(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A praxe solidária da Universidade do Minho, levada a cabo durante o juramento e batismo dos caloiros, angariou mais de três mil quilos de ração animal, que foram entregues, no passado sábado, no Clube de Adoção e Proteção de Animais da Póvoa de Lanhoso.

Para além da comida, os académicos angariaram ainda mais de uma centena de brinquedos, artigos de limpeza, mantas e cobertores, para além de 83 comedouros, 49 trelas e 12 camas de plástico.



Os bens foram sendo recolhidos na sede da Associação Académica da UMinho, sendo agora entregues à associação que tem a seu cargo mais de uma centena de animais.

Pedro Domingues, responsável pela academia, em declarações ao jornal ComUM, explica que este tipo de praxes “ajudam as pessoas exteriores a perceber a união que se vai criando e a vontade de ajudar que se vai alimentando”.

O ‘Papa’, como é conhecido, acrescenta que as notícias acerca da praxe estão carregadas “de negatividade”. “Com estas ações queremos mudar esse paradigma.”

Pedro Domingues realça a “união entre os cursos (…) independentemente do curso e do grau hierárquico”.