s College London, Inglaterra (Reino Unido)
  9. Karolinska Institutet, Suécia
  10. Ludwig-Maximilians-Universität (LMU) München, Alemanha