(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O programa que pretende incentivar a frequência de instituições de ensino superior menos procuradas e do interior do país tem nova edição garantida no próximo ano. Foi publicado o despacho que define um aumento em 18% do número de bolsas, bem como o aumento do seu valor anteriormente fixado nos 1500 euros.

Em 2016-2017, o Programa +Superior foi objeto de uma redefinição que, embora mantendo a atribuição de bolsas de mobilidade como incentivo e apoio à frequência do ensino superior público em regiões do país com menor procura e menor pressão demográfica, definia que, entre outras alterações, as bolsas eram exclusivamente atribuídas a estudantes oriundos de famílias economicamente carenciadas.

As alterações introduzidas, a par de um reforço substancial do número de novas bolsas disponíveis e atribuídas, aumentaram sucessivamente o número total de bolsas ativas.



Assim, tendo em consideração a procura deste tipo de apoio e o sucesso do Programa, fixa-se este ano em 1895 o número de novas bolsas disponíveis, quase duplicando número de novas bolsas disponíveis em 2014-2015, ano letivo em que o programa foi lançado. Este número representa ainda um aumento de 18% face ao número de novas bolsas disponíveis em 2018-2019, distribuído pelas várias regiões.

Para além do aumento no número de bolsas disponíveis, o Programa +Superior é reforçado pelo aumento do valor anual da bolsa, que se estabelece agora em 1700 euros.

O prazo para candidatura à atribuição de novas bolsas de mobilidade decorre de 17 de julho a 15 de novembro de 2019.

O despacho completo pode ser lido aqui.