(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

No dia 22 de novembro, Dia Mundial do Júnior Empresário, decorreu o evento JEDay Lisboa 2019. Este evento, organizado pela LisbonPH (Júnior Empresa da Faculdade de Farmácia) em parceria com a Universidade de Lisboa e com a Junior Enterprises Portugal, teve como intuito enaltecer o contributo que o Movimento Júnior tem, atualmente, na formação dos estudantes do ensino superior.

Uma Júnior Empresa é uma associação sem fins lucrativos, formada e gerida exclusivamente por estudantes universitários que prestam serviços profissionais a empresas e instituições. Este conceito existe em Portugal há 26 anos e, embora possa ter passado despercebido, tem vindo a sofrer um crescimento exponencial, englobando as mais diversas áreas como a saúde, a gestão, direito, desporto, informática, entre outras. Atualmente este movimento conta, a nível nacional, com 17 Júnior Empresas federadas e com cerca de 700 Júnior Empresários espalhados por todo o país e, a um nível europeu, com mais de 365 Júnior Empresas e mais de 30 mil Júnior Empresários. O propósito deste movimento é fomentar o espírito empreendedor dos jovens que o integram, estimulando o desenvolvimento de competências que são adquiridas ao trabalhar com empresas reais, aproximando os estudantes universitários, cada vez mais cedo, ao mundo do trabalho.



Hoje em dia, a formação dos estudantes universitários vai muito além do que é lecionado nas faculdades e, as soft e hard skills adquiridas são muito valorizadas. As Júnior Empresas em conjunto com as faculdades, acabam por ser incubadoras no desenvolvimento destas mesmas competências, tornando-se um fator diferenciador na formação dos estudantes. Sendo a vontade que os estudantes têm em querer contactar com o mercado de trabalho, de não terem medo de errar e de quererem aprender mais, o que os leva a procurar uma Júnior Empresa, estas, acabam por deixar uma marca na vida académica dos estudantes e na faculdade.

É em prol deste conceito e do mote Learning By Doing, que todos os que pertencem a este movimento lutam, não só pelo crescimento do mesmo, como também para adquirir competências que, mais tarde, virão a ser úteis e, tal como o Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker diz:

“Europe’s future is in the hands of its young people. It is your energy and creativity that will produce the new ideas and start-ups of tomorrow. Europe’s Junior Enterprises are leading the way.”.