(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Well… acho que não é preciso fazer uma introdução extensa tendo em conta que o título é bastante explícito. Na página das nossas faculdades, Insta, Whatsapp etc. não faltam dicas para nos ajudarem a combater estes tempos difíceis enclausurados em casa. Dicas de coisas que devemos fazer em casa such as ler, ver séries e fazer exercício. Contudo, ainda não vi nenhum post a dizer o que NÃO se deve fazer, so here it goes:

1. Não dormir o dia todo

Eu sei que uma boa sesta durante o dia sabe mesmo bem mas se dormirmos durante a tarde é muito provável que não tenhamos sono à noite, o que significa que vamos acordar prai às 15h do dia seguinte todos ressequidos. De modo a normalizar as nossas rotinas o máximo possível, convém manter o horário de sono regularizado.



2. Não comer que nem um animal

Comer gelado, gomas, bolachas, bolos ou até uma cena mais saudável como iogurte com cereais e frutos secos é muito tentador, principalmente enquanto se vê uma série ou um filme (o que acontece agora com mais frequência), porém depois isso traz consequências para a nossa saúde. Vamos evitar comer em excesso. Um estilo de vida sedentário não é propriamente a melhor opção.

3. Não estar concentrado nos problemas

Quando se está em casa muito tempo sem interagir com outras pessoas, a nossa mente tende a pensar naquilo que não deve. É normal pensamentos negativos passarem-nos pela cabeça com mais frequência. Principalmente, se formos pessimistas. De modo a evitar isso, há que manter a cabeça ocupada. Arranjar qualquer coisa para fazer quanto mais não seja estudar ou limpar a casa.

4. Não faltar às aulas

Por muito descabido que isto possa parecer, não tem lógica estar a perder as aulas online para ficar em casa. I mean, temos que ficar em casa anyway, portanto mais vale estar a fazer algo produtivo. Até porque em grande parte dos casos, ainda não se sabe como serão as avaliações. Besides, quando tudo isto acabar e podermos regressar às aulas presenciais, ainda vamos ter muitas faltas para dar.

5. Não ser repetitivo/a

Ninguém tem culpa que isto esteja a acontecer. Já percebemos que há gente sem noção que sai de casa só porque lhe apetece. Não vale a pena estar constantemente a bater na mesma tecla. Não adianta de nada. Vai haver sempre gente que cumpre a quarentena à risca e outros que não tem cuidado nenhum. Ao estarmos sempre a falar sobre isto, estamos não só a ser repetitivos como também a aborrecer os outros. Falar de coisas positivas como por exemplo, os cães e a sua mania de fugir com a bola na boca sempre que a atiramos, dá para desanuviar um bocado.

6. Não passar muito tempo no computador

Há muito mais coisas que podemos fazer em casa sem ser estar 24h sob 24h em frente a um ecrã. Faz mal à vista e vícia. Evitar passar mais do que 2h seguidas no  portátil/desktop e apanhar um solzinho à beira da janela ou no pátio faz muito bem.

7. Não gastar dinheiro em coisas desnecessárias

Neste momento, o método mais fácil para adquirir um livro ou um jogo para a PS4 é através da net. It’s okay to buy a book ou um jogo once in a while mas não façamos disto um hábito. Neste momento, há muitas pessoas em casa sem saber quando poderão voltar ao trabalho. Ora sem trabalho, não há dinheiro, logo temos que poupar o máximo que conseguimos.

8. Não ser preguiçoso/a

Tendo em conta que os ginásios e piscinas municipais estão fechados, há quem arranje essa desculpa para não fazer exercício físico. Posto isto, relembro o ponto número 2. (pode ser que sirva de incentivo). Esquecer a preguiça e arranjar força de vontade são crucias.

9. Não ficar isolado do mundo

Eu sei que fazer chamadas não é o mesmo que enviar uma mensagem. Personally, eu prefiro mandar mensagens. The thing is vamos passar mais de um mês sem ver os nossos amigos e colegas. Fazer uma vídeo chamada com eles once in a week pelo menos, lembra-nos que estamos todos no mesmo barco. Tu estás aí em tua casa e eu estou na minha. Still, estamos juntos.

10. Não cair na esparrela

Há sempre quem se aproveite deste tipo de situações para lucrar algum à pala dos outros e temos que estar atentos a isso. Garrafas de álcool a 5€? Está tudo bem? Os telejornais já falaram quanto a este assunto. Isto não é permitido. A especulação de preços pode levar até 3 anos de prisão e multa segundo o Código Penal.

Para concluir, há que lidar com toda esta situação. Por muito difícil que seja, há formas de contornar o aborrecimento e o isolamento social. Esperemos que em breve, já possamos voltar às nossas rotinas normais.

Um bem haja e boa quarentena!

Colabora!

Este texto faz parte de uma série de textos de opinião de alunos do ensino secundário e superior sobre a sua visão do ensino e da educação.

Gostavas de publicar um texto? Colabora connosco.