(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

No seguimento da lista do ano passado, dos 20 cursos mais procurados na 1ª fase de 2014, e da do ano anterior, mantemos a tradição com a edição de 2015. Optamos por alargar a lista a 25 este ano para incluir alguns com uma subida significativa.

Estes são os cursos com as mais elevadas notas dos últimos colocados pelo contingente geral na 1ª fase da candidaturas de 2015, a comummente chamada média dos cursos. Embora não seja a única variável, é um dos principais reflexos da maior ou menor procura do curso pelos milhares de candidatos que concorrem todos os anos Estão a ser desprezadas algumas variáveis, como o facto do número de vagas de cada curso ser diferente e as suas provas de ingresso.

Os cursos de Medicina continuam a marcar presença nos lugares cimeiros. No entanto, no seguimento de uma tendência que já tínhamos identificado no ano passado, os cursos de engenharia continuam a subir vários lugares. Destaque para Engenharia Aeroespacial, no Instituto Superior Técnico (IST), que se posiciona no 2º lugar (3º em 2014); para Engenharia Física e Tecnológica, também no IST, no 5º lugar (13º em 2014); para Bioengenharia, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, no 6º lugar (6º em 2014); para Engenharia Industrial e Gestão, também na FEUP, no 8º lugar (8º em 2014); e finalmente para Engenharia Biomédica, no IST, no 10º lugar (12º em 2014). O TOP10 passa a ser dividido por 5 cursos de medicina e 5 de engenharia.

Outras das maiores subidas a registar está nos cursos das ciências económicas, com Economia da Faculdade de Economia da Universidade do Porto a figurar na 19º posição (34º em 2014); Gestão na Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa no 20º lugar (46º em 2014); e Gestão na Faculdade de Economia da Universidade do Porto na 24º posição (44º em 2014).

Para finalizar deixamos uma nota quanto ao curso de arquitetura na Universidade dos Açores, que embora com uma grande subida, só preencheu 5 das suas 20 vagas.

Fica então aqui o Top 25, com a comparação da posição do curso no ano anterior: